Cidades

Quinta-Feira, 16 de Fevereiro de 2017, 19h:29 | Atualizado: 16/02/2017, 19h:33

caso rodrigo

Após depor por 4h30 Ledur deixa DHPP sem falar; inquérito fase final

Após depor por 4h30 na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a tenente do Corpo de Bombeiros Izadora Ledur deixou o prédio pelos fundos no estacionamento, sem trocar uma palavra com a imprensa. A defesa da tenente também se limitou a dizer que o inquérito segue sob sigilo e, por isso, não pronunciaria nada.

Gilberto Leite

Izadora ledur

Tenente Izadora Ledur deixa DHPP após depoimento de 4h30 sobre morte do aluno Rodrigo Claro

Agora, a delegada responsável pelo caso Juliana Chiquito Palhares deve concluir o inquérito nos próximos dias e decidir se vai indiciar ou não Ledur por tortura e omissão de socorro no treinamento do resultou na morte do aluno Rodrigo Claro, de 21 anos, em 15 de novembro de 2016.

Momentos antes de terminar o depoimento, a delegada voltou a dizer à imprensa que não vai se manifestar sobre o teor dos esclarecimentos apontados pela tenente. Entretanto, prometeu conceder entrevista após a conclusão do inquérito. 

Rodrigo Claro, que era aluno do curso de formação do Corpo de Bombeiros,  não resistiu ao tratamento na UTI do Hospital Jardim Cuiabá, e morreu após entrar em coma por passar mal durante treinamento da corporação.

O jovem estava há cerca de um ano no curso dos Bombeiros. Na ocasião, a corporação havia informado que durante etapa do Curso de Formação de Soldados, no momento da instrução de salvamento aquático na Lagoa Trevisan, o aluno queixou-se de dor de cabeça ao instrutor.

Ele realizava uma travessia a nado na lagoa com os demais companheiros de curso, com a estrutura de segurança exigida para o evento. Quando chegou à margem do lago, reclamou que não conseguia continuar a instrução porque estava com muita dor de cabeça, mas teria sido obrigado a prosseguir por determinação da tenente Ledur.

Laudo

Nesta semana vazou um laudo emitido pelo Corpo de Bombeiros a respeito da morte de Rodrigo. No documento consta que o tenente Licínio foi negligente com a segurança, ao ignorar que no documento que travava do apoio à instrução de salvamento aquático não havia previsão de ambulância, mas apenas de ônibus para deslocamento dos alunos e, ciente de que a ambulância estava estragada, não cancelou a instrução do 2º Pelotão na Lagoa Trevisan, em 10 de novembro de 2016.

Em relação à tenente coronel Izadora Ledur de Souza, enquanto comandante e instrutora do 2º Pelotão, o laudo aponta que ela também negligenciou ao permitir que Rodrigo fosse à coordenação do curso por meios próprios mesmo ciente de que ele sentia dores fortes de cabeça.

Galeria de Fotos

Credito: Gilberto Leite
Tenente Izadora Ledur deixa DHPP após depoimento de 4h30 sobre morte do aluno Rodrigo Claro
Credito: Gilberto Leite
Tenente Izadora Ledur deixa DHPP após depoimento de 4h30 sobre morte do aluno Rodrigo Claro
Credito: Gilberto Leite
Tenente Izadora Ledur deixa DHPP após depoimento de 4h30 sobre morte do aluno Rodrigo Claro
Credito: Gilberto Leite
Tenente Izadora Ledur deixa DHPP após depoimento de 4h30 sobre morte do aluno Rodrigo Claro
Credito: Gilberto Leite
Credito: Gilberto Leite

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Leitão ainda é incógnita ao Senado

nilson leitao curtinha   Nilson Leitão (PSDB) não está convicto de que será candidato ao Senado. Vai manter o projeto até o final de maio. E, caso não se viabilize, mesmo tendo duas vagas em jogo, buscará o terceiro mandato como federal. Assim como para o Senado, Leitão enfrentará...

Candidatos para todos os gostos

O cenário que se desenha, com os principais nomes a governador, é que o eleitor terá candidatos para todos os gostos. Os nomes colocados, até agora, já foram testados no Executivo e/ou Legislativo. Os mais notáveis são Taques (PSDB), Wellington (PR), Rossato (PSL) e Pivetta (PDT), que tende a substituir Mauro (DEM). O primeiro foi senador e, agora, apresenta os resultados de seu primeiro mandato como chefe do Executivo estadual. Pivetta foi...

Binotti critica "jogo de cena" de Jiloir

binotti curtinha lucas   Assim como fez com os demais que comandaram a prefeitura, o presidente da Câmara de Lucas do Rio Verde, vereador Jiloir Pelicioli (PDT), passou a criticar de forma dura o prefeito Luiz Binotti (foto), do PSD. Em sessão nesta semana, disparou de novo a metralhadora giratória, afirmando que Binotti...

Aliados de Suelme entregam cargos

corgesio albuquerque curtinha   Mais uma confusão no Palácio Paiaguás em meio a conspirações e brigas por cargos e espaço político. O governador decidiu tirar do 1º escalão a recém-nomeada Vanessa Queirós da pasta de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários para...

Alguns ex-aliados fora do manifesto

fabio garcia curtinha   Nem todos da lista de fortes aliados da gestão Taques e que, gradativamente, foram se distanciando do Palácio Paiaguás assinaram o manifesto contra o projeto de reeleição do governador do PSDB. Eis dois exemplos: os deputados federais Fábio Garcia (foto), do DEM, e Adilton Sachetti...

Ex-aliados em dura reação a Taques

carlos favaro curtinhas   Nunca na história deste país se juntaram tantas lideranças que eram aliadas e que agora estão contra o projeto de reeleição do governador Taques. Nada menos que 31 assinaram manifesto, expondo as razões de terem pulado do barco, entre eles 4 ex-prefeitos, como Mauro Mendes...

Blairo "lava as mãos" sobre o PP-MT

ezequiel fonseca curtinha   O senador licenciado e ministro Blairo Maggi (Agricultura) "lavou as mãos" em relação ao PP-MT, hoje tocado no Estado pelo deputado federal Ezequiel Fonseca (foto). Em algumas reuniões internas, o ex-governador defendeu que o partido abrisse as portas para novos filiados, independente destes...

Suplente se articula para cassar Diego

demilson nogueira vereador curtinha   O suplente de vereador Demilson Nogueira (foto), dirigente do PP de Cuiabá, está se articulando nos bastidores para derrubar o titular da cadeira Diego Guimarães, do mesmo partido. Ele juntou documentos, fotografias, discursos e registro de solenidade para tentar cassar o mandato de Diego....

Governo veta Maldonado à Unemat

adriano silva caceres curtinha   O suplente de deputado Adriano Silva (DEM), ex-reitor da Unemat, com sede em Cáceres, está revoltado com governador Taques. Enquanto atuava como deputado, substituindo o dono da cadeira Botelho, Adriano apresentou neste ano um projeto, aprovado em duas sessões, "rebatizando" a Unemat como...