Cuiabá, 22 de Fevereiro de 2017

Gastronomia

A | A

Sexta-Feira, 03 de Fevereiro de 2017, 08h:35 | Atualizado: 05/02/2017, 10h:12

Mulher deixa gerência de RH, se dedica a bolos e vende até 90 por dia

Meneguini/Gcom-MT

katinha

Confeiteira Kátia Dias revela que vende até 90 bolos por dia. Usa redes sociais para atrair os clientes

A confeiteira Kátia Dias resolveu, há quatro anos, tomar uma decisão radical. Cansada da vida estressante na existência corporativa de uma empresa de logística (ela era a gerente de recursos humanos), decidiu deixar para trás o que muitos consideram segurança – carteira assinada, fundo de garantia, férias remuneradas – para fazer o que ela realmente gostava: bolos e tortas.

Era uma atividade à qual ela se dedicava há pelo menos quatro anos antes, como maneira de complementar os ganhos advindos do salário. Mas, era pouco ou quase nada perto do que ela produz e vende hoje. Se naquele já distante 2008 ela fazia cinco bolos/dia, hoje não vende menos do que um algarismo variando entre 70 e 90, em média, a cada vez que o sol nasce e se põe. A empresa dela, a Tia Katinha Bolos funciona entre as 08h e as 18h de segunda a sexta, e de 08h ao meio-dia nos sábados.

Mas, o sucesso não veio rápido e nem foi fácil, como conta a própria Kátia. “Abri a loja em 2012 e ainda fiquei seis meses trabalhando [como empregada na firma de logística] com minha filha cuidando da loja. Depois desse período, ainda prestava serviços para a empresa, mas aí eu disse pra mim mesma: agora preciso cuidar do meu negócio. O retorno financeiro acabou vindo a contento”, contou ao .

Com esforço e perseverança, pois a venda inicial – aquela, dos cinco bolos diários – continuava. “Vendíamos pouco porque não conheciam nosso trabalho, mas, com divulgação, a confiança com o cliente foi aumentando”, raciocina. Para ela, pesou também o fato de a empresa estar situada em um bairro, o que levou a um vínculo de amizade com seus clientes e aos atuais números.

Galeria: Tia Katinha Bolos

Mesmo com as quedas esporádicas de cerca de 10% nas vendas, há os meses onde há um acréscimo de até 50% na procura, como os três últimos do ano. “Outubro, acho que por causa do Dia das Crianças, novembro e dezembro, por causa das confraternizações de fim de ano, e janeiro porque começam as férias são meses ótimos para nós”, explica.

A Tia Katinha Bolos oferece 20 sabores, mas os mais vendidos e procurados são mesmo os de cenoura com cobertura de chocolate, milho e pamonha. Também faz bolos de aniversário. Para o início da jornada, Kátia juntou todas suas economias, a rescisão do contrato de trabalho de carteira assinada e ainda teve de pegar financiamento do fundo estadual MT Fomento para poder começar. 

Hoje, além da filha que trabalha com ela, há também outros seis funcionários trabalhando para dar conta da demanda, que ela pretende ampliar. “Foi um ano calculando, planejando, procurando o ponto, mas no fim deu tudo certo”.  A Tia Katinha Bolos está localizada na Avenida das Torres, bem próximo da rotatória do Jardim Universitário/Jardim Imperial e Recanto dos Pássaros, a famosa “rotatória da viola de cocho”, no sentido bairros-centro.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):