Cuiabá, 22 de Fevereiro de 2017

Entretenimento

A | A

Sexta-Feira, 17 de Fevereiro de 2017, 08h:20 | Atualizado: 17/02/2017, 16h:21

Grupo de artistas revitaliza espaço e realiza Ato 3 do Circuito Autoral

Divulgação

Billy Spindola

Billy Espíndola é uma das bandas que irão tocar no Circuito Autoral - 3 Ato domingo (19), no Coxipó

Acontece neste domingo (19), a partir das 15h, no Espaço Cultural Silva Freire (revitalizado pelos próprios artistas e ativistas), o Circuito Autoral – Ato 3. A entrada é franca.

O movimento Circuito Autoral foi fundado pela junção de vários coletivos de artistas de diversos segmentos, ativistas e skatistas em fins do ano passado.

O objetivo sempre foi fazer atos coletivos de apresentação de performances nos variados suportes ali reunidos, tais quais música (rock, rap), artes plásticas (grafite, fotografia, moda), artes cênicas (teatro e dança), circenses (malabares), slam poetry e esportes (skate, slack line, basquete de rua).

As apresentações irão marcar também a devolução ao uso comum de um espaço que estava abandonado pela prefeitura, cheio de mato, com pintura desgastada, cheio de poças d’água. Eles mesmos cuidaram da limpeza, reforma e pintura.

Os integrantes do movimento Circuito Autoral defendem que a ideia, além das apresentações,  é resgatar a força da criação autoral cuiabana. Na primeira edição, conseguiram algo meio em desuso por aqui, como reunir bandas de rock com as de rap, skatistas e fotógrafos. Na segunda edição, já havia um adicional: a batalha de MCs.

Para esta terceira edição, aumentaram ainda mais elementos, com apresentações e realizações de grafite (a cargo dos artistas de rua Babu Seteoito e Pirata), moda, basquete, slack line, malabares e slam poetry. Também haverá feira gastronômica, performances de dança (hip hop e dança do ventre), teatro (Grupo Tibanaré e Teatro de Brinquedo), malabares, corrida de skate. A música fica por conta de oito bandas de rock (Esmalthes, Shaira, The Banana Chips, Billy Espíndola, Lord Crossroads, Cinema de Pedra, Mantrari e Café & Cigarro). O rap aparece na forma da batalha de MCs e, algo tipicamente brasileiro, na disputa de slam poetry.

 

 

Na percepção deles, “um verdadeiro caldeirão cultural na capital de Mato Grosso, com a produção autoral cuiabana mostrando capacidade de organização, força, união e resultados à sociedade”.

Rebeca Dugatto

Caio Schl�sser

Integrantes de algumas das bandas que irão se apresentar neste domingo

Os responsáveis pela empreitada respondem pelos nomes de Toma Espaço Musical, o coletivo Supernova Cultural e Roda Rock Zona Sul, além de vários parceiros. Além de tudo que já foi citado, haverá também exposição de fotografia, campeonato de basquete.

Lembrando que o Espaço Cultura Silval Freire fica no início da MT-040, logo na saída da Fernando Correa para acesso aos bairros  Jardim Industrial, Atalaia, Parque Cuiabá e outros, no alto do  Coxipó, e é administrado pela secretaria municipal de Cultura da capital, apesar de ter ficado inutilizável por anos.

Toda a mobilização para conseguir voluntários e artistas dispostos a enfiar a mão no trabalho pesado foi feita a partir da articulação concebida e realizada pela mídia social Facebook, na página do evento Circuito Autoral  - Ato 3.

Eles conseguiram, em dois dias, retirar todos os entulhos, carpir e podar o mato que tomava conta do local. A pintura estava programada para a terça-feira (14), mas a chuva não deu trégua durante todo o dia e já vinha caindo torrencialmente desde a noite de segunda (13). Terminam o trabalho nesta sexta (17).

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Matheus Viana | Sexta-Feira, 17 de Fevereiro de 2017, 16h30
    0
    0

    Linda materia, obrigado

Matéria(s) relacionada(s):