Cuiabá, 31 de Outubro de 2014

Curtinhas

  • AL e Vale do São Lourenço

    Quinta-Feira, 30/10/2014 23h:04

    max russi   O Vale do São Lourenço conseguiu eleger Max Russi (PSB) deputado estadual. Ele foi o mais votado em Jaciara, onde cumpriu mandato de prefeito, em Dom Aquino e Juscimeira e ficou atrás apenas de Nininho em Campo Verde. Eleitores cuiabanos também ajudaram Max a conquistar cadeira na Assembleia. Ele obteve no geral 20.690 votos. Destes, 6.962 foram de eleitores jaciarenses. No município, a segunda maior votação ficou com Fábio Gardin (PSD), com 2.476. Em Dom Aquino, Max registrou 1.585, superando Janaína Riva, que chegou a 775. Em Juscimeira foram mais 1.630, enquanto Nininho ficou em segundo com 493. Outros 1.048 votos saíram de Campo Verde. Na capital, Max conquistou 2.550 votos. É a primeira vez nos últimos 20 anos que a Grande Jaciara passa a ter cadeira na AL.

  • Zeca e derrota de Luizinho

    Quinta-Feira, 30/10/2014 22h:41

    Mais uma vez Zeca Viana (PDT) leva vantagem nas urnas em Primavera do Leste sobre o ex-vereador e apresentador de TV, Luizinho Magalhães (PSD). Irmão do ex-prefeito de dois mandatos Getúlio, Zeca conquistou a reeleição de deputado estadual como o mais votado em seu município, onde teve 14.523 dos 35.300 votos globais. Seu projeto político ganhou força junto ao setor produtivo. Luizinho, com perfil mais popular e apoiado pelo prefeito de quatro mandatos Érico Piana (DEM), conseguiu 6.067 votos em Primavera do Leste. No geral, o candidato do PSD obteve 13.502. Amargou a quarta suplência à Assembleia. Luizinho tem dito que, se houvesse maior empenho de Érico, poderia ter se saído melhor nas urnas. Fora Zeca e Luizinho, os mais votados para estadual no município foram os parlamentares reeleitos Sebastião Rezende (823 votos), Mauro Savi (701) e Nininho (544). Júlio Campos Neto, que fez barulho no município, só teve 136.

  • TRE e suplência de senador

    Quinta-Feira, 30/10/2014 22h:20

    O advogado Ricardo Almeida está comemorando a decisão da desembargadora Maria Helena Póvoas, que, durante sessão do Pleno do TRE, pediu vista dos autos do agravo regimental sobre suposta fraude nas atas de suplência ao Senado da chapa vitoriosa de Taques, em 2010. Ricardo é advogado do 2º suplente Paulo Fiuza, que denunciou o que chama de adulteração, resultando na troca da ordem de suplência. A decisão da magistrada traz fio de esperança a Fiúza em ficar com a cadeira de Taques, que vai sair do Senado para assumir como governador. Hoje, a vaga no Senado pertence ao 1º suplente José Medeiros (PPS). Inconformado, Fiúza recorreu. Seu advogado Ricardo sustenta que "um registro de candidatura levado a efeito mediante fraude, ainda que tenha transitado em julgado, deve ser anulado, (...) pois viola o princípio constitucional republicano e a própria democracia".  

  • Lei Delegada nas cidades

    Quinta-Feira, 30/10/2014 09h:18

    emanuel pinheiro   A Assembleia tem pronto para votar um projeto de lei complementar que interessa muito alguns municípios, principalmente aqueles que registram alto índice de violência. A proposta é do deputado reeleito Emanuel Pinheiro. É batizada de Lei Delegada. Se aprovada, o Estado poderá transferir atribuições na área de segurança para município, autorizando cessão de policiais civis e militares e bombeiros para atuarem no combate à violência nos dias de folga. O convênio entre Estado e município seria voluntário e o agente receberia graficação da prefeitura. E alguns prefeitos de cidades consideradas violentas, como Cuiabá, Várzea Grande e Primavera do Leste, demonstram interesse em fazer de imediato convênio com o Estado para reforçar o esquema de segurança local.

  • Denise perde ex-prefeito

    Quarta-Feira, 29/10/2014 18h:22

    israel_morre.jpg   O ex-prefeito de Denise Israel Antunes Marques (foto), do PMDB, faleceu aos 58 anos, nesta 4ª, no hospital Santa Rosa, onde estava internado há algumas semanas devido a uma diverticulite. Prefeito por três mandatos, Israel iniciou sua carreira como técnico agrícola da Empaer. Era um entusiasta da cultura da seringa no Estado, tanto é que foi presidente da Associação dos Heveicultores. Trabalhou ainda no MT Regional e foi presidente do Consórcio Altos do Rio Paraguai. O presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios, Chiquinho (PSD), lamenta a morte do ex-prefeito e diz que sempre foi um gestor atuante. Israel deixa esposa e três filhos. O velório começou às 16h na Câmara Municipal de Denise e o sepultamento será nesta 5ª, pela manhã.

  • Cuiabá e votos à Câmara

    Quarta-Feira, 29/10/2014 13h:45

    A candidatura do procurador Mauro Lara (Psol) provocou estrago no projeto de reeleição do deputado federal Valtenir. Em Cuiabá, onde Valtenir obteve mais de 50 mil votos em 2010, desta vez só obteve 19.003. Valtenir garantiu o 3º mandato pela média. No geral, chegou a 62.923. Enquanto isso, Mauro, que não se elegeu, foi o mais votado com 58.528 e obteve 84.208 em todo o Estado. O segundo mais votado na Capital foi o ex-secretário de Governo do prefeito Mauro, Fábio Garcia (PSB), com 45.162. Victório Galli, que trocou o PMDB pelo PSC e se elegeu federal desta vez, teve 15.260 votos dos cuiabanos. E Tampinha (PDT), ex-federal, obteve 13.772. Dos 97.858 votos que asseguram a reeleição de Ságuas, 8.690 foram obtidos em Cuiabá. O também reeleito, Nilson Leitão, que mora em Sinop, "arrancou" 8.200 votos dos cuiabanos.

  • Silval, equipe e transição

    Quarta-Feira, 29/10/2014 13h:07

    Silval Barbosa destacou 24 assessores, sendo 21 deles secretários, para fazerem parte da comissão de trabalho de transição governamental. Eles se juntam a outros técnicos e agentes escalados pelo governador eleito Pedro Taques. Todo o trabalho é conduzido de um lado pelo porta-voz de Silval, secretário Pedro Nadaf (Casa Civil) e, de outro, por Otaviano Pivetta. Os primeiros relatórios chegam às mãos de Taques no próximo dia 5. Da equipe de Silval, foram convocados, por portaria, o vice-governador Chico Daltro, quase todos os secretários, inclusive o extraordinário da Copa, Maurício Guimarães, e alguns técnicos, como Andrea Andolpho (Casa Civil), Valério Francisco (Indústria, Comércio, Minas e Energia) e Giani Antônia (Cultura). Eles estão autorizados a abrir todos os dados sobre a máquina do Estado.

  • Legitimado no Araguaia

    Quarta-Feira, 29/10/2014 12h:52

    baiano_curtinhas_.jpg   Baiano Filho (PMDB) saiu legitimado das urnas como representante do Araguaia na AL. Foi o mais votado em alguns municípios da região. Em Confresa, por exemplo, o deputado que assegurou o 3º mandato teve 2.697 votos. Para se ter ideia, o 2º mais votado no município foi Ilario Tavares (PSB), derrotado a prefeito em 2012 e agora com 1.995 votos. Em Barra do Garças, Baiano teve 2.813. Ficou atrás de Cândido Teles (4.679) e de Daltinho (5.716). No geral, Baiano chegou a 43.042. Em Sinop, onde já tentou para prefeito, o peemedebista teve 8.217, superando o colega peemedebista e candidato do prefeito Juarez, Silvano Amaral, que chegou a 7.821. Ex-secretário de Esportes do governo Blairo, Baiano avalia agora disputa a deputado federal daqui a 4 anos.

  • TRE e diploma dos eleitos

    Terça-Feira, 28/10/2014 14h:31

    juvenal pereira   O TRE realiza a sessão que marca diplomação dos eleitos em 19 de dezembro (uma sexta-feira), a partir das 19h30. Será no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá. O presidente do órgão, desembargador Juvenal Pereira, avalia alguns critérios, como, por exemplo, quem escolher dos eleitos para o discurso e a quantidade de suplentes que receberão o diploma. A tendência é que opte pelo mais velho dos futuros deputados, que seriam o federal Bezerra e o estadual Saturnino. E deve convocar três suplentes de cada coligação. Serão diplomados o governador eleito Pedro Taques, o seu vice Carlos Fávaro, o senador Wellington e os dois suplentes (Jorge Yanai e Manoel Motta), os 24 estaduais e seus suplentes e os 8 federais com suplentes.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 818