Executivo

Sexta-Feira, 28 de Janeiro de 2011, 19h:00 | Atualizado: 28/01/2011, 21h:32

RONDONÓPOLIS

Bezerra articula para MT tocar PAC; secretária nega a decisão

Carlos Bezerra   O presidente estadual do PMDB, deputado federal Carlos Bezerra, tem se articulado junto ao governador Silval Barbosa para que parte dos lotes das obra so PAC de Rondonópolis também sejam executadas pela secretaria estadual de Cidades. Assim como ocorreu em Cuiabá e em Várzea Grande, a prefeitura da terceira maior cidade do Estado está de olho nos recursos estaduais para desafogar a máquina pública. Hoje o prefeito Zé do Pátio (PMDB) tem arcado com a contrapartida necessária para a execução das obras. Caso o Paiaguás assuma os projetos que visam a ampliação da rede de água e esgoto, esta verba sairá dos cofres do Estado.

   Apesar dos rumores de que as negociações estariam adiantadas, a diretora do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), Terezinha Silva de Souza, garantiu que a administração municipal tem todos os projetos sob controle e que a prefeitura jamais estudou a possibilidade de transferência das obras. "Eu inclusive apresentei os projetos do PAC II esta semana", pondera.

   Iniciadas na gestão Adilton Sachetti, cerca de 60% das obras do programa já foram concluídas. Rondonópolis é a única cidade do Estado em que as obras do programa ocorrem sem problemas judiciais ou escândalos envolvendo a gestão dos recursos federais. "Com certeza os empreendimentos serão concluídos dentro da administração do Pátio", frisou Terezinha. Estão previstos para a cidade investimentos da ordem de R$ 150 milhões.

   Já em Cuiabá e em Várzea Grande os projetos estão "empacados" desde agosto de 2009, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Pacenas, que investigava supostas fraudes nas licitações e que culminou na prisão de cerca de 10 pessoas. Mesmo com o inquérito tendo sido arquivado as obras acabaram não sendo reiniciadas. Na tentativa de retomar os trabalhos e evitar que as duas cidades perdessem os recursos federais, o governador se ofereceu para assumir os projetos e entrar com a contrapartida necessária para atualizar os valores dos contratos que já estavam defasados. Enquanto o prefeito da Capital, Chico Galindo (PTB), preferiu repassar apenas três lotes do PAC, o de Várzea Grande, Murilo Domingos (PR), transferiu todas as obras para o Paiaguás. Nas duas cidades a previsão é que as obras sejam retomadas em fevereiro.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • joao | Sábado, 29 de Janeiro de 2011, 08h37
    0
    0

    O deputado Bezerra está correto em sua alegação que em Rondonópolis as obras do PAC não enfrenta problemas judiciais, mas o ezerra esqueceu de que dizer todas as licitações e projetos foram feitos por Adilton Domingos Sachetti e deu início nas obras deixando 40% pronta. E até agora o prefeito de Rondonópolis não conseguiu aprovar sequer um projeto por conter erros insanáveis.

  • wilson | Sexta-Feira, 28 de Janeiro de 2011, 20h42
    0
    0

    o bezerra esta é de olho na montanha de dinheiro que podera tomar contar,essa turma de besta só tem a cara.

  • Robson | Sexta-Feira, 28 de Janeiro de 2011, 19h43
    0
    0

    Deputado Bezerra, o senhor que sempre lutou pela agricultura familiar, PELO AMOR DE DEUS, não nos deixe nas mãos do DEM. Intervenha nessa negociação, afinal o governo é de seu partido, que eu sempre apoiei.

  • wilson | Sexta-Feira, 28 de Janeiro de 2011, 18h24
    0
    0

    otimo por favor coloque essa raposa para cuidar do galinheiro pra ver....

Pátio quer aumentar IPTU de ricos

ze do patio curtinha O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio, para dar um up grade na receita, resolveu encarar uma empreitada nada popular. Em meio à crise econômica que assola o país, o gestor quer aumentar o IPTU dos que classifica como "especuladores". A proposta reduz valores de imóveis menores. Por outro...

Ex-governador depõe e evita imprensa

silval barbosa curtinha   Silval depos no Fórum de Cuiabá, nesta 2ª, na ação em que é vítima de extorsão dos jornalistas Antonio Carlos Milas e os filhos Max e Maicon Milas, além de Antonio Peres, que foram detidos no ano passado na operação “Liberdade de...

Escândalos e corporativismo em Sinop

chitolina vereador sinop curtinha   Apesar de ter passado por uma renovação de 80% nos quadros, o Legislativo de Sinop parece que não irá passar imune a escândalos, inclusive envolvendo parlamentares de 1º mandato. Fernando Brandão (PR) foi cassado por recebimento de um suposto mensalinho. Depois, o...

2 frentes para tirar deputado da cadeia

zaid arbid curtinha   A defesa de Gilmar Fabris, preso no Centro de Custódia de Cuiabá desde a última sexta (15), trabalha com duas frentes a partir desta segunda, na esperança de tirá-lo do cárcere e de preservar o mandato de deputado estadual. Em Brasília, o advogado Zaid Arbid (foto) ingressa com...

Efeito-delação e 1ª mulher no Pleno

jaqueline jacobsen curtinha tce   Com a decisão do ministro Luiz Fux de afastar 5 conselheiros do TCE-MT em consequência da delação do ex-governador Silval, que denuncia ter pago mais de R$ 50 milhões de propina a membros do Pleno, o quadro provisório já foi recomposto e, pela primeira vez, terá...

Monitorado pela PF e flagra com caixas

gilmar fabris   O procurador-geral da República Rodrigo Janot fundamentou bem o pedido de afastamento do cargo de deputado e de prisão de Gilmar Fabris (foto), o que foi deferido pelo ministro Luiz Fux. Agentes federais filmaram Fabris tirando do apartamento onde mora no Santa Rosa, em Cuiabá, várias caixas contendo algo....

Blairo testa popularidade e tira fotos

Ao contrário de vários políticos citados em delação por Silval por envolvimento em supostos esquemas ilegais, o senador licenciado e ministro Blairo Maggi (Agricultura) não está se escondendo. Neste sábado à tarde, ele circulou pelo Pantanal Shopping, em Cuiabá. Acompanhado da esposa Terezinha, ex-primeira-dama do Estado, Blairo cumprimentou diversas pessoas, foi abordado por outras com as quais pousou para fotografia. Apesar...

Saída de Fabris contempla Meraldo Sá

meraldo_curtinha.jpg   A mesma vaga de deputado que foi dada a Gilmar Fabris com a morte de Walter Rabello lhe foi tirada agora pela Justiça. Por causa de sua prisão e do afastamento do cargo devido à ocultação de provas, sob determinação do Supremo, quem assume a cadeira na Assembleia é o...

Pagando propina e sob risco de prisão

nininho curtinhas   O deputado Nininho (foto) , empreiteiro que fatura alto o governo e ainda se finge de morto, agora está num "mato sem cachorro". Acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e de crimes contra a ordem tribituária, corre risco de ser preso. Nesta quinta, seu gabinete na Assembleia e também a...