Judiciário

Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017, 20h:03 | Atualizado: 11/08/2017, 20h:57

Blairo e Silval pagam R$ 3 mi cada por retratação de ex-secretário; Bezerra e Wellington receberam propina, diz JN

O ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP) teria subornado o ex-secretário de Estado Eder Moraes para retirar acusações sobre seu envolvimento no esquema para compra de vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE), amplamente divulgado pela imprensa mato-grossense. A denúncia consta na delação premiada do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), homologada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luix Fux na última quarta (9), que foi revelada com exclusividade pelo Jornal Nacional (JN) desta sexta (11).

Reprodução

silval_delacao_blairo

Delação de Silval revela que ele e Blairo Maggi compraram retratação de Eder por R$ 6 mi

A delação premiada de Silval garante que Eder revelou o envolvimento de Blairo no esquema para compra de vaga no TCE em depoimento prestado ao Ministério Público Estadual (MPE) em março de 2014. Em seguida, teria cobrado R$ 12 milhões para mudar o conteúdo das declarações.

Após negociação, o ex-secretário, que foi influente nas duas gestões, teria aceitado reduzir o valor do suborno para R$ 6 milhões. Deste total, R$ 3 milhões teriam sido repassados por Blairo por intermédio do empresário Gustavo Capilé.

Os outros R$ 3 milhões teriam sido pagos por Silval através do ex-chefe de gabinete Silvio Corrêa, que repassou parte em dinheiro e quitou uma dívida no valor de R$ 800 mil.

Com o  suborno, Eder teria mudado a versão de seu depoimento. À época, alegou que o conteúdo do depoimento era inverídico e foi influenciado por “forte domínio emocional". A retração foi divulgada em primeira mão pelo no início de outubro de 2014.

Com a retratação de Eder, o inquérito que investigava Blairo foi arquivado pelo ministro do STF Dias Tofolli. Segundo JN, agora a investigação pode ser reaberta a partir da revelação contida na delação premiada de Silval.

Outros esquemas

A reportagem de JN cita outros dois políticos de Mato Grosso, que teriam sido beneficiados por esquemas e "dedurados" por Silval. São eles o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) e o senador Wellington Fagundes (PR).

Bezerra é acusado de receber propina de R$ 4 milhões para apoiar determinada candidatura a prefeito de Cuiabá - a reportagem não citou o ano, nem o nome do político.

Já Wellington teria recebido propina em esquema com construtoras e para pagamento de dívidas de campanha. Neste caso, os valores não teriam sido revelados por Silval.

Outro Lado

Blairo nega todas as acusações contidas na delação premiada de Silval. Afirma que nunca subornou Eder e que o ex-governador está mentindo. Além, afirma utilizar todos os meios legais para se defender. "Nunca houve ação, minha ou por mim autorizada, para agir de forma ilícita dentro das ações de Governo ou para obstruir a justiça. Jamais vou aceitar qualquer ação para que haja "mudanças de versões" em depoimentos de investigados. Tenho total interesse na apuração da verdade. Qualquer afirmação contrária a isso é mentirosa, leviana e criminosa".

Bezerra garante que a delação premiada de Silval não tem fundamento. Pontua ainda que é dirigente estadual do PMDB e cabe ao diretório municipal tratar de eleições para prefeito.

Wellington sustenta que todas as doações de campanha que recebeu foram declaradas à Justiça Eleitoral. Silvio alegou que somente cumpria ordens. Eder não foi localizado para comentar.

A defesa de Silval não quis comentar o conteúdo da reportagem do JN. Gustavo Capilé não foi localizado.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Gilstinho | Sábado, 12 de Agosto de 2017, 15h46
    1
    0

    TODOS OS POLÍTICOS DE MT E DO BRASIL, SEM EXCECÃO são nojentos, fedem. Eu ponhava a mão no fogo pelo Silav Barbosa, hoje, DÁ ÂNCIA DE VÔMITO em escutar e ver os vídeos de seus depoimentos em juíza, confessando roubo do meu dinheiro de imposto. Tinha EU, muita esperança no Pedro Taques malvadez RGA, em resolver os problema de MT mas, ta aí seus secretários todos indo presos ou tornezelados por corrupção do meu dinheiro de imposto. Meu DEUS, volta logo pra terra, e manda um diluvio duas vezes maior que o ultimo., e tenha misericórdia tão somente os teus servos retos. Seu povo GANANCIOSOS te envergonha pai. ô gloria...,

  • joaoderondonopolis | Sábado, 12 de Agosto de 2017, 10h04
    3
    0

    O mal por si mesmo se destrói. Vamos ver mais coisas daqui pra frente.

  • SALAS | Sábado, 12 de Agosto de 2017, 08h08
    3
    0

    ELEITORES, NÃO SEJAM IDIOTAS UMA VEZ MAIS...2018 VEM AI, FAXINA GERAL EM MAUS POLÍTICOS QUEM TEM MANDATO.

  • por justiça | Sábado, 12 de Agosto de 2017, 07h38
    2
    0

    todos farinha do mesmo saco cadeia ja PF neles

  • otavio luiz | Sábado, 12 de Agosto de 2017, 07h25
    2
    0

    como fica o povo de mato grosso c tanto roubo o pecuarista .o agricultor os empresario. que forao lesado pelo tal de secretario da fazendo do estado na epoca

  • Lucas Tavares | Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017, 22h10
    4
    0

    Mas como? O eterno cacique Bezerra querendo dizer agora quem quem mandam são os índios? Ah, tá de sacanagem neh!!!!! E olha que foi só parte da delação. Imagina o que deve ter na totalidade. Vai faltar cadeia e tornozeleira.

Matéria(s) relacionada(s):

Deputado quer trocar PSB pelo PSDB

adriano silva psb   O deputado estadual Adriano Silva (foto) não admite em público, mas confirma, em privado, que flerta com PSDB do governador Taques. Dá sinais de que pretende desembarcar do PSB, sob pretexto de que não concorda com a entrega do partido a Valtenir, e entrar no ninho tucano. Quer ficar próximo ao...

Risco de cassar quase 50% da Câmara

ball vereador curtinha pocone   Até o final deste mês, a Justiça Eleitoral de Poconé deve decidir sobre o pleito do MPE que pediu a cassação de 4 dos 11 vereadores e suplentes por causa de indícios de fraude nos registros de candidatura. Incluíram-se mulheres como candidatas "fantasmas". Elas...

Sem licença na Sema aos pequenos

No último dia 10, agindo sem alarde e com respaldo do vice-governador e secretário Carlos Fávaro (Sema), os deputados conseguiram modificar artigo de uma lei complementar, que estava em vigor desde 2015, e que ainda pode provar polêmica. Na prática, a secretaria estadual de Meio Ambiente agora não precisa mais exigir nem licença prévia, nem de instalação e muito menos de operação nos processos...

Magistrados debatem Maria da Penha

Jamilson Haddad-juiz   Os juízes mato-grossenses Jamilson Haddad (foto), Ana Cristina Mendes, Jeverson Quinteiro, Eduardo Calmom e a desembargadora Maria Erotides Maria Erotides Kneip Baranjak estiveram em Salvador, na última sexta (18), participando da Jornada Maria da Penha promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e...

Mendes descarta disputar o Governo

mauro mendes curtinhas   Numa conversa recente com Pedro Taques, Mauro Mendes (foto) avisou que continuará no grupo do líder tucano e que não será candidato a governador. No máximo, pode tentar uma das duas vagas de senador que serão abertas com vencimento dos mandatos de Medeiros e Blairo. Ex-prefeito de...

Prefeito enfrenta revolta de servidores

ze do patio curtinha   Zé do Pátio segue batendo-cabeça em Rondonópolis. Agora, enfrenta embate com profissionais da Educação. Em fevereiro, logo no segundo mês desse novo mandato, Pátio simplesmente reduziu o pagamento do auxílio transporte dos servidores da Educação que...

Prefeitos empurram Neurilan a federal

neurilan fraga curtinha amm   Alguns prefeitos de diferentes partidos estão colocando "pilha" em Neurilan Fraga, presidente da AMM, para este concorrer a deputado federal. Entendem que os gestores são beneficiados ou prejudicados por muitas medidas aprovadas no Congresso Nacional e que, por isso, precisam eleger parlamentares...

Do conforto do TC para teste das urnas

antonio joaquim curtinhas   Numa decisão de coragem, audácia e de autoconfiança, Antonio Joaquim resolveu deixar a ativa como conselheiro do TCE, cargo com prerrogativa de desembargador do TJ, para voltar à militância politico-partidária e já entrar numa batalha como pré-candidato a governador....

Ausente e projeto que pune faltosos

oscar bezerra cpi curtinhas   Oscar Bezerra está sendo criticado por alguns colegas deputados. É que ele apresentou desde 2015 um projeto de resolução que, se aprovado, resultará no desconto do salário dos parlamentares que faltarem às sessões ordinárias ou delas se retirarem antes de...

MAIS LIDAS