Executivo

Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017, 15h:42 | Atualizado: 13/08/2017, 21h:06

Eu confio na Justiça, afirma governador sobre soltura do primo Paulo Taques

Rafaella Zanol

pedro taques paulo taques 500

Governador Pedro Taques com o primo Paulo ainda quando era chefe da Casa Civil

“Isso é questão do Judiciário. Eu confio na Justiça”. Foram essas as palavras que o governador Pedro Taques (PSDB) utilizou para comentar a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), proferida ontem (10), que determinou a soltura do primo Paulo Taques.

Ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques foi preso preventivamente na sexta (04). Na decisão que decretou a prisão, o desembargador do Tribunal de Justiça (TJ) Orlando Perri apontou os supostos crimes de interceptação ilegal e denunciação caluniosa contra a ex-amante Tatiane Sangalli no âmbito do escândalo dos grampos ilegais.

Na semana passada, Taques comentou a prisão do primo durante a 8ª edição da Caravana da Transformação, em Barra do Garças. Disse que o Poder Judiciário cumpriu seu papel, mas que não permitiria “arbitrariedade” e “ilegalidade” lembrando que não responde pelos atos de quem já deixou o governo e que a situação não afetava as ações desenvolvidas em Mato Grosso.

Paulo Taques deixou o Centro de Custódia da Capital (CCC), onde estava na sala de estado maior por ter prerrogativa de advogado, agora à tarde. O alvará de soltura expedido pelo TJ impõe quatro condições: comparecimento regular, mensalmente em juízo; não se ausentar do país sem autorização e da Comarca sem comunicação judicial; proibição de ingressar em prédios públicos da governadoria, da secretaria estadual de Segurança Pública (Sesp), da secretaria estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), da Casa Civil, da Casa Militar e da Polícia Militar; além de estar proibido de se comunicar com integrantes do serviço de inteligência do Estado.

Fora da Casa Civil desde 15 de maio, às vésperas da eclosão do escândalo dos grampos ilegais, Paulo Taques saiu dizendo que faria a defesa do governador. Isso porque denúncia apresentada pelo ex-secretário estadual de Segurança Pública, promotor de Justiça Mauro Zaque, indica que Taques sabia do esquema de interceptações telefônicas feitas ao arrepio da lei.

O governador nega com veemência ter sido avisado oficialmente por Zaque sobre a situação, depois do caso informado e arquivado pelo MPE. Tanto que o representou no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) acusando de prevaricação.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • carla | Domingo, 13 de Agosto de 2017, 10h21
    5
    0

    Pra mim o governador é uma versão atualizada do collor de mello.

  • Davi | Sábado, 12 de Agosto de 2017, 12h07
    6
    0

    Pois eu não confio. Membros do Ministério Público Estadual investigados em CPI pela assembléia controlada pelo governo. Procurador Geral da República que se reúne em Mato Grosso com Taques e depois tenta a inconstitucionalidade da Lei de Revisão Geral Anual dos servidores, afrontando dispositivo constitucional (art. 37, X da CF), ao invés de se ocupar com os problemas da República.

  • Ex-eleitor do Taques | Sábado, 12 de Agosto de 2017, 08h43
    10
    0

    Sim o Governador confia na Justiça desde que a Justiça seja contra os outros quando é contra o seu parente aí é complô né??? Governador o povo esta atento a tudo é já decidiu o senhor não continuará no Governo a partir de 2019... Taques nunca mais.

Matéria(s) relacionada(s):

Fora do MDB e pré-disputa ao governo

muvuca curtinha   José Marcondes, o Muvuca, decidiu se desfiliar do MDB, pelo qual pretendia concorrer a deputado estadual. Se sentiu desconfortável e sufocado por nomes expressivos e com boa estrutura de campanha, especialmente deputados que vão à reeleição, o que lhe tiraria chance de êxito nas urnas...

Efeito-Bolsonaro e disputa à Câmara

nelson barbudo curtinha   Ele está na lista de agricultores que plantam menos de mil ha e ganhou notoriedade nacional batendo em políticos corruptos. E se empolgou com a boa inserção junto à classe produtora, numa linha de apoio ao pequeno, muito defendida no passado pelo ex-deputado e ex-senador Jonas Pinheiro...

Telões no Fla-Flu exibiram propaganda

leonardo oliveira curtinha   Os dois telões da Arena Pantanal, que tinham sido usados somente nas partidas de futebol da Copa do Mundo de 2014, voltaram a funcionar neste sábado, na transmissão do Fla-Flu, que terminou com a goleada do time tricolor por 4 a 0. E o governo estadual, que administra o estádio, aproveitou os...

Delator nega sociedade com Mauro

mauro mendes curtinha   Alguns vereadores aproveitaram a presença do ex-governador e delator Silval, na CPI do Paletó, para perguntar sobre eventual sociedade empresarial deste com o ex-prefeito da Capital Mauro Mendes (foto), que ensaia candidatura a governador. Silval esquivou-se. Disse que, no caso de um garimpo, o seu irmão...

Senador opta por ficar no Podemos

jose medeiros curtinhas   Após participar de reuniões com os presidenciáveis Levy Fidelix, do PRTB, e Jair Bolsonaro, que vai trocar o PSC pelo PSL, nas quais recebeu convite para filiação, o senador José Medeiros (foto) decidiu que fica mesmo no Podemos. E vai encampar o projeto de reeleição....

Ex-prefeito decide ficar no DEM

Roland Trentini   O ex-prefeito de Alto Garças, Roland Trentini (foto),  admite que ter sido sondado pelo empresário Silvino Dal Bó, um dos entusiastas do presidenciável Jair Bolsonaro, para reforçar sua campanha em Mato Grosso, angariando apoio dos ruralistas. Apesar de ter recebido o convite para aderir ao...

Silval cita 18 da AL com mensalinho

antonio azambuja curtinha   Silval Barbosa, em oitiva à CPI do Paletó, nesta sexta, na Câmara de Cuiabá, abriu o jogo sobre esquemas de corrupção. E, reforçando a delação, não poupou ninguém. Confirmou ter repassado mensalinho aos deputados na época em que foi...

Eleição da Mesa da AL custou R$ 16 mi

mauro savi curtinhas   À CPI do Paletó nesta sexta (23), o ex-governador Silval Barbosa disse que em todas as eleições da Mesa Diretora houve negociação financeira por votos. Citou como exemplo uma eleição cuja a chapa era formada por Mauro Savi (foto) e Romoaldo Júnior. O delator...

PSDB e vários vereadores a estadual

rodrigo da zaeli curtinha rondonopolis   O PSDB do governador Taques possui uma lista extensa de pré-candidatos a deputado porque inclui vereadores, que não precisam renunciar ao mandato para tentar outro degrau no Legislativo. Os quatro estaduais (Wilson, Saturnino, Baiano e Maluf) vão em busca da reeleição. O...

MAIS LIDAS