Cuiabá, 19 de Fevereiro de 2017

Curtinhas

  • Outro ex de Mauro com Taques

    Sábado, 18/02/2017 13h:34

    jose rodrigues curtinha   Ele foi secretário de Assistência Social de Cuiabá, atravessando toda gestão Mauro Mendes, curiosamente sob indicação de Emanuel Pinheiro, então deputado e hoje na cadeira de prefeito. Agora, dois meses depois de sair da estrutura do Palácio Alencastro, José Rodrigues Júnior (foto) encontra abrigo no Palácio Paiaguás, tocado pelo governador tucano Taques. No cargo de adjunto de Trabalho e Assistência Social, em cuja área do Estado já atuou antes, Rodrigues é mais um dos 15 "mauristas" aproveitados em postos importantes na administração estadual. Rodrigues e Emanuel eram do PR. Depois, o aliado de Mauro se vinculou ao PSB, enquanto Emanuel foi para o PMDB. Só no 1º escalão de Taques estão quatro figuras que integraram o secretariado do ex-prefeito da Capital, sendo eles Gallo (PGE), Muller (Planejamento), Kleber (Secom) e Sávio (Ciência, Tecnologia e Inovação). E três adjuntos: Alan Resende Porto e Marioneide, na Educação, e Rodrigues na Setas. Diversos foram aproveitados em postos entre 3º e 5º escalões.

  • Dom Aquino, Carnaval e farra

    Sexta-Feira, 17/02/2017 14h:48

    josair lopes curtinha dom aquino   O prefeito festeiro de Dom Aquino, Josair Lopes (foto), é só alegria. Nesta época se dedica aos preparativos para o Carnaval de Rua, incentivando vários eventos. Na voz da oposição, ele pouco se preocupa com as problemáticas administrativas, deixando muitas ruas sujas e esburacadas e seus moradores sem perspectivas de grandes investimentos. Para o prefeito de segundo mandato, dinheiro não é problema para "injetar" na festa do Rei Momo. Sem licitação, a prefeitura contratou, por R$ 51 mil, a empresa rondonopolitana "A Alves Godinho Neto Eirelli" para animar os quatro dias de folia, de 24 a 27 deste mês. Josair propaga que Dom Aquino fará o melhor Carnaval de rua do Vale do São Lourenço, sob a liderança do bloco do Donkas Folia. E mais um populista que se sustenta no poder explorando a chamada "política do pão e circo".

  • Expectativa de reação a Pátio

    Sexta-Feira, 17/02/2017 14h:25

    percival muniz   Após o período de transição e de se colocar à disposição do sucessor Zé do Pátio (SD) nos últimos dias de gestão, o ex-prefeito rondonopolitano Percival Muniz (foto), do PPS, viajou ainda antes da posse dos eleitos para sua fazenda no Xingu. E lá continua até hoje. Não foi procurado por Pátio e nem fez questão de manter contato com o novo prefeito. Ambos mantêm relação política distanciada. Percival, que foi vereador, deputado federal e estadual, vice e prefeito por três mandatos, segue contando bois e seu contato é mais com a família e amigos. Da imprensa tem passado longe, mas deve falar quando retornar de sua reclusão na fazenda, após o Carnaval. Sabe-se que Percival está na bronca com Pátio, que tem escancarado publicamente os "pepinos" e até atos que considera ilegais herdados do antecessor.

  • PT usa Sintep para ato pró-Lúdio

    Sexta-Feira, 17/02/2017 14h:19

    ludio cabral curtinhas   Alguns petistas prometem para segunda (20) um ato de desagravo em defesa do ex-vereador por Cuiabá, Lúdio Cabral, que foi levado coercitivamente pela polícia para prestar depoimento à Justiça na última terça, como parte da 5ª etapa da operação Sodoma, que prendeu cinco, entre eles o advogado Francisco Faiad, ex-secretário de Administração de Silval e que foi candidato a vice-prefeito de Lúdio, em 2012. Investigações do MPE apuraram que a campanha de Lúdio a prefeito foi "irrigada" com dinheiro sujo. E há indícios fortes de caixa 2. Ao invés do petista, derrotado duas vezes seguida nas urnas, a prefeito e a governador, se preocupar com a defesa jurídica, prefere conduzir o caso para o viés político. Assim como outros petistas, Lúdio usa estratégia da vitimização. O tiro pode sair pela culatra. E o mais absurdo é que o tal ato de desagravo está programado para a sede do Sintep-MT, a partir das 19h. Trata-se de um espaço dos profissionais da Educação. É uma estrutura paga com contribuição dos professores da rede pública. E nem todos são filiados ao petismo. O decente seria ao menos promover o movimento político na sede do PT.

  • Atos irresponsáveis do passado

    Sexta-Feira, 17/02/2017 12h:34

    eduardo botelho curtinha   O novo presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (foto), e o governador Taques têm uma missão árdua. Com a folha do Executivo próxima de 100 mil servidores e superando os limites da LRF, o Palácio Paiaguás precisa tomar medidas austeras para conter a "sangria" e elevação descontrolada das despesas com pessoal. O ex-governador Silval, em sintonia com o então presidente da AL José Riva, criou leis absurdas, dentro da tal progressão de carreira, empurrando reajustes salariais para anos posteriores, privilegiando determinadas categorias. Para se ter ideia, uma das leis chancelada pela dupla Silval/Riva, garante 19,7% de aumento para servidores do Indea e Intermat a partir de abril, fora o RGA. Cedendo às pressões e para fazer "média", Silval e Riva agiram igual em várias outras áreas, ou seja, de forma irresponsável carimbaram, em leis, aumentos salariais para entrar em vigor após vingência de seus mandatos. A bomba estou na gestão Taques. A alternativa, então, é aprovar PEC ou lei complementar para corrigir essas distorções e privilégios.

  • Victório conduz bancada do PSC

    Sexta-Feira, 17/02/2017 11h:50

    victorio galli curtinha   Victório Galli (PSC), que tem ganhado espaço na mídia mais por causa de suas posições consideradas conservadoras, é o novo líder da bancada do PSC na Câmara Federal. Dela fazem parte 10 parlamentares e são integrantes do grupo evangélico. São poucos da sigla cristã no meio de 513 e na briga por espaço com aqueles com grandes bancadas, como PT e PSDB, mas fazem barulho porque, entre pautas polêmicas que defendem, estão revogação do Estatuto do Desarmamento, não à legalização do aborto e se opõem também à proposta de casamento civil igualitário, ou seja, entre pessoas do mesmo sexo. O deputado mato-grossense substitui no comando da bancada o pastor Marco Feliciano (SP) e, entre os liderados por ele a partir de agora, está Jair Bolsonaro (RJ), virtual candidato à Presidência da República.

  • Anteprojeto dá "gás" ao Uber

    Quinta-Feira, 16/02/2017 15h:35

    diego guimaraes curtinha   Anteprojeto de lei sobre regulamentação da operação do Uber e de outros aplicativos de transporte privado de passageiros na Capital já passou pela Câmara Municipal e será encaminhado ao prefeito Emanuel, de cuja origem, em nome do Executivo, deve partir a mensagem para eventualmente criar e regulamentar esses serviços. Foi apresentado pelo vereador de 1º mandato Diego Guimarães (foto), do PP. Ele se baseou em estudos e em pareceres desenvolvidos no âmbito jurídico nacional e internacional. Para Diego, o Uber é uma realidade e a tentativa inicial de proibição cedeu espaço para a regulamentação do serviço. O DF e o município de São Paulo já editaram leis nesse sentido. O parlamentar entende que é preciso regulamentar a atividade em Cuiabá para poder haver fiscalização, controle de qualidade e segurança do serviço prestado. Os taxistas, por sua vez, são radicalmente contrários à concorrência do Uber. Em Cuiabá e Várzea Grande, o Uber iniciou a operação em dezembro do ano passado, mas foi suspenso pela prefeitura várzea-grandense e está operando só na Capital.

  • Prefeito e cargos para a família

    Quinta-Feira, 16/02/2017 14h:04

    tata amaral pocone curtinha   Embora a Câmara de Poconé não tenha dado importância à denúncia de vários casos de nepotismo nesta nova gestão de Tatá Amaral (foto), tanto que rejeitou pedido de investigação na última segunda (13), o MPE entrou em ação. Vai apurar os fatos. O prefeito e alguns secretários, diretores e assessores estão fazendo verdadeira farra de nomeações de parentes e familiares em cargos importantes, o que contraria a lei. A lista é longa. Segundo informações que chegaram ao MPE, Tatá levou para a prefeitura quase toda família. O cunhado Acyr Siqueira é secretário de Finanças. O sobrinho Amaral Júnior está lotado como chefe de Gabinete. A esposa é secretária de Assitência Social. A avó do neto do prefeito, Magna Abreu, foi nomeada Ouvidora, mas depois teve de ser exonerada porque o cargo exige efetividade. Maria Auxiliadora Amaral, esposa do primo do prefeito, é diretora de Educação. Aline Cristina do Amaral, prima do prefeito, também é diretora de Contratos. Joelson Marques, cunhado de Tatá, é motorista "voluntário", e cunhado do secretário de Administração, Edson de Oliveira. Joaline Gomes, cunhada do prefeito, trabalha no PAM. José Bento Dias Rondon responde pela Diretoria de Tributos e é tio de Magna Abreu. Ney Rondon toca a secretaria de Infraestrutura e Jucinéya Araujo é sua esposa. A ex-vereadora Ornella Falcão é secretária de Educação e sua sobrinha Iana Falcão responde pelo cargo de diretora de Saúde e o filho atua como médico contratado no PSF.

  • Cargo para a cunhada de Fávaro

    Quarta-Feira, 15/02/2017 16h:14

    binotti curtinha lucas   Em Lucas do Rio Verde, o prefeito Luiz Binotti (foto) atendeu a um dos pleitos do vice-governador e secretário estadual de Meio Ambiente, Carlos Fávaro, que foi seu principal aliado na campanha. Ambos são do PSD. Binotti nomeou a cunhada de Fávaro, Vivian Eliseli Salomão Fávaro, para o cargo de secretária-adjunta do Sistema Saúde, estrutura da pasta da Saúde municipal. Mesmo com carimbo de gestor com perfil técnico, Binotti tem nomeado membros da equipe, levando muito em consideração o componente político e partidário e também as amarrações feitas para se chegar ao poder. O empresário Joelson de Souza, por exemplo, foi o coordenador da campanha eleitoral do ano passado, da qual Binotti saiu vencedor por uma diferença de apenas  242 votos do então prefeito de terceiro mandato Otaviano Pivetta (PSB). Proprietário da empresa JPS Agro, de comercialização de grãos, Joelson assumiu o comando da secretaria municipal de Produção e Desenvolvimento.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 1135