ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Terça-Feira, 12 de Setembro de 2017, 16h:54 | Atualizado: 12/09/2017, 17h:21

FCO

Sicredi participa de workshop e solicita limite maior de crédito que R$ 320 mi

Assessoria

Sicredi participa workshop FCO

Representantes do governo, Sicredi e demais instituições financeiras, além de projetistas se reúnem para debater dificuldades nas operações do FCO

O Sicredi Centro Norte, que abrange Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, participou nesta terça (12) de workshop sobre o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). O evento reuniu integrantes do governo estadual, de instituições financeiras e projetistas, que apresentaram as principais dificuldades enfrentadas para a liberação dos recursos. Além do Sicredi, estiveram presentes representantes do Banco do Brasil e do Sicoob, técnicos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e da Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso (Desenvolve MT).

Em 2017, Mato Grosso tem orçamento de R$ 3 bilhões do FCO, divididos entre R$ 1,5 bilhão para o setor rural e R$ 1,5 bilhão para o setor empresarial, que reúne os segmentos da indústria, comércio, serviços e turismo. Até julho tinham sido liberados cerca de R$ 800 milhões para o setor rural e em torno de R$ 300 milhões para o setor empresarial.

O titular da Sedec, Carlos Avalone, afirma que o grande desafio é aumentar as liberações de recursos para o setor empresarial. Informa que é comum a apresentação de projetos incompletos, o que impacta na efetivação das contratações. “Se não estiver tudo certo, o recurso não sai. Então, é importante que os empresários contratem os consultores que vão analisar as garantias, a viabilidade econômica do projeto e a capacidade de pagamento da empresa”, diz ao informar que esses problemas não são mais enfrentados no setor rural.

Fernando Martins

Jo�o Spenthof

Presidente da Central Sicredi Centro Norte, João Carlos Spenthof, disponibiliza apoio ao BB

Avalone acrescenta que o governo está determinado a ajudar o setor empresarial a aumentar as contratações para verticalizar a economia do Estado. “O agronegócio é importante, mas precisamos avançar nos setores industrial e comercial. Para isso estamos criando soluções para aumentar os aportes às empresas comerciais”.

O presidente da Central Sicredi Centro Norte, João Carlos Spenthof, acrescentou que a cooperativa de crédito está disposta a ajudar o Banco do Brasil – principal operacionalizador do FCO – a promover o desenvolvimento do Estado. Para isso apresentou a estrutura do Sicredi, que possui 10 cooperativas na região Centro Norte, e frisou que a instituição financeira cooperativa tem expertise e uma rede de agências capazes de atender aos micro e pequenos empresários nos municípios mais longínquos do Estado, levando acesso ao crédito e desenvolvimento local.

O Banco do Brasil é o principal agente operacionalizador do FCO. Atualmente, do total orçamentário do fundo no Centro-Oeste, 10% são destinados às demais instituições financeiras, onde entra o Sicredi, que conta com um limite de crédito de R$ 320 milhões. “Este valor é aquém da nossa capacidade de operar e da nossa demanda. Para se ter uma ideia, temos um limite de R$ 11 bilhões com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento do Centro-Oeste). Podemos ser um complemento aos recursos do FCO para a ajudar a desenvolver as regiões menos desenvolvidas”, frisou Spenthof.

Ele complementou dizendo que o Sicredi mantém intensas conversas com o Banco do Brasil. Este ano, a instituição financeira cooperativa solicitou ao BB a liberação de R$ 271 milhões (de demanda efetiva) em janeiro, mas que apenas R$ 66 milhões foram liberados em abril, cifra que foi totalmente aplicada até junho. “Estamos esperando a liberação de mais R$ 205 milhões, o que não ocorreu até agora, e o ano está acabando”.

Eduardo Luna Mendes, assessor do Mercado Pessoa Jurídica da Superintendência do Banco do Brasil em Mato Grosso, diz que a instituição está trabalhando para encontrar melhores soluções para ampliar a contratação de crédito no Estado e que está firmando parcerias. Ele admite que as liberações de crédito para empresas é mais lenta devido à complexidade das operações. No entanto, afirma que em muitos casos não é um problema do banco e sim das empresas, que precisam apresentar uma série de documentos exigidos nas operações e que estes demoram a ser conseguidos pelas empresas contratantes.

O Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,5 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 21 estados*, com 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins. 

O Sicredi Centro Norte, composto pelos estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, tem cerca de 363 mil associados, com 166 agências em 131 municípios. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Adin para garantir 15% aos fazendários

rogerio gallo curtinha   Com a folha de pessoal "estourada", superando o limite prudencial da lei fiscal, o governo do Estado deveria agradecer ao TCE que, sob medida cautelar, suspendeu o reajuste de 15% concedido pelo Executivo aos agentes fazendários ao longo dos próximos dois anos, além de verba indenizatória...

Plano de se afastar para ser candidato

jayme campos curtinhas   Jayme Campos, hoje principal referência do DEM no Estado, revelou neste domingo que está decidido a se desincompatibilizar do cargo de secretário de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande para "costurar" candidatura majoritária, seja ao Senado, seja para governador. A saída do...

Governo Taques avança na Segurança

gustavo garcia curtinha   A área de Segurança Pública, hoje sob Gustavo Garcia Francisco (foto), foi apontada pelo governador Taques como prioritária desde o início da gestão. Nos dois primeiros anos (2015 e 2016), aumentou o contingente policial, armamentos, serviços de inteligência e...

Empenho e solidariedade às famílias

pedro taques curtinha   O governador Taques acompanhou pessoalmente a operação policial na madrugada deste sábado, que resultou no "estouro" do cativeiro, na prisão dos assaltantes e na liberdade da empresária Milene Falcão Eubank, mantida refém por 13 horas. O secretário de Segurança,...

Estado perde seu único time na Série B

helmute fmf   Após quatro anos consecutivos na Série B, algo inédito na história de um time mato-grossense que não tinha representante desde 1994, o Luverdense foi rebaixado à Terceira Divisão. Precisava vencer para ter chance de seguir na Segundona, mas empatou nesta sexta, em 0 a 0, com o Guarani....

Taques ignora pressão e elogia Soares

luiz soares curtinha   Coube ao ex-prefeito cuiabano e apresentador do programa Resumo do Dia, Roberto França, tornar público o posicionamento do governador Taques quanto ao movimento de várias lideranças, especialmente de deputados, pela queda de Luis Soares da pasta da Saúde. No quadro "Bomba do Dia", apresentado...

Sintap defende servidores do Intermat

candido teles curtinha   O Sintap não defendeu Cândido Teles (DEM), presidente "inoperante" do Intermat que passou a usar a estrutura do órgão com pretensões eleitorais - é pré-candidato a deputado estadual, mas garante que, quanto aos servidores, estes são dedicados ao trabalho. Em nota, nega...

Pré-candidatura já ganha repercussão

mauro mendes artigo   A notícia revelada pelo Blog do Romilson de que Mauro Mendes, que deve se filiar ao DEM ou ao PR, está determinado a disputar o governo estadual e, sem alarde, começa a se distanciar de Taques, ganhou muita repercussão nos meios político e empresarial e no Palácio Paiaguás. Deu...

Dificultando planos políticos de Taques

nilson leit�o curtinhas   Pedro Taques está na bronca com o deputado federal Nilson Leitão (foto) por entender que este busca atrapalhar seus planos políticos majoritários. É desejo do governador disputar a reeleição com dois aliados fortes no palanque como candidatos ao Senado,...