Executivo

Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, 11h:42 | Atualizado: 16/04/2018, 12h:04

Câmara de Cuiabá

Prefeito garante respeitar "ruptura" do presidente da Câmara e prega harmonia

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) afirma que respeita a decisão do presidente da Câmara Justino Malheiros (PV), que deixou a base do prefeito para adotar postura independente em relação ao Executivo municipal. “Essa independência com harmonia é a construção institucional que eu quero na minha relação com Poder Legislativo”, desconversa o emedebista após lançamento da 13ª Caravana da Transformação, nesta segunda (16), na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Assessoria

prefeito de cuiaba emanuel pinheiro

Prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro participa da Caravana da Transformação

No início do mês, Justino colocou à disposição os cargos indicados por ele na Prefeitura de Cuiabá. Essa ruptura acaba por encerrar um ciclo de quase dois anos na base, já que o parlamentar tinha se aliado ao emedebista antes mesmo das eleições de segundo turno de 2016. Justino disse que o Legislativo é considerado "patinho feio" e tem acumulado muito desgaste nos embates entre os parlamentares acerca do prefeito.

Emanuel lembra que as famílias Pinheiro e Malheiros possuem mais de 70 anos de amizade. Conta que o pai de Justino, o ex-deputado estadual João Malheiros, é um de seus melhores amigos da vida pública. Ambos foram vereadores por Cuiabá e deputados estaduais na mesma época.

Para sustentar que não houve abalo na relação, o prefeito considera Justino seu amigo e companheiro independentemente da política. Sustenta que sabe separar a sua relação pessoal com a questão institucional. “Hoje não mistura amizade pessoal com isso. Respeito muito essa relação e acho que tem que ser fortalecida com base na independência e harmonia”, sustenta.

Justino foi um dos vereadores que ajudaram a encerrar a CPI do Paletó que investiga o prefeito, antes mesmo de ouvi-lo. No requerimento apresentado pelo parlamentar, ele pediu o fim das oitivas e a conclusão dos trabalhos até março passado. A proposta foi aprovada, no entanto, a discussão do andamento dos trabalhos estão suspensos pela Justiça.

Eleição da Mesa

Questionado se a insatisfação de Justino tem a ver com a eleição da Mesa Diretora, da qual Emanuel não apoiaria a tentativa de reeleição, o prefeito garante que não interfere na discussão. Além de Justino, hoje estão na briga pela presidência os vereadores Renivaldo Nascimento (PSDB) e Misael Galvão (PSB). “Não me envolvi na dele e nem vou me envolver na próxima. Decisão interna dos 25 vereadores. Não cabe ao prefeito ficar colocando a colher”, sustenta.

Justino teria alegado também que alguns vereadores vêm sofrendo injustiça pela imprensa por serem perseguidos. Nos últimos dias, parlamentares foram denunciados por supostamente abrigarem funcionários fantasmas em seus gabinetes e abrigarem parentes na prefeitura. “Ter situações denunciadas e falar que é perseguição, não cabe. A imprensa não persegue ninguém, é dura e às vezes injusta, mas não persegue”, avalia.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Cuiabano | Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, 15h24
    0
    0

    E os cargos que ele colocou á disposição??? pelo que vi nos jornais o irmão dele é secretário adjunto de obras e está ainda no cargo???cadê as exonerações das indicações???

Matéria(s) relacionada(s):

15 vão concorrer pela Grande Cáceres

moraes curtinha   Pelo menos 15 da região Oeste, que agrega mais de 20 municípios, estão se articulando para concorrer a deputado, sendo 7 deles de Cáceres. Dois vão a federal: Ezequiel Fonseca (PP), de Reserva do Cabaçal e que busca a reeleição, e o estadual Leonardo Albuquerque (SD), baseado...

Ataques de Pivetta dividem opiniões

otaviano pivetta curtinha lucas   Os ataques do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta (foto), do PDT, ao governador Pedro Taques (PSDB) dividem opiniões. Uns acham que ele agiu com desrespeito quando definiu Taques como vagabundo, mentiroso, ladrão de sigla partidária e narcisista. E, diante disso, disseram que...

Irmão de senador disputa a estadual

wener santos nova marilandia curtinhas   O ex-prefeito de Nova Marilândia Werner dos Santos (foto), derrotado à reeleição em 2016, vai concorrer a deputado estadual, mesmo sem apoio irrestrito do irmão, o empresário e senador Cidinho Santos. Filiado ao PP, depois de sair do PR de Cidinho, Werner tem fomentado...

Salgadeira é "pepino" em 2 gestões

Não foi desta vez que a população pode começar a desfrutar das belezas do Complexo Turístico da Salgadeira. Pela segunda vez, o governo adiou a inauguração das obras de reestruturação. O local está fechado há quase 8 anos. O problema se arrastou por toda a gestão Silval e, ao que parece, vai ser resolvido no último ano do governo Taques, que se encerra em dezembro, caso ele não seja reeleito. Era...

Deputados com chances de reeleição

eduardo botelho curtinhas   Quase todos deputados estaduais consideram que entre 10 e 12 dos 21 que vão tentar a reeleição devem obter êxito nas urnas. E apontam, em privado, os com as maiores chances, inclusive com expectativa de mais de 30 mil votos: Botelho (foto), Nininho, Janaína Riva, Zeca Viana e...

Rede de aliados para se tornar federal

neri_geller_curtinha.jpg   Com a estatura de quem foi ministro da Agricultura do Governo Dilma e depois retornou como secretário de Política Agrícola da gestão Temer, Neri Geller (foto) montou uma rede estruturante de aliados capaz de já projetá-lo como futuro deputado federal. Aproveitou os últimos...

Assumindo culpa por "fantasma" na AL

abilio moumer curtinha   Numa postagem em sua página pessoal no Facebook, Abilio Moumer (foto), pai do vereador por Cuiabá Abílio Júnior e marido de Damaris Rasteli, tem a coragem de usar o nome de Deus e da igreja para, depois, pedir perdão. Se revela culpado pelo deputado Sebastião Rezende, evangelista da...

Rossato e Selma já têm até marketing

selma arruda curtinha   Dilceu Rossato, ex-prefeito de Sorriso, e Selma Arruda, que se aposentou prematuramente como juíza de Direito para poder se candidatar a cargo eletivo, estão mais bem planejados e organizados do que se imagina, surpreendendo até aqueles políticos mais tradicionais que costumam empurrar as...

Se Mauro recuar DEM volta pra Taques

jayme campos curtinha   O DEM segue aguardando decisão do indeciso empresário Mauro Mendes para puxar candidatura a governador. Mas, caso o ex-prefeito cuiabano desista de disputar o Paiaguás, o partido abriria duas possibilidades. Uma seria voltar para os braços do governador Taques e apoiá-lo à...