ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Quinta-Feira, 09 de Março de 2017, 13h:47 | Atualizado: 09/03/2017, 16h:23

Infraero quer transformar aeroporto em shopping com preços mais baixos

Gilberto Leite

Ant�nio Claret de Oliveira

Presidente da Infraero, Antônio Claret diz que meta é ser mais competitivo em serviços e produtos 

O presidente da Infraero, Antônio Claret de Oliveira, afirma que a estatal pretende transformar oito aeroportos brasileiros - incluindo o Marechal Rondon - em shoppings e que a intenção dessa ação é diversificar os serviços e os produtos oferecidos, para que os preços possam ser mais competitivos. Atualmente, os passageiros reclamam dos preços cobrados principalmente pelos alimentos dentro dos aeroportos.

O presidente da empresa brasileira falou sobre a questão nesta quinta (9) no 5º Voo de Negócios, realizado no Aeroporto de Cuiabá Marechal Rondon. O evento teve o objetivo de atrair empresários interessados em oportunidades de negócios dentro e no entorno dos aeroportos.

Antônio defende que a qualificação dos serviços e produtos dos aeroportos deverá ser fiscalizada de perto pela Infraero. Ele explica que para alcançar esse patamar, serão aplicadas algumas melhorias no sistema de licitação e que desde as lanchonetes até os banheiros passarão por rígidos controles de qualidade.

O presidente ainda lembra que a acessibilidade também será levada em consideração. “Há uma reclamação geral, no Brasil inteiro, que os aeroportos, e não só aqueles controlados pela Infraero, que os preços são muito altos. Nós estamos instalando sistemas populares para atender as pessoas que quiserem locais com preços mais acessíveis.”, conta.

Antônio afirma que essa nova visão da instituição quer transformar os aeroportos em locais de passeio e, consequentemente, fazer com que mais circulem nesses ambientes. Ele exemplifica dizendo que pretede fazer com as pessoas voltem ao local para assistir os pousos e decolagens dos aviões, coisa que só será garantida a partir dos novos negócios.

Gilberto Leite

Aeroporto Marechal Rondon

Infraero quer aeroportos como locais de passeio para que mais pessoas circulem nesses ambientes

“Nós queremos essa aproximação com os empresários. Até então, a Infraero ficava muito em uma posição de empresa estatal e ficava um pouco distante deles. Nós não podemos ter um lado federal e outro lado privado, nós temos que ter o lado do Brasil”, pontua.

O empresário Jesus Onofre da Silva atua no ramo de poltronas de massagem e conta que já oferece seus serviços no aeroporto de Palmas (TO), Brasília e Cuiabá. Ele afirma que apesar do seu negócio ser afetado pela crise, como boa parte dos setores da economia do país, esse tipo de abertura faz com que possíveis outros negócios possam ser fechados.

“É sempre muito positivo essa conversação porque o empresário sente que o outro lado está disposto e interessado no que você tem a oferecer. E todo mundo sai ganhando com isso, os clientes que ficam em um ambiente com várias opções de produtos e serviços, o aeroporto, os lojistas”, defende.

Preços

O realizou uma cotação de cinco produtos em duas lojas de alimentos diferentes no aeroporto Internacional Marechal Rondon. 

O coordenador de sistemas Ivanir Rogério Stern relata que viaja praticamente toda semana e que considera o preço dos alimentos “um absurdo”. Ele diz que a situação é praticamente igual em todo o país. “O problema é que quando bate a fome e você está dentro do aeroporto, não tem opção. Daí você come um lanche e tem que pagar R$ 30, R$ 40”, conta.

Gilberto Leite

Walter Amaro

Advogado Walter Amaro afirma que já chegou a encontrar um pão de queijo que custava R$ 12

O advogado Walter Amaro diz que já chegou a encontrar um pão de queijo que custava R$ 12. Ele concorda com a medida da Infraero de tentar trazer mais opções de consumo para os aeroportos, já que os atuais preços cobrados são “estratosféricos”, segundo ele.

O presidente da Infraero justificou essas cobranças dizendo que essa é uma questão de mercado. “Como os empresários investem e têm investimentos até altos, ele é liberado para fazer o seu negócio. É uma relação normal da economia. Se você tem demanda, você aumenta o preço e isso é em qualquer lugar. Isso é uma questão de capitalismo”, defende.

Para contrapor essa lógica, porém, Antônio disse que os locais deverão oferecer uma variedade maior de locais para que os preços possam ser acessíveis. Ele diz que a empresa quer “transformar os aeroportos em shoppings. Para isso, nós estamos abrindo as portas não só para as grandes grifes, mas também para as grifes que são boas, mas que tem preços mais baixos. É o caso das lanchonetes populares, por exemplo, que poderão competir com as mais caras”.

Mario Okamura

quadro Pre�o alimentos aeroporto Marechal Rondon

Rdnews fez cotação de 5 produtos em 2 lojas de alimentos diferentes no aeroporto Marechal Rondon

O presidente afirma que essa ideia de transformar os aeroportos em centros comerciais deve acontecer também em Cuiabá, mesmo o Marechal Rondon estando a apenas poucos metros do Shopping de Várzea Grande.

Voo de Negócios

Esse projeto da Infraero será aplicado em oito aeroportos administrados pela empresa, sendo eles Cuiabá, Goiânia (GO), Campo Grande (MS), Ponta Porã (MS), Corumbá (MS), Uberaba (MG), Uberlândia (MG) e Palmas (TO).

Esses aeroportos tiveram 9,12 milhões de embarques e desembarques e 175,5 mil pousos e decolagens no ano passado e contam com 232 pontos comerciais.

 Serão oferecidas oportunidades de negócios também nas áreas ao redor dos complexos. Então hotéis, postos de combustível, centros comerciais, complexos logísticos, hangares, postos de abastecimento de aeronaves, empresas de serviços auxiliares de transporte aéreo são esperados. 

Galeria de Fotos

Credito: Gilberto Leite
Fachada Aeroporto Internacional Marechal Rondon
Credito: Gilberto Leite
Infraero que diversificar produtos e serviços em aeroportos
Credito: Gilberto Leite
Aeroportos devem ser transformados em local de passeio e compras com mais opções aos visitantes
Credito: Gilberto Leite
Presidente da Infraero, Antônio Claret apresentou proposta de inovação e negócios para aeroportos
Credito: Gilberto Leite
Aeroportos tiveram 9 milhões de embarques e desembarques e 175 mil pousos e decolagens no ano passado
Credito: Gilberto Leite
Transformação de aeroportos em centros comerciais deve acontecer também em MT, mesmo o Marechal Rondon estando a poucos metros do Shopping de Várzea Grande
Credito: Gilberto Leite
Aeroportos a serem ampliados pela Infraero contam com 232 pontos comerciais
Credito: Gilberto Leite
Serão oferecidas oportunidades de negócios também nas áreas ao redor do Aeroporto Marechal Rondon

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Desorganização e Arena sem energia

Pegou muito mal para a diretoria do Cuiabá e à administração da Arena Pantanal, sob custódia do governo estadual, a queda parcial de energia e a demora para o seu restabelecimento, comprometendo a sequência da final do Brasileirão da Série C entre o time do Cuiabá e do paranaense Operário, neste sábado à noite. A partida ficou interrompida por 1h20min por causa da queda de uma das três fases que alimentam o...

2 ex-prefeitos reforçam Neri à Câmara

marino franz curtinha   Apontado nos bastidores como um dos futuros deputados federais, inclusive com perspectiva de superar a 100 mil votos, Neri Geller continua agregando apoios em diferentes regiões. Nesta sexta, a 16 dias para as eleições, dois ex-prefeitos fizeram questão de gravar pronunciamento para...

Mendes vai reunir mais de 70 prefeitos

mauro mendes cuiaba curtinhas   Líder nas pesquisas na corrida ao Paiaguás, Mauro Mendes (DEM) vai falar a um grupo de mais de 70 prefeitos, no encontro que a coordenação de sua campanha está organizando para a próxima terça (25), às 9 horas, no Delmond Hotel, em Cuiabá. Vão estar...

Expectativa e aval de Malta e Romário

jose medeiros curtinha   O senador José Medeiros (Podemos), que ganhou projeção nacional pela coragem de combater o chamado petismo, se opondo de forma dura aos governos Lula e Dilma, caminha para ser uma das surpresas das urnas no Estado. Ele concorre a deputado federal. E pontua bem nas pesquisas de intenção de...

Sachetti e Maria Lúcia de fora da TCVA

adilton sachetti curtinha   Os candidatos ao Senado, Adilton Sachetti (foto), do PRB, e Maria Lúcia (PC do B) não vão participar da rodada de entrevistas da próxima semana da TV Centro América, afiliada da Globo. A direção da emissora já tinha informado aos assessores dos candidatos a senador...

3 perdem posições no Ibope ao Senado

procurador mauro curtinha   Três candidatos que apareceram entre os primeiros colocados para a senatória, no Ibope de agosto, perderam posições nas intenções de voto. Dois despencaram. O procurador Mauro (foto), do Psol, e Maria Lúcia (PC do B) perderam 7 pontos percentuais cada. O candidato do Psol...

Fávaro já disputa a 2ª vaga com mais 2

carlos favaro curtinha   A 2ª rodada da pesquisa Ibope para o Senado mostra um novo cenário 30 dias depois do primeiro resultado. Traz Jayme na liderança disparada, embora tenha oscilado negativamente de 34% para 32%. O tucano Nilson Leitão manteve-se estável nos 16%, já em 2º lugar, embora dentro da...

Taques oscila pra baixo e WF o alcança

pedro taques curtinha   O resultado da 2ª pesquisa Ibope, divulgado nesta 5ª à noite, caiu como balde de água fria na cabeça do governador Taques (PSDB). Em um mês, o tucano oscilou negativamente nas intenções de voto, de 22% para 20%, e foi alcançado pelo senador Wellington (PR), que no...

Os 5 candidatos e debate ao vivo hoje

Pela segunda vez neste pleito, os 5 candidatos a governador voltam a se encontrar, desta vez nesta quinta, às 20h, no debate promovido pela OAB/MT, numa parceria com a TV Assembleia. O Rdnews vai transmitir o debate ao vivo, com template das imagens disponível na capa do portal - nesse caso, basta clicar no botão volume para abrir o áudio. Até agora, Mendes, Taques, Wellington, Arthur e Moisés só tiveram juntos no confronto eleitoral da TV Vila...