Cuiabá, 01 de Abril de 2015

Curtinhas

  • Contratos temporários em Barra

    Quarta-Feira, 01/04/2015 00h:22

    beto farias   Para preencher quadros na área da educação, em regime de contratação temporária, o prefeito de Barra do Garças, cidade pólo do Araguaia, Beto Farias (foto), recorreu aos vereadores e obteve respaldo para tal. E sancionou o projeto. Sustenta que há necessidade excepcional para o município contratar 20 pessoas para apoio administrativo educacional. Beto argumenta que a medida respeita os termos do inciso IX do Artigo 37 da Constituição Federal porque os cargos não foram preenchidos por convocação em concurso público, inclusive para preenchimento de função específica na educação básica, visando compor o quadro da pasta da Educação. O prazo para contratação vai até dezembro deste ano. O salário fixo a ser pago não foi informado.

  • Gestão austera com resultados

    Terça-Feira, 31/03/2015 18h:14

    doia sinop curtinhas   O secretário de Finanças de Sinop, Teodoro Lopes, o Dóia (foto), está sendo fundamental na meta de ajuste fiscal estabelecida pelo prefeito Juarez Costa, de cortar despesas e elevar as receitas e, ao mesmo tempo, manter ritmo de projetos e obras, tanto que acaba de viabilizar de R$ 54 milhões para asfaltar 17 bairros e outros R$ 8 milhões para melhoria em duas avenidas. Precavido por causa do cenário de crise econômica e pela queda das receitas de transferências do Estado e da União, Dóia, ex-presidente do Detran-MT, conseguiu reduzir 10% as despesas administrativas no ano passado. E, por outro lado, a prefeitura elevou as receitas em 18%, alcançado superávit financeiro e orçamentário. Pólo da região Norte, Sinop arrecada em média 14 milhões mensais e tem 3,6 mil servidores. Os gastos com pessoal chegam a 51,36% - o teto limite é de 54% -, e o prefeito pretende fechar este segundo mandato abaixo dos 50%.

  • Projeto leva Exército para Sinop

    Terça-Feira, 31/03/2015 17h:59

    adilton sachetti   Sinop deve receber um batalhão do Exército. Esse projeto é discutido há três anos, mas não avança por falta de liberação de recursos pelo Executivo. O comandante, general Eduardo Villas Bôas, esteve reunido com três dos oito deputados federais mato-grossenses, sendo eles Adilton Sachetti (foto), Ságuas Moraes e Nilson Leitão, que foi prefeito de dois mandatos de Sinop.  O trio anunciou que a bancada de MT incluiu no Orçamento-2015 uma emenda de R$ 16 milhões para viabilizar a obra. Adilton, em seu primeiro mandato na Câmara, destaca que Sinop é um pólo de referência no norte e tendo no município um posto do Exército significa garantia de soberania brasileira na região.

  • Empresários elogiam governo

    Terça-Feira, 31/03/2015 17h:33

    jose alexandre schutze fiemt curtinhas   Empresários do setor industrial do Estado saíram otimistas de uma reunião nesta terça com o secretário Marcelo Duarte (Infraestrutura). Foi o terceiro encontro neste ano. Desta vez, discutiram retomada das obras, especialmente as do MT Integrado, que visa interligar municípios com pelo menos uma via de acesso pavimentada. Marcelo anunciou que a partir de maio, o governo Taques começa a pagar passivos das empresas. Os certames cancelados serão licitados novamente, o que vai garantir reinício de obras, como da BR-174 e do anel viário de Cuiabá. José Schutze (foto), presidente do sindicato da Indústria da Construção Pesada e do conselho Temático de Infraestrutura da Fiemt, rasgou elogios ao governo, para quem demonstra interesse em agir com transparência. Observa que as construtoras estão conseguindo ter diálogo franco e direto com a Sinfra.

  • Paola, TCE e multa extinta

    Terça-Feira, 31/03/2015 17h:13

    O TCE anulou a condenação da secretária-adjunta de Relações Políticas da Casa Civil, Paola Reis, em decorrência da não prestação das contas relativas à aplicação de recursos de um convênio. Paola havia sido multada em R$ 40 mil. O relator do processo, o conselheiro Domingos Neto, entretanto, acolheu os argumentos dela no sentido de que a notificação ocorreu de forma inválida. Assim, todas as determinações posteriores à condenação deverão ser suspensas. Na prática, haverá nova citação de Paola para que ela apresente sua defesa. A punição, revogada, se deu por causa da não prestação de contas da aplicação de verbas do Fundo de Fomento à Cultura.  

  • Ex-prefeitos multados pelo TCE

    Terça-Feira, 31/03/2015 16h:08

    layr mota   Vários ex-prefeitos estão sendo punidos com multa pelo TCE por ignorar a correpondência eletrônica chamada AR. O Tribunal não envia mais documento impresso. Tudo é eletrônico. E exige que gestores façam igual, apresentando balancetes, atualização de Aplic e outros documentos por meio de ferramentas do mundo tecnológico. Mas nem todos se atentaram para isso. Ananias Filho, ex-prefeito de Rondonópolis, por exemplo, foi multado em 18 UPFs (quase R$ 2 mil) por ignorar um ofício de 2014, permitindo devolução de AR por motivo "mudou-se". Layr Mota (foto), que administrou Figueirópolis D"Oeste e hoje preside a Empaer, também recebeu multa de 20 UPFs porque o comunicado foi devolvido por motivo "desconhecido". O mesmo aconteceu com Tico de Arlindo, de Poconé, que terá de pagar 11 UPFs; com Carlos Torremocha, de Aripuanã, com 100 UPFs; com Nelson Baumgratz, de Novo Mundo (10 UPFs); e com Milton Geller, de Tapurath (100 UPFs).

  • PR e independência na AL

    Terça-Feira, 31/03/2015 09h:50

    A bancada do PR, após longa reunião com o presidente da legenda, Wellington Fagundes (PR), decidiu manter a postura de independência. O posicionamento deve durar, ao menos, até que o diretório se reúna para debater a questão. Apesar disso, os únicos que seguem uma ala mais centro-esquerda no Parlamento são Savi e Emanuel. O primeiro foi preterido durante a definição da Mesa Diretora e, por isso, faz oposição a Taques. Entende que o governador interferiu no processo. Já Emanuel também não saiu muito satisfeito com o resultado das articulações, mas optou por se denominar independente. Já Sebastião, Wagner e Nininho têm postura governista, embora a legenda, por enquanto, se denomine sem lado.

  • Riva completa 40 dias na cadeia

    Terça-Feira, 31/03/2015 08h:42

    A defesa de José Riva (PSD) estuda uma nova estratégia para tirar o ex-presidente da AL da cadeia. Ele já está no Centro de Custódia de Cuiabá há 40 dias e sofreu 7 derrotas. Nem em seu pior pesadelo, Riva imaginou passar tanto tempo atrás das grades. Agora, a esperança do ex-parlamentar, preso durante a Operação Imperador, está no julgamento do mérito de HC, que já foi rejeitado, monocraticamente pela ministra Maria Thereza. A magistrada pediu informações ao TJ e a 7ª Vara Criminal de Cuiabá. Ao rejeitar o pedido, citou trechos dos despachos anteriores que ressalta a influência de Riva, envolvimento em supostos crimes e desvios de milhões. O clima é de guerra de nervos.

  • Cepromat e dívidas de R$ 11 mi

    Terça-Feira, 31/03/2015 07h:54

    dentinho   Em relatório dividido em cinco partes, o ex-presidente Dentinho, que comandou o Cepromat até 31 de dezembro, cita que deixou para este ano R$ 11 milhões em restos a pagar, inclusive R$ 2,6 milhões ainda não processados. Alega que também "herdou" dívidas e pagou R$ 12,2 milhões de exercícios anteriores. Com 5 diretores, 10 gerências e considerado para muitos como cabide de emprego, inclusive com servidores com altos salários, o Cepromat tem receita própria. Vem de faturamento de serviços e/ou ressarcimento de despesas. Possui contrato de gestão dos serviços com os órgãos do próprio governo, a quem disponibiliza tecnologia de informação e o Fiplan, contrato de hospedagem e manutenção de sites com prefeituras e ainda serviços de criação e manutenção de softwares. Em 2014, o órgão recorreu a um empréstimo de R$ 7,5 milhões. Dentinho alega que isso se deu porque houve baixa arrecadação da conta do Cepromat.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 874