Cuiabá, 29 de Agosto de 2015
  • Alline Marques

    Alline Marques

  • Camila Cervantes

    Camila Cervantes

  • Eduarda Fernandes

    Eduarda Fernandes

  • Francis Amorim

    Francis Amorim

  • Gabriele Schimanoski

    Gabriele Schimanoski

  • Jacques Gosch

    Jacques Gosch

  • Patrícia Sanches

    Patrícia Sanches

  • Talita Ormond

    Talita Ormond

  • Tarso Nunes

    Tarso Nunes

  • Valérya Próspero

    Valérya Próspero

Várzea Grande | 04/01/2014, 11h:30 - Atualizado: 04/01/2014, 20h:18

Até dia 30, Jaqueline deixa Saúde para concorrer a deputada federal


 

 

capa-jaquelinehj3.jpg

Secretária de Saúde de VG Jaqueline Guimarães sairá candidata à Assembleia

  O prefeito de Várzea Grande, Walace Guimarães (PMDB), estabeleceu prazo até 30 de janeiro para que os integrantes da administração que pretendem disputar as eleições deste ano entreguem os cargos. Na lista das possíveis exonerações está a primeira-dama e secretária de Saúde Jaqueline Guimarães, além do diretor do Pronto-Socorro Renato Tetila.

  Os substitutos serão escolhidos por Walace a partir de critérios técnicos. Segundo o peemedebista, a gestão da saúde não deve ser partidarizada. “Não vamos politizar a saúde. A escolha é pessoal já que a responsabilidade e as cobranças recaem sobre mim”, afirmou.

  Jaqueline, que irá tirar 10 dias de recesso para descansar com a família, deve pedir exoneração do cargo no próximo dia 15. Fora do comando da Saúde, pretende intensificar a articulação da candidatura a deputada federal.

  Essa não é a primeira vez que Jaqueline tanta uma vaga na Câmara Federal. Em 2010, pelo nanico PHS, a secretária de Saúde chegou perto de conquistar uma vaga ao obter 31.921 votos, que garantiu o posto de primeira suplente do deputado federal Eliene Lima (PSD).

  A primeira-dama se filiou ao PMDB em setembro do ano passado com a justificativa de que no mesmo partido do marido, poderá trabalhar melhor sua candidatura. “A candidatura é viável. A consolidação depende da análise feita em conjunto com o partido”, explica Walace.

  Outro que deve deixar o staff nos próximos dias é Tetila, que pretende disputar uma cadeira na Assembleia. Ele se filiou ao PP com intuito de ampliar a bancada progressista, atualmente formada pelos deputados Ezequiel Fonseca e Antônio Azambuja.

Jacqueline ingressa no PMDB para tentar Câmara Federal

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Julio Muzzi | Sábado, 04 de Janeiro de 2014, 22h51
    3
    1

    Ambos são boas pessoas, bem articulados, e que vem lutando por Varzea Grande.

  • diego | Sexta-Feira, 03 de Janeiro de 2014, 23h41
    3
    2

    diego, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Zuzi Kalafate | Sexta-Feira, 03 de Janeiro de 2014, 22h08
    4
    2

    É uma pena né, quando a pessoa vai querendo acertar, vem a Política e tir do lugar gerando descontinuidade na administração

  • Elifas Jose Ribeiro Ribeiro Ribeiro | Sexta-Feira, 03 de Janeiro de 2014, 20h58
    1
    5

    Serå que ela ira descansar onde ?junto com os pobres da periferia de vadju? Pra dai ja ir angariando votos pra dep.federal? Acho ela vai pra zöropa (sic).miami.

  • Dornele$ | Sexta-Feira, 03 de Janeiro de 2014, 18h09
    5
    2

    Mato Grosso e suas capitanias hereditárias. Aqui é mesmo um feudo!

| 29/08/2015, 07h:14 - Atualizado: 08h atrás

A confiança

akio materia estreia colunista

Akio Maluf Sasaki

Sentimento, sensação ou apenas uma certeza?

Pouco se sabe, muito se cobra e pouco se transparece, esta é a sociedade que vivemos, que cobra todos os dias e, ao menor sinal, se sente traída.

Confiança não é exigir um comportamento, não é cobrar uma posição e muito menos querer que algo seja da tua maneira, não se trata de um sentimento, sensação ou certeza, trata-se de ter serenidade na escolha acerca de um fato.

A confiança não é só aquela que você utiliza para definir se a pessoa que outrora lhe transmite uma mensagem está falando a verdade, ela é mais utilizada por você para definir o que fazer no cotidiano, ela ajuda a pautar as suas decisões, a dar segurança no momento em que você utiliza as suas experiências como parâmetro para decidir algo.

Ambos os tipos fornecem conteúdo para aduzir que não devemos cobra-la de ninguém, é algo implícito aos relacionamentos, as decisões e ao nosso ser.

A Confiança é o poder de pautar nossas decisões e escolhas baseadas nas nossas experiências e de acreditar veementemente nas pessoas sem necessidade de provas, documentos ou contratos, é a vontade que suprime a razão, é algo necessário para que possamos ter uma vida serena.

Quando a respeito da vida profissional, ter confiança está intimamente ligado ao preparo, seja ele acadêmico, ao “know how” ou até mesmo ligado a ousadia, seja pela certeza em colocar em prática o que aprendeu durante a vida, para continuar com segurança com o que já conhece ou para acreditar com toda força que a ousadia vai valer a pena.

Mas no quesito pessoal, é mais complicado, pois falamos de duas ou mais pessoas, as vezes uma família toda ou até mesmo a sociedade e normalmente está ligado ao lado afetivo, amoroso e até mesmo sexual, é a entrega de alma para que outros possam te conhecer melhor e, por acaso, o mais difícil dos modelos.

Infelizmente alguém a quebrou, alguém te magoou, aconteceu, não é somente culpa da pessoa, não martirize alguém pela sua decisão, afinal, as tuas experiências e percepções também falharam contigo.

Não deixe de estender à faculdade da confiança as outras pessoas, pois é graças aos riscos que são assumidos em companhia da confiabilidade nos outros que acontecem as grandes obras, os relacionamentos duráveis e as decisões que edificaram o mundo até hoje.

Portanto, a confiança, tanto a pessoal como a profissional, fará do homem que souber dosa-la um vencedor, pois permitirá que sua capacidade munida de confiança em seu conhecimento e equipe edifique seus sonhos, trará para perto a pessoa amada e te ajudará a construir um mundo melhor todos os dias. Então, não deixe de confiar na humanidade, você poderá se surpreender.

Akio Maluf Sasaki é acadêmico de Direito da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), atua em cooperação internacional do turismo e escreve neste Blog todo sábado - akio@pontodeapoioturismo.com.br

Postar um novo comentário

| 28/08/2015, 14h:32 - Atualizado: 28/08/2015, 14h:44

Thelma transfere título para Chapada dos Guimarães onde será candidata à prefeita


A ex-deputada federal Thelma de Oliveira revelou nesta sexta a senha que demonstra o seu desejo de candidatura à prefeita. Ela transferiu o título e também a filiação do PSDB de Cuiabá para Chapada dos Guimarães. Viúva do ex-governador Dante de Oliveira, que faleceu em 2006, Thelma já pisa os pés na cidade turística como pré-candidata à prefeita. Fez o registro na 34ª Zona Eleitoral. 

Galeria: Uma tucana em novo território eleitoral

Pela legislação, a pessoa que pretende concorrer ao pleito precisa estar filiada e com domicílio eleitoral definido ao menos um ano antes das eleições. Thelma é bem articulada e esbanja carisma. Foi braço importante nas campanhas vitoriosas de Dante nos anos 1980, 1990 e 2000, seja para prefeito da Capital, deputado federal e governador. Atuou também como presidente da extinta Prosol.

O PSDB já passa a considerar Thelma como futura candidata à sucessão do prefeito peemedebista Lisu Koberstain, que se tornou titular com a renúncia do médico José Neves. Do mesmo partido de Thelma, Neves teve uma administração desastrosa, enfrentou investigação por atos de improbidade e chegou a ser afastado do cargo. Thelma chega com know-how de quem teve passagem pela Câmara Federal e pela secretaria de Estado, mas terá de conviver com desgaste político local de um partido que, por enquanto, tem a cara do ex-prefeito Neves.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • MARCIO FERREIRA | Sábado, 29 de Agosto de 2015, 09h41
    4
    0

    ESSA PREFEITA VAI SER IGUAL AO PREFEITO DE NORTELANDIA, NEURILAN MORA EM CUIABÁ e vem dar expediente aqui em Nortelandia

  • rodrigo | Sábado, 29 de Agosto de 2015, 09h09
    4
    0

    agora so falta combinar com os eleitores que nao a cohece ...

  • Rebeca | Sábado, 29 de Agosto de 2015, 08h02
    4
    1

    O PSDB acabou com Chapada dos Guimarães, com Treme-Terra e Dr. Neves. Não, obrigado.

  • Paulo Kuke | Sexta-Feira, 28 de Agosto de 2015, 16h49
    3
    7

    agora sim....uma grande liderança em Chapada dos Guimaraes....Vamos que vamos THELMA...ESTAMOS JUNTO!!!

  • bobó cheira cheira | Sexta-Feira, 28 de Agosto de 2015, 16h28
    3
    4

    Respeito a D. Telma, mas meu voto é do DR. LUIZ, jovem, entusiasta e guerreiro que se propõe a dar um novo visual político administrativo para a terra de Termozina Siqueira. Eu amo Chapada por isso voto Dr. Luiz. Estou contigo e não abro.

  • Cristina Cruz | Sexta-Feira, 28 de Agosto de 2015, 16h09
    5
    7

    PARABÉNS, POIS ÉS UMA MULHER GUERREIRA E VITORIOSA. VAMOS Q VAMOS para a Vitória

  • João Pinheiro | Sexta-Feira, 28 de Agosto de 2015, 16h05
    5
    7

    Parabéns guerreira Thelma de Oliveira Chapada merece uma Prefeita do gabarito e capacitada com muita força e juventude para trabalhar por nossa Chapada e isso ai conte com meu voto !

  • Antonio da Aldeia | Sexta-Feira, 28 de Agosto de 2015, 16h04
    5
    6

    Contamos com vc Thelma, chapada esta na hora de ter um representante a altura , precisamos de vc ... Bem vinda .

  • Zé Poxoréo | Sexta-Feira, 28 de Agosto de 2015, 15h58
    14
    3

    Fiquei curioso agora hein, será que ela vai morar lá ou vai aparecer de vez em quando para dar expediente de vez em quando, como fazem muitos outros "prefeitos turistas" eleitos no interior do Estado?

| 28/08/2015, 07h:27 - Atualizado: 28/08/2015, 07h:58

Acidentes em vias publicas danificadas

elga_figueiredo_imagem_texto_sexta

Elga Figueiredo

São relatos corriqueiros os de acidentes causados por estradas mal conservadas com buracos na pista, bem como de várias outras irregularidades nas vias públicas de passagem de veículos e de pedestres.

Infelizmente, as ruas e rodovias do nosso Estado estão em estado precariedade, esquecidas pelo poder público, sendo assim, causam danos aos veículos, bem como acidentes que geram danos físicos permanentes como casos de amputações de membros, e até morte.  

A jurisprudência pátria tem assentado a possibilidade jurídica do pagamento de indenização às vítimas e seus familiares, decorrente de acidente de trânsito ocorrido em rodovia de federal, estadual ou municipal, conforme o caso. O posicionamento se baseia no fato de que o consumidor tem o direito de exigir que todos os serviços essenciais pagos com o dinheiro dele, sejam seguros, adequados e tenham qualidade.

Dessa maneira, no caso de acidentes acarretados por uma rua ou rodovia esburacada, por exemplo, o consumidor tem direito, por lei, de acionar judicialmente ente responsável. Isso porque, como regra a responsabilidade civil do Estado é objetiva, fundamentada na teoria do risco administrativo.

Nesse ponto, digamos que a constituição foi bastante generosa com o cidadão, já que responsabilidade civil objetiva independe de culpa, conforme reza o Artigo 37, § 6º, da CF "a administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte: § 6º - As pessoas jurídicas de direito público e as de direito privado prestadoras de serviços públicos responderão pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros, assegurado o direito de regresso contra o responsável nos casos de dolo ou culpa". 

Portanto, em caso de acidentes provocados por buracos no asfalto da rua, entre outros. Exija o ressarcimento pelo dano sofrido. O ideal é que se registre boletim de ocorrência e reúna provas através de fotos, vídeos e testemunhas que presenciaram o fato.

Acionando judicialmente o estado, alem do ressarcimento, o cidadão esta colaborando para uma expectativa de melhora, já que com o aumento de demandas judiciais acaba sendo mais vantajoso em termos financeiros, conservar as ruas, estradas, mantendo a ordem publica, do que pagar indenizações.   

Os danos a serem ressarcidos podem ser dos mais diversos׃ patrimoniais ocasionados ao veículo; ressarcimento de despesas médicas; danos estéticos em caso de cicatrizes ou perda de membros; e danos morais, a depender da natureza das lesões sofridas e do constrangimento que estas podem acarretar, como, por exemplo, fraturas que geram invalidez e morte. 

Elga Figueiredo é empresária e advogada, especialista em direito do consumidor e escreve exclusivamente neste Blog toda sexta - e-mail: elgafigueiredo@hotmail.com

Postar um novo comentário

Fechando o Cerco | 27/08/2015, 12h:41 - Atualizado: 27/08/2015, 14h:49

Comissão de Ética da Câmara recebe pedidos de cassação contra Marcrean


A Mesa Diretora da Câmara de Cuiabá encaminhou à Comissão de Ética, nesta quinta (27), todos os pedidos de cassação protocolados contra o vereador Marcrean Santos (PRTB). Ele é acusado de agressão contra o líder comunitário José Carlos da Silva. O fato teria ocorrido no último dia 15 nas proximidades do Córrego do Barbado, no bairro Pedregal.

A medida atende a recomendação da Procuradoria do Legislativo. O parecer dos procuradores sugere a abertura de um procedimento investigatório em desfavor de Marcrean.

Wellington Sabino

protesto-contra-vereador-Marcrean-Santos-liderado-por-presidente-agredido-(1).jpg

Marcrean é acusado de agressão contra o líder comunitário José Carlos da Silva 

O presidente da Câmara, vereador Júlio Pinheiro (PTB), explica que teve o cuidado de juntar todos os processos e encaminhar à assessoria jurídica que recomendou o encaminhamento à Comissão de Ética. “Quem decidirá agora é a Comissão de Ética. Cabe a ela apurar os fatos e eu vou acompanhar o que a comissão decidir”, pontua.

O presidente da Comissão de Ética, vereador Toninho de Souza (PSD),  garante que o grupo irá fazer um trabalho isento e imparcial.

O social-democrata espera entregar o relatório final em até 60 dias. “Semana que vem focaremos nos trabalhos burocráticos de nomeações e publicações e a partir daí, passamos a ouvir as partes interessadas. Essa é a primeira fase dos trabalhos”, explica.

Além de Toninho, também fazem parte da Comissão de Ética os vereadores Adevair Cabral (PDT) e Chico 2000 (PR) como vice-presidente e membro, respectivamente. No entanto, o republicano faz parte da Mesa Diretora e se declarou suspeito assim como o 1° suplente, vereador Haroldo Kuzai (Solidariedade).

Com os impedimentos, o novo membro da Comissão de Ética passou a ser o vereador Ricardo Saad (PSDB), que será o responsável pela relatoria do processo. O tucano era o segundo suplente.

O parecer jurídico que culminou na abertura de um procedimento investigatório por parte da Comissão de Ética, refere-se a 14 pedidos de cassação protocolados por diversos líderes comunitários e associações de bairro. Na tarde de ontem (26), foram protocolados mais quatro pedidos. Diante disso, Marcrean já acumula 18 pedidos de cassação de mandato por quebra de decoro parlamentar.

Desta vez os autores foram as associações dos bairros Jardim Umuarama, Jardim Vitória, Altos da Glória e Residencial Milton Figueiredo. Os requerimentos foram anexados aos processos, uma vez que  se trata  do mesmo pedido e da mesma causa de pedir.

A medida é fruto de uma suposta agressão cometida pelo vereador contra o líder comunitário José Carlos da Silva. O presidente da Associação de Moradores do Bairro Renascer acusa o parlamentar de tê-lo agredido com socos no último dia 15, nas proximidades do Córrego do Barbado, no bairro Pedregal.

O vereador, por sua vez, nega as acusações e garante que não houve agressão. Marcrean afirma que estava no local para averiguar uma denúncia de crime ambiental que havia recebido. (Com Assessoria)

Marcrean nega agressão e diz que é cristão e não coaduna com violência

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Wilson | Sexta-Feira, 28 de Agosto de 2015, 11h24
    1
    0

    tem gente que acha que tudo mundo é besta, a prova da agrassao ta na caro do jose carlos, em fotos e jornal. tem testemunhas que serão ouvidas na comissão de ética que presenciaram a agressão, sendo assim como que esse vereador será bode expiatório, ele agrediu mesmo e nada muda o fato, infringiu a lei e quebrou o decoro parlamentar devendo assim ser punido com a parda de mandato

  • dias | Quinta-Feira, 27 de Agosto de 2015, 19h28
    1
    2

    " tão querendo pegar o vereador de bode expiatório, até agora não vi prova alguma da agressão, o Ze Carlos queria 15 minutos de fama e conseguiu, ele será candidato em 2016 e ninguém sabe quem é ele..

  • SerginhoBBB | Quinta-Feira, 27 de Agosto de 2015, 17h39
    0
    1

    FACA NELE

  • JOSE CARLOS | Quinta-Feira, 27 de Agosto de 2015, 17h02
    1
    0

    QUE CIRCO HEIN!!!

  • Roberto Alves | Quinta-Feira, 27 de Agosto de 2015, 15h02
    1
    1

    Roberto Alves, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

| 27/08/2015, 07h:22 - Atualizado: 27/08/2015, 07h:30

#Vem pra Arena 2

maria_rita_artigo_quinta

Maria Rita

A Arena Pantanal já deu muita dor de cabeça. Desde o dia em que avultaram a possibilidade de botar abaixo o Estádio Verdão vimos a população preocupada com o fantasma do elefante branco que ali seria erigido. Antes dos jogos da Copa cheguei a verbalizar que me recusava a pisar num lugar construído sob tanta polêmica. Mas eis que a Copa chegou e não resisti e fiz parte da festa que se instaurou.

Passado o evento e também a gestão que o projetou, o cenário que tem se apresentado é promissor. Ainda estamos longe do patamar ideal, mas o complexo como está hoje, já transformou todo o entorno do bairro Verdão.

Falo isso com conhecimento de causa, visto que minha família morou e hoje possui escritório na região. Os restaurantes, lanchonetes e prédios comerciais mudaram as fachadas. O asfalto e vias de acesso foram revitalizados e o mais bacana de tudo: a população ganhou uma excelente área de lazer.

Diferente do que se projetava, o entorno da Arena está mais vivo e utilizado do que jamais se imaginou. Crianças aprendendo a pedalar, famílias inteiras caminhando e jovens jogando basquete. Com a iluminação noturna, os munícipes se permitem utilizar cada metro quadrado com atividades esportivas ou para fazer um tranquilo picnic sob uma temperatura mais amena.

Para fomentar ainda mais a utilização deste espaço vital para a qualidade de vida de quem mora em Cuiabá, o Governo do Estado num pool de secretarias criou o projeto Vem Pra Arena. Na primeira edição tive a oportunidade de participar. Era nove de maio, aniversário de Mato Grosso. Entre dezenas de atividades esportivas e culturais foi inaugurado um trecho de ciclo faixa, que parte da Arena Pantanal e segue até a Passagem da Conceição em Várzea Grande.

Foi realizado um passeio ciclístico ao longo da via. O evento culminou com uma atividade de canoagem em pleno Rio Cuiabá até a região do Porto. Mais de 100 pessoas pedalaram e depois desceram o rio. Uma cena linda onde a integração de esportes de aventura em plena capital se mostrou possível e surpreendente.

Muitos dos participantes nunca haviam descido aquele rio e a atividade despertou nos cidadãos preocupações quanto a mobilidade e meio ambiente. Uma provocação bem interessante. Levar o cuiabano para remar é um resgate cultural e uma simples ação pode dar desdobramentos muito positivos.

Eis que no próximo dia 19 de setembro o projeto recebe nova edição. O Vem Pra Arena ganhou corpo e agora além de cultura e esporte trará gastronomia e moda. As atrações vão desde patins, triciclo, basquete, balonismo, atletismo e rapel até shows, exposições, desfiles e uma oportunidade de fazer pinturas indígenas na hora. As ações desta vez têm início as 16h e são gratuitas (menos a feira gastronômica). O Ultramacho mais uma vez irá participar. Nesta edição iremos ocupar a piscina olímpica anexa à Arena para uma vivência de canoagem.

Venha para a Arena e traga a família e os amigos. O espaço é público e deve ser ocupado pela população.

Maria Rita Ferreira Uemura é jornalista, empresária, diretora da empresa de eventos de aventura ULTRAMACHO e escreve exclusivamente toda quinta-feira neste Blog (www.ULTRAMACHO.com.br) - e-mail: ferreirauemura@gmail.com.

Postar um novo comentário

oitivas | 26/08/2015, 20h:07 - Atualizado: 26/08/2015, 20h:09

Deputado aponta falta de fiscalização em incentivos e mais de mil irregularidades


Momentos antes das oitivas dos ex-secretários estaduais Alexandre Furlan e Alan Zanatta, marcadas para esta quarta (26) na CPI da Renúncia e da Sonegação Fiscal, o deputado Zé do Pátio (Solidariedade), que preside a Comissão, afirma que foram encontradas mais de mil irregularidades nas auditorias feitas em aproximadamente 70 empresas, de um total de 829. “Faltou acompanhamento técnico e uma lei mais clara, mais evidente”, argumenta.

O parlamentar esclarece que, além da renúncia no Estado girar em torno de 90%, o dinheiro atendia apenas aos interesses dos empresários. Observa que não havia divisão dos lucros com os trabalhadores, bem como não houve criação de emprego e os documentos apresentados são incompletos.

Gilberto Leite/Rdnews

zé-do-patio_gilberto-leite-(6).jpg

Deputado Zé do Pátio faz questão de dizer que a CPI da Renúncia e Sonegação não vai dar em pizza

Pátio ressalta que o crescimento da empresa não seguiu os projetos e que não houve uma equipe de auditores acompanhando todo o processo. “Os dados são realmente críticos, preocupantes e na verdade não havia nenhum tipo de incentivo através de segmento e, sim, muitas vezes, de interesses pessoais. Então era tipo um balcão de empregos”. Ele diz que deveria ter existido mais representatividade dos setores do Governo.

A linha de questionamentos na oitiva foi, principalmente, sobre os erros técnicos de avaliação dos projetos, do conselho, da conduta dos procedimentos relativos aos incentivos que ocorreram. Quanto ao andamento dos trabalhos da CPI, Pátio afirma que “não vai dar em pizza”.

Outro lado

Alexandre Furlan defende que os incentivos já existiam no Estado, mas em outra formatação, e que os critérios de avaliação e de entrada nos projetos foram seguidos, conforme planejado. “Cumpríamos os critérios do Prodeic (Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial do Estado) para conceder os incentivos, os meus relatórios de 2004 a 2007 estão aqui, inclusive remetidos a época própria ao deputado”.

Apesar disso, reconhece que faltou fiscalização. “É bem verdade que nós nunca tivemos um grupo muito grande para fiscalizar os incentivos todos. Fazíamos isso setorialmente por amostragem”, relata. Embora tenha comparecido à audiência, Alan Zanatta não prestou depoimento como previsto, pois faltou tempo.

Gilberto Leite/Rdnews

furlan_gilberto-leite-(3).jpg

Ex-secretário Alexande Furlan admite que faltou maior fiscalização em relação aos incentivos fiscais

CPI

A CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal é presidida pelo deputado Zé do Pátio; a relatoria é por conta do deputado Max Russi (PSB). Os membros são Wilson Santos (PSDB) e Gilmar Fabris (PSD).

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Jaime | Quinta-Feira, 27 de Agosto de 2015, 05h48
    0
    0

    Se for investigado com seriedade, vão descobrir que nosso amado Mt deixou de arrecadar bilhões nessas pedaladas fiscais.

| 26/08/2015, 00h:39 - Atualizado: 26/08/2015, 01h:01

Taques chega ao PSDB, que foi abrigo dos emblemáticos Riva, Henry, Rossi e Ricarte


O PSDB que recebe a filiação do governador Pedro Taques no sábado ressurge em âmbito estadual embalado pelo que chama de nova fase. Vive boas perspectivas. Quer sentir-se renovado e apagar antigos quadros partidários. Mas a história se encarrega de revivar o passado. O ninho tucano abrigou muitas figuras consideradas hoje emblemáticas e símbolos de desgaste, embora no passado tivessem sido consideradas fortes lideranças, como José Riva, Pedro Henry, Ricarte de Freitas e Lino Rossi.

Galeria: Ex-tucanos fora da vida pública

Os quatro eram “plumados”. Riva mandava na Assembleia. Henry quase ocupou Ministério no Governo Lula. Ricarte e Rossi passaram pela cadeira de federal. Mas se envolveram em escândalos e, aos poucos, foram sendo depenados. Perderam as penas tucanas. Riva e Henry correram para outros partidos, assim como Ricarte e Rossi. Só convergiram em um caminho, o da prisão, para onde foram três deles. Enrolado na máfia das sanguessugas, Ricarte escapou por pouco.

Politicamente, todos eles estão mortos. Outros tucanos das décadas de 1990 e 2000 sobreviveram, como o federal Nilson Leitão e os estaduais Wilson Santos e Guilherme Maluf. E são esses parlamentares que comemoram a chegada de Taques, um governador com bela biografia de retidão, responsabilidade e trabalho.

O ex-pedetista se junta a políticos tucanos que estão na vida pública há mais de 20 anos. E sua chegada deve provocar revoadas. Outros querem voltar ao ninho, como o deputado estadual Pedro Satélite. É possível que o PSDB, nesse processo de retomada, volte a “inchar”, assim como foi quando comandava o Estado com Dante de Oliveira. O filme tende a se repetir.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Antonio Maria | Quarta-Feira, 26 de Agosto de 2015, 19h56
    2
    0

    O ex-procurador, paladino da moralidade, agora deixa claro para quem ainda tinha dúvida sobre o projeto neoliberal a ser implementado em Mato Grosso. O que Dante não conseguiu no segundo mandato e, depois, os tucanos Antero e WS não conseguiram pelo voto, vão implementar, agora, com a plumagem do governador tucano.

  • joao do pedregal | Quarta-Feira, 26 de Agosto de 2015, 16h38
    1
    2

    A PROXIMA VIRADA 'PT' DE DILMA, LULA, ZE DIRCEU E OUTROS MAIS........

  • Ilze | Quarta-Feira, 26 de Agosto de 2015, 11h06
    2
    3

    Em politica nada se cria e tudo se copia, ou ainda, a história é uma sucessão de fatos que se sucedem sucessivamente

| 26/08/2015, 00h:00 - Atualizado: 25/08/2015, 23h:01

TV por assinatura

silvio artigo quarta-feira

Silvio Fidelis

Em um momento de descontração com amigos e familiares surgiu na roda da conversa o assunto TV por assinatura.  Muitas pessoas decidem fazer a aquisição da TV por assinatura exatamente para ter outras opções de canais para assistir, além dos abertos. Pois bem, percebo que entre um depoimento e outro a maior parte das manifestações foi de decepção com a prestação dos serviços por parte das empresas responsáveis.

Antes da aquisição todos fazemos um levantamento do mercado, exatamente pra saber quais empresas tem os melhores planos para oferecer. Quando finalizamos a escolha certamente já fomos atraídos pelas promoções e vantagens e algumas facilidades que nos oferecem.

Sempre somos surpreendidos pelos combos irresistíveis. Ao contratarmos a TV por assinatura logo pensamos: pronto, além dos canais abertos tenho outros diversos disponíveis como opção para assistir. Passam os dias ou meses após a contratação e muitos são surpreendidos por algo negativo na prestação dos serviços.

Algumas empresas acabam ofertando ilusões. E como existem pessoas insatisfeitas com os serviços prestados pelas empresas que fornecem o sinal da TV a cabo!!! É Incrível, entre os amigos e familiares que adquiriram os serviços, e que por um motivo ou outro ficaram insatisfeitos, confirmei que quem lidera as reclamações é a empresa Sky.

Percebi que essa empresa não lidera a insatisfação só dos amigos da roda da conversa, mas também em sites de reclamação. Sim, pois fui pesquisar pra ver sobre a reputação dos serviços prestados aos seus clientes. No site Reclame Aqui estão registrados inúmeros depoimentos de pessoas insatisfeitas com a empresa e por diversos fatores.

Falta de cumprimento do prazo de visitas técnicas para a instalação ou troca de antenas com problemas; falta da instalação correta dos pontos acordados no pacote adquiridos; cobrança indevida por débito automático, dentre outros. Enfim!  E o pior, quando você liga no Call Center o tempo de espera no telefone é enervante. Até para solicitar o cancelamento dos serviços as pessoas encontram dificuldades para concluir o ato.

Sabemos que a procura por canais fechados é grande, por isso mesmo é necessário mais atenção e responsabilidades por parte das empresas junto aos clientes. Sem solução imediata, em muitos casos, as pessoas acabam tendo que buscar seus direitos por meio da Justiça, afinal, pagamos pelos serviços e para tê-los de maneira satisfatória.

Analiso que as empresas precisam de forma urgente cumprir as exigências estipuladas pela legislação brasileira. Todas elas devem disponibilizar um telefone de acesso rápido para que o cliente possa entrar em contato, seja para elogiar, dar sugestões ou ainda para que possa fazer suas reclamações.

Ao checar o sistema do PROCON do Estado descobri que as empresas de telefonia, internet e TV a cabo estão em 4º lugar no ranking de reclamações entre os consumidores. Só nos meses de junho e julho deste ano, a área de “Serviços Privados” registrou 374 atendimentos. Destes, foram 155 reclamações para a categoria “TV por Assinatura”. 

Já a Anatel apontou que no ano de 2014 as reclamações contra os serviços de TV por assinatura foram os que apresentaram o maior crescimento, saltando do índice de 1,01 reclamações por mil acessos por mês, em 2012, para 1,69 reclamações no final de 2014.

Ao pesquisar descobri que existem inúmeros fóruns na internet sobre as reclamações que os clientes têm de algumas empresas. A Anatel, por exemplo, disponibilizou em sua página, a www.anatel.gov.br diversas formas para que as reclamações possam ser feitas, ou ainda, esclarecer suas dúvidas. Precisamos estar antenados com essas ferramentas que nos auxiliam e, como consumidores, exigir e fazer valer nossos direitos.

Ser bem tratado é um direito seu. As empresas precisam ser conscientes de suas responsabilidades e oferecer o melhor ou apenas cumprir aquilo que foi acordado com o cliente. Como muitas pessoas também já passei por algumas dores de cabeça ao adquirir a TV por assinatura e confesso que já me estressei muito. Então, concluo com o seguinte raciocínio: se você não foi bem tratado por alguma empresa e isso vale para todos os setores de serviços, reclame! Não engula sapo.

Silvio Fidelis é professor, mestre e doutor em Educação, escritor e escreve exclusivamente neste Blog toda quarta-feira - e-mail: sa-fidelis@uol.com.br - Instagramsilvioafidelis

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Adalberto | Quarta-Feira, 26 de Agosto de 2015, 17h44
    2
    0

    Tema plausível, pois mutas pessoas estão enfrentando problemas com essa empresa, eu mesmo ja passei muita raiva e tive que levar à justiça a situação, hoje ja resolvido.

  • Adalberto | Quarta-Feira, 26 de Agosto de 2015, 14h40
    3
    0

    Fui assinante da Sky, porém não cumpriam o combinado, ao acertar determinado acordo, anotava o nº do protocolo, eles não cumpriam, ligavam para reclamar, passava o nº do protocolo afirmavam não existir, não teve outra opção, cancelei. Contratei a OI e passe um ano sem problema, na virada do ano alteraram o valor da fatura sem acordar comigo, na primeira ligação não conseguimos negociar bem, na 2ª consegui pagar pelo mesmo pacote 50% do que estava pagando, por um período de 6 meses, e depois mais 6 meses pelo valor do início do contrato no ano passado. É um bom pacote, e posso dizer que estou conseguindo solucionar os problemas a contento.

  • jr figueiredo | Quarta-Feira, 26 de Agosto de 2015, 08h11
    5
    0

    triste você pagar por um serviço e esse não ser de boa qualidade, o pior é o transtorno que você tem para cancelar esse serviço...uma vergonha!!

Câmara Federal | 25/08/2015, 16h:15 - Atualizado: 25/08/2015, 16h:50

Bancada articula e Cunha garante aprovar pagamento do FEX neste mês - veja vídeo


O coordenador da bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional, deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), recebeu garantia de que o pedido de urgência do Projeto de Lei 24552015, que trata da liberação dos recursos do Fundo de Apoio às Exportações (FEX), será colocado em votação na próxima semana.

A promessa foi feita pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-MT), após a reunião do Colégio de Líderes realizada, na manhã desta terça (25). O pedido de urgência foi apresentado pelo deputado federal Fábio Garcia, na semana passada, atendendo pedido do governador Pedro Taques. O objetivo é agilizar a liberação dos R$ 400 milhões que Mato Grosso deve receber, como compensação das perdas nas exportações acarretadas pela Lei Kandir.

Segundo Cunha, o pedido de urgência será apreciado na próxima semana devido à articulação liderada por Ezequiel. Além disso, lembrou que são necessários 257 votos para aprovação.  “Acredito que o pedido de urgência será aprovado sem dificuldades. Depois, coloco o PL 2455 em pauta”.

Fávaro e Brustolin cobram aprovação de lei e garantir pagamento do FEX

Ezequiel agradeceu Cunha pelo compromisso assumido perante o Estado e destacou a importância da liberação dos recursos do FEX. “Conseguimos viabilizar a aprovação do PL 2455 ainda em agosto. Com isso, a primeira parcela será depositada em setembro. Os recursos cairão na conta do Estado e serão aplicados nos municípios”.

Confira, abaixo, o compromisso assumido por Cunha:

Postar um novo comentário

| 25/08/2015, 10h:56 - Atualizado: 25/08/2015, 10h:58

Bandidos invadem sede da OAB de Sinop; computadores e caixa de som são levados


A sede da subseção da OAB de Sinop foi invadida na madrugada desta terça (25). Segundo o presidente, Felipe Guerra, os invasores arrebentaram o trinco da porta do auditório, levando dois computadores e uma caixa de som, que era utilizada nos eventos promovidos pela Ordem.

O crime foi descoberto na manhã de hoje (25), por volta das 6h, quando a zeladora chegou até o local. Felipe ressalta que já prestou queixa à polícia, que investiga o caso.

A suspeita, segundo o presidente da subseção, é de que pelo menos duas pessoas tenham participado do crime e  utilizado um carro, pois a caixa furtada é pesada.

OAB

oab sinop 2 (1).jpg

Presidente da OAB/Sinop Felipe Guerra diz que invasores arrebentaram o trinco da porta do auditório

Felipe ressalta que a onda de crimes tomou conta da cidade e que há pelo menos seis meses a sociedade organizada pede melhorias no setor.

Câmeras de segurança do Fórum e da Justiça Eleitoral, ambos localizados ao lado da sede da OAB, devem ajudar a Polícia Civil a esclarecer os fatos. 

Em entrevista ao Rdnews, presidente da OAB/MT Maurício Aude ressalta que já conversou com Felipe e que se colocou à disposição para acompanhar o caso e, se necessário, intervir junto à secretaria de Segurança Pública. "Ele me disse que tomou todas as providências e que 3 investigadores acompanham o caso", pontua Aude. 

MP

Além da OAB, a sede do Ministério Público da cidade também foi alvo de meliantes. Uma marca de tiro foi encontrada na sede. O tiro atingiu o vidro da fachada da sede das Promotorias de Justiça do órgão. Esta não é a primeira vez que sinais de disparos de armas de fogo são encontrados. Em julho outro caso foi registrado. (Colaborou Júlia Munhoz, do Nova Edição)

Pela 2ª vez, marca de tiro no MP de Sinop é encontrada; órgão não falará

Postar um novo comentário

| 25/08/2015, 07h:00 - Atualizado: 25/08/2015, 07h:31

A saúde da pátria

Olga_200_fora

Olga Lustosa

Não há situação na vida em que o indivíduo, rico ou pobre, não dependa da ação política. Viver é estar irremediavelmente atado às vontades ou vaidades dos acontecimentos políticos. Somente quando entendemos os meandros das possibilidades de existir dentro de uma realidade política e social adequadas, é que nos importamos e começamos a formular perguntas e buscar as respostas nas entrelinhas, nas atitudes e nas palavras gravadas ou pronunciadas na leviandade pelos políticos. 

Se sofremos com os rumos que as coisas estão a tomar, não é razão para nos omitirmos. Comecemos por reconhecer que as coisas não estão bem e que precisamos de mudanças. Mas sabemos nós o que queremos mudar num país em que a política ora regula, ora descontrola todas as esferas do poder?

Como influenciar o gigantesco o sistema operacional da democracia brasileira, com mais ou menos 66.850 políticos no poder, pelo país afora; presidente da república, Vice, presidente dos Poderes, governadores, senadores, deputados federais, estaduais, prefeitos, vereadores, e os 142.822.046 eleitores, que se inconformados e bem informados mudariam a ordem política a qualquer tempo e acabaria com este sistema de lucro a qualquer custo, que promove múltiplas exclusões e injustiças.

Mudanças são sempre possíveis e ocorrem quando há uma busca determinada, um anseio que não se controla. Diagnósticos da crise há muitos. Precisamos agora da cura. De saber a verdade, de nos pronunciarmos diante do que dizem ser a verdade, de questionarmos a verdade e estabelecermos um novo modelo de relacionamento com os governos e voltarmos as virtudes republicanas, sobretudo a honestidade, que deve ser a base de tudo.

Maquiavel, analisando um trecho de um discurso de Tito Lívio, prega que quando é necessário deliberar sobre a saúde da Pátria, não se deve deixar de agir por considerações de justiça ou injustiça, humanidade ou crueldade. Deve-se seguir o caminho que leva a salvação do Estado e a manutenção da liberdade, rejeitando-se tudo mais. 

Entendo que cada um de nós é apenas uma parte em todo complexo e diversificado sistema, razão pela qual, não é fácil definir o conteúdo de uma mudança real, que reflita num projeto de justiça e bem viver. O agir político deve ir além deste que considera como critério primordial, a conquista pelo poder, visando interesses próprios.

Olga Borges Lustosa é cerimonialista pública e escreve exclusivamente neste Blog toda terça-feira - olgaborgeslustosa@gmail.com e www.olgalustosa.com

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • sofia | Terça-Feira, 25 de Agosto de 2015, 09h56
    0
    1

    muito legal

Artigo | 24/08/2015, 16h:17 - Atualizado: 24/08/2015, 16h:29

Campanha política já começou e agora?

claudio_cordeiro

Cláudio Cordeiro

Então, fazer o dever de casa antes que seja tarde é o melhor caminho. A opção de deixar para a última hora, além de onerosa pode te levar a perder. Escolher um consultor político de sua confiança para traçar o melhor caminho para a sua filiação partidária, já pensando e fazendo contas sobre o respeito do quociente eleitoral é fundamental. Afinal, ninguém se elege sozinho. Assim, este pode ser o primeiro passo de muitos.  Então, vamos lá...

Você precisa formar uma equipe de trabalho boa e começar a treiná-la. Apesar disso, somente depois descobrirá se são confiáveis. Nesse processo, existem muitas pessoas que trabalham para diversos candidatos ao mesmo tempo, passando informações sigilosas. 

O segundo passo é descobrir qual é a sua bandeira e qual a região que você pretende ganhar votos. Voto é emoção. Experimente pegar um mapa físico e vá assinalando quem são as suas lideranças, amigos, pretensos colaboradores, deputados, políticos que não foram eleitos, entre outros.

Depois, vá mapeando, colocando números de eleitores e a quantidade provável de votos que possa conseguir em cada região que você escolheu para atuar. Não se esqueça de envolver toda sua família e, se você sentir que ela está imbuída nesse processo, você acaba de dar um passo gigante.

Feito isso você terá um mapa de sua campanha, dividido em regiões. Para pesquisa, isso é ótimo. Pasme, você verá que existem muitos lugares onde você não possui conhecimento ou controle, essa é a sua primeira leitura visual. Conhecendo as suas deficiências comece a trabalhar para saná-las.

Cuidado com as paixões, caminhar ao lado de pessoas cegas ou que não querem enxergar. Neste caso, o resultado sempre é fatal.

Gente, campanha para prefeito é feita no atacado e nunca só no varejo. Nunca como a de vereador que é feita corpo a corpo. Partindo dessa premissa, as suas reuniões principais serão com líderes de cada região, de cada bairro. Traga-os para sua campanha e, só assim, conseguirá maior número de votos.

Não se fala mais somente de internet, agora são as mídias digitais relevantes. E, neste pleito, mais do que nunca será fundamental. Mas, pelo amor de Deus, não deixe seu sobrinho administrar esse processo, a coisa tem que ser profissional e full time, pois são diversas ferramentas com características diferentes, e só com uma empresa você conseguirá um bom resultado.

Atualizar-se através de um Mídia Training, independente se for candidato pela primeira vez ou à reeleição , te dará um norte sobre como se portar nas entrevistas e também na sua caminhada. Você acha que já está preparado?  Vamos dar mais um passo...

Como diz Alvin Tofler: “ou você tem uma estratégia própria, ou então é parte da estratégia de alguém”. “O conhecimento é a fonte mais democrática de poder”. Partindo desses pensamentos, monte sua estratégia com um profissional e persista nessa caminhada.

Saber como conversar, saber o que essas tribos pensam e o que elas desejam. Depois, traçar qual é a melhor forma de comunicação e qual contexto social de seu público - raça, religião, idade, sexo – enfim, a tal convergência social.

Atue de mãos dadas com sua agência de propaganda, seu consultor político e um bom jurídico. Além de um contador para prestação de contas e demais estruturas.

Nunca se esqueça de quando tiver a disponibilidade para um discurso ou um simples bate papo, peça o voto, pois muitos candidatos se empolgam com discurso longo, cansativo e, ainda por cima, se despedem sem pedir o valioso voto. O voto é dado e você tem que pedir.

Mais de 40% do investimento em dinheiro, durante a campanha, somem, sabe por quê? Mais uma vez : falta de planejamento. Outra pesquisa interessante é que o eleitor presta atenção nos primeiros quinze dias de lançamento de sua campanha e nos quinze últimos. Então, faça um puta lançamento, direcione suas energias para tal, mostre a que veio e isso fará a diferença.

"Nunca mude seu material
santinho, jingle, cor da camisa,
papelaria durante a campanha"

Eu me lembro de uma campanha recente que fiz, onde o candidato majoritário, preocupado com os gastos de campanha ficava sempre no comitê chorando as pitangas, contando santinhos e fazendo contas intermináveis.

Por favor, vamos ser práticos e objetivos. Isso serve para todos. Esqueça os comitês fique na rua pedindo voto, fazendo reuniões, enfim, direcione todas as suas forças e energias para este fim.  Esqueça que tem amigo, churrasqueira, esposa, filhos e que você tem hora para acordar e para dormir.

Com certeza isso pode parecer duro, mas, em dois meses de trabalho, você colherá os frutos. Comitê é para o gerente, ele tem que ter autonomia para administrar e resolver problemas.

Para exigir, pague o seu funcionário, pare de fingir que você paga que ele para de fingir que trabalha. Chega de promessas vazias, se não der, não prometa, você vai conquistar o eleitor com a sua honestidade.   

Existem quatro tipos de candidatos, veja onde você se encaixa e construa a sua oratória. Não se esqueça de criar um plano de trabalho coerente e que realmente você possa cumpri-lo.

 Mostrar nesse pedaço de papel o que você já fez é perda de tempo, o eleitor quer saber o que você fará por ele, e não o que já fez. E caso queira se aprofundar mais nos quatro tipos de homem público leia o livro O Estado Espetáculo, de Roger – Gérard Schwartzenberg.

Os veículos de massa os quais estão disponíveis para propaganda tais como, o jornal impresso e o horário político gratuito de televisão e rádio, devem ser otimizados ao máximo dentro do planejamento que estamos falando.

Se oriente bastante com a pessoa que você contratou e pare de dar ouvidos ao peru de fora. Em todas as pessoas existe um marqueteiro/palpiteiro que na ânsia de ajudar, além de atrapalhar enche o saco pra car...

 Essa pessoa desestabiliza todo o processo principalmente o emocional que, durante a campanha, fica por um triz. Volto a dizer se você tem um planejamento, siga-o até o fim, principalmente isso é a forma de otimizar o pouco tempo e a pouca propaganda disponível que você precisa para emplacar o seu mote.

Mais uma coisa, nunca mude seu material santinho, jingle, cor da camisa, papelaria durante a campanha. Isso é um tiro nos dois pés. Por isso, na hora de contratar o seu consultor político, faça de forma coerente e honesta. É muito importante que haja unidade na comunicação.

Organize bem um formato de distribuição de material, não tenha medo de pedir voto, criatividade é essencial e para finalizar não deixe a peteca cair, todo esse processo tem que ser crescente, fuja da curva de Gauss. Faça um bom briefing e um budget que possa cumprir.

De tanto se repetir uma mentira, ela acaba se transformando em verdade”, Joseph Goebbels. Imagine, repetir a verdade, pense nisso. 

Cláudio Cordeiro  é consultor político ABCOP, publicitário, advogado, presidente do SINAPRO e presidente da Gonçalves Cordeiro.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • diogo sa hs | Terça-Feira, 25 de Agosto de 2015, 07h35
    3
    0

    Parabéns pelo artigo Cordeiro; muito bom!

| 24/08/2015, 15h:30 - Atualizado: 24/08/2015, 15h:41

Ato de filiação de Taques terá 5 mil e com presenças de Aécio, FHC e 6 governadores


José Medeiros

pedro taques 300

Governador Pedro Taques, que ingressa no PSDB no sábado

A cúpula do PSDB fará barulho no ato de filiação do governador Pedro Taques, no próximo sábado, no Hotel Fazenda, em Cuiabá. Entre os tucanos confirmados estão o senador Aécio Neves, dirigente nacional da sigla, os cinco governadores (Geraldo Alckmin-SP, Beto Richa-PR, Marconi Perillo-GO, Reinaldo Azambuja-MS e Simão Jatene-PA) e possivelmente o ex-presidente Fernando Henrique.

Enquanto Aécio, derrotado no segundo turno à Presidência da República em 2014 pela petista Dilma Rousseff, e o deputado federal Nilson Leitão, que comanda a sigla no Estado, organizam a agenda e espalham convites as grandes lideranças, Taques também faz questão de fazer articulação paralela para atrair aliados para o ato.

Alguns senadores, inclusive de outras legendas, vão estar presentes, entre eles Cristovam Buarque (PDT-DF), Ana Amélia (PP-RS), Randolfe Rodrigues (Psol-AP) e o mato-grossense José Medeiros (PPS), que se efetivou na Casa na vaga de Taques. A expectativa é do evento, que começa às 9h, reunir cerca de 5 mil pessoas, oriundas de vários municípios.

Nesse ato, a estrela será Taques, daí a estratégia de não convidar outros líderes para filiação no mesmo evento. Depois, vários vereadores, prefeitos, deputados e lideranças de diferentes setores da iniciativa privada vão seguir o caminho partidário do governador, o que já deve refletir no quadro de candidatos nas eleições municipais.

Aécio é um dos mais empolgados com a chegada de Taques ao ninho tucano. Em verdade, o governador passa a reforçar o bloco de oposição ao governo do PT, posição que já tinha adotado desde quando era senador, mesmo estando no PDT, que segue na situação e comanda o Ministério do Trabalho. Se por um lado tem o nome inserido no debate nacional como opção de candidatura ao Palácio do Planalto, Taques, por sua vez, prefere agir com certa cautela. Quer, primeiro, mostrar serviço como chefe do Executivo estadual.

E o tucanato se derrete de elogios a Taques, que entrou na vida pública após duas décadas atuando como procurador da República. Aécio, por exemplo, diz que o ex-pedetista "vem mostrando qualidade intelectual, retidão e moral e coragem para defender as suas posições" e entende que isso engrandece o PSDB, que já comandou o Estado por praticamente 8 anos, com Dante de Oliveira (já falecido) e depois pelo então vice Rogério Salles.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Mauro | Terça-Feira, 25 de Agosto de 2015, 21h20
    2
    0

    Mauro, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Mauro | Terça-Feira, 25 de Agosto de 2015, 17h07
    2
    0

    Mauro, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • José Francisco C. de Pinho | Terça-Feira, 25 de Agosto de 2015, 11h02
    1
    2

    Bom para o Mato Grosso - melhor ainda para o Brasil - na luta por dias melhores!

  • Ariosvaldez Rodrigues de Lima | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 16h49
    7
    4

    Com certeza, vai dar fôlego novo ao PSDB no estado!

Em Leverger | 24/08/2015, 11h:13 - Atualizado: 24/08/2015, 18h:50

Prefeito obtém liminar e retorna ao cargo


Reprodução

valdirzinho_capa.jpg

Vice-prefeito Valdirzinho comandava o município desde a semana passada

O juiz da comarca de Santo Antônio do Leverger Emerson Luis Pereira Cajango deferiu mandado de segurança interposto pelo prefeito Valdir Ribeiro (PT) contra decisão da Câmara que o havia afastado da prefeitura por 90 dias.

 Ao conceder a liminar, o magistrado estipulou que, num prazo de 10 dias, o Legislativo preste as informações necessárias acerca do caso. “Decorrido o prazo retro, com ou sem informações, abra-se vista ao Ministério Público e, a seguir, conclusos”, determina o juiz, numa referência a apreciação do mérito do caso.

O magistrado entende que os requisitos para o retorno do petista, por enquanto, foram preenchidos. “Em sede de apuração de infração político-administrativa do prefeito, a competência é da Câmara, em toda a sua plenitude, que deve cuidar de garantir ao processado as garantias inerentes aos acusados em geral. Nesta espécie de processo, político-administrativo, a única sanção possível de ser aplicada, com caráter punitivo e definitivo, é a cassação; não se vislumbra a possibilidade do afastamento cautelar do prefeito, só admissível quando medida necessária à instrução em processo judicial”.

O gestor foi afastado pelo Legislativo sob argumento de que está “escondendo” informações da Câmara. Teria deixado de emitir extratos bancários das contas da administração pública e envio de notas fiscais para pagamentos de obras.

Diante da situação, os vereadores, num placar de 9 a 1, entenderam que há suspeita de desvio de recurso público. Uma CPI apura o caso. Valdir estava afastado desde a última terça (18). Desde então, a cidade estava sob o vice Valdir Pereira, o Valdirzinho (PDT). 

Vereadores por Santo Antônio de Leverger afastam gestor por 90 dias

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Gilmar Brunetto | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 18h35
    2
    0

    É só aparecer o cascalho que a os vereadores mudam de posição

  • pedro paulo | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 13h37
    2
    2

    Como podemos ser representados por esse grupo de vereadores que mesmo se juntando nem conseguem afastar esse prefeito que ninguém merece! nós santantonienses tamo lascado mesmo! agora quando! vôte cobra!

| 24/08/2015, 00h:00 - Atualizado: 23/08/2015, 19h:51

Circunstância

sandra_alves_colunista_segunda-feira

Sandra Alves

Mãos na porta, empurre! A modernidade trouxe a utilização de enormes portas de vidro, algumas delas podem ser deslocadas para qualquer lado, dentro ou fora. Hábitos à parte, alguns empurram e outros puxam. Porta aberta e uma senhora já com idade avançada saía do prédio. Com uma voz rouca e baixa disse, com ar de apreensão: “desculpe, eu não tenho mais forças para segurar a porta!” – e saiu.

Mais alguns passos, luzes, cores vibrantes, espelhos, ausência de janelas, roletas, cartas, fichas, as mais diversas máquinas com os mais variados jogos. Um mundo com charutos, bebida, risos e lágrimas. De tudo o que por lá abrilhantava, a solidão da pessoa ao apertar o botão da sorte emitia a maior energia.

Café, cafeína, taurina - aquela bebida que te dá asas e que os jovens abusam do uso indevido na juventude. Como se precisassem de energia extra, no esplendor dos dezoito anos! Energia convertida em ansiedade: dois meses para a prova do Enem. Eu não sei nada! É o que mais se houve nos lares nestes dias.

O último sábado contou com jovem preso com 60 kg de maconha, enquanto o STF discute a descriminalização do uso do entorpecente. O homem agride mulher a coronhadas e o policial militar atira durante briga de trânsito em avenida de Cuiabá. Evidente a incompetência social, de cada um de nós, na contribuição para alterar o caráter humano.

Escolher um caminho pode não ser tão simples. A decisão de manter-se presidente da Câmara Federal, apesar de denúncia criminal pelo Procurador-Geral da República. Jogos de poder e interesse, redes oficializadas de defesa em comissões de projetos de leis. Depender de um julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) para afastar figuras intocáveis é no mínimo gostar de filmes de 007 – operações traiçoeiras e perigosas, ação eletrizante e ininterrupta, emoções e muitas intrigas!

Uma reunião de pequenas circunstâncias, se considerado o contexto da vida. Aliás, palavra difícil que vem do latim, circumstantia, definida pela maior parte dos dicionários como “particularidade que acompanha determinado fato ou acontecimento”. Provavelmente seja causa de trauma infantil de grande monta. Cir-cuns.... o quê?! Cir – cuns – tân – cia!

Alguma circunstância levou a senhora a desculpar-se por não ter forças para segurar a porta, uma sensibilidade no convívio humano fantástica; outra fez com que as pessoas dentro do casino se perdessem, pois a ausência de relacionamentos humanos as conduziu à solidão mesmo estando com um aglomerado de gente a sua volta.

Educação, violência, política! Estudante, você sabe, concentre-se neste momento, o Enem é a renovação daquele desafio de ir à escola pela primeira vez aos 5 anos de idade, alterado pela circunstância de agora caminhar para a faculdade. 

Ainda que o caráter do ser humano seja inato e pouco suscetível de alteração, a condução de pessoas em ambientes produtivos, com hábitos de civilidade e cooperação humana, oferece ao menos uma opção de escolha.

A indignação social e a pressão por condutas corretas – quando o exemplo deve partir de Tribunais Superiores – põe em cheque condutas corruptas e jogos de interesse. Confiar e aguardar os resultados das inúmeras investigações criminais (operação Lava-jato e Arqueiro), fiscalizando-as, cabe ao cidadão neste momento.

Circunstancialmente você estará ora de um lado, ora do outro da porta. Coloque a mão com firmeza, empurre, ultrapasse-a, segure-a para o outro sair e siga seu propósito com passos retos. Com educação, sem violência, com boa política. O exemplo fará com que alguém segure a porta para você futuramente, em outra circunstância!

Sandra Cristina Alves é defensora pública do Estado, escritora e escreve exclusivamente neste Blog toda segunda (sandrac.alves@terra.com.br)

Postar um novo comentário

perspectivas | 23/08/2015, 08h:45 - Atualizado: 23/08/2015, 08h:49

Percival diz que ânimo para reeleição é "zero", destaca obras e missão cumprida


Gilberto Leite/Rdnews

percival_muniz

 Prefeito Percival Muniz (PPS)

O prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz (PPS), garante não estar animado para encarar a disputa à reeleição, no ano que vem. “Meu ânimo é zero”, afirma o socialista, em entrevista ao Rdnews, concedida em seu gabinete. Ele está no terceiro mandato não consecutivo.

Em seguida, Percival completa dizendo que primeiro precisa encerrar o mandato para saber se terá força, saúde, energia e paciência para tocar outro mandato. O ex-deputado, que ficou conhecido por não ter papas na língua, ressalta ainda que entende estar cumprindo o “dever”, por isso, só concorre se tiver “muita motivação, muito pedido e apoio político. Senão, é agradecer e ir embora”, explica.

Caso não dispute, cita como opção do grupo o vice-prefeito Rogério Salles (PSDB). “Não sei se ele quer, mas é um homem leal”. Entre os políticos de outros grupos que se articulam para concorrer ao pleito estão os deputados Ondanir Bortolini, o Nininho (PR), ligado ao senador Blairo Maggi(PR); e Zé do Pátio (Solidariedade), que já comandou a cidade e acabou sendo cassado pela Justiça Eleitoral.

Percival argumenta que poderia ter feito mais, entretanto, destaca que passou dois anos pagando contas deixadas pelos antecessores. “Agora a gestão está com pneus e andando a 80 km, só não pode passar senão o pessoal multa. Peguei de marcha ré a cidade, consegui arrumar o câmbio que estava remontado e, agora, está andando bem. Queria passar os 80 km, mas a legislação não permite”, diz em tom descontraído.

Apesar disso, pontua que fez muito em anos anteriores, como a atual sede da prefeitura, a rodoviária nova, o estádio, 90% das obras de saúde e as principais “artérias” (avenidas) do município. “As grandes obras, quase todas foram na minha gestão”.

Nesta linha ressalta que, neste momento, executa um “pacotão” de obras que, somadas, chegam a R$ 200 milhões. Segundo o socialista, trata-se do maior programa de obras da história de Rondonópolis, que tem 61 anos de existência.

Gilberto Leite/Rdnews

percival_muniz

Percival explica que se sente com dever cumprido e destaca pacotes de obras em Rondonópolis

O prefeito detalha que, com recursos próprios e/ou empréstimos, executa a pavimentação de 10km; obras na área de saúde e educação; e também no trânsito, por meio de sinalização. “Reformas e construções. Tem para todo o gosto”. Percival ainda ressalta que a única ajuda da bancada federal partiu do deputado Carlos Bezerra (PMDB), com emendas que resultaram na construção de um Centro Social e da feira do São José.

Ele classifica como principais obras a construção da segunda ponte sobre o rio Vermelho, orçada inicialmente em R$ 8,5 milhões, mas que deve custar R$ 10 milhões; e a construção do Parque da Siriema. A ponte deve ficar pronta até o final do ano, caso não ocorra nenhum imprevisto. “A cidade tem muitas carências, mas eu me sinto realizado, com a missão cumprida”, conclui.

Parque da Seriema começa a sair do papel; Rio Vermelho receberá ponte

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Ariosvaldez Rodrigues de Lima | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 14h45
    2
    1

    As obras citadas por Percival, além de outras por ele realizadas em gestão anterior, estão ai para não deixá-lo mentir! É óbvio que não poderia fazer o impossível: agradar a todos! Já quanto a não ter tanto fôlego assim para encarar uma campanha de reeleição, não é de se admirar, afinal, a tarefa desgasta qualquer um mesmo! Particularmente não vejo outro nome que possa substituí-lo tão bem no comando da cidade, além dos nomes de Rogério Salles e Adilton Sachetti, este último já tendo demonstrado desinteresse! Zé do Pátio é nome fora de jogo; não apenas foi cassado como também deixou nossa cidade em um completo caos político administrativo que teve de consumir dois anos inteiros de uma nova gestão somente para se colocar a casa em ordem! O futuro não sabemos; em minha humilde visão a cidade, com seus problemas característicos, está sendo bem administrada e as coisas estão começando a andar agora! Só espero que o próximo prefeito tenha a humildade de não atrapalhar tanto o nosso desenvolvimento político e social como foi a passagem do furacão "Zé do Pátio"!

  • João | Domingo, 23 de Agosto de 2015, 10h58
    3
    4

    A cidade agradece se isso for verdade, Rondonópolis não merecia ter sido governada por uma pessoa como você. Só uma observação joaoderondonopolis, a quebra do contrato com o rotativo vai consumir uma baita grana do município, pois a idéia era justamente essa: sufocar a população até se tornar insuportável e a sociedade exigir que o contrato fosse rescindido, por isso o perimetro vai da d. wunibaldo até a kennedy e da Pedro Ferrer até a Floriano Peixoto. Na rescisão do contrato será cobrada uma multa gigantesca da Prefeitura... É muito triste isto, ver que vereadores nada fazem e principalmente o MP.

  • joaoderondonopolis | Domingo, 23 de Agosto de 2015, 09h07
    2
    4

    Não podemos confiar no que diz, ele é candidato sim, só que perde para qualquer candidato adversário, por exemplo Zé do Pátio vai acabar com estacionamento pago, só ai já ganha a eleição. Percival não cumpriu nada prometido na campanha, cadê o hospital da Vila Olinda (100) leitos, cadê o hospital do Parque São Jorge (100) leitos. Prometeu acertar com servidores, agora quer tirar direitos adquiridos dos servidores requerendo ao STF, ainda bem que Percival tem uma peça importante para a reeleição, que é o procurador geral, só que importante e ajuda os adversários, pois para o prefeito é ponto NEGATIVO. A população não é besta, pensar que o discurso do prefeito engana novamente o povo, está enganado.

| 23/08/2015, 00h:00 - Atualizado: 23/08/2015, 19h:51

Dentista pode prescrever remédios?

jackelyne_artigo_domingo

Jackelyne Pontes

Acreditem, ainda temos profissionais com essa dúvida mesmo tendo amplo acesso a informações. A resposta é SIM: o cirurgião-dentista pode prescrever qualquer classe de medicamentos desde que tenha indicação comprovada em odontologia, inclusive os de uso controlado.

Estamos amparados pela lei 5.081, de 24 de agosto de 1966, que regula o exercício da profissão, a qual determina, no artigo 6, inciso I: “que o profissional deve praticar todos os atos pertinentes à Odontologia, decorrentes de conhecimentos adquiridos em curso regular ou em cursos de pós-graduação” e no inciso II: “que compete aos Cirurgiões-Dentistas prescrever e aplicar especialidades farmacêuticas de uso interno e externo, indicadas em Odontologia”.

O inciso VIII imputa que é direito do Cirurgião-Dentista “prescrever e aplicar medicação de urgência no caso de acidentes graves que comprometam a vida e a saúde do paciente”.

Os cirurgiões-dentistas prescrevem mais comumente os anti-inflamatórios, antibióticos, analgésicos e anti-hemorrágicos, além dos anestésicos, exigindo assim um conhecimento profundo acerca da medicação prescrita, ou seja, é necessário saber a sua posologia, interações, efeitos adversos, indicações e contra-indicações.

Diante disso concordamos que não há motivos plausíveis para que profissionais da odontologia prescrevam medicamentos para tratar obesidade, depressão, déficit de atenção, epilepsia ou mesmo anabolizantes. É ilegal e imoral! Então o que dita as regras de prescrição não é o medicamento em si, mas a situação para q qual ele está sendo utilizado.

Remédios para diabetes, hipertensão, Parkinson, asma, glaucoma e outras enfermidades são de responsabilidade do profissional médico. Portanto se o paciente necessitar ou fizer uso de múltiplas medicações o trabalho multidisciplinar com foco na interação entre profissões é o recomendado.

Os fármacos sujeitos a controle conforme disposto na Portaria SVS/MS nº. 344/98, o cirurgião-dentista somente pode prescrever substâncias e medicamentos sujeitos ao controle especial para uso odontológico (artigo 38 e 55, § 1º), ou seja, a portaria permite aos dentistas que prescrevam tanto na Notificação de Receita A (amarelo) e B (azul) como na Receita de Controle Especial.

Se por acaso as prescrições não forem dispensadas pelo farmacêutico, por desconhecimento profissional ou qualquer outro motivo (o mais comum é “ao dentista não é permitido prescrever este medicamento”), cabe processo ético pois prejudica neste caso a relação profissional-paciente, que além do desgaste trazido pela situação pode trazer um agravamento do estado do paciente pela exarcebação dos sintomas prejudicando o prognóstico.

Caso o profissional farmacêutico conclua que aconteceu um caso de precrição indevida ou em doses maiores que o normal deve procurar o Conselho regional de Odontologia, que é o órgão legislador sobre o exercício da profissão de cirurgiâo-dentista.

É necessário que tenhamos consciência na indicação do medicmaneto, temos que estar sempre embasadas em judiciosa anamnese, diagnóstico preciso, individualizando a conduta no manejo do paciente e bom senso por parte do profissional.

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista, filiada ao Sinodonto-MT (Sindicato dos Odontologistas do Estado de Mato Grosso) e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

eleições 2016 | 22/08/2015, 09h:54 - Atualizado: 23/08/2015, 13h:51

Taborelli é pré-candidato a prefeito e diz que VG não quer mais gestão desastrosa


O deputado estadual Pery Taborelli (PV) afirma que está pronto para aceitar o desafio de concorrer a prefeito de Várzea Grande. Entretanto, condiciona a consolidação da candidatura ao apelo popular e a construção de ampla aliança política. “Estou recebendo convites, conversando com o eleitorado. É um desafio para quem tem bom propósito com a cidade. Se o chamamento for forte, eu atenderei”, declara em entrevista ao Rdnews.

Taborelli também lembra que a virtual candidatura representa o novo na política várzea-grandense. Segundo o parlamentar, a população fez experiências desastrosas com as gestões de Murilo Domingos (PR), Tião da Zaeli (PSD) e Walace Guimarães (PMDB), e não aceita mais gestores incompetentes. “A prefeita Lucimar está bem intencionada, mas a Família Campos passou muitos anos no comando do município. Várzea Grande precisa de renovação”.

Gilberto Leite/Rdnews

taborelli_

Deputado Pery Taborelli diz que Várzea Grande precisa de renovação e deve ser candidato a prefeito

Sobre a democrata, que assumiu em 7 de maio após a cassação de Walace, por suposto caixa 2 na campanha eleitoral de 2012, Taborelli afirma que ainda é cedo para avaliá-la como gestora.

Mesmo assim, diz que Lucimar está abrindo a prefeitura para receber aporte daqueles que estão dispostos a colaborar com o resgate do município. “Tenho apresentado sugestão na segurança pública. Já debatemos a questão do sossego público em festas, shows e eventos nas ruas. Uma ótima iniciativa para quem recebeu a cidade em situação de guerra”.

Além de Taborelli, outros nomes já são cogitados para disputar à prefeitura, como a própria Lucimar, que poderá concorrer à reeleição, o empresário Willian Cardoso (PSDB) e o deputado estadual Eduardo Botelho (PSB).

Postar um novo comentário

Comentários (29)

  • Estevan Hernanne | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 17h23
    4
    1

    O ideal seria o Tião da Zaeli aceitar candidatar a prefeito. Foi em seu mandato de 1 ano e 3 meses que trouxe as Lojas Havam, conseguiu com a Câmara a Lei de Uso e Ocupação do Solo, dando autorização para construção do Shopping de Várzea Grande, além criação de mais de R$ 500 milhões em Projetos, PACI e II e protocolado no Ministério da Cidade. Essas são as únicas obras que estão em execução e a grande maioria em Licitação na cidade. Então é o melhor prefeito da cidade nos últimos 40 anos. Isso são fatos, estão documentados, não fofoca política, pois ele infelizmente não tem interesse em candidatar a prefeito em 2016.

  • Pedro Cristo rei | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 16h54
    4
    0

    TABORELLI, FAZ PARTE DA NOVA GERAÇAO DE HOMENS PUBLICOS DO ESTADO DE MT, O QUE É NECESSÁRIO QUE AJA MUDANÇA ESTAMOS COM VOCE.

  • FRANCISCO | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 16h12
    2
    1

    ATE PARA DEPUTADO VC ESTAR COM OS DIAS CONTATOS O CHORO E LIVRE SEU AUTORITÁRIO

  • Flavio | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 13h27
    5
    6

    Todos os cidadãos de bem saúdam o trabalho do senhor enquanto policial militar, as ressalvas se limitam àqueles descumpridores da lei. Sem dúvidas o caráter e a conduta firme do Cel. Taborelli cabem em qualquer lugar onde tenham pessoas de bem e com boas intensões, somando-se a experiência enquanto vereador e deputado poderá dar um novo rumo a várzea grande ou a qualquer outro local que tenha a honra de recebê-lo como gestor. Parabéns ao deputado.

  • Eduardo Pranton | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 11h51
    4
    6

    Na minha opinião VG precisa de alguém como o Cel, que combata a corrupção e tenha pulso firme na condução do município. Acredito que Lucimar e Taborelli devem chegar a um consenso a respeito da eleição municipal. Por outro lado é fato que o Dem de Mato Grosso está sofrendo um esvaziamento com o fogo amigo do PSDB, pra ser mais exato do Nilson Leitão. Se eu fosse o Taborelli aproveitaria a janela e iria para o PSDB ou PSB para adquirir mais força política.

  • Lara Filho | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 09h01
    6
    5

    A politica é construída com muito trabalho, prestação de serviço e muita atitude, esse ingredientes o Coronel Taborelli possui, eu tive a oportunidade de poder trabalhar com este Oficial na cidade de Várzea Grande, e de ter contribuído pela sua melhora no sistema de Segurança Pública e naquela oportunidade vivenciei a total dedicação do Coronel Taborelli em tentar diminuir índices de criminalidade e manter a ordem pública, adotando o seu programa denominado "Choque de Ordem" que deu resultado satisfatório e o projetou no mundo político. Várzea Grande carece de pessoas com o perfil e pulso do Coronel Taborelli, para que através de politicas públicas possa mudar a realidade daquele município e transformar aquela cidade e um local melhor de se viver. Conclamo aos Várzea-grandenses que deem o voto de credibilidade para este grande defensor desta cidade industrial e que possamos elege-lo prefeito.

  • kleber Rogério | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 08h36
    5
    6

    Temos que ter renovação,colocar pessoas novas com comprometimento com Varzea Grande,mudar mesmo, pra cidade crescer e o Cel. Taborelli tem todos tributo de um bom gestor, firme em suas posições e irá trabalhar muito pelo povo varzeagrandense !!!

  • Ricardo | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2015, 08h05
    3
    8

    Comprometido com a cidade de VARZEA GRANDE, já mostrou serviço, se o povo varzea-grandense quiser mesmo melhorar de vida tem que seguir Taborelli é o único como vereador e como Deputado que olha pela cidade.

  • lairson | Domingo, 23 de Agosto de 2015, 21h51
    4
    6

    eu estou contigo

  • Rebeca | Domingo, 23 de Agosto de 2015, 19h39
    8
    2

    Nunca morou em VG, como os oportunistas Nereu, Murilo, Zaeli, Lino Rossi e Botelho.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 664