Cuiabá, 25 de Maio de 2017

Executivo

A | A

Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 17h:44 | Atualizado: 20/04/2017, 17h:49

25 são empossados na CGE e Taques atribui economia estadual à auditoria

O governo estadual deu posse a 25 novos auditores na Controladoria Geral do Estado, nesta tarde (20). Em solenidade realizada no Palácio Paiaguás, em Cuiabá, com a presença do governador Pedro Taques (PSDB) e do secretário-controlador geral do Estado, Ciro Rodolpho Gonçalves. Segundo Ciro, com os novos servidores o Estado terá aumento de 33% do quadro atual.

Reprodução

pedro_taques_entrevista_sobre_vlt.jpg

Governador Pedro Taques ressalta trabalho das auditorias realizadas pela CGE

Os convocados foram habilitados no concurso público realizado em 2015, que contou com 1,1 mil inscritos para concorrer a duas vagas e cadastro de reserva. O cargo de auditor do Estado exige formação de nível superior e registro no respectivo conselho de classe em ao menos uma das seguintes áreas: Ciências Contábeis, Engenharia Civil, Administração, Direito, Ciências da Computação e Economia.

As atividades do cargo compreendem auditoria governamental, controladoria, correição, ouvidoria e fiscalização contábil, financeira orçamentária, operacional e patrimonial do Poder Executivo Estadual, além de apoio ao controle externo em sua missão institucional.

Conforme Ciro, a nomeação ajuda o Estado na questão da transparência e fiscalização da coisa pública. "Há o aumento de 33% do quadro atual, pela própria capacidade técnica das pessoas que acabaram de sair do curso, com boa experiência na administração pública. Vão contribuir exatamente com essa atividade tão importante dentro da gestão que é a melhoria e eficiência do gasto público, identificação de fraudes dentro da instituição, mas também alavancando a capacidade de tecnologia."

De acordo com o controlador, entre as demadas da CGE estão as atividades de corregedoria do Estado. "Temos muito trabalho, mas com certeza com 33% a mais de auditores nossa capacidade operacional está muito bem preparada para o enfrentamento nos próximos cinco anos, para novos desafios", explica.

Ele ressalta que os auditores são servidores com seis tipos de formações, sendo engenheiros, contadores, advogados, economistas, analistas de tecnologias. "São seis perfis que nos permitem atuar nas várias facetas da administração pública. Trabalhos relevantes na área da saúde, tecnologia, obras públicas, e também de gestão de processos dentro da gestão." 

O controlador diz que os auditores tomaram posse hoje, mas já passaram por 200h de curso de formação, concluídas ontem (19). Neste sentido, afirma que a partir de segunda (24), a sociedade poderá esperar e ter certeza que os servidores atuarão de forma eficiente. “Nós temos mais 25 soldados para este grande desafio que é a melhoria da gestão, auxiliando, sobretudo, as políticas públicas voltadas aos cidadãos”, conclui.

O governador Pedro Taques reforça que em 800 dias o Estado economizou R$ 800 milhões e atribui o fato ao trabalho das auditorias realizadas pela CGE. "Entendemos que chamar estes novos auditores foi fundamental, porque Mato Grosso precisa superar a fase do passado e a auditoria tem sido importante nesse momento de transformação."

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Auditor | Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 20h41
    0
    0

    25 soldados ? Não viaja!!!

  • Carlos | Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 18h46
    0
    0

    E a Auditoria do SUS? Tá jogada as traças, pois a auditoria dá saúde que é a pior pasta deste governo pífio marcado pela transformação para o pior, está sem pessoal, não possui uma carreira específica, nem sala, e nem pessoas.

Matéria(s) relacionada(s):