Executivo

Quarta-Feira, 29 de Setembro de 2010, 22h:26 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

INVESTIGAÇÃO

Narita acusa cunhado e Wilson de irresponsáveis e maldosos

Narita vê conluio e diz que seu cunhado e Wilson são irresponsáveis


Marcos Narita afirma ao RDNews que processará Wilson e o cunhado Márcio e diz que ambos são irresponsáveis
Fotos: Romilson Dourado

   Marcos Narita, um dos representantes em Mato Grosso da concessionária Golden Brasil, que fechou junto à fábrica Marcopollo a aquisição, pelo governo estadual, de 238 micro-ônibus escolares, se mostrou revoltado com os ataques e ofensas disparados pelo candidato a governador Wilson Santos (PSDB) e com o próprio cunhado, o advogado Márcio Rondon Silva. Negou qualquer ação ilícita nas negociações, reagiu de forma dura às acusações e avisou que vai processar os dois. Segundo Narita, ambos fizeram conluio para alimentar acusações infundadas, tudo para prejudicá-lo e também expor negativamente a imagem do governador Silval Barbosa (PMDB), candidato à reeleição. Em entrevista coletiva, Wilson afirmou ter recebido informações do cunhado de Narita de que o governo desviara recursos destinados à compra dos micro-ônibus e, sem declinar nomes, apontou que houve pagamento de propina a um ex-deputado estadual, a um deputado federal, a um ex-secretário de Estado e para um executivo da Associação Mato-Grossense dos Municípios - saiba mais aqui.

   Narita e Wilson são desafetos desde os anos 1990. Na época, o hoje candidato ao Paiaguás era deputado estadual pelo PDT e, na Assembleia, fez barulho com a CPI das LFTEs, que havia apurado que em 96 uma das empresas acusadas de desvio de dinheiro, a IBF Factoring, teria depositado R$ 209.000,00 (moeda da época) em uma das contas correntes de Narita, ex-funcionário do extinto Bemat. Conhecido como "galinho de briga", Wilson tirou proveito político das investigações. Agora, 12 anos depois e na véspera das eleições, ele resolve acusar Narita de participar de esquema de irregularidades na compra de micro-ônibus.

Marcos Narita   O ex-contador do Bemat resolveu, então, romper o silêncio. Em entrevista exclusiva ao RDNews nesta quarta à noite, lembrou que na época da CPI Wilson contou que o objetivo era "detonar" com Antero de Barros e com Dante de Oliveira (já falecido), que eram de outro grupo político e que vieram a ser, respectivamente, senador e governador. "Esse é o estilo do Wison, que se declara companheiro, mas, na primeira oportunidade, apunhala as pessoas pelas costas. Todo mundo que se junta com Wilson perde eleição. Ele é um demagogo, incompetente e quer ganhar voto atacando as pessoas de bem, agindo com perseguição, sem medir consequências familiares e sociais. É por isso que, felizmente, vai ficar sem mandato e sem imunidade", comentou Narita, numa alusão ao fato de Wilson ser o terceiro colocado nas pesquisas na corrida à cadeira de governador.

   Quanto às acusações, Marcos Narita explica que são infundadas e sem cabimento. Comentou que Wilson o chamou de bandido e considera que o "bandido nessa história é o ex-prefeito por inventar factóides para tentar levar vantagem política. Esclarece que foi feito pregão em nível nacional e a Marcopollo ganhou um lote para negociar os 238 micro-ônibus escolares com 32 lugares cada, ao custo de R$ 146,9 mil. "O preço é tabelado e ainda do ano passado". Adianta que vai interpelar Wilson judicialmente, exgindo provas das acusações de que teria pago propina. Avisou também que vai processar o cunhado Márcio, classificando-o de "inconfiável" e de "advogado irresponsável nos processos nos quais atuou". "Não dei propina para ninguém. Isso é um absurdo. Eles vão ter de provar na Justiça". Ponderou que Márcio passou informações equivocadas e sem fundamento para Wilson. "Isso é leviandade. Quem teve contato com o governo foram os representantes da fábrica Marcopollo".

   Narita afirma que nunca conversou com o governador Silval sobre negociações com micro-ônibus, que foram entregues ao Estado e se encontram no pátio da secretaria estadual de Educação, no bairro Bela Vista, em Cuiabá, para serem entregues a todos os municípios mato-grossenses após as eleições. "Percebemos que o Silval, que foi prefeito de Matupá, é um conhecedor da realidade e das dificuldades dos municípios para atender os estudantes da zona rural e resolveu, então, abraçar o projeto Caminho da Escola, lançado pelo presidente Lula, e adquiriu os micro-ônibus. Tudo foi feito dentro da lei". Narita lembra que esses veículos vão beneficiar milhares de estudantes e destaca que há custo-benefício. Observou que outros Estados também aderiram ao programa, como São Paulo, que comprou mil micro-ônibus.

   Marcos Narita avalia que as prefeituras têm dificuldades para transportar alunos da zona rural e hoje são forçadas a fazer locação de ônibus velhos, que rodam em situação precária, o que elevam as despesas, pois acabam pagando de R$ 1,50 a R$ 2 reais por km rodado, Enfatiza que o programa do governo federal Caminho da Escola permite compra de micro-ônibus mais em conta por causa dos benefícios das isenções de ICMS, Confis e PIS.

Postar um novo comentário

Comentários (34)

  • William | Quinta-Feira, 07 de Outubro de 2010, 10h23
    0
    0

    William, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • William | Domingo, 03 de Outubro de 2010, 21h14
    0
    0

    William, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Ricardo | Sexta-Feira, 01 de Outubro de 2010, 16h28
    0
    0

    precisamos investigar a familia no narita, certamente esse cunhado tem rolo com narita a muito tempo, tem coisa ai....a policia ferderal tem q ficar d olho.

  • Jedae | Sexta-Feira, 01 de Outubro de 2010, 09h08
    0
    0

    Silval! Silval! Por que isso não foi feito antes? Já existe uma investigação. Isso é zombar na cara do povo. Quando digo povo, são pessoas que não aceitam nosso Estado sendo roubado todo dia. Todo dia MT é destaque em roubos e desvios. Como esta nossa saúde? Como esta nossa segurança? Só aqui na av. Cel Escolástico tem duas casas de apoio. É muito fácil colocar os doentes em uma ambulância e enviar para Cbá. Onde fica a parte do governo do Estado com a saúde? Grana pra esse tipo de coisa não tem. Parabéns!!!!

  • Calmon | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 14h00
    0
    0

    Mas porquê afinal de contas o Governo adota medidas de locação de veículos para a Polícia Civil, e para atendimento às escolas rurais compra Ônibus?... E para maquinários compra-os também?... Não existe uma política definida para investimento em veículos e maquinários? É de acordo com a "oportunidade", e a "conveniência"?... QUE PAPELÃO.

  • leo | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 13h51
    0
    0

    Narita, Bemat........cheira mal, onde esse sujeito põe o pé. que companhia o silvai foi arrumar, especialista. Papai Noel existe, kkkkkkkkkkkkk.

  • nice silva | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 13h00
    0
    0

    e o mesmo dona maria do carmo ainda bem que a senhora lembrou do marcos narita colequinha do seu esposa. cadeia nele.......

  • Antônio Carlos | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 11h20
    0
    0

    Esse Narita eu não conheço, mas pelo visto não é flor que se cheira! Agora, o Silval conheço muito bem. Tenho certeza que ele não tem nada haver com alguma "maracutaia", caso haja. No entanto, ele pediu ao MP investigação e entrou com uma queixa-crime contra o pinóquio!!!

  • Guilherme Gotardo Nunes Lopes | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 11h09
    0
    0

    Que surpresa! Vocês estão ressuscitando esse traste do Narita? Essa denuncia poderia não ter credibilidade e repercussão; mas agora com esse novo defensor do Silval passa a ter. Esse homem, cuja história já foi narrada em outros comentários desta mesma notícia, não devia ter aparecido mas como apareceu podemos ter certeza que a denuncia tem fundamento. Silval e Narita juntos, que bela dupla!

  • Jedae | Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010, 11h04
    0
    0

    Narita também ajudou a quebrar o Bemat. Não deu em nada. Será que ele mudou de conduta de lá pra cá? Também acredito em que Silval e Maggi não sabem de nada. Também acredito que não houve o perdão dos 185 milhões e que não houve o esquema das maquinas super 44 milhões! Rsrsrr!!!

Malouf e acerto com quadrilha de Silval

Em mais um depoimento à juíza Selma, da 7ª Vara Criminal da Capital, Alan Malouf, quando questionado acerca de um esquema no Governo Silval que resultou no desvio de R$ 16 milhões do erário, reconheceu ter recebido R$ 950 mil num contrato de gaveta e que não pagou impostos sobre o montante. Contou que em 2010 foi procurado por Eder Moraes, então secretário da Casa Civil, para poder realizar a solenidade de posse do governador para mil...

Ex-governador nega "surra" de Piran

valdir piran curtinha   O emblemático encontro entre Valdir Piran (foto) e Silval para acerto de contas foi questionado pela promotora de Justiça Ana Bardusco, durante depoimento do ex-governador na 7ª Vara Criminal de Cuiabá, nesta quinta. Diferente do que afirmou o ex-secretário Nadaf, Silval amenizou a...

Propinoduto "bancou" posse de Silval

alan malouf curtinha   O Buffet Leila Malouf, que tem como um dos sócios o delator Alan Malouf (foto), recebeu uma "bolada" para fazer a cerimônia de posse de Silval como governador. De fato, o evento realizado em 1º de janeiro de 2011 foi marcado por muito requinte. Na época, não se falava em valores. Eis que agora,...

Tirando dúvidas no CCC sobre propina

pedro nadaf depoimento curtinha   No 3º dia de confissão de Silval à Justiça, nesta quinta, ele contou que conversava com os demais membros da organização criminosa nos momentos de brechas, especialmente na hora da limpeza das celas, dentro do Centro de Custódia de Cuiabá, onde esteve preso por...

Forçando a barra para homenagear pai

vinicyus clovito curtinha   Diferente do pai Clovito Hugueney, parlamentar sensato que teve o 3º mandato de vereador interrompido por sua morte há 2 anos, Vinicyus Hugueney (foto), vereador de 1º mandato licenciado e hoje à frente da pasta de Trabalho e Desenvolvimento da Capital, não demonstra as mesmas habilidades...

Mais 11 em situação de emergência

Mais 11 municípios têm situação de emergência reconhecida pelo governo estadual, após prefeitos terem pedido socorro por causa de problemas ocasionados, principalmente com as chuvas. No mês passado, o Estado havia homologado situação de emergência em 15 cidades. Desta vez, o governador Taques referendou decretos municipais já assinados pelos gestores de Canabrava do Norte, Chapada dos Guimarães, Colniza,...

Citando outros líderes para ter delação

cezar zilio   A demora na homologação da colaboração premiada de Silval junto ao Supremo se deve, entre outras coisas, ao entendimento da Corte de que líder de organização criminosa não pode delatar. E percebe-se que o ex-governador se esforça para não ser enquadrado como tal. Nos...

O silêncio de Silval sobre conselheiros

De volta nesta quarta à sala da juíza Selma Arruda, da 7ª Vara Criminal da Capital, Silval Barbosa foi perguntado sobre comentários do seu ex-secretário Pedro Nadaf de que dinheiro do Estado teria, em forma de propina, abastecido bolso de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. Em resposta, o ex-governador que comandou o Estado de março de 2010 a dezembro de 2014 se limitou a dizer que prefere não comentar sobre esse assunto. Selma...

Efeito-Silval e tensão no meio político

walace guimaraes vg   Réu em vários processos, cinco deles na 7ª Vara Criminal de Cuiabá (nas quatro fases da Sodoma e mais a Seven), o governador Silval Barbosa tem provocado muita tensão no meio político, inclusive entre figurões, a cada notícia de que prestará depoimento. De sua boca...