Cuiabá, 20 de Outubro de 2014

Eleições-2014

A | A

Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 12h:38 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

CÂMARA DE CUIABÁ

Legislação adia sonho de Tiago e Leonardo virarem parlamentares

Leonardo Oliveira  A articulação do prefeito Wilson Santos (PSDB) para emplacar na Câmara de Cuiabá de uma vez só o sobrinho da deputada Chica Nunes (DEM), Tiago Nunes, e o sobrinho do ex-governador Dante de Oliveira (falecido em 2006), Leonardo de Oliveira, pode não dar certo por causa do regimento interno do Legislativo. Os dois conseguiriam ingressar na Câmara caso os tucanos Rossivelt Coelho e Paulo Borges, líder do prefeito, se licenciassem para tratar de questões particulares, conforme havia sido cogitado.

  O problema é que o regimento interno, neste caso, prevê que o vereador só pode se licenciar por até 120 dias para tratar de assuntos de interesse particular. Por outro lado fica estabelecido que “dar-se-á a convocação de suplente nos casos de vaga, de afastamento do exercício do mandato para investidura nos cargos referidos nos §§ 1º e 2º, do artigo 22 da LOM, ou de licença por prazo superior a cento e vinte dias”. Assim, os dois parlamentares só conseguiriam contemplar Thiago e Leonardo caso se licenciassem para desempenhar missão temporária de caráter cultural, de interesse do município ou para realização de tratamento de saúde, devidamente comprovado.

  Neste caso, como nenhum deles tem problemas de saúde, o afastamento para contemplar os suplentes só será possível se os dois ocuparem algum cargo na prefeitura. Cai por terra assim a expectativa de Wilson utilizar a campanha para conseguir fazer a “dança das cadeiras” no Legislativo. A estratégia do tucano era, principalmente, contemplar Leonardo para terminar de vez com qualquer mal-estar com a família Oliveira, que até ameaçou não apoiar a sua candidatura depois que o sobrinho de Dante entrou em rota de colisão com o secretário de Infraestrutura Euclides Santos e entregou o cargo de diretor de Serviços Urbanos. Recentemente, porém, Wilson teria participado de um café da manhã com o clã Oliveira, aparado as arestas e recebido a promessa de apoio. 

  Ao menos por enquanto, Rossivelt tem manifestado interesse em deixar a cadeira para participar da coordenação da campanha de Wilson. Paulo Borges, por sua vez, já teria comunicado o prefeito Wilson que não se afastará de suas atividades parlamentares para participar da campanha. “Vou trabalhar junto sim, mas não precisarei sair da Câmara”, afirmou. Wilson renuncia ao cargo de chefe do Palácio Alencastro nesta quarta (31) às 20h, durante sessão extraordinária na Câmara. Em um outra sessão, que ocorrerá logo em seguida, o tucano passa a faixa para o vice Chico Galindo (PTB), que ganhou de presente quase três anos de mandato à frente da administração da Capital.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • O mascara | Quinta-Feira, 01 de Abril de 2010, 01h45
    0
    0

    Esse leonardo, nossa nem temos pq perder tempo com um cidadao desses que vive as sombras dotio e nao é nem 1% do homem que o tio foi...cresce e aparace, chantagista, muluque....estamos de olho em vc....devia ter vergonha em usar o nome do tio.

  • wagner vinicius de lima | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 18h17
    0
    0

    como todos sabem isso e do feitiu deste prefeitinho que quer ser governador.hahahahahahahahhahah vai ter que lutar muito...

  • edgar frózzembauher | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 16h40
    0
    0

    esse tiago nunes trabalha no tribunal de contas e o leonardo acho que não faz coisa nenhuma, pois nunca ví e ouvi falar que eles trabalhem, faz nos rir,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, são aproveitadores e não pessoas sérias

  • Buro Casóy | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 14h49
    0
    0

    ISSO É UMA VERGONHAAAAAAA

  • Paulo Rogério Barcelos Santiago Lima | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 14h03
    0
    0

    Lutei muito para tirar voto de Tiago Nunes, até apoiei Ralf Leite para angariar votos do mesmo tipo de candidato, com mesmas caracteristicas, e não dar chance a esse carja "Nunes"....., fico feliz que um mero suplente não entre, ainda mais da familia nunes, que mamou aproximadamente 7 milhões com a dita cuja "Chica Nunes".... O criador é bom demais.... "Tudo que faz aqui se paga aqui".....

  • Joaquim S. Vieira Silva | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 13h59
    0
    0

    Meus queridos Politicos que dizem q entendem de tudo, larga mão destes Oliveiras, Santos não perdera nada sem o apoio deles, pois se dizem o tal na politica, mas não conseguem nem implacar o tal de Leonardo como vereador, significa que não estão com nada, esquece... e WS o resultado para vc na urna quem entende de politica ja sabe qual é, só não espero houvir lamurias depois na midia. Acorda politicos... vcs não enganam mais ninguem.

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 13h37
    0
    0

    esse são os politicos que votamos, estão brincando de legislar, até parece (um Pai dirigindo o carro na estrada e quer colocar o filho no colo para pegar na direção). Esse Leonardo foi um atoa que ficou na prefeitura sem fazer nada, era responsavel com a limpesa urbana, foi exonerado por não fazer nada. Só ficava na Peixaria Regionalissimo em volta do Senadinho. VERGONHA.