Cidades

Quinta-Feira, 16 de Fevereiro de 2017, 19h:29 | Atualizado: 16/02/2017, 19h:33

caso rodrigo

Após depor por 4h30 Ledur deixa DHPP sem falar; inquérito fase final

Após depor por 4h30 na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a tenente do Corpo de Bombeiros Izadora Ledur deixou o prédio pelos fundos no estacionamento, sem trocar uma palavra com a imprensa. A defesa da tenente também se limitou a dizer que o inquérito segue sob sigilo e, por isso, não pronunciaria nada.

Gilberto Leite

Izadora ledur

Tenente Izadora Ledur deixa DHPP após depoimento de 4h30 sobre morte do aluno Rodrigo Claro

Agora, a delegada responsável pelo caso Juliana Chiquito Palhares deve concluir o inquérito nos próximos dias e decidir se vai indiciar ou não Ledur por tortura e omissão de socorro no treinamento do resultou na morte do aluno Rodrigo Claro, de 21 anos, em 15 de novembro de 2016.

Momentos antes de terminar o depoimento, a delegada voltou a dizer à imprensa que não vai se manifestar sobre o teor dos esclarecimentos apontados pela tenente. Entretanto, prometeu conceder entrevista após a conclusão do inquérito. 

Rodrigo Claro, que era aluno do curso de formação do Corpo de Bombeiros,  não resistiu ao tratamento na UTI do Hospital Jardim Cuiabá, e morreu após entrar em coma por passar mal durante treinamento da corporação.

O jovem estava há cerca de um ano no curso dos Bombeiros. Na ocasião, a corporação havia informado que durante etapa do Curso de Formação de Soldados, no momento da instrução de salvamento aquático na Lagoa Trevisan, o aluno queixou-se de dor de cabeça ao instrutor.

Ele realizava uma travessia a nado na lagoa com os demais companheiros de curso, com a estrutura de segurança exigida para o evento. Quando chegou à margem do lago, reclamou que não conseguia continuar a instrução porque estava com muita dor de cabeça, mas teria sido obrigado a prosseguir por determinação da tenente Ledur.

Laudo

Nesta semana vazou um laudo emitido pelo Corpo de Bombeiros a respeito da morte de Rodrigo. No documento consta que o tenente Licínio foi negligente com a segurança, ao ignorar que no documento que travava do apoio à instrução de salvamento aquático não havia previsão de ambulância, mas apenas de ônibus para deslocamento dos alunos e, ciente de que a ambulância estava estragada, não cancelou a instrução do 2º Pelotão na Lagoa Trevisan, em 10 de novembro de 2016.

Em relação à tenente coronel Izadora Ledur de Souza, enquanto comandante e instrutora do 2º Pelotão, o laudo aponta que ela também negligenciou ao permitir que Rodrigo fosse à coordenação do curso por meios próprios mesmo ciente de que ele sentia dores fortes de cabeça.

Galeria de Fotos

Credito: Gilberto Leite
Tenente Izadora Ledur deixa DHPP após depoimento de 4h30 sobre morte do aluno Rodrigo Claro
Credito: Gilberto Leite
Tenente Izadora Ledur deixa DHPP após depoimento de 4h30 sobre morte do aluno Rodrigo Claro
Credito: Gilberto Leite
Tenente Izadora Ledur deixa DHPP após depoimento de 4h30 sobre morte do aluno Rodrigo Claro
Credito: Gilberto Leite
Tenente Izadora Ledur deixa DHPP após depoimento de 4h30 sobre morte do aluno Rodrigo Claro
Credito: Gilberto Leite
Credito: Gilberto Leite

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Governo Taques avança na Segurança

gustavo garcia curtinha   A área de Segurança Pública, hoje sob Gustavo Garcia Francisco (foto), foi apontada pelo governador Taques como prioritária desde o início da gestão. Nos dois primeiros anos (2015 e 2016), aumentou o contingente policial, armamentos, serviços de inteligência e...

Empenho e solidariedade às famílias

pedro taques curtinha   O governador Taques acompanhou pessoalmente a operação policial na madrugada deste sábado, que resultou no "estouro" do cativeiro, na prisão dos assaltantes e na liberdade da empresária Milene Falcão Eubank, mantida refém por 13 horas. O secretário de Segurança,...

Estado perde seu único time na Série B

helmute fmf   Após quatro anos consecutivos na Série B, algo inédito na história de um time mato-grossense que não tinha representante desde 1994, o Luverdense foi rebaixado à Terceira Divisão. Precisava vencer para ter chance de seguir na Segundona, mas empatou nesta sexta, em 0 a 0, com o Guarani....

Taques ignora pressão e elogia Soares

luiz soares curtinha   Coube ao ex-prefeito cuiabano e apresentador do programa Resumo do Dia, Roberto França, tornar público o posicionamento do governador Taques quanto ao movimento de várias lideranças, especialmente de deputados, pela queda de Luis Soares da pasta da Saúde. No quadro "Bomba do Dia", apresentado...

Sintap defende servidores do Intermat

candido teles curtinha   O Sintap não defendeu Cândido Teles (DEM), presidente "inoperante" do Intermat que passou a usar a estrutura do órgão com pretensões eleitorais - é pré-candidato a deputado estadual, mas garante que, quanto aos servidores, estes são dedicados ao trabalho. Em nota, nega...

Pré-candidatura já ganha repercussão

mauro mendes artigo   A notícia revelada pelo Blog do Romilson de que Mauro Mendes, que deve se filiar ao DEM ou ao PR, está determinado a disputar o governo estadual e, sem alarde, começa a se distanciar de Taques, ganhou muita repercussão nos meios político e empresarial e no Palácio Paiaguás. Deu...

Dificultando planos políticos de Taques

nilson leit�o curtinhas   Pedro Taques está na bronca com o deputado federal Nilson Leitão (foto) por entender que este busca atrapalhar seus planos políticos majoritários. É desejo do governador disputar a reeleição com dois aliados fortes no palanque como candidatos ao Senado,...

Fábio já exige presidência do DEM-MT

f�bio garcia curtinhas   Fábio Garcia (foto), mesmo mal articulado e com atuação pífia na Câmara, deseja entrar no DEM e já assumir a condição de presidente estadual da legenda. Acompanhado do colega de bancada Adilton Sachetti, outro que deixou o PSB por causa de Valtenir,...

Governo já atrasa 2 duodécimos à AL

eduardo botelho curtinha   O presidente da Assembleia, deputado Botelho, admitiu que acumula dívidas milionárias com fornecedores e que só não está conseguindo honrar os pagamentos porque o governo não faz, em dia, o repasse constitucional. o Executivo já acumula dois duodécimos em atraso,...