Cuiabá, 28 de Fevereiro de 2017

Executivo

A | A

Segunda-Feira, 09 de Janeiro de 2017, 15h:53 | Atualizado: 09/01/2017, 16h:07

Coletivos

Emanuel critica tarifa e serviço que empresas de transporte oferecem

.

emanuel-pinheiro-prefeito cuiaba.jpg

Prefeito Emanuel Pinheiro diz que pretende renovar frota de ônibus, equipar com condicionadores de ar e colocar nas ruas mais ônibus adaptados para portadores de deficiência antes de discutir aumento

O prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) criticou, nesta segunda (09), o atual valor da passagem do transporte coletivo na capital, de R$ 3,60. Em meio às discussões sobre o tema, o peemedebista destacou ainda que não dá pra falar de aumento sem, antes, melhorar o serviço oferecido à população. A entrevista foi veiculada na fanpage do site Únicanews.

Os empresários do setor estimam, hoje, um aumento de 16,8%. Assim, o novo valor seria de R$ 4,20. “Para mim, hoje a tarifa é muito cara. Nós temos que ter um serviço de primeira linha para a população. A tarifa tem que ser paga. A população sabe que tem que pagar, mas por um serviço de qualidade”, disse o prefeito.

Nesta linha, Emanuel aponta que pretende renovar a frota de ônibus, equipar com condicionadores de ar e colocar nas ruas mais ônibus adaptados para pessoas portadoras de deficiência, para só então, a partir daí, discutir uma nova tarifa. “O aumento sempre é pedido uma vez por ano, para ser dado no 1° trimestre. Geralmente, no mês de março. Como gestor, eu sou responsável pelo equilíbrio econômico financeiro do sistema. Mas esse sistema tem que ser remunerado para esse equilíbrio”, disse destacando que a preocupação, por ora, é melhorar o serviço que está sendo ofertado aos cuiabanos.

Recentemente, o prefeito Emanuel assinou um decreto que suspende o edital de licitação do transporte público de Cuiabá. Ocorre que o peemedebista quer incluir no projeto a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), uma vez que o modal é intermunicipal. Ele quer também incluir, na nova licitação,  o projeto Buscar. O serviço oferecido pela prefeitura faz o transporte gratuito de pessoas com deficiência; é um projeto implantado na gestão do ex-prefeito Roberto França e que não estava incluso na antiga licitação. “Só depois de resolver tudo, de analisar, se fala de aumento de tarifa", encerrou.

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Gilstinho | Segunda-Feira, 09 de Janeiro de 2017, 20h06
    0
    1

    Tambem puderas.. o prefeito que Cuiabá tinha no passado recente que só deixou abacaxi pro novo prefeito DESCASCAR. É asfalto casaca de ovo nos bairro, ja carecendo tapa buracos, é obra entrega na correria só pra aparecer na mídia, e por o nome na inauguração etc etc.... Que vergonha, pra quem espumava canto da boca tanto falar que são obras de alta qualidade com durabilidade pra 30 anos hahahahaha http://rufandobombo.com.br/deu-no-mt-mais-inaugurada-ha-8-dias-piso-orla-do-porto-ja-esta-detonado-veja-as-fotos/

Matéria(s) relacionada(s):