Eleições-2014

Terça-Feira, 28 de Setembro de 2010, 12h:46 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

Justiça Eleitoral

Eleitores não poderão mais ser presos até 3ª, salvo em flagrante

   De acordo com o calendário da Justiça Eleitoral, a partir desta terça (28) e até 48 horas depois da votação, os eleitores não podem mais ser presos ou detidos, salvo em casos de flagrante de delito e crimes eleitorais. Conforme a legislação, também poderão ser presos aqueles com sentença condenatória por crime inafiançável.

   Para os concorrentes aos cargos em disputa nestas eleições, a determinação começou a valer há dez dias, estendendo-se aos fiscais de partidos e membros da Mesa Diretora, desde o dia 18 de setembro, quando só podem ser detidos nos casos especificados pelo Código Eleitoral. A medida visa cumprir o artigo 234 da mesma lei, que diz que “ninguém poderá impedir ou embaraçar o exercício do sufrágio”.

   Contudo, no próximo domingo (3), quando ocorre a votação, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contará com o chamado “cadeião” para abrigar aqueles que forem apreendidos em flagrante de crimes eleitorais de menor potencial ofensivo, como boca de urna, por exemplo. Nos casos em que a infração for considerada mais grave, como flagrante de compra de votos, os detidos poderão ser encaminhados diretamente à Polícia Federal e liberados somente após invetigação.

   O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Rui Ramos, ressalta que esta flexibilização não significa que os crimes cometidos ficarão impunes. "Não é um habeas corpus definitivo. Nos casos de flagrante as pessoas vão ser presas sim. Não é uma liberação para que as pessoas cometam atos ilícitos, porém existem questões mais simples de prisões que podem ser evitadas até para garantir que aquela pessoa tenha o direito de votar assegurado", ponderou.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Binotti critica "jogo de cena" de Jiloir

binotti curtinha lucas   Assim como fez com os demais que comandaram a prefeitura, o presidente da Câmara de Lucas do Rio Verde, vereador Jiloir Pelicioli (PDT), passou a criticar de forma dura o prefeito Luiz Binotti (foto), do PSD. Em sessão nesta semana, disparou de novo a metralhadora giratória, afirmando que Binotti...

Aliados de Suelme entregam cargos

corgesio albuquerque curtinha   Mais uma confusão no Palácio Paiaguás em meio a conspirações e brigas por cargos e espaço político. O governador decidiu tirar do 1º escalão a recém-nomeada Vanessa Queirós da pasta de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários para...

Alguns ex-aliados fora do manifesto

fabio garcia curtinha   Nem todos da lista de fortes aliados da gestão Taques e que, gradativamente, foram se distanciando do Palácio Paiaguás assinaram o manifesto contra o projeto de reeleição do governador do PSDB. Eis dois exemplos: os deputados federais Fábio Garcia (foto), do DEM, e Adilton Sachetti...

Ex-aliados em dura reação a Taques

carlos favaro curtinhas   Nunca na história deste país se juntaram tantas lideranças que eram aliadas e que agora estão contra o projeto de reeleição do governador Taques. Nada menos que 31 assinaram manifesto, expondo as razões de terem pulado do barco, entre eles 4 ex-prefeitos, como Mauro Mendes...

Blairo "lava as mãos" sobre o PP-MT

ezequiel fonseca curtinha   O senador licenciado e ministro Blairo Maggi (Agricultura) "lavou as mãos" em relação ao PP-MT, hoje tocado no Estado pelo deputado federal Ezequiel Fonseca (foto). Em algumas reuniões internas, o ex-governador defendeu que o partido abrisse as portas para novos filiados, independente destes...

Suplente se articula para cassar Diego

demilson nogueira vereador curtinha   O suplente de vereador Demilson Nogueira (foto), dirigente do PP de Cuiabá, está se articulando nos bastidores para derrubar o titular da cadeira Diego Guimarães, do mesmo partido. Ele juntou documentos, fotografias, discursos e registro de solenidade para tentar cassar o mandato de Diego....

Governo veta Maldonado à Unemat

adriano silva caceres curtinha   O suplente de deputado Adriano Silva (DEM), ex-reitor da Unemat, com sede em Cáceres, está revoltado com governador Taques. Enquanto atuava como deputado, substituindo o dono da cadeira Botelho, Adriano apresentou neste ano um projeto, aprovado em duas sessões, "rebatizando" a Unemat como...

15 vão concorrer pela Grande Cáceres

moraes curtinha   Pelo menos 15 da região Oeste, que agrega mais de 20 municípios, estão se articulando para concorrer a deputado, sendo 7 deles de Cáceres. Dois vão a federal: Ezequiel Fonseca (PP), de Reserva do Cabaçal e que busca a reeleição, e o estadual Leonardo Albuquerque (SD), baseado...

Ataques de Pivetta dividem opiniões

otaviano pivetta curtinha lucas   Os ataques do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta (foto), do PDT, ao governador Pedro Taques (PSDB) dividem opiniões. Uns acham que ele agiu com desrespeito quando definiu Taques como vagabundo, mentiroso, ladrão de sigla partidária e narcisista. E, diante disso, disseram que...