Cuiabá, 18 de Dezembro de 2014

Curtinhas

  • Toda equipe trocada em 4 anos

    Quinta-Feira, 18/12/2014 10h:06

    silval curtinhas   Silval exonerou José Alves Pereira Filho do cargo de auditor-geral do Estado e o nomeou como controlador-geral, nova estrutura que absorve a primeira. Alves era o único dos 24 que tomaram posse como secretário do governador, em 1º de janeiro de 2013, que ainda continuava na mesma pasta. Na prática, o peemedebista conclui o mandato, daqui a 13 dias, com a marca histórica de ter substituído e/ou remanejado todos os integrantes do primeiro escalão durante o mandato integral, nesse caso, sem considerar os oito meses como chefe do Executivo em 2012, quando saiu de vice e assumiu o Palácio Paiaguás no lugar de Blairo. Alguns ex-secretários de Silval tiveram destino cruel, como Henry (Saúde) e Eder (Secopa) que foram parar na cadeia e Nico Baracat (Cidades), que faleceu num acidente automobilístico.

  • Governo Silval e outro escândalo

    Quinta-Feira, 18/12/2014 09h:53

    Mais um escândalo que "estoura" na cozinha do governador Silval, a duas semanas de deixar o mandato. Desta vez é sobre fraudes num pregão feito em 2011 e envolve agentes e ex-agentes públicos das secretarias de Administração e de Comunicação e atinge empresários donos de gráficas. O rombo aos cofres públicos, segundo informações, chegaria a R$ 40 milhões, praticamente o orçamento anual da pasta de Comunicação. Elpídio Espieczi, um dos que foram detidos, cuida do administrativo da Secom desde o governo Blairo. Os pagamentos da pasta passam por ele, que vinha tendo mais poder de decisão e influência até mais que o próprio secretário. Silval deve estar torcendo para o seu governo terminar logo.

  • CPI vira pizza antes da hora

    Quarta-Feira, 17/12/2014 10h:09

    alexandre cesar curtinhas   A tal CPI das Cooperativas vai entrar para a história como a que menos tempo durou na Assembleia e, para piorar, sem produzir qualquer resultado. Foi criada para satisfazer briga política e vingança de Riva com o megaempresário Eraí Maggi. E o deputado petista Alexandre Cesar (foto), a menos de dois meses de concluir o mandato, assumiu a presidência e ainda batia no peito ao afirmar que, mesmo contrariando interesses, investigaria a fundo a denúncia de que a Cooamat, ligada a Eraí, estaria cometendo fraudes fiscais. Tudo jogo de cena. Não conseguiu ouvir ninguém, nem os diretores da cooperativa. Alexandre concluirá o que não foi concluído. Vai anunciar na próxima semana que a CPI terminou em pizza.

  • Taques só deixa Senado dia 31

    Quarta-Feira, 17/12/2014 01h:19

    pedro taques curtinhas   Pedro Taques faz nesta quarta o último discurso como senador, após quatro anos de mandato. Seu pronunciamento deve demorar cerca de 30 minutos. Apesar da despedida da tribuna, ele vai protocolar pedido de renúncia para 31 de dezembro, já na véspera de assumir oficialmente a cadeira de governador. Essa programação foi definida pelo próprio pedetista, que será diplomado pelo TRE-MT, em sessão solene nesta sexta (19), no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá. Enquanto Taques, vitorioso no primeiro turno, passa a comandar o Estado, o primeiro-suplente José Medeiros (PPS) assume como senador para mandato de quatro anos.

  • Efeito-Janete; moral com Taques

    Terça-Feira, 16/12/2014 16h:54

    paulo prado curtinhas   Paulo Prado não é só um exímio articulador político dentro do MPE. Sabe usar a mídia para lançar estratégias e "colher" dividendos junto à sociedade e aos Poderes constituídos, como fiscal linha dura. Num momento em que busca consolidar seu nome como o mais votado entre os colegas promotores e procuradores e ser nomeado à recondução do cargo de procurador-geral de Justiça, não teria outra melhor oportunidade para convocar a imprensa para dar entrevista coletiva poucos minutos depois da decisão do juiz Luiz Bertolucci, da Vara de Ação Civil e Ação Popular. O magistrado, acatando pleito do MPE, determinou que a Assembleia suspenda de imediato a sabatina e a indicação de Janete Riva como conselheira do TCE. Prado só não liderou a coletiva nesta terça porque teve de viajar urgente para Brasília. Escalou promotores para representá-lo. Quer agradar os adversários de Riva, um deles Taques, a quem caberá, já na primeira quinzena como governador, escolher o próximo chefe do MPE.  

  • Mauro exonera 7 do staff dia 23

    Terça-Feira, 16/12/2014 16h:35

    Em almoço com jornalistas nesta terça, no restaurante Canela Fina, o prefeito cuiabano Mauro disse que vai exonerar sete secretários, como parte do enxugamento do quadro do primeiro escalão em consequência da extinção e também de fusão de pastas. Fará o anúncio na próxima terça (23), a dois dias do Natal. Preferiu não antecipar nomes, nem dos que vão sair e nem dos que serão mantidos na equipe. Entende que precisa conversar com cada secretário, antes que este fique sabendo do desligamento pela imprensa. Mauro quer entrar a segunda metade do mandato com a máquina menor e, mesmo assim, mesclando quadro técnico com político. Sem perde de vistas o projeto de reeleição para 2016, pretende ampliar a base de apoio. Hoje admistra com indicados no staff apenas do PSB, o seu partido, do Solidariedade, do PR, do PDT, do PTB e do PPS.

  • Romoaldo, cirurgia e as férias

    Terça-Feira, 16/12/2014 12h:02

    O ex-vereador e ex-prefeito de Alta Floresta e no quarto mandato de deputado, Romoaldo Júnior (PMDB), primeiro-vice da Mesa Diretora e que presidiu a Assembleia em alguns momentos, não deve retornar às atividades parlamentares antes do período de férias. É que ele foi submetido a um exame de angiotomografia coronariana e, de imediato, passou por cirurgia para desobstrução de duas artérias do coração, com colocação do stents. O procedimento foi realizado em São Paulo. A cirurgia ocorreu dentro das normalidades. O deputado segue hospitalizado. Deve receber alta na próxima semana, quando a Assembleia já estará entrando de recesso. José Riva segue presidindo o Legislativo. Já no âmbito administrativo da Casa, quem assina são Romoaldo e o primeiro-secretário Mauro Savi. 

  • Thiago e Brito disputam pasta

    Terça-Feira, 16/12/2014 11h:34

    antenor figueiredo curtinhas   Indicado pelo PR, Antenor Figueiredo (foto) entrou na lista de possíveis secretários sob risco de exoneração do Palácio Alencastro. Está com a imagem desgastada. E a intenção do prefeito é substitui-lo. Em meio às reformas e redefinição da nomenclatura SMTU, que passa a ter o nome de Mobilidade Urbana, Mauro estaria propenso a convidar para o lugar de Antenor ou Thiago França, caso este não seja nomeado pelo governador Taques para comandar o Detran, ou até mesmo escolher o ex-deputado Carlos Brito, que já fez parte da gestão como secretário de Esporte, Cidadania e Juventude e se afastou para tentar, sem êxito, cadeira de deputado estadual.

  • Crédito de R$ 16 mi ao Judiciário

    Terça-Feira, 16/12/2014 08h:21

    O governo Silval, que controla um orçamento anual de quase R$ 13 bilhões, termina o mandato no próximo dia 31 reclamando das dificuldades financeiras e da falta de recursos. Mas, quase todo dia decreta crédito suplementar tanto às secretarias quanto aos demais Poderes e órgãos vinculados por excesso de arrecadação. Só para o Tribunal de Justiça o "plus" foi de R$ 16,3 milhões esta semana. O Judiciário estadual argumenta que, desses recursos, R$ 12,3 milhões serão utilizados na remuneração de pessoal ativo, embora já detenha um orçamento de quase R$ 1 bilhão. Os outros R$ 4 milhões vão ser para liquidar indenizações e restituições do Estado. O TCE-MT também recebeu mais R$ 3,8 milhões de repasse do Executivo para pagar manutenção de serviços administrativos e gestão de tecnologia de informação.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 834