Eleições-2014

Terça-Feira, 28 de Setembro de 2010, 14h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

Eleições 2010

Cabos eleitorais reclamam; candidata diz sofrer extorsão

   Cabos eleitorais que supostamente teriam sido contratados para trabalhar na campanha da candidata a deputada estadual Alice Garcia (PRP) reclamam que até o momento não receberam pelo serviço prestado. De acordo com os militantes, o pagamento deveria ser feito mensalmente, mas depois de negociações, teriam sido informados de que a candidata não honraria a dívida.

   Alice ressalta que todas as pessoas que estão trabalhando para ela estão com os pagamentos em dia e que as acusações teriam partido de pessoas contratadas por alguém ligado a uma coligação adversária. “Estou sendo vítima de extorsão, assim como Mauro Mendes (candidato ao Palácio Paiguás pelo PSB)”, afirmou, lembrando que inclusive já procurou a Justiça para registrar boletim de ocorrência (BO) sobre o fato. Ela afirma que nem sequer conhece as pessoas que a acusam e que seus cabos foram contratados pela sua coordenadora de campanha. “Aqueles que estão trabalhando comigo, conheço todos, pois nos reunimos pontualmente”, destaca.

   No entando, outro BO foi registrado no último domingo (26) contra Alice. Entre as lideranças que dizem não ter recebido pelo trabalho prestado, está José Milton Gomes de Oliveira, de Cuiabá. O militante conta que abandonou o projeto da candidata depois de mais de dois meses sem receber. “Chega de trabalhar de graça”, desabafou.

   Conforme ele, o marido da candidata os teria informado de que eles não seriam pagos, pois suas contratações não teriam sido autorizadas. “Como não autorizaram e mandaram o material de campanha para gente?”, questiona. Assim como ele, Cleonice Leite também reclama do suposto “calote”. “Nos engajamos e íamos às feiras que eles pediam distribuir santinhos e nem água recebemos”, critica. Ela relata que, jutamente com mais quatro lideranças, encontrou o marido da candidata num posto de gasolina onde o mesmo teria informado que o dinheiro recebido por Alice não teria sido suficiente para pagar o pessoal.

   A candidata, por sua vez, diz já saber quem é o responsável pela confusão e que os cabos chegaram a ir até a portaria do prédio onde mora para abordá-la. “Meu marido foi sim encontrar com essas pessoas, mas ele também não os conhecem”, explicou. “Estou tranquila pois não devo nada a ninguém”, concluiu.

   Uma das lideranças, que preferiu não se identificar, conta que procurou a coligação “Mato Grosso Para Todos”, que referenda a campanha de Alice, e foi informado de que a candidata teria recebido R$ 100 mil para sua campanha. O cabo eleitoral diz que as despesas com os cerca de 150 cabos contratados em Cuiabá, Cáceres e Poconé gira em torno de R$ 30 mil.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Antonio | Terça-Feira, 28 de Setembro de 2010, 19h39
    0
    0

    HIMMMMM TÁ VIRANDO MODA, EM POCONÉ O MALUF DEIXOU MAIS DE 50 PESSOAS CHUPANDO OS DEDOS

Governo Taques avança na Segurança

gustavo garcia curtinha   A área de Segurança Pública, hoje sob Gustavo Garcia Francisco (foto), foi apontada pelo governador Taques como prioritária desde o início da gestão. Nos dois primeiros anos (2015 e 2016), aumentou o contingente policial, armamentos, serviços de inteligência e...

Empenho e solidariedade às famílias

pedro taques curtinha   O governador Taques acompanhou pessoalmente a operação policial na madrugada deste sábado, que resultou no "estouro" do cativeiro, na prisão dos assaltantes e na liberdade da empresária Milene Falcão Eubank, mantida refém por 13 horas. O secretário de Segurança,...

Estado perde seu único time na Série B

helmute fmf   Após quatro anos consecutivos na Série B, algo inédito na história de um time mato-grossense que não tinha representante desde 1994, o Luverdense foi rebaixado à Terceira Divisão. Precisava vencer para ter chance de seguir na Segundona, mas empatou nesta sexta, em 0 a 0, com o Guarani....

Taques ignora pressão e elogia Soares

luiz soares curtinha   Coube ao ex-prefeito cuiabano e apresentador do programa Resumo do Dia, Roberto França, tornar público o posicionamento do governador Taques quanto ao movimento de várias lideranças, especialmente de deputados, pela queda de Luis Soares da pasta da Saúde. No quadro "Bomba do Dia", apresentado...

Sintap defende servidores do Intermat

candido teles curtinha   O Sintap não defendeu Cândido Teles (DEM), presidente "inoperante" do Intermat que passou a usar a estrutura do órgão com pretensões eleitorais - é pré-candidato a deputado estadual, mas garante que, quanto aos servidores, estes são dedicados ao trabalho. Em nota, nega...

Pré-candidatura já ganha repercussão

mauro mendes artigo   A notícia revelada pelo Blog do Romilson de que Mauro Mendes, que deve se filiar ao DEM ou ao PR, está determinado a disputar o governo estadual e, sem alarde, começa a se distanciar de Taques, ganhou muita repercussão nos meios político e empresarial e no Palácio Paiaguás. Deu...

Dificultando planos políticos de Taques

nilson leit�o curtinhas   Pedro Taques está na bronca com o deputado federal Nilson Leitão (foto) por entender que este busca atrapalhar seus planos políticos majoritários. É desejo do governador disputar a reeleição com dois aliados fortes no palanque como candidatos ao Senado,...

Fábio já exige presidência do DEM-MT

f�bio garcia curtinhas   Fábio Garcia (foto), mesmo mal articulado e com atuação pífia na Câmara, deseja entrar no DEM e já assumir a condição de presidente estadual da legenda. Acompanhado do colega de bancada Adilton Sachetti, outro que deixou o PSB por causa de Valtenir,...

Governo já atrasa 2 duodécimos à AL

eduardo botelho curtinha   O presidente da Assembleia, deputado Botelho, admitiu que acumula dívidas milionárias com fornecedores e que só não está conseguindo honrar os pagamentos porque o governo não faz, em dia, o repasse constitucional. o Executivo já acumula dois duodécimos em atraso,...