CONTEÚDO

Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 16h:09 | Atualizado: 02/02/2018, 08h:30

corrida ao Paiaguás

Podemos encoraja Medeiros a entrar na disputa ao governo, mas senador reluta para tentar reeleição

O senador José Medeiros (Podemos) avalia a possibilidade de disputar o Governo do Estado. A eventual candidatura teria como objetivo principal garantir palanque para o presidenciável Álvaro Dias (Podemos-PR) em Mato Grosso.

Gilberto Leite

jose medeiros

Senador José Medeiros está sendo encorajado a concorrer a governador, mas reluta e prefere buscar a reeleição

Medeiros está sendo encorajado a concorrer a governador pela direção nacional do Podemos. No entanto, ainda reluta e prefere buscar a reeleição ao Senado. “O partido tem articulado e feito gestão muito forte nos estados por causa da candidatura do Álvaro Dias. Existe uma pressão muito forte para que essa base seja criada. Eu tenho sido muito relutante até agora, mas o Podemos tem insistido. A direção partidária avalia que a candidatura a governador traz robustez para a candidatura presidencial. Isso não está descartado”, declarou Medeiros em entrevista ao .

Para sustentar a eventual candidatura, o Podemos está se aproximando de outras siglas consideradas nanicas. São elas PSL, PROS, PRB, PSDC, PMN e PHS.

Na última quarta (31), os sete partidos se reuniram em Cuiabá para discutir eleições proporcionais. Avaliam que com a formação de frente suprapartidária será possível obter entre duas a três vagas na próxima legislatura da Assembleia e de uma a duas cadeiras na Câmara Federal.

Eleito suplente de senador pelo PPS em 2010, Medeiro assumiu a cadeira definitivamente no final de 2014 após Pedro Taques (PSDB) ter sido eleito governador. Depois migrou para o PSD e fez parte da base de sustentação do tucano, mas se afastou quando aderiu ao Podemos em setembro do ano passado.

Além do hoje oposicionista Medeiros, a corrida eleitoral deve contar com o próprio Taques que se articula para disputar a reeleição. Outros nomes lembrados para a disputa são o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes que está deixando o PSB e deve aderir ao DEM e o vice-governador Carlos Fávaro (PSD).

Outro nome cogitado para a disputa é o ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro afastado Antonio Joaquim, que promete abandonar a pré-candidatura pela oposição caso não consiga o aval do Supremo Tribunal Federal para se aposentar até 20 de fevereiro. O substituto seria o senador Wellington Fagundes (PR).

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Critico | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h01
    2
    3

    2018 não tem pra ninguém MM na cabeça, sem chance

Matéria(s) relacionada(s):

15 vão concorrer pela Grande Cáceres

moraes curtinha   Pelo menos 15 da região Oeste, que agrega mais de 20 municípios, estão se articulando para concorrer a deputado, sendo 7 deles de Cáceres. Dois vão a federal: Ezequiel Fonseca (PP), de Reserva do Cabaçal e que busca a reeleição, e o estadual Leonardo Albuquerque (SD), baseado...

Ataques de Pivetta dividem opiniões

otaviano pivetta curtinha lucas   Os ataques do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta (foto), do PDT, ao governador Pedro Taques (PSDB) dividem opiniões. Uns acham que ele agiu com desrespeito quando definiu Taques como vagabundo, mentiroso, ladrão de sigla partidária e narcisista. E, diante disso, disseram que...

Irmão de senador disputa a estadual

wener santos nova marilandia curtinhas   O ex-prefeito de Nova Marilândia Werner dos Santos (foto), derrotado à reeleição em 2016, vai concorrer a deputado estadual, mesmo sem apoio irrestrito do irmão, o empresário e senador Cidinho Santos. Filiado ao PP, depois de sair do PR de Cidinho, Werner tem fomentado...

Salgadeira é "pepino" em 2 gestões

Não foi desta vez que a população pode começar a desfrutar das belezas do Complexo Turístico da Salgadeira. Pela segunda vez, o governo adiou a inauguração das obras de reestruturação. O local está fechado há quase 8 anos. O problema se arrastou por toda a gestão Silval e, ao que parece, vai ser resolvido no último ano do governo Taques, que se encerra em dezembro, caso ele não seja reeleito. Era...

Deputados com chances de reeleição

eduardo botelho curtinhas   Quase todos deputados estaduais consideram que entre 10 e 12 dos 21 que vão tentar a reeleição devem obter êxito nas urnas. E apontam, em privado, os com as maiores chances, inclusive com expectativa de mais de 30 mil votos: Botelho (foto), Nininho, Janaína Riva, Zeca Viana e...

Rede de aliados para se tornar federal

neri_geller_curtinha.jpg   Com a estatura de quem foi ministro da Agricultura do Governo Dilma e depois retornou como secretário de Política Agrícola da gestão Temer, Neri Geller (foto) montou uma rede estruturante de aliados capaz de já projetá-lo como futuro deputado federal. Aproveitou os últimos...

Assumindo culpa por "fantasma" na AL

abilio moumer curtinha   Numa postagem em sua página pessoal no Facebook, Abilio Moumer (foto), pai do vereador por Cuiabá Abílio Júnior e marido de Damaris Rasteli, tem a coragem de usar o nome de Deus e da igreja para, depois, pedir perdão. Se revela culpado pelo deputado Sebastião Rezende, evangelista da...

Rossato e Selma já têm até marketing

selma arruda curtinha   Dilceu Rossato, ex-prefeito de Sorriso, e Selma Arruda, que se aposentou prematuramente como juíza de Direito para poder se candidatar a cargo eletivo, estão mais bem planejados e organizados do que se imagina, surpreendendo até aqueles políticos mais tradicionais que costumam empurrar as...

Se Mauro recuar DEM volta pra Taques

jayme campos curtinha   O DEM segue aguardando decisão do indeciso empresário Mauro Mendes para puxar candidatura a governador. Mas, caso o ex-prefeito cuiabano desista de disputar o Paiaguás, o partido abriria duas possibilidades. Uma seria voltar para os braços do governador Taques e apoiá-lo à...