Cuiabá, 02 de Março de 2015

Curtinhas

  • IPTU com desconto em VG

    Sábado, 28/02/2015 13h:32

    walace_curtinha.jpg   Com um mês de atraso, o prefeito Walace lança a campanha de IPTU e também regras para taxas de licença e obtenção de alvará de 2015. Entre as propostas para pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano de Várzea Grande está a de pagamento único. Nesse caso, o contribuinte pode fazê-lo até 29 de maio, com 20% de desconto para inscrição imobiliária (imóvel) que não possua débito em aberto; e 5% no caso de imóvel com débito pendente. Quanto ao parcelamento, será permitido sem desconto em até 6 vezes, cuja 1ª parcela vencerá em até 29 de maio. O valor global supera a R$ 60 milhões, mas, com base no histórico elevado de inadimplência, mais de 50% não devem pagar IPTU em VG. Já a taxa de licença de alvará deste ano pode ser paga em cota única, em até 31 de março, com desconto de 20% para quem não tem imóvel com débito pendente. E o comerciante inadimplente terá 5% de desconto no alvará.

  • Projeto de Rabello vira lei

    Sábado, 28/02/2015 09h:41

    O governador Taques decidiu na sexta (27) transformar em lei um projeto de autoria de Walter Rabello, ex-deputado que faleceu em 9 de dezembro, antes de tomar posse para mais um mandato. Diz respeito ao direito de amamentação às mães durante realização de concursos públicos estaduais. Com a lei sancionada, mãe pode amamentar o filho com até 6 meses de vida, durante as provas. Um dos parágrafos da lei traz que "a prova da idade será feita mediante afirmação durante o período de inscrição para o concurso e contra-apresentação da certidão de nascimento". A mãe com lactente pode sair da sala e ficar em um espaço adequado. Um fiscal tem de acompanhá-la. No ambiente, uma outra pessoa precisa permanecer ali com a criança no decorrer da prova. Pode proceder a amamentação a cada intervalo de duas horas, por até 30 minutos, por filho. E esse tempo será compensado durante a realização da prova em igual período.

  • Governo e fim dos bloqueios

    Sexta-Feira, 27/02/2015 21h:13

    pedro taques curtinhas   Pedro Taques tomou uma decisão elogiável. Mesmo não se tratando de atribuição de chefe do Executivo estadual, ele passou a sexta dedicado a encontrar solução para evitar continuidade dos bloqueios nas rodovias de MT por caminhoneiros. E, por meio de audioconferência, firmou acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais para iniciar recomposição do valor dos fretes. O governador fechou entendimento com o presidente da Abiove, Carlo Lovatelli. Aliás, o Paiaguás até criou o Gabinete de Crise para acompanhar, intermediar as negociações e fazer levantamento dos impactos provocados pelos bloqueios. No último dia 20, Taques recebeu representantes do setor de transportes e, três dias depois, o secretário Brustolin (Fazenda) também se reuniu com empresários do setor. No dia seguinte, o governador voltou a conversar com caminhoneiros e fez apelo para que ao menos as cargas de alimentos e combustíveis fossem liberadas. Em alguns pontos de bloqueio, o apelo foi atendido.  

  • Servidores da AL na bronca

    Sexta-Feira, 27/02/2015 08h:44

    botelho curtinhas   A política de austeridade do trio Maluf-Nininho-Botelho na Assembleia está refletindo na rotina dos servidores. Nem sempre encontram itens básicos nos banheiros, como papel higiênico e sabonete. Na quinta, faltou água para beber em alguns setores. Até deputados reclamam da falta de combustível para abastecer veículos oficiais e/ou cadastrados. Alguns gabinetes estão partindo para permuta entre eles porque não têm mais no estoque papel sulfite. E eles reclamam. Entendem que, de fato, a nova Mesa Diretora, que exonerou quase 900 DAS, precisa cortar gastos, mas não radicalizar tanto, sob risco de comprometer os trabalhos da Casa. Botelho (foto) admite dificuldades. Alega que é "questão de dias" para tudo se normalizar. Segundo ele, o corpo jurídico está avaliando cada contrato e, só depois, os membros da Mesa decidem se renovam ou não com as empresas que prestam serviços, como de fornecimento de água e de outros produtos. Com alguns, após parecer jurídico, estão sendo renovados por 30 dias.

  • Morre servidora em VG

    Quinta-Feira, 26/02/2015 22h:10

    luciana vg morte curtinhas   Morreu nesta quinta Luciana Araújo de Souza, que desde abril de 2012 atuava como superintendente de Políticas Habitacionais, vinculada à pasta de Desenvolvimento Urbano de Várzea Grande. Gestante, ela estava na UTI do hospital privado Santa Rosa, em Cuiabá, desde a última terça. Tinha trombose e sofreu complicações pulmonares. Nesta quinta à tarde, Luciana teve uma parada cardíaca e não resistiu. Deixa marido e duas filhas. O prefeito Walace vai decretar luto oficial de três dias, assim como o presidente da Câmara, vereador Jânio Calistro. Luciana era servidora de carreira há 13 anos. Ocupou cargos nas secretarias de Educação, Assistência Social, Comunicação Social e Desenvolvimento Urbano (Habitação). O velório acontece no salão do Centro de Eventos do Hotel Hits. O sepultamento ocorre nesta sexta no cemitério Recanto da Paz, no bairro Jardim dos Estados.

  • Prefeita recua de verba extra

    Quinta-Feira, 26/02/2015 14h:52

    meire_adauto_curtinhas.jpg   A pressão popular levou a prefeita de Poconé, Meire Adauto (foto), do PT, a desistir da proposta que garantia a ela própria uma verba indenizatória de R$ 5 mil e de R$ 3,5 mil para os secretários. Na Câmara, o projeto já havia passado pela CCJ e com parecer contrário do relator Manoel Messias (PSD) e a aprovação dos membros Ornela (PSD) e Zé Corrêa (PR). Seria votado na próxima segunda (3), mas, nesta quinta (26), Meire encaminhou ofício ao presidente Gonçalo Beijo da Costa, comunicando a retirada da proposta.

  • Deputados repreendem Oscar

    Quinta-Feira, 26/02/2015 09h:20

    Repercutiu negativamente entre os deputados a rispidez com que Oscar Bezerra tratou a colega Janaína Riva. Acostumado a arrumar confusão e se envolver em brigas, ele fez movimento nos bastidores para não permitir que a deputada do PSD, com quem disputa base eleitoral em Juara, fosse a única proponente da CPI do VLT quando, em verdade, Janaína já havia aceitado a ideia do pedido ser feito pelos líderes de bancada. Na reunião do Colégio de Líderes, Botelho, do mesmo PSB de Oscar, e Emanuel Pinheiro reclamaram da postura do parlamentar. Entenderam que foi desnecessária a intervenção de Oscar e isso acabou trazendo desgaste entre os deputados. Querem convivência harmônica.  Lembraram que, mesmo já tendo coletado oito assinaturas, Janaína concordou que a iniciativa tivesse assinatura das lideranças de cada partido com representação na AL para aprovar o pedido de investigação das obras do metrô de superfície.

  • Oscar e Janaína se estranham

    Quarta-Feira, 25/02/2015 21h:07

    oscar bezerra   Os deputados Janaína Riva e Oscar Bezerra se estranharam fora do plenário nesta quarta. Ela quer ser a proponente da CPI do VLT. Inclusive buscou e conseguiu aval do governador Taques, mesmo se tratando de uma parlamentar de oposição. Janaína estava se articulando para ser a autora do pedido quando Oscar fez movimentação contrária, defendendo que a iniciativa deveria ser dos líderes de bancada. De imediato, Oscar conseguiu respaldo do presidente Maluf. Janaína ficou na bronca. Ao avistar Oscar, a deputada do PSD cobrou explicações por este ter "minado" o seu plano. O clima chegou a ficar tenso, mas logo ambos saíram de fininho, evitando mutuamente alongar a conversa. Curiosamente, Oscar e Janaína dividem a mesma base eleitoral. São de Juara. Marido da ex-deputada Luciane, Oscar foi prefeito do município, assim como Riva, pai de Janaína.

  • Maluf justifica ausências

    Quarta-Feira, 25/02/2015 11h:21

    Maluf explica, por meio de assessoria, que, de fato, abriu a sessão ordinária de terça e não a encerrou porque teve de retomar a reunião com o secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, que foi à Assembleia apresentar o projeto de reforma administrativa. O presidente destaca que aproveitou o encontro com o porta-voz do governo Taques para definir calendário sobre novas reuniões. O conteúdo da reforma está sendo disponibilizado aos parlamentares e há necessidade de tirar dúvidas. Um novo encontro acontece na próxima quarta. Maluf recebeu, em seguida, um levantamento da equipe técnica acerca da situação de cada secretaria da AL. Esse estudo vai ajudar na definição da quantidade de DAS que será contratada para recompor o quadro de pessoal. Quanto à ausência na sessão matutina desta quarta, Maluf explica que precisou viajar a Brasília com o colega Dilmar para uma audiência com o ministro da secretaria nacional de Aviação Civil, Eliseu Padilha, com vistas a discutir a situação dos aeroportos de MT.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 860