Cuiabá, 01 de Setembro de 2014

Eleições-2014

A | A

Quarta-Feira, 29 de Setembro de 2010, 19h:59 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

RUMO ÀS URNAS

Após enfrentar denúncia, Mendes evita sabatina com economistas

   Após ser acusado de ter abandonado a família de um ex-funcionário que morreu num acidente de trabalho, o candidato ao Palácio Paiaguás Mauro Mendes (PSB) não compareceu a uma sabatina promovida pelo Conselho Regional de Economia, que ocorreria nesta quarta (29). “A assessoria do candidato ao Governo Mauro Mendes, alegando que ele está gravando direito de resposta concedido pelo TRE, não comparece na agenda com os economistas para a discussão de seu plano de governo”, salienta o Corecon, por meio de nota oficial. O socialista passou a tarde com os marqueteiros para rebater acusações feitas pelo governador Silval Barbosa (PMDB) em seu no programa eleitoral - veja aqui. 

  Conforme o conselho, apenas os candidatos Wilson Santos (PSDB) e Marcos Magno (PSB) se reuniram durante a corrida eleitoral com a categoria para discutir as propostas voltadas aos economistas de Mato Grosso. “Após ouvirem e analisarem as propostas dos candidatos ao Governo, toda a equipe de conselheiros vai se reunir para que juntos elaborem um documento oficial que será encaminhado aos respectivos partidos”, pontua o conselho, que espera ver algumas das ações implementadas pelo futuro governador do Estado.

  Desde que a corrida eleitoral começou, Mendes, Wilson, Magno e Silval Barbosa (PMDB) se confrontaram por várias vezes em debates televisivos, em rádios ou promovidos pela sociedade civil organizada. O candidato que menos compareceu a esses embates foi Silval, devido a problemas em sua agenda. De todo modo, a campanha eleitoral entra na reta final. Faltam apenas quatro dias para que os mais de dois milhões de eleitores vão as urnas e escolham o novo gestor.

Eis, abaixo, a nota do Corecon
"Mauro Mendes não Comparece na agendado com os Economista.
A Assessoria do Candidato ao Governo Mauro Mendes, alegando que o candidato está gravando direto de resposta concedida pelo TRE, não comparece na agenda com os economista para discussão do seu Plano de Governo nesta noite;
O Conselho Regional de Economia 14 região de Mato Grosso fazendo a sua contribuição com o pleito do processo eleitoral 2010, agendou para o mês de Setembro a discussão do plano de governo com os candidatos da majoritária.
Somente os candidatos Wilson Santos e Marcos Magno cumpriram agenda com a categoria.
O Corecon-MT após ouvirem e analisarem as propostas dos candidatos ao Governo irão se reunir com toda a equipe de conselheiros para que juntos elaborarem um documento oficial que serão encaminhados aos respectivos partidos.
É o desejo da categoria que esta iniciativa seja aproveitado pelo futuro gestor do nosso Estado.
O Corecon-MT agradece a participação dos profissionais de economia que estiveram presente a este chamamento e pede desculpa pelo não comprimento da agenda por parte de alguns candidatos"
Atenciosamente
Edisantos Amorim
Coordenador do Evento

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • Camila Rodrigues | Domingo, 03 de Outubro de 2010, 11h02
    0
    0

    mauro mendes? quem é esse? aventureiro! quer o que com o cargo?!

  • Milena | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 13h17
    0
    0

    Eleitor amigo, não confundam alho com bugalho. A noto oficial do Corecon-MT é muito claro, esta escrito em letra vermelha e bem legível, a materia que antecede a nota do Corecon-MT é da imprensa. O Corecon-MT é uma autarquia federal, seria de respeito e credibilidade com a sociedade.

  • Eduardo Santos | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 13h08
    0
    0

    Caro leitor a nota oficial do Corecon-MT é o que está escrito em letra vermelha, demais comentários é nota da imprensa. Por favor não confundam pois isto denigre a imagem de uma instituição seria e de pessoas competentes de responsabilidade.

  • gilberto confresa | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 10h24
    0
    0

    e isso ai mauro mendes tem mesmo e que mostra para o povo que e sival o amigo da velha polica riva bosaipo e povo da caçinha do fantastico

  • ana marai da silva | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 10h02
    0
    0

    O candidato ao governo Wilson Santos (PSDB) garantiu que, em quatro anos, 70% das escolas municipais vão oferecer educação integral. Essa é uma das promessas do tucano que defende dar prioridade para a Educação da mesma forma que teria feito na sua gestão como prefeito de Cuiabá. “Isso sempre foi minha prioridade e acredito que o projeto diminiu a vulnerabilidade das crianças. Das 97 escolas que temos 51 já estão com a educação integral, o que tem beneficiado 12 mil alunos”, destacou Santos em entrevista nesta terça-feira (14) ao MTTV 1º Edição da TV Centro América. Santos faz referência ainda aos dados do Índice Nacional do Desenvolvimento da Educação (Ideb), os quais apontam que Cuiabá saiu do 17º para o 7º lugar no ranking das capitais brasileiras com melhor referencial de desenvolvimento, que na educação municipal criou o cursinho pré-vestibular “Cuiabá Vest”, bolsa universitária, passe livre. Na proposta de governo, ele promete a criação de escolas profissionalizantes para o Estado e o “Mato Grosso Vest”, que seria uma extensão do Cuiabá Vest, beneficiando 15 mil estudantes.

  • carlos rodrigues da fonseca SINOP | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 10h01
    0
    0

    Parabéns , a verdade tem que ser mostrada, Colocado na tona o Sr. FERRUGINHA já está com esse rol de escandalos gravado na sua pessoa, são tantos escandalos, é o cheque do posto, os cabos eleitorais, é o marqueteiro, é descaso dos precatórios é omissão no caso do funcionário falecido no Piaui, enfin são tantos pontos negativos que se eu for expresar esse espaço que me reserva não o suportará. POR ISSO QUE VOU DE WILSON SANTOS

  • eduarda | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 09h53
    0
    0

    Assistam ao video onde a máscara do Silval cai: http://www.youtube.com/watch?v=gu7U6czhJoM

  • Donizete F Nascimento | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 09h38
    0
    0

    Situação difícila,a do Mauro Mendes ao ter que se defender de acusações infundadas,perdendo tempo precioso.Mauro não fugiu de nenhum debate antes.Agora,que coisa estranha,uma nota oficial de um órgão oficial,tão mal escrito!Erros crasos de concordância,genero.Realmente,precisamos de mais Educação e melhor qualidade no ensino.Vamos eleger Mauro  e mudar isto!

  • Antonio Rosa | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 08h35
    0
    0

    Quando Maggi falta a debates ninguém fala nada. ..hehehe..velha política e velhas práticas jornalísticas

  • Mauricio Vaz | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 08h15
    0
    0

    A Empáfia deste Cidadão chegou a incomodar. Mas por dentro Pão bolorento. Ganhou um Ganho de Esquerda do Silval, Ao ser perguntado sobre os 12 Milhões, que perdeu até o Rumo de Casa , digo "do Partido".