Cuiabá, 25 de Maio de 2017

Arte e Cultura

A | A

Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 07h:45 | Atualizado: 22/04/2017, 10h:29

Sesc Literatura vai ter vencedor do Jabuti, shows e oficinas saiba aqui

A Semana Sesc de Leitura e Literatura começa na terça (25) e segue até o próximo domingo (30), nas dependências do Sesc Arsenal. Como em todos os anos, o objetivo é atrair olhares de novos leitores para a mãe de todas as artes. Daí vem o conceito de que esta vive muito além da escrita e pode e deve ser vista, sentida, ouvida e imaginada. Haverá diversas oficinas, apresentações, declamações, peças. Todas são gratuitas.

Tudo já começa em alto nível, com o lançamento do livro infantil da escritora Marta Helena Cocco, SaBichões já no primeiro dia, terça (25), às 19h, seguido de uma mesa redonda com Jacques Fux e Marcelo Maluf e mediada por Divanize Carbonieri sob o sugestivo título de Arte de Palavra.

Divulgação

Semana Literatura Julian Fuks

Julián Fuks venceu o Prêmio Jabuti 2016 e ficou em 2º lugar no Oceanos com o romance A Resistência

Na quarta, é a vez do espetáculo Maanape, Jiguê e Macunaíma, uma performance na qual Sérgio Bello narra contos das tradições orais indígena, africana e europeia. A quinta começa com a abertura da exposição literária Peraltagens, dos Tapetes Contadores de Histórias e a Minimaratona de Histórias. Nesta última, vários artistas fazem performances em revezamento durante três horas seguidas.

São maneiras de atrair públicos variados, de todas as idades, explica a analista de programas sociais do Sesc Arsenal, Evelise Parron.

“A literatura tem que ser vista além da sala de aula, mas como algo prazeroso que tem caráter de promover a livre discussão”, argumenta. Logo, vai ter de oficina a palestra, de espetáculo a intervenção, de exposição a lançamentos de livros.

Para explorar outros sentidos, o escritor cozinheiro César Obeid vai promover a oficina Culinária Poética com Degustação. No cardápio, receitas veganas e poesia. Depois haverá uma oficina sobre como contar histórias, com a atriz Suzana Nascimento; além do escritor Julián Fuks, com uma oficina de narrativas autoficcionais.

Outros destaques acontecem na sexta (28), quando os Tapetes Contadores de Historias contam Histórias de Outros Povos. Na sequência, a Cia Solta de Teatro apresenta Carne – Uma Narrativa Sobre a Memória, peça também integrante d’O Levante, em cartaz durante os finais de semana na Casa Cuiabana. A noite deve ser encerrada com Viola Brasileira, um show musical com Paulo Freire.

A festa literária começa a anunciar seu fim, o sábado (29) chega e, com ele, uma contação de histórias e uma intervenção literária baseada no clássico de Saint-Exupéry, o Pequeno Príncipe (aqui, com um Sensorial adicionado ao título), com o grupo Sensus; a sequência ficará a cargo da atriz Thereza Helena e seu Inhamor. O encerramento fica a cargo do casal de músicos Estela Ceregatti e Jhon Stuart e seu O Som Que o Vento Conta. 

Marta Helena Cocco lança livro: SaBichões

Tudo chega ao fim no domingo (30), quando é a vez do Grupo Tibanaré de Teatro apresentar seu espetáculo de palhaçaria Fiu-fiu, além de nova apresentação do monólogo Inhamor, de Thereza Helena. O canto do cisne acontece ao som de A Arte de Cantar e Contar Histórias, de Bia Bedran - veja detalhes da programação (Com Assessoria)

Mário Okamura/RDNews

Programa��o semana literatura

Programação terá como destaque presença de escritores premiados em palestras e oficinas. Os três autores representam melhor tom da literatura recente no país

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):