Delação de Silval

Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 10h:26 | Atualizado: 13/09/2017, 13h:39

Grampeado com Romoaldo, Wagner o defende e diz que "foi da boca para fora"

Reprodução

wagner ramos gravaca.jpg

Deputado Wagner Ramos em um dos vídeos em que foi gravado por filho de Silval

O deputado Wagner Ramos (PSD) saiu em defesa do colega Romoaldo Junior (PMDB) após ambos serem gravados pelo irmão e filho do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), respectivamente, Antonio Barbosa, o Toninho, e Rodrigo Barbosa. “Até pelo fato de conhecermos (Romoaldo) pessoalmente nós acreditamos que ele falou isso para se safar de uma situação. Foi da boca para fora, para se livrar dos caras”, disse o social-democrata.

Sem saber que estava sendo gravado por ambos, Romoaldo Júnior reclama dos colegas parlamentares em meio à negociação de suposto pagamento de propina para a aprovação das contas do peemedebista na Assembleia, no final de 2015. Em um trecho da conversa de 50 minutos, no estacionamento da Assembleia, Toninho fala que Silval ajudou muitos políticos, a exemplo de Wagner. No entanto, após a prisão de Silval na Operação Sodoma, o ex-governador foi abandonado. Romoaldo concorda e completa: “Tudo vagabundo”.

Wagner diz que não culpa o colega, uma vez que Romoaldo já foi líder do Governo na gestão Silval e tratava de assuntos do interesse do Executivo. “Não recrimino as ações dele, da forma que ele falou, porque sabemos o dia a dia do deputado, sabemos o que ele fala como ele prega, às vezes, sabemos quando ele está falando verdade e quando ele está mentindo”, justifica.

Em outra parte do áudio, Wagner, a pedido de Romoaldo, chega para supostamente negociar com Toninho e Rodrigo, dentro do carro, no estacionamento da Assembleia. Eles chegam a um acordo para que o relatório seja favorável, em troca do pagamento de propina. A conversa encerra.  Wagner sai do carro e Toninho reclama com Romoaldo sobre o prazo que terá para levantar o valor pedido pelo deputado.

O social-democrata reforça que fizeram armação para “ferrá-los". Segundo o social-democrata, não colocou seu nome em jogo, pois tem família, eleitores e amigos para serem preservados. “Graças a Deus tenho minha consciência tranquila porque não falei nada demais”, declara.

Então relator das contas de 2014 do ex-governador, Wagner deu parecer favorável às contas de Silval com base no posicionamento do TCE. “Sentei com os técnicos do TCE para discutir as contas. Quem sou eu para ir contra a decisão de quem é técnico. E eles me deram ok pela aprovação das contas”, sustenta.

O deputado explica ainda que se soubesse que no carro estavam Toninho e Rodrigo nem iria, uma vez que, segundo ele, “já sabia o que eles queriam conversar”. De todo modo, reforça estar com a consciência tranquila, pois não recebeu nada para aprovar as contas ou reprová-las.

Futuro

Após o vazamento do áudio, bem como das delações da família Barbosa, em que Wagner Ramos é citado e gravado em áudio e vídeo, o deputado admite que a situação prejudica o seu futuro político, no qual deverá disputar à reeleição do ano que vem. “Prejudica sim, sem dúvida nenhuma”, pontua.

Investigação

Essas afirmações fazem parte das delações premiadas de Toninho, Silval e Rodrigo que foram homologadas pelo Supremo Tribunal Federal. As declarações e documentos, entretanto, ainda seguem sob análise da Procuradoria Geral da República, que avalia se há ou não indícios suficientes para a abertura de uma investigação. Por enquanto, apenas um inquérito foi instaurado e tramita no Supremo. Ele aponta o ministro da Agricultura Blairo Maggi, Silval Barbosa e José Riva como líderes de esquemas no Estado – saiba mais aqui.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Chico | Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 16h27
    8
    0

    Só tem artista nessa política. Ooooo pessoal sério viu!

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 15h22
    10
    0

    Esses políticos perderam a identidade, a vergonha e o respeito ao seu eleitor. A resposta tem que ser dada na próxima eleição.

  • luis | Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 11h43
    14
    0

    falou, falou, mas não convenceu.

  • Celso Garcia Paulo. | Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 11h42
    2
    0

    Celso Garcia Paulo., Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • alexandre | Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 11h27
    13
    0

    vamos acreditar ? onde está a PF quando se precisa..

  • Said Joseph | Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 11h13
    15
    0

    Se Romoaldo os chamou de VAGABUNDOS, todos os deputados; é porque de fato o são.

Matéria(s) relacionada(s):

Adin para garantir 15% aos fazendários

rogerio gallo curtinha   Com a folha de pessoal "estourada", superando o limite prudencial da lei fiscal, o governo do Estado deveria agradecer ao TCE que, sob medida cautelar, suspendeu o reajuste de 15% concedido pelo Executivo aos agentes fazendários ao longo dos próximos dois anos, além de verba indenizatória...

Plano de se afastar para ser candidato

jayme campos curtinhas   Jayme Campos, hoje principal referência do DEM no Estado, revelou neste domingo que está decidido a se desincompatibilizar do cargo de secretário de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande para "costurar" candidatura majoritária, seja ao Senado, seja para governador. A saída do...

Governo Taques avança na Segurança

gustavo garcia curtinha   A área de Segurança Pública, hoje sob Gustavo Garcia Francisco (foto), foi apontada pelo governador Taques como prioritária desde o início da gestão. Nos dois primeiros anos (2015 e 2016), aumentou o contingente policial, armamentos, serviços de inteligência e...

Empenho e solidariedade às famílias

pedro taques curtinha   O governador Taques acompanhou pessoalmente a operação policial na madrugada deste sábado, que resultou no "estouro" do cativeiro, na prisão dos assaltantes e na liberdade da empresária Milene Falcão Eubank, mantida refém por 13 horas. O secretário de Segurança,...

Estado perde seu único time na Série B

helmute fmf   Após quatro anos consecutivos na Série B, algo inédito na história de um time mato-grossense que não tinha representante desde 1994, o Luverdense foi rebaixado à Terceira Divisão. Precisava vencer para ter chance de seguir na Segundona, mas empatou nesta sexta, em 0 a 0, com o Guarani....

Taques ignora pressão e elogia Soares

luiz soares curtinha   Coube ao ex-prefeito cuiabano e apresentador do programa Resumo do Dia, Roberto França, tornar público o posicionamento do governador Taques quanto ao movimento de várias lideranças, especialmente de deputados, pela queda de Luis Soares da pasta da Saúde. No quadro "Bomba do Dia", apresentado...

Sintap defende servidores do Intermat

candido teles curtinha   O Sintap não defendeu Cândido Teles (DEM), presidente "inoperante" do Intermat que passou a usar a estrutura do órgão com pretensões eleitorais - é pré-candidato a deputado estadual, mas garante que, quanto aos servidores, estes são dedicados ao trabalho. Em nota, nega...

Pré-candidatura já ganha repercussão

mauro mendes artigo   A notícia revelada pelo Blog do Romilson de que Mauro Mendes, que deve se filiar ao DEM ou ao PR, está determinado a disputar o governo estadual e, sem alarde, começa a se distanciar de Taques, ganhou muita repercussão nos meios político e empresarial e no Palácio Paiaguás. Deu...

Dificultando planos políticos de Taques

nilson leit�o curtinhas   Pedro Taques está na bronca com o deputado federal Nilson Leitão (foto) por entender que este busca atrapalhar seus planos políticos majoritários. É desejo do governador disputar a reeleição com dois aliados fortes no palanque como candidatos ao Senado,...