Concursos

Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 08h:07 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Rumo à Copa de 2014

Governo autoriza concurso e abre 376 vagas na segurança

   O governo do Estado assinou decreto autorizando a realização de um concurso para aumentar o quadro de policiais militares e civis e do Corpo de Bombeiros. As provas devem acontecer até julho de 2011. Conforme o secretário de Justiça e Segurança Pública, Diógenes Curado, serão ao menos 376 novas vagas. A intenção do governo é aumentar a segurança gradativamente até a Copa de 2014. Assim, outros três concursos já estão programados para acontecer até lá.

   Neste primeiro momento, serão abertas 200 vagas para soldados da Polícia Militar, 20 para oficiais, 50 para investigadores da Polícia Judiciária Civil, 30 para cargo de escrivão e 20 para delegado. Já para o Corpo de Bombeiros as vagas serão distribuídas em 50 para soldados e 6 para oficiais. 

   De acordo com Curado, a medida visa ações preventivas e repressivas para combater a violência, sem prejuízo da preservação de programas voltados para a inclusão social e redução da criminalidade. Também para dar celeridade a mecanismos de contratação de servidores encarregados de oferecer segurança e defesa social à população mato-grossense.

   Ele indica que a quantidade de vagas pode ser ainda maior caso sejam resolvidos os valores da Bolsa-Copa, que está em discussão no Ministério dos Esportes, e também com a definição da PEC 300, que cria o piso nacional para policiais e bombeiros militares e policiais civis. O governo estadual já se posicionou contrário ao Bolsa-Copa, já que não teria condições de igualar os salário de todos os policiais e também de programar o pagamento após o evento. Curado explica que, demonstrada a necessidade e a disponibilidade orçamentária e financeira, a Sejusp poderá adequar o número proposto. Todos os editais dos concursos serão expedidos anualmente, a partir do mês de julho.

   “Atualmente o ideal seriam 10 mil homens, mas temos que ter os pés firmes no orçamento”, lembrou. Com o último certame ele informa que vão entrar cerca de três mil servidores sendo: 1 mil PMs, 60 delegados, 140 escrivães, 60 investigadores, 60 peritos, 20 técnicos de necropsia, 60 bombeiros e 1,5 mil homens que atenderão o sistema prisional. Alguns serão chamados a assumir no fim de 2010 e o restante em 2011. Atualmente a PM conta com 6,5 mil homens; a Polícia Civil, com 3 mil e o Corpo de Bombeiros com 1 mil.  

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Braga | Quinta-Feira, 17 de Março de 2011, 18h01
    0
    0

    merda

  • jose alencar | Terça-Feira, 23 de Novembro de 2010, 16h39
    0
    0

    EM TODO O MADATO DO SENHOR BLAIRO MAGGI NÃO FOI INCLUIDO UM SÓ SOLDADO SEQUER NO CORPO DE BOMBEIROS DE MATO GROSSO, ENTÃO APÓS OITO ANOS ELES ABREM UM CONCURSO, SABE QUANTAS? CINQUENTA, ISSO MESMO CINQUENTA PARECE BRINCANDEIRA, MAS INFELIZMENTE É REALIDADE; QUANDO NA REALIDADE DEVERIA ABRIR NO MINIMO 500 VAGAS. ETA BOMBEIRO BONZINHO.

  • negotuta | Segunda-Feira, 02 de Agosto de 2010, 17h13
    0
    0

    A segurança publica so tem olhos para a capital, o norte de mato grosso so sobra refugo, ninguém faz nada o efetivo e uma lastima tanto da PM quanto da Civil, tem cidades que tem o efetivo de 02 PM e 1 Civil isto e uma vergonha.

  • ROMILDO | Domingo, 25 de Abril de 2010, 08h18
    0
    0

    O GOVERNO FALA DE CONCURSO PUBLICO PARA PM, MAS ESTA ESQUECENDO QUE TEM MAIS DE 350 MILITARES QUE FORAM APROVADOS NO CFS(CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTO) E QUE ATÉ AGORA NÃO FORAM CHAMADOS. MESMO TENDO MERITO DA JUSTIÇA DETERMINANDO PARA FAZER O CURSO.

  • Ana Beatriz | Sexta-Feira, 23 de Abril de 2010, 10h59
    0
    0

    Fiz o concurso para escrivão da polícia civil, que ofertaram 140 vagas. Caso eu não seja aprovada, mas classificada, há a hipótese de me chamarem? A necessidade existe. Não seria mais viável chamar os classificados em vez de fazer um novo concurso? Obrigada.

  • maria lucia | Sábado, 17 de Abril de 2010, 09h36
    0
    0

    maria lucia, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • João Augusto | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 13h57
    0
    0

    Caro leitor Clarito Júnior, pelo que a Polícia Civil faz, 1.578,00 tá bom até d+ pra vocês. Quando precisei da Polícia Civil um policial barrigudo, folgado sem educação mal deu atenção pra mim na Delegacia. O policial militar que estava saindo da delegacia que me colocou na viatura, e fez o trabalho que era pra policial civil fazer: simplesmente investigar e prender. Acho que a PM sim, essa sim deveria ganhar bem pelo que fazem. Reflita Sr. Clarito Júnior....

  • Clarito Junior | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 11h30
    0
    0

    Dá vergonha ver o teor desta matéria, sou Policial civil do concurso realizado em 2005 e que foi chamado em 2007, ontem completamos 3 anos desde a posse, quando da realização do concurso foram ofertadas 600 vagas para Investigador e 300 vagas para Escrivaes, dos 600 Investigadores que entraram e que foram gradativamente chamados em 4 nomeações, mais de 200 já pediram exoneração, em menos de 3 anos, devido ao baixo salário (leia-se 1.578,00 Liquidos), para nível superior, das 300 vagas ofertadas para escrivaes, apenas 147 compareceram para a posse e destes mais de 50 já pediram exoneração, motivo: baixa remuneração salarial, ou seja, não seria melhor extinguir a Segurança Publica ... porque pelo andar da carruagem parece que é isto que os governantes querem, em 8 anos vai diminuir o numero de agentes nas ruas em vez de aumentar, isso sem contar os colegas que estão aposentando e este ano, já vai mais de 100 pra casa descansar, tá feio o negocio, se alguem não olhar por nós estamos ferrados ...

  • lauro | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 11h02
    0
    0

    o governo pode até fazer outros concursos para a pm mt mas é obrigação de chamar os que fizeram esse ano para a policia militar....é uma obrigação do administrador publico dar saude e segurança..

  • Rodolfo | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 09h11
    0
    0

    Espero que tenha novo concurso sim.. Mas primeiro seria mais viavel chamar os classificados deste novo concurso que acabara de se realizar. Não sendo sufuciente o contingente disponibilizado nesse certame é correto a realização de um proximo no ano que vem.

Joaquim vê tentativa de ferir sua honra

antonio joaquim curtinha   Antonio Joaquim, que aguarda oficialização de sua aposentadoria de conselheiro do TCE pelo Palácio Paiaguás para poder se lançar pré-candidato a governador, se mostra revoltado com o que chama de uso político da lista de materiais apreendidos pela PF em sua casa. Foram...

Aliados de Percival não querem Taques

percival muniz pps   Alguns filiados do "nanico" PPS e pertencentes ao grupo de Percival Muniz (foto) estão resistindo a ideia de receber a filiação do governador Taques, que está disposto a deixar o PSDB. O curioso é que esse movimento ganha corpo sem o conhecimento do próprio ex-prefeito rondonopolitano....

Derrota aos Viana e novo grupo político

leo bortolini curtinha   Léo Bortolini (foto), prefeito peemedebista interino, "enterrou" de vez o grupo dos Viana, ao vencer a vereadora Carmen Betti (PSC) neste domingo com 69% dos votos válidos, na eleição suplementar em Primavera do Leste. O peemedebista segue no comando do Executivo até 2020. Léo...

Adin para garantir 15% aos fazendários

rogerio gallo curtinha   Com a folha de pessoal "estourada", superando o limite prudencial da lei fiscal, o governo do Estado deveria agradecer ao TCE que, sob medida cautelar, suspendeu o reajuste de 15% concedido pelo Executivo aos agentes fazendários ao longo dos próximos dois anos, além de verba indenizatória...

Plano de se afastar para ser candidato

jayme campos curtinhas   Jayme Campos, hoje principal referência do DEM no Estado, revelou neste domingo que está decidido a se desincompatibilizar do cargo de secretário de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande para "costurar" candidatura majoritária, seja ao Senado, seja para governador. A saída do...

Governo Taques avança na Segurança

gustavo garcia curtinha   A área de Segurança Pública, hoje sob Gustavo Garcia Francisco (foto), foi apontada pelo governador Taques como prioritária desde o início da gestão. Nos dois primeiros anos (2015 e 2016), aumentou o contingente policial, armamentos, serviços de inteligência e...

Empenho e solidariedade às famílias

pedro taques curtinha   O governador Taques acompanhou pessoalmente a operação policial na madrugada deste sábado, que resultou no "estouro" do cativeiro, na prisão dos assaltantes e na liberdade da empresária Milene Falcão Eubank, mantida refém por 13 horas. O secretário de Segurança,...

Estado perde seu único time na Série B

helmute fmf   Após quatro anos consecutivos na Série B, algo inédito na história de um time mato-grossense que não tinha representante desde 1994, o Luverdense foi rebaixado à Terceira Divisão. Precisava vencer para ter chance de seguir na Segundona, mas empatou nesta sexta, em 0 a 0, com o Guarani....

Taques ignora pressão e elogia Soares

luiz soares curtinha   Coube ao ex-prefeito cuiabano e apresentador do programa Resumo do Dia, Roberto França, tornar público o posicionamento do governador Taques quanto ao movimento de várias lideranças, especialmente de deputados, pela queda de Luis Soares da pasta da Saúde. No quadro "Bomba do Dia", apresentado...

MAIS LIDAS