Cuiabá, 25 de Maio de 2017

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 16h:37 | Atualizado: 20/04/2017, 16h:38

tapurah

Menina corta os braços com gilete devido a desafio; 5 casos apurados


De Sinop

Uma criança de 10 anos foi identificada como uma participante do jogo Baleia Azul, em Tapurah (a 445 km de Cuiabá). Conforme o boletim de ocorrência e também pela confirmação do Conselho Tutelar, a vítima estaria com marcas de hematomas características do desafio.

Reprodução

conselheira-tapurah.jpg

Conselheira Mari Arruda diz que cinco casos são investigados, com crianças entre 7 a 10 anos

O celular da criança foi apreendido, no entanto, as mensagens foram apagadas. O aparelho será encaminhado para a Gerência de Combate aos Crimes de Alta Tecnologia (GCCAT), onde passará por perícia, a fim de identificar quem incentiva a criança a praticar as atividades.

Na semana passada, uma mãe procurou o Conselho e informou que a filha estaria supostamente participando da “brincadeira”. A criança teria cortado os braços com gilete. A conselheira Mari Arruda afirma que outros cinco casos também são acompanhados pela Polícia Civil e que são meninas com idades entre  7 a 10 anos, além de um menino.

Todos os casos foram repassados para psicólogos. “Outras crianças estão participando dos grupos desse desafio”, explica ao .

De acordo com Mari, o Conselho irá realizar um levantamento de quantos grupos na rede social existem no município e se realmente são da cidade, para contribuir com a identificação de quem está por trás do desafio.

O jogo online foi iniciado na Rússia entre 2015 e 2016 e está supostamente ligado a uma série de suicídios em todo o mundo, uma vez que busca causar danos emocionais aos participantes. O Baleia Azul propõe 50 desafios aos adolescentes e sugere o suicídio como última etapa.

Prisão

Na tarde desta quarta (19), Robson Silveiro dos Anjos, de 24 anos, foi preso em Novo Mundo, após divulgar em uma rede social uma mensagem confirmando a participação no jogo e que, na fase em que se encontrava, teria que dar balas envenenadas para 30 crianças de duas escolas.

A polícia recebeu a denúncia e prendeu o rapaz em sua residência. O suspeito negou a participação e disse que apenas repassou a mensagem que teria recebido. O celular dele também foi apreendido.

Morte

A adolescente Maria de Fátima Oliveira, de 16 anos, foi encontrada morta na última terça (11) na represa da Praça Afonso Ligório, no bairro dos Inconfidentes, em Vila Rica. A Polícia Civil suspeita que ela tenha sido vítima do jogo suicida.

A jovem estava desaparecida desde a madrugada do mesmo dia e foi encontrada à tarde, por meio de um dos calçados localizado às margens da represa. Familiares registraram ocorrência nas primeiras horas da manhã, depois de procurá-la por vários lugares. Na delegacia, a mãe (não identificada) relatou que há dois meses vinha percebendo fatos estranhos com a filha, como cortes nos braços e cartas com conteúdo suspeito.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • fabio | Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 19h55
    1
    0

    A mãe dessa menina de 10 anos com celular, descer o laço, uma surra bem dada, educando, pois mãe educa, e é autoridade no lar que ela sustenta! simples! toma o telefone e pronto! resolvido

Matéria(s) relacionada(s):