ELEIÇÕES 2018

Domingo, 13 de Maio de 2018, 10h:13 | Atualizado: 13/05/2018, 15h:55

DOAÇÃO ELEITORAL

Candidaturas menores ganharão força com vaquinhas virtuais, avalia advogado

Ilustração

Vaquinha Virtual

 Neste ano, candidatos poderão arrecadar doações por meio das vaquinhas virtuais

Nas eleições deste ano candidatos poderão utilizar das “vaquinhas virtuais” ou crowdfunding para financiar suas campanhas. O advogado Lenine Póvoas comenta que a nova ferramenta deve facilitar as doações por parte da população e permitir que candidaturas menores ganhem força.

“Se nós limitarmos o financiamento aos que já são eleitos e às celebridades, vai ter dificuldade em reoxigenar o cenário. Então, essas pessoas ganham força com esse tipo de financiamento e há maior vinculação entre o eleitor e o seu representante”, diz em entrevista ao .

O financiamento coletivo foi a alternativa criada para captação de recursos depois que o Supremo Tribunal Federal (STF), em 2015, proibiu a doação por parte de empresas. As regras para essa modalidade estão estabelecidas em resolução do Tribunal Superior Eleitoral, que também disciplina a arrecadação e gastos de forma geral.

A doação por meio das vaquinhas virtuais deve atender as mesmas regras que a convencional. Por exemplo, precisa conter a identificação do doador e da empresa arrecadadora, no caso o site onde está hospedada a vaquinha, bem como o valor doado. A resolução determina que essas informações sejam repassadas imediatamente à Justiça Eleitoral.

Ao utilizar essa ferramenta, o doador também não pode exceder o limite de 10% dos rendimentos brutos recebidos no ano antes da eleição. Quanto às taxas cobradas pelas instituições arrecadadoras, estas deverão ser consideradas despesas de campanha eleitoral e lançadas na prestação de contas de candidatos e partidos políticos, sendo pagas no prazo fixado entre as partes no contrato de prestação de serviços. É vedado o uso de moedas virtuais, também conhecidas como bitcoins.

Reprodução

Lenine P�voas

 Lenine Póvoas diz que alternativa deve permitir que candidaturas menores ganhem força

O cadastramento de empresas e entidades com interesse em prestar o serviço de financiamento coletivo de campanhas eleitorais teve início no último dia 30, mas Lenine lembra que a arrecadação só começará a partir do próximo dia 15. O cadastramento é etapa obrigatória e deve ser feito exclusivamente neste link.

Fraudes ou erros cometidos pelo doador sem conhecimento dos candidatos, partidos ou coligações não causarão a responsabilização de políticos nem farão com que tenham as contas desaprovadas.

O dinheiro arrecadado pelo crowdfunding só será liberado se o pré-candidato registrar candidatura, fazer inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) e abrir conta bancária específica para registro da movimentação financeira de campanha. Em caso de desistência, os valores são devolvidos aos doares. Já em caso de excesso de arrecadação, o partido é beneficiado.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Gilston | Segunda-Feira, 14 de Maio de 2018, 09h23
    1
    0

    Seja qual nome dado ao fomento de campanha eleitoral, o candidato vai ficar preso nas mãos desta gente que deram dinheiro. NÃO EXISTEM ALMOÇO GRÁTIS. De serta orma estas gentes vão querer um cargo ou vão exigir um beneficio próprio em contra partida.

Matéria(s) relacionada(s):

Desorganização e Arena sem energia

Pegou muito mal para a diretoria do Cuiabá e à administração da Arena Pantanal, sob custódia do governo estadual, a queda parcial de energia e a demora para o seu restabelecimento, comprometendo a sequência da final do Brasileirão da Série C entre o time do Cuiabá e do paranaense Operário, neste sábado à noite. A partida ficou interrompida por 1h20min por causa da queda de uma das três fases que alimentam o...

2 ex-prefeitos reforçam Neri à Câmara

marino franz curtinha   Apontado nos bastidores como um dos futuros deputados federais, inclusive com perspectiva de superar a 100 mil votos, Neri Geller continua agregando apoios em diferentes regiões. Nesta sexta, a 16 dias para as eleições, dois ex-prefeitos fizeram questão de gravar pronunciamento para...

Mendes vai reunir mais de 70 prefeitos

mauro mendes cuiaba curtinhas   Líder nas pesquisas na corrida ao Paiaguás, Mauro Mendes (DEM) vai falar a um grupo de mais de 70 prefeitos, no encontro que a coordenação de sua campanha está organizando para a próxima terça (25), às 9 horas, no Delmond Hotel, em Cuiabá. Vão estar...

Expectativa e aval de Malta e Romário

jose medeiros curtinha   O senador José Medeiros (Podemos), que ganhou projeção nacional pela coragem de combater o chamado petismo, se opondo de forma dura aos governos Lula e Dilma, caminha para ser uma das surpresas das urnas no Estado. Ele concorre a deputado federal. E pontua bem nas pesquisas de intenção de...

Sachetti e Maria Lúcia de fora da TCVA

adilton sachetti curtinha   Os candidatos ao Senado, Adilton Sachetti (foto), do PRB, e Maria Lúcia (PC do B) não vão participar da rodada de entrevistas da próxima semana da TV Centro América, afiliada da Globo. A direção da emissora já tinha informado aos assessores dos candidatos a senador...

3 perdem posições no Ibope ao Senado

procurador mauro curtinha   Três candidatos que apareceram entre os primeiros colocados para a senatória, no Ibope de agosto, perderam posições nas intenções de voto. Dois despencaram. O procurador Mauro (foto), do Psol, e Maria Lúcia (PC do B) perderam 7 pontos percentuais cada. O candidato do Psol...

Fávaro já disputa a 2ª vaga com mais 2

carlos favaro curtinha   A 2ª rodada da pesquisa Ibope para o Senado mostra um novo cenário 30 dias depois do primeiro resultado. Traz Jayme na liderança disparada, embora tenha oscilado negativamente de 34% para 32%. O tucano Nilson Leitão manteve-se estável nos 16%, já em 2º lugar, embora dentro da...

Taques oscila pra baixo e WF o alcança

pedro taques curtinha   O resultado da 2ª pesquisa Ibope, divulgado nesta 5ª à noite, caiu como balde de água fria na cabeça do governador Taques (PSDB). Em um mês, o tucano oscilou negativamente nas intenções de voto, de 22% para 20%, e foi alcançado pelo senador Wellington (PR), que no...

Os 5 candidatos e debate ao vivo hoje

Pela segunda vez neste pleito, os 5 candidatos a governador voltam a se encontrar, desta vez nesta quinta, às 20h, no debate promovido pela OAB/MT, numa parceria com a TV Assembleia. O Rdnews vai transmitir o debate ao vivo, com template das imagens disponível na capa do portal - nesse caso, basta clicar no botão volume para abrir o áudio. Até agora, Mendes, Taques, Wellington, Arthur e Moisés só tiveram juntos no confronto eleitoral da TV Vila...