Cuiabá, 27 de Abril de 2015

Curtinhas

  • Tangará e virtuais candidatos

    Segunda-Feira, 27/04/2015 01h:10

    wagner_curtinha.jpg   Em Tangará da Serra, cidade pólo do Médio-Norte, há uma inflação de virtuais candidatos a prefeito. O peemedebista Fábio Junqueira, que comanda o município, deve buscar a reeleição. O empresário Rubens Jolando, que já concorreu pelo PR, agora trabalha o projeto de candidatura pelo PDT. Pode consolidar seu nome se obtiver apoio da apresentadora de TV, Márcia Kappes, que detém boa popularidade e carisma com o seu programa Tangará 40 Graus. O PT admite lançar na disputa o vice-prefeito Zé Pequeno. E ainda surge com força o nome do deputado estadual Wagner Ramos (foto), do PR, que deve buscar apoio ou compor com o empresário e presidente da Associação Comercial e Industrial, Vander Masson, do PSDB. Vander é filho do deputado tucano e ex-prefeito Saturnino.  

  • Filiados do PP ocupam cargos

    Segunda-Feira, 27/04/2015 00h:49

    debora pp curtinhas   Sob articulação do vice-governador Fávaro, do deputado federal Ezequiel e do empresário Eraí Maggi, o PP é um dos partidos que estão contemplados com cargos no Governo Taques, embora em postos que vão de segundo a quinto escalões. Por enquanto, menos de 10 entraram em cargo DAS sob o carimbo do PP. Foram sugeridos e acatados pelo governador os nomes do ex-prefeito de Figueirópolis D' Oeste, Layr Mota, que comanda a Empaer; da professora Débora Marques (foto), assessora especial da Seduc e candidata derrotada à vereadora por Cuiabá em 2012 e à deputada estadual em 2014; e de Edson Paulino, o Pelezinho, na superintendência administrativa da Infraestrutura e Logística. Com Henry preso e desligado da direção estadual do PP, Taques não vê mais a legenda progressista como adversária. Está "tudo dominado" e afinado com o Palácio Paiaguás.

  • Antes com Henry; hoje, Taques

    Segunda-Feira, 27/04/2015 00h:16

    renancildo cotia curtinhas   Três ex-assessores do ex-deputado Henry ocupam cargos hoje no Governo Taques. Um deles é Edson Paulino de Oliveira, o Pelezinho. Foi braço-direito de Henry por duas décadas. Os outros são Renancildo Soares França, o Cotia (foto), e o engenheiro Hugo. Embora tivessem ligações fortes e de confiança com Henry, considerado inimigo político de Taques, eles conquistaram espaço na administração porque, no início da campanha de 2014, optaram por ignorar orientação do ex-deputado e hoje presidiário para marchar com o trio Ezequiel-Eraí-Fávaro, que puxou o PP para o palanque de Taques. Pelezinho se tornou superintendente administrativo da secretaria de Infraestrutura e Logística. Cotia é chefe de Gabinete do vice-governador Carlos Fávaro. Hugo está lotado na secretaria das Cidades.

  • Dorner, PSD e projeto ao Senado

    Domingo, 26/04/2015 21h:58

    roberto dorner   O empresário Roberto Dorner, que ocupou mandato de federal a partir da renúncia de Pedro Henry, sonha agora com candidatura ao Senado. Vê chance de vitória porque no pleito de 2018 serão aberturas duas vagas. E para ele, esse processo já começou. Primeiro, quer assumir o controle regional do PSD. Com base em Sinop, onde possui fazendas e empresas de diferentes ramos, inclusive de comunicação, Dorner está mantendo contatos políticos com futuros aliados. Ele admite que até poderia ter concorrido à reeleição no ano passado com chance de vitória, mas desistiu após briga com Riva, que, ainda deputado estadual e cacique do PSD, lançou vários candidatos a federal pelo Nortão, tudo para prejudicá-lo eleitoralmente. Sem Dorner no páreo, a coligação do PSD não elegeu um federal, embora tivesse nomes de peso como de Eliene e de Chico Daltro. 

  • Paolla trabalha pré-candidatura

    Domingo, 26/04/2015 21h:39

    paolla reis curtinhas   Paolla Reis (PDT) já começou a trabalhar nos bastidores o projeto de candidatura à vereadora por Cuiabá. Diferente da primeira tentativa, em 2004, quando não obteve êxito nas urnas, agora passa a viver uma melhor expectativa. "Colou" no governador Taques, de cuja gestão é secretária-adjunta de Relações Políticas dentro da Casa Civil. Se tornou uma pessoa bastante influente no Palácio Paiaguás. Para se ter ideia, passa por ela a lista de indicações políticas, seja a apresentada por deputados, seja a de outras lideranças partidárias, com vistas à ocupação de cargos comissionados. E, em meio às indicações, Paolla, ex-coordenadora-administrativa e financeira da Cultura da Capital, na gestão Wilson Santos, também contempla os seu aliados.

  • Prefeito e gastos com eventos

    Domingo, 26/04/2015 13h:36

    walmir guse conquista curtinhas   A dupla sertaneja Brenno & Barreto se apresentou no último dia 18 em Conquista D' Oeste, como parte do 9º Rally Turístico Jauru/Conquista. Quem pagou pelo show artístico foi a prefeitura. O prefeito Walmir Guse (foto) autorizou liberar R$ 11,5 mil, por meio de contrato com a empresa jauruense BB Produções Artísticas. Mas as despesas com o evento não pararam por aí. A prefeitura contratou o empresário Fábio Ribeiro, de São José dos Quatro Marcos, por R$ 12,4 mil, por meio de convênio, para locação de banheiros químicos, cadeiras, mesas e tendas. Com a Nicolau Lopes Filho, empresa de segurança, foram mais R$ 2,6 mil. Tem mais. Aproveitando o seu espírito desportista, Guse fechou logo contrato para ter estrutura na realização de eventos esportivos e turísticos. Aderiu ao registro de preços feito pela Prefeitura de Sapezal e contratou a Eventus Produções Ereli, com sede em Campos de Júlio, por nada menos que R$ 498,6 mil.

  • Prefeito e R$ 40 mil para banda

    Domingo, 26/04/2015 11h:35

    maia neto alto araguaia curtinhas   O prefeito populista de Alto Araguaia, Maia Neto, não está nem aí para o momento de crise. É um dos gestores do Estado que mais destinam dinheiro público para festas e eventos. Praticamente toda semana, autoriza a prefeitura a patrocinar confraternização. Chega-se a pagar árbitro de futebol, comprar troféus e premiar vencedores de concurso de beleza. Na última quinta, Maia deu aval para o Município pagar R$ 40 mil de cachê aos Raimundos para única apresentação, em 4 de setembro. O show da banda de rock brasiliense fará parte do duplo evento, o XIX Festival Náutico e XVII Festival Cultural. Com respaldo jurídico, o prefeito, que está no quarto mandato, assinou o ato sem se preocupar com licitação.

  • Câmara Itinerante e protesto

    Domingo, 26/04/2015 10h:51

    A proposta de se realizar Câmara Itinerante nos Estados para discutir o pacto federativo e a reforma política se transformou num pesadelo para o presidente, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Considerado conservador, Cunha enfrenta protesto por onde passa. Foi assim quando esteve em Cuiabá, na última sexta. Com cartazes e gritando palavras de ordem, manifestantes, entre eles integrantes dos movimentos LGBT, deixaram clima tenso no teatro do cerrado Zulmira Canavarros, espaço da AL, onde Cunha presidiu a sessão. Antes, o presidente da Câmara Federal já tinha sido recebido com protesto e vaias em Campo Grande e em outras capitais, como São Paulo, João Pessoa e Porto Alegre. E, mesmo assim, ele enfrenta as manifestações com certa tranquilidade.

  • Detran, concurso e salários

    Sábado, 25/04/2015 19h:07

    O governo Taques cumpriu mesmo o cronograma estabelecido de lançar o edital para concurso no Detran-MT, com vistas a preencher 489 vagas. O resultado final do certame sai em agosto. A briga por concurso levou o Sinetran a instigar os servidores a entrar em greve. Alegando falta de pessoal para conseguir atender a demanda, a categoria passou a pressionar o governo. Mas foi forçada a interromper a paralisação por determinação judicial. Serão abertas vagas para analista do serviço de trânsito, cujo salário inicial será de R$ 4,6 mil, e de agente de serviço de trânsito, com R$ 2,5 mil. Para ambos cargos, há exigência de nivel superior. A taxa de inscrição é de R$ 120 reais. O certame, que vai ser realizado pela UFMT, abre vagas também para auxiliar do serviço de trânsito, com salário de R$ 1,5 mil e cuja exigência é de nível médio. A inscrição será de R$ 80 reais. Estão sendo abertas ainda vagas para médicos e psicólogos. Dez por cento das vagas são reservadas a pessoas com deficiência. O concurso terá validade de 2 anos, podendo ser prorrogado por igual período.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 886