Cuiabá, 16 de Setembro de 2014

Eleições-2014

A | A

Segunda-Feira, 29 de Março de 2010, 12h:27 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

RUMO ÀS URNAS

Taques faz críticas a adversários e é aplaudido como candidato

Taques faz críticas aos adversários e já é aplaudido


Ex-procurador da República, Pedro Taques, espera que em junho o partido aprove seu nome como candidato ao Senado
Foto: Patrícia Sanches

   A cerimônia de filiação do ex-procurador da República Pedro Taques ao PDT durou cerca de 2 horas e foi marcada por discursos inflamados, críticas veladas e muita emoção. Seus pais, Eda Gonçalves e Alinor Taques, choraram bastante durante a filiação do filho que fez questão de lembrar que a sua família se estabeleceu em Mato Grosso em 1720, um ano após a fundação de Cuiabá. “Muitos dizem que sou louco. Foi muito difícil sair do MPF, tenho orgulho de ter sido procurador, mas acho que já cumpri a minha missão lá e agora poderei dar uma maior contribuição a Mato Grosso”, disse.

  Para demonstrar as dificuldades que ocorreram até a concretização da filiação, ele lembrou que durante a sua carreira fez muitos inimigos poderosos e que as forças deles ficam ainda maiores depois que deixou a carreira federal. “Andei escoltado por muito tempo e minha filha era vigiada por quatro policiais. Como eu deixei o MPF, também abdiquei da prestação de serviços dessas pessoas”, afirmou o ex-procurador, que revelou já ter recebido ameaças por telefone. Relatou que sua esposa Samira Taques já recebeu telefonemas suspeitos e que sua vida já foi investigada. “As forças dos meus inimigos redobraram, mas tenho certeza de que estou no caminho certo".

Pai de Taques, ao lado da filha  Ele também mandou um recado velado aos adversários políticos. Disse que não pretende representar segmentos ou empresas, que entrou na política não para se servir dela, mas para servir a ela. “Não entrei na política para construir estradas que liguem as minhas fazendas. Quero contribuir para o desenvolvimento do Estado”, discursou. Perguntado minutos depois para quem era o recado, ele se limitou a dizer que não pretende “fulanizar” o debate, que não adianta criticar a corrupção e que agora é o momento de contribuir. “O que me preocupa não são os corruptos, mas sim o silêncio dos homens de bem. Homens que não tem uma saúde e uma educação digna”, discursou sob aplausos e lágrimas escorrendo dos olhos do pai.

  O pronunciamento de Taques durou cerca de 30 minutos e o ex-membro do MPF foi ovacionado diversas vezes pelos mais de 300 correligionários, servidores federais e amigos que acompanharam o ato de filiação no Hotel Deville, em Cuiabá. Entre as autoridades que estiveram presentes está o coordenador do Gaeco Paulo Prado, o presidente do PDT Otaviano Pivetta, o secretário-geral da sigla Manoel Dias, o pré-candidato ao governo Mauro Mendes (PSB), a pré-candidata a deputada estadual e ex-vice-prefeita de Cuiabá Jacy Proença, a deputada Vilma Moreira (PSB), que representou o deputado federal e presidente da sigla Valtenir Pereira.

  Num determinado momento correligionários compararam Taques a Rui Barbosa, que ficou conhecido por lutar pela Justiça. É dele a frase "de tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar os poderes nas mãos dos maus, o homem chega desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto." Apesar da empolgação, Taques ponderou que ainda é pré-candidato ao Senado e que somente será candidato após as convenções. “Se o partido entender que devo ser candidato serei, senão, vou retomar a minha vida como professor e advogado”.

Postar um novo comentário

Comentários (45)

  • Helen Christy | Sexta-Feira, 30 de Abril de 2010, 13h43
    0
    0

    Pedro,pela primeira vez,em meus 31 anos de idade,tenho vontade,realmente,de ir às urnas depositar meu voto.Ainda não tenho noção em quem votarei para Governador,pois não voto em partido,voto na pessoa.Mas,sei que você inspira uma confiança tão grande em mim,como nunca nenhum político o fez.Não o conheço pessoalmente,mas sua história me contou tudo o que preciso.Pode ter certeza que minha família e amigos de Alto Araguaia e Cuiabá votaremos em você!Boa sorte!

  • carla | Segunda-Feira, 05 de Abril de 2010, 16h37
    0
    0

    Bom Nao sei quanto ao partido.. mais confio no Pedro Taques e é nele que eu vou votar 1 opçao e 2 voto NULO!!! pq no Brasil pra vc servir ao estado como menbro politico, tem que se filiar a um partido.. intao que sejee o PDT. espero que a populaçao de mato grosso tenha o msm raciocinio que eu! obrigado att, carla k.

  • JANIO TOLEDO | Sábado, 03 de Abril de 2010, 22h05
    0
    0

    Com todo respeito que tenho pelo senhor, Dr. Pedro Taques,vou acompanhar sua campanha e ver se será merecedor do meu voto,pela sua competencia frente ao ministerio publico não tenho duvidas,parabéns!!! Agora na politica a coisa muda um pouco,haja visto que em todos os partidos,estão carregados de bons e ruins,espero que o senhor não nos decepcione e queira defender certos ruins como bons,o senhor tem os predicados que estamos precisando para compor nossos representantes em Brasilia,viajo por todo o Brasil e tenho orgulho de dizer que sou matogrossense......vamos nessa!!!!

  • Jedae | Sexta-Feira, 02 de Abril de 2010, 13h21
    0
    0

    Toco vc é o cara! Uma piada!! Rsrrssr

  • Jedae | Sexta-Feira, 02 de Abril de 2010, 13h16
    0
    0

    É binho, esta quase na hora de fazer as malas. A boquita na AL esta quase no fim. O grande chefão não vai ser candidato, aproveita e abre fuga. Ainda tem tempo!

  • toco 1000 | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 17h55
    0
    0

    Fiquei sabendo que o Pedro Taque aumentou seu estoque de alcool gel, para lavar as mãos apos comprimentar o povo

  • Arnon Helmer | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 14h08
    0
    0

    Finalmente o Piveta vai conseguir pagar o Pedro Taques com os processos que foram seguros do rombo da Cooperlucas. Parabéns Pedro, você começa com o pé direito na política, mas direito, de cobrar a fatura. Vamos estar de olho em você, na sua campanha, campanha custa caro e vamos ver se onde você vai tirar grana para bancar a sua, será de onde?? Piveta? Ou dos Incentivos Fiscais do Mauro? Grande turma, um dos incentivos e outro do rombo da Cooperlucas. Legal Mato Grosso. e o povo...oia em nois!!

  • Pedro Ferreira Mendes | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 09h13
    0
    0

    É lamentavel que Pdro Taques entre na politica pelas portas dos fundos.Como conciliar sua ética sendo comandado por piveta, o homem da cooperlucas.

  • Adalberto Ferreira da Silva | Terça-Feira, 30 de Março de 2010, 18h47
    0
    0

    O grande patriota, falecido Ulysses Guimarães, em certa ocasião afirmou que quando muitos não têm decoro, existe aquele homem que tem o decoro de muitos homens. Pedro Taques é um homem dessa estirpe, que o povo de MT terá a grande oportunidade de escolher para ser um Senador da República que em muito enriquecerá a representanção popular no Congresso Nacional, como representante da luta, coragem e honradez de todo um povo que clama por decência na vida pública. Renunciou ao poder, status e segurança financeira, pelo desejo de servir à sua Pátria e sua gente. Bravo Pedro Taques, que a sabedoria ilumine os mato-grossenses para que o escolha como nosso senador, a serviço da verdade e justiça social.

  • Rodemilson Barros | Terça-Feira, 30 de Março de 2010, 11h17
    0
    0

    Nosso Senador Dr. Pedro Taques, nunca irei esquecer deste momento que vi com meus proprios olhos. Um homem que abriu mão do poder que conquistou através do seu esforço e inteligência, de bom salário, de segurança para sua familia e de muitos mais previlégios que o poder lhe dava. Tudo para defender o direito do povo Matogrossense porque não dizer do Pais, é Dr. homens desta qualidades nós tivemos poucos no nosso Brasil, mais quero parabenizar pela escolha do nosso partido o PDT, tenho absoluta certeza que entrará para história do nosso partido, assim como Getúlio,Jango,Darci e o nosso inesquecivél Brizola. Porque nós sabemos e acompanhamos a sua luta em defesa do nosso povo. Serei seu soldado em defesa da sua pré-candidatura ao Senado. Sucesso Amigo.