CONTEÚDO

Domingo, 07 de Janeiro de 2018, 07h:50 | Atualizado: 07/01/2018, 08h:05

Sigla comunista

PCdoB prioriza a ex-reitora da UFMT ao Senado e quer garantir palanque para presidenciável em MT

PCdoB se mobiliza para viabilizar a deputada estadual gaúcha, Manuela D’Ávila, como pré-candidata à presidência da República e quer se fortalecer no Estado

.

Maria-Lucia-Cavalli-Nedercapa.jpg

  Maria Lúcia Neder, ex-reitora da UFMT, será apresentada para o Senado

O PCdoB de Mato Grosso definiu duas prioridades para as eleições 2018. A sigla comunista trabalha para viabilizar a pré-candidatura da ex-reitora da UFMT, Maria Lúcia Cavalli Neder, ao Senado e garantir palanque para sua pré-candidata à presidência da República, Manuela D’Ávila.

Em relação ao Governo do Estado, o PCdoB reconhece a fragilidade da oposição ao governador Pedro Taques (PSDB). Mesmo sem apontar nomes para a disputa, aposta na viabilização de alternativa através da articulação de frente ampla com as forças políticas que defendem um novo modelo de desenvolvimento econômico e social.

Segundo o presidente estadual do PCdoB, suplente de senador Manoel Motta, a gestão de Maria Lúcia na UFMT a credencia para o Senado. Lembra que a ex-reitora se destacou na defesa da educação e da ciência e tecnologia e na articulação com os movimentos sociais.

“Como não temos candidato a governador, estamos buscando apoios para viabilizar a candidatura da professora Maria Lúcia ao Senado. O legado dela à frente da UFMT nos possibilita apresentar seu nome para um projeto eleitoral consistente e com o reconhecimento da sociedade”, afirmou Manoel Motta em entrevista ao .

ALRS

manuela-davila PCdoB

 Manuela D'Ávila é pré-candidata a presidente da República pela sigla

Sobre o projeto nacional, Manoel Motta destaca a importância da candidatura da deputa estadual gaúcha Manuela D’Ávila a presidente da República para apresentar o programa do PCdoB aos brasileiros após sucessivas alianças com o PT desde 1989. Ao mesmo tempo, acredita na unidade com as forças de esquerda no segundo turno.

“Queremos convencer a sociedade que projeto do PCdoB é viável. Se for para segundo turno, contamos com apoio dos demais candidatos Lula, Ciro Gomes e todos que puderem ser incluídos na frente ampla”, pontua o dirigente, se referindo aos presidenciáveis do PT e PDT, que pretendem participar da disputa eleitoral.

Manoel Motta também acredita que é possível angariar apoio para a presidenciável do PCdoB no Estado pela plataforma de desenvolvimento que apresenta. Por isso, considera viável a presença de outros partidos do campo democrático e popular no palanque.

“Nossa candidatura tem a perspectiva de vencer as eleições. Além do projeto de desenvolvimento nacional, apresentamos o contraponto ao discurso do ódio e intolerância política que toma conta das redes sociais”, pontua.

 Para a disputa ao Governo do Estado, Manoel Motta reafirma que o PCdoB aposta na construção de uma frente ampla com forças democráticas que contemple um projeto de desenvolvimento econômico e social. Segundo ele, o projeto deve ser consistente para contrapor o que considera “má-gestão” conduzida por Taques. 

Arquivo pessoal

Manoel Motta

 Manoel Motta defende "frente ampla" contra Taques em Mato Grosso

“Ainda não temos nomes e acredito que a situação começa a se definir em março, quando acaba o prazo para filiações partidárias. A certeza é que estaremos no campo oposto ao governador Pedro Taques. Mesmo sendo honesto, se apegou ao discurso de combate a corrupção e não cumpriu suas responsabilidades com o funcionalismo e a sociedade”, dispara o dirigente.

Na proporcional, o PCdoB trabalha com a perspectiva de candidaturas a deputado federal e estadual. As definições dependem da consolidação das alianças políticas.

Para Assembleia, o principal nome é o advogado trabalhista de Barra do Garças Edvaldo Pereira. À Câmara Federal, já articula as pré-candidaturas do sindicalista Ronei de Lima e do líder estudantil Vinícius Brasilino. Outros nomes estão sendo avaliados pelo PCdoB e devem se consolidar no decorrer do ano.

Apesar das articulações, o PCdoB é considerado pequeno em Mato Grosso. Conta com Manoel Motta como segundo suplente do senador Wellington Fagundes (PR) e elegeu somente Silvio Negri para vereador por Rondonópolis em 2016. A sigla não tem nenhum prefeito no Estado.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Aline Wendpap Nunes de Siqueira | Segunda-Feira, 08 de Janeiro de 2018, 20h27
    0
    2

    Por toda a sua trajetória política e profissional, seu comprometimento e sua competência! Eu voto em Maria Lúcia!

  • alexandre | Segunda-Feira, 08 de Janeiro de 2018, 13h33
    1
    2

    PC do B ? é radical tem como não ...

  • Danilo | Domingo, 07 de Janeiro de 2018, 22h02
    5
    5

    Senado eu voto nela!

  • Benedita da Silva | Domingo, 07 de Janeiro de 2018, 17h13
    5
    4

    Eu tenho certeza que suas credenciais são credenciais são excelentes, compactuou com o programa de ampliação das vagas sem contrato de docentes, nas questões de precatórios de funcionários e professores enrolou o máximo que pode, perdeu o assento num conselho do MEC entre outra credenciais. Tenho certeza que os sindicatos na UFMT farao campanha acirrada pela sua eleição, afinal a lembrança de sua gestão ainda não foi esquecida, resta saber se com todas estas credenciais será eleita!

  • eduardo | Domingo, 07 de Janeiro de 2018, 11h20
    5
    6

    sou eleitor de maria lucia para o senado, vejo que o único candidato que a esquerda tem para desbancar a direita no estado é o procurador mauro. o pt tem que aprender com os erros, e ter essa leitura critica, tentar reeleger saguas para federal (faz um bom mandato, o unico da bancada do estado que defende os direitos dos trabalhadores) e compor lúdio numa candidatura de vice do procurador mauro ou mesmo para senador. temos que deixar as vaidades de lado, e somar, é por aí.

Matéria(s) relacionada(s):

15 vão concorrer pela Grande Cáceres

moraes curtinha   Pelo menos 15 da região Oeste, que agrega mais de 20 municípios, estão se articulando para concorrer a deputado, sendo 7 deles de Cáceres. Dois vão a federal: Ezequiel Fonseca (PP), de Reserva do Cabaçal e que busca a reeleição, e o estadual Leonardo Albuquerque (SD), baseado...

Ataques de Pivetta dividem opiniões

otaviano pivetta curtinha lucas   Os ataques do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta (foto), do PDT, ao governador Pedro Taques (PSDB) dividem opiniões. Uns acham que ele agiu com desrespeito quando definiu Taques como vagabundo, mentiroso, ladrão de sigla partidária e narcisista. E, diante disso, disseram que...

Irmão de senador disputa a estadual

wener santos nova marilandia curtinhas   O ex-prefeito de Nova Marilândia Werner dos Santos (foto), derrotado à reeleição em 2016, vai concorrer a deputado estadual, mesmo sem apoio irrestrito do irmão, o empresário e senador Cidinho Santos. Filiado ao PP, depois de sair do PR de Cidinho, Werner tem fomentado...

Salgadeira é "pepino" em 2 gestões

Não foi desta vez que a população pode começar a desfrutar das belezas do Complexo Turístico da Salgadeira. Pela segunda vez, o governo adiou a inauguração das obras de reestruturação. O local está fechado há quase 8 anos. O problema se arrastou por toda a gestão Silval e, ao que parece, vai ser resolvido no último ano do governo Taques, que se encerra em dezembro, caso ele não seja reeleito. Era...

Deputados com chances de reeleição

eduardo botelho curtinhas   Quase todos deputados estaduais consideram que entre 10 e 12 dos 21 que vão tentar a reeleição devem obter êxito nas urnas. E apontam, em privado, os com as maiores chances, inclusive com expectativa de mais de 30 mil votos: Botelho (foto), Nininho, Janaína Riva, Zeca Viana e...

Rede de aliados para se tornar federal

neri_geller_curtinha.jpg   Com a estatura de quem foi ministro da Agricultura do Governo Dilma e depois retornou como secretário de Política Agrícola da gestão Temer, Neri Geller (foto) montou uma rede estruturante de aliados capaz de já projetá-lo como futuro deputado federal. Aproveitou os últimos...

Assumindo culpa por "fantasma" na AL

abilio moumer curtinha   Numa postagem em sua página pessoal no Facebook, Abilio Moumer (foto), pai do vereador por Cuiabá Abílio Júnior e marido de Damaris Rasteli, tem a coragem de usar o nome de Deus e da igreja para, depois, pedir perdão. Se revela culpado pelo deputado Sebastião Rezende, evangelista da...

Rossato e Selma já têm até marketing

selma arruda curtinha   Dilceu Rossato, ex-prefeito de Sorriso, e Selma Arruda, que se aposentou prematuramente como juíza de Direito para poder se candidatar a cargo eletivo, estão mais bem planejados e organizados do que se imagina, surpreendendo até aqueles políticos mais tradicionais que costumam empurrar as...

Se Mauro recuar DEM volta pra Taques

jayme campos curtinha   O DEM segue aguardando decisão do indeciso empresário Mauro Mendes para puxar candidatura a governador. Mas, caso o ex-prefeito cuiabano desista de disputar o Paiaguás, o partido abriria duas possibilidades. Uma seria voltar para os braços do governador Taques e apoiá-lo à...