Cuiabá, 26 de Julho de 2016

Curtinhas

  • Gestão Calistro sob investigação

    Segunda-Feira, 25/07/2016 15h:29

    janio calistro camara curtinhas vg   O presidente da Câmara de Várzea Grande, Jânio Calistro (PSD), tem muitas explicações a dar ao TCE-MT. Levantamento das contas de 2015 aponta indícios de várias irregularidades. Calistro tem cinco dias para apresentar defesa para cada questionamento. Ele pagou, por exemplo, R$ 2,3 milhões, por meio da emissão de 294 cheques, o que contraria entendimento do TCE, que já vetou tal procedimento, conforme a Resolução de Consulta 20/2014. Calistro pagou a si próprio, de forma irregular, verba indenizatória do Gabinete da Presidência. Constam ainda práticas ilegais em licitações e despesas consideradas não autorizadas, irregulares e lesivas ao patrimônio público.

  • 4 em Cuiabá não vão à reeleição

    Segunda-Feira, 25/07/2016 14h:54

    adevair cabral   Dos 25 vereadores cuiabanos, quatro não devem disputar a reeleição, sendo eles Haroldo Kuzai (Solidariedade), Faissal Calil (PSB), Domingos Sávio (PSD) e Adevair Cabral (PSDB). O curioso é que três deles (Haroldo, Sávio e Adevair) alimentam esperança de entrar como vice da chapa do prefeito Mauro (PSB), que tentará novo mandato. Sávio e Faissal têm dito que pretendem concorrer a deputado estadual em 2018. Adevair (foto), que trocou o PDT pelo PSDB, percebeu que terá dificuldades de reeleição. Com atuação pífia, está buscando o que chama de "saída honrosa". Enquanto quatro parlamentares não querem se arriscar no teste da recandidatura, alguns ex-vereadores sonham com a cadeira de volta, como Ralf Leite (PMDB) e Everton Pop (PSDB), assim como o "eterno" suplente Misael Galvão (PSB).

  • Inauguração da maior ponte

    Segunda-Feira, 25/07/2016 12h:38

    Na sexta (29), o governador Taques vai a Colniza inaugurar a maior ponte de concreto do Estado, com 350 metros de comprimento, sobre o rio Aripuanã. A cerimônia terá início logo às 7h50. Depois, a comitiva se desloca ao distrito de Guariba para lançar a reforma do ginásio de esportes Bagação e assinar o termo de cooperação da reforma da Ponte Roosevelt. Taques segue para Cotriguaçu, onde vai inaugurar pavimentação de 28 km da rodovia MT-170, que liga Cotriguaçu a Juruena. Em seguida, o governador vai para Juara. Ali, lança obra de reconstrução de 69 km das MTs-220 e 325. No sábado (30), o governador programa visitar Cocalinho para vistoriar obras da ponte sobre o rio Araguaia, ligando MT a GO.

  • Pré-candidato continua no ar

    Segunda-Feira, 25/07/2016 12h:20

    ed motta   Em Nova Mutum, 2 comunicadores e pré-candidatos a vereador seguem no ar. Só vão se afastar no dia em que for oficializado o registro de candidatura, diferente de todos os demais que atuam no rádio e na TV que deixaram seus programas desde 30 de junho, por precaução e considerando interpretação da legislação eleitoral para se ter legitimidade à disputa. Filiado ao PDT do prefeito Adriano Pivetta, Ed Motta (foto), apresentador do SBT Notícias, da TV Mutum, disse estar convicto de que se afastando no dia do registro da candidatura estará, sim, apto a concorrer ao pleito. Na mesma linha está Ricardo Schineider, da rádio Mega FM, que continua no ar, mesmo como pré-candidato pelo PSB.

  • Pesquisa com 5 para definir vice

    Domingo, 24/07/2016 18h:13

    lucimar campos curtinhas vg   Mesmo na contagem regressiva para a convenção do DEM em 5 de agosto, a prefeita Lucimar Campos, sob orientação do marido Jayme, só vai anunciar o vice da chapa oficialmente após análise do resultado de uma pesquisa qualitativa com sondagem de cinco nomes. De pronto, a preferência dos Campos é pelo empresário José Hazama (PRTB), com bastante inserção na região do Cristo Rei. Ele está rompido com o cunhado e ex-sócio, ex-prefeito Tião da Zaeli (PSDB). O trabalho de campo sonda os nomes de Hazama, de Toninho Domingos (DEM), ex-vice de Jayme e irmão do ex-prefeito Murilo; de José Carlos de Freitas (PP), ex-deputado e que também foi vice do então prefeito Jayme no 1º mandato; do empresário Zequinha do Açougue Três Corações (DEM), no Cristo Rei; e do vereador Chico Curvo (PSD). Um destes será o vice. Lucimar quer levar para o palanque da reeleição ao menos 8 partidos.

  • Paranatinga, prefeitura e areia

    Domingo, 24/07/2016 11h:52

    vilson pires paranatinga curtinhas   Duas leis "eleitoreiras", sob chancela do prefeito Vilson Pires (PSDB) e aprovação unânime dos vereadores de Paranatinga, na semana passada, foram denunciadas junto ao TRE-MT por meio do aplicativo Pardal. Em sessão extraordinária, os parlamentares tiveram a coragem de aprovar a mensagem 040/2016, que autoriza o município a doar terreno para igrejas evangélicas em pleno período eleitoral. A outra (Lei 041/2016) permite a prefeitura fazer doação de areia aos moradores. Tal prática é proibida, ainda mais em ano de eleições municipais em que candidatos podem negociar areia por voto. O TRE vai apurar a denúncia. É possível que sejam anuladas. A Câmara é presidida pelo tucano João Bosco. Os demais vereadores são Natal Silvério (SD), Cláudio Gomes e Welinton Barros (PP), Cleiton Rodrigues, Paulo Canaverde e João Moelmann (PSDB), Clorisvaldo Nogueira e Deroci de Matos (PDT), Agnaldo Maciel (DEM) e Claudineia Coelho (PTB).

  • Vice sob a indicação de Juarez

    Domingo, 24/07/2016 10h:08

    mauro garcia sinop curtinhas   Em Sinop, a vice-prefeita Rosana Martinelli (PR), que chegou a ter conversa com Dalton (PP) sobre possível acordo, terá mesmo vice indicado pelo PMDB. Aliás, dessa vaga na chapa Juarez Costa não abre mão. E a preferência do prefeito peemedebista é pelo nome de Mauro Garcia (foto), presidente da Câmara Municipal. Publicamente, Juarez desconversa sobre as condicionantes impostas nos bastidores à Rosana. Afirmou, em entrevista a uma emissora de TV, que procurou cerca de 50 empresários com intenção de indicar um deles para vice. Ninguém, no entanto, aceitou. Juarez comenta que muitos pregam que é preciso haver renovação na política, mas ninguém com bom perfil se propõe a tal. Em síntese: Rosana queria companheiro de chapa com perfil mais técnico, inclusive fora do PMDB, mas está cedendo à indicação de Juarez, sob pena do prefeito não apoiá-la. Juarez nem admite a hipótese de ficar sem vice, sob argumento de que, em Sinop, o PMDB é forte, com um prefeito, quatro vereadores e um deputado estadual (Silvano). Na próxima terça, deve ser anunciada a chapa Rosana/Mauro.

  • Nova reunião para tentar acordo

    Domingo, 24/07/2016 09h:44

    mauro mendes curtinhas   Mauro Mendes (PSB) volta a sentar com a cúpula regional do PSDB nesta segunda para tentar avançar nas composições. Almoça com os deputados federais Fábio Garcia, que preside o PSB-MT, e com Nilson Leitão, dirigente do PSDB estadual, e com a presença do governador Taques, cuja opinião sobre o rumo do tucanato nesta campanha em Cuiabá é considerada primordial para se chegar a um entendimento. De olho na reeleição, Mauro segue na expectativa de ter alguém do PSDB de vice. É uma forma de atrair o governador para o palanque e reeditar parcerias de pleitos passados. Mas os tucanos batem cabeça para encontrar o que chamam de nome ideal à chapa. Figuras como Catonho, Ussiel Tavares e Adevair já foram descartadas. É possível até que o PSDB apoie Mauro, mesmo sem indicar vice.

  • Subsídios para PPP nas escolas

    Domingo, 24/07/2016 09h:29

    vinicius carvalho artigo   Embora sob resistência de parte da comunidade escolar, o governador Taques quer conduzir até o fim o debate sobre PPP nas instituições de ensino. Em busca de mais subsídios e bons exemplos nesse tipo de parceria, escalou o diretor-presidente da MT Participações, servidor Vinicius de Carvalho (foto), para participar de um encontro sobre o assunto no Reino Unido. Chama-se Missão Técnica PPPs. Começa nesta segunda (25) e vai até sexta (29). A ideia do governo é promover audiências públicas para, ao final, se houver concordância de pais, alunos e professores e das entidades ligadas à educação, sacramentar PPP em 76 unidades escolares e em 15 Centros de Formação de Profissionais da Educação (Cefapros). Na prática, empresa privada ficaria com a concessão administrativa da área estrutural das escolas, como construção, reforma e gestão de serviços não pedagógicos. Já a parte pedagógica continuaria com o Estado.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 1053