ELEIÇÕES 2018

Sexta-Feira, 13 de Abril de 2018, 17h:55 | Atualizado: 14/04/2018, 11h:14

união de forças

Setor imobiliário busca representatividade política para destravar burocracia em MT

O setor imobiliário está em busca de representatividade política em Mato Grosso para destravar burocracia do poder público e aprovar 67 projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional. Para viabilizar essa agenda, o secretário-geral do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Mato Grosso (Creci-MT) Claudecir Contreira se filiou ao Partido Progressista de Mato Grosso (PP) como nome disponível à suplência de Senador pelo Estado.

Claudecir explica que a representatividade política é um anseio do setor imobiliário no Estado, que hoje possui mais de 10 mil inscritos, entre corretores de imóveis e imobiliárias, no Creci-MT.

Mario Okamura

Claudeci Contreira

Secretário-geral do Creci Claudecir Contreira se filiou ao PP como disponível à suplência de Senador e diz que Conselho tem mais de 10 mil inscritos em MT

Além do Conselho, também existem outras entidades que representam o setor como o Sindicato da Habitação (Secovi-MT), Sindicato da Construção (Sinduscon-MT), Associação dos Comerciantes de Material para Construção (Acomac), Conselho de Arquitetura e Urbanismo no Estado de Mato Grosso (CAU-MT), o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (CREA), Conselho de Despachante Documentalista (CRDD) e Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado (Sindimóveis-MT) que, de acordo com o pré-candidato, precisam unir forças para garantir que as pautas de interesse do setor sejam concretizadas.

“Essa união de forças teve início no ano passado, quando foi criado o Conselho Estadual do Mercado Imobiliário (CEMI) que reúne representantes de cada entidade do setor para discutir estratégias que viabilizem melhorias”, destaca Claudecir.

A intenção do CEMI é criar em Brasília uma base que auxilie o setor imobiliário na promoção de lobby junto aos legisladores, a exemplo do que acontece com o Agronegócio, com o Instituto Pensar, que reúne representantes de basicamente todas as entidades ligadas ao setor. “Nossa ideia é juntar todas as entidades que trabalham com o mercado imobiliário em um único organismo para dialogar com o Congresso Nacional”.

Entre os projetos de lei que tramitam na Câmara Federal e que causam impacto direto no setor imobiliário está o PL nº 3057/2000, que trata sobre o parcelamento do solo urbano e garante a regularização de imóveis. De acordo com o Portal da Câmara, o PL está pronto para ser votado em plenário.

Um segundo projeto de lei considerado prioritário aos interesses dos corretores é o de nº 366/2015, que tramita na Câmara Federal e que fixa uma tabela mínima de honorários para os corretores de imóveis. “Atualmente, existe uma tabela de honorários homologada pelo Creci, mas que não é fixada em lei federal”, explica Claudecir.

Também é de interesse dos corretores a aprovação do Projeto de Lei nº 7.214/2016 que tramita na Câmara Federal e que estabelece uma redução de 30% no valor do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) da aquisição de veículos novos. “Para os corretores de imóveis, o veículo é uma ferramenta de trabalho. Ter essa redução do IPI seria ideal para garantir mais mobilidade”, pontua Claudecir.

Nossa ideia é juntar todas as entidades que trabalham com o mercado imobiliário em um único organismo para dialogar com o Congresso Nacional

Política municipalista 

Além de se basear em pautas nacionais que podem beneficiar o setor imobiliário, Claudecir avalia que as negociações em nível da política municipalista são fundamentais para que o acesso ao desenvolvimento e benefícios sejam perceptíveis pela população de forma imediata. "Afinal, as pessoas moram no município, e é ali que elas usam o transporte público, a saúde, a educação, andam pelas ruas, enfim, é no município onde a desburocratização precisa ser mais eficiente e rápida", pondera. 

Em ralação à Capital, o pré-candidato Claudecir avalia que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) vem desempenhando importante desbucrocratização que beneficia o setor imobiliário, a exemplo da aprovação e sancionamento da Lei Municipal nº 6.191/2017, que dispõe sobre a regularização das edificações e loteamentos públicos em Cuiabá, garantindo que os proprietários de imóveis não regularizados tenham até o final de 2019 para ficarem em dias com o município. 

Outra atitude considerada positiva por Claudecir, em relação à gestão municipal, é a criação de um guichê exclusivo para o atendimento dos corretores de imóveis, na sede da Prefeitura de Cuiabá, que facilitará o acesso dos corretores aos serviços de competência do poder Executivo municipal, tais como retirada de certidões, emissão da guia de recolhimento do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), ou pagamento de taxas incidentes sobre imóveis. 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • BASSIM Chokr | Sábado, 14 de Abril de 2018, 18h02
    1
    0

    Claudecir contreira e uma pessoa de carater e um otimo pessoa.tem meu voto para cargo q vc pretende irmao.pode contar com meu voto e da minha familha.

Matéria(s) relacionada(s):

PT lança duas só para marcar posição

edna sampaio curtinha   Mesmo sabendo da chance remotíssima de êxito nas urnas, o petismo se coloca à disputa majoritária em MT, com Edna Sampaio (foto) para governadora e com a ex-vereadora cuiabana Enelinda Scala ao Senado. Derrotada duas vezes à Reitoria da Unemat, Edna é esposa do ex-presidente do PT-MT,...

Taques cita voto para Alckmin e Leitão

pedro taques curtinha   O governador Taques (foto) disse em Rondonópolis, neste sábado, no encontro suprapartidário, que já decidiu dois votos para o pleito de outubro. Um será para Alckmin para presidente da República e o outro voto para Nilson Leitão ao Senado. Ambos são do seu partido, o...

Zaeli pega carona em ato pró-Taques

rodrigo da zaeli curtinha rondonopolis   Cerca de 300 pessoas foram à sede do sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rondonópolis, neste sábado, para acompanhar o 2º encontro suprapartidário em que a principal "estrela" foi o governador Taques, que busca um novo mandato pelo PSDB. Mas o nome mais gritado efusivamente...

Filho de senador é sugerido para vice

toco palma   Em reunião na sexta à noite do pré-candidato a governador, empresário Reinaldo Moraes (PSC), com representantes da Frentinha, bloco de 9 pequenos partidos, o PHS sugeriu para vice da chapa o nome do advogado Toco Palma (foto), filho do hoje senador Rodrigues Palma (PR). O próprio Toco, que presidiu a...

Dorner de vice para bancar campanha

roberto dorner curtinha   Aos 70 anos, o catarinense de Bom Retiro, Roberto Dorner (foto), que desistiu de concorrer a deputado federal, é lembrado como opção para vice-governador na chapa de Pedro Taques muito mais pelo dinheiro do que pelo capital político. Trata-se de um empresário que costuma investir...

Sem Frentinha e Judiciário anti-Selma

selma arruda curtinha   Selma Arruda, pré-candidata ao Senado pelo PSL, enfrenta resistência de partidos da chamada Frentinha e também de uma ala do Judiciário, incluindo membros do Ministério Público. No caso dos líderes da Frentinha - Podemos, Avante, PSC, Pros, PRP, DC (ex-PSDC), PMN e PHS -, que...

CPI investiga ex-prefeito e vereador

gilberto figueiredo curtinhas   O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM), que está numa pré-campanha um tanto tranquila rumo ao governo estadual, começa a ter dor de cabeça por causa da aprovação, pela Câmara Municipal da Capital, de uma CPI com vistas a apurar o que se chama de "obras...

Leitão e Taques e jogo de desconfiança

nilson leitao curtinhas   Em público, Nilson Leitão (foto), que tenta se viabilizar como candidato ao Senado, jura que a relação política é harmônica com o Palácio Paiaguás mas, em privado, reclama de boicote. Mas ele próprio não procura se articular "pra dentro". Vive mais...

Presidente Vidal quer voto consciente

marcio vidal tre curtinha   O presidente do TRE Márcio Vidal se mostra tranquilo com a estrutura e orçamento do tribunal para tocar as eleições, mas está preocupado com a qualidade do voto do mato-grossense. Determinou a realização de 6 audiências, entre 20 de julho e 24 de agosto, para discutir...

MAIS LIDAS