Judiciário

Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 10h:19 | Atualizado: 11/10/2017, 17h:28

Perri pode decretar nova prisão de Gerson; coronel deve ser transferido para Rotam

Reprodução

Cabo Gerson Correa

Cabo Gerson Correa foi preso em 23 de maio, junto com coronel Zaqueu

O desembargador Orlando Perri deve analisar ainda nesta quarta (11) o pedido de nova prisão preventiva do cabo Gerson Correa, que já está preso por suposto envolvimento com a organização criminosa que teria engendrado o esquema de grampos ilegais no Executivo e Polícia Militar.

O pedido da nova prisão foi feito pela delegada Ana Cristina Feldner responsável pelo inquérito que investiga as interceptações ilegais. A nova prisão estaria fundamentada nos desdobramentos das investigações.

Gerson, apontado como operador do esquema, foi preso em 23 de maio, junto com o coronel Zaqueu Barbosa (ex-comandante-geral da PM). As prisões foram decretadas pelo juiz Marcos Faleiros da 11ª Vara Especializada em Crimes Militares de Cuiabá.

Após a deflagração da Operação Esdras, em que oito pessoas foram presas, o nome de Gerson voltou a ser citado pelo empresário José Marilson da Silva. Após ser preso, o investigado prestou depoimento e colaborou com as investigações.

José é ex-sócio-proprietário da Empresa Simples IP, sendo o responsável pelo desenvolvimento do Sistema Sentinela, ao que tudo indica, adquirido pelo coronel Evandro Lesco (ex-chefe da Casa Militar), e utilizado pelo postiço Núcleo de Inteligência da Polícia Militar, para prática de interceptações telefônicas clandestinas. À delegada, o empresário disse que tal sistema estava sob posse de Gerson.

Transferência

Além da prisão de Gerson, Perri deve analisar o pedido de transferência do coronel Lesco para a unidade do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam). Desde que foi preso, em 27 de setembro, o coronel está no 3º Batalhão da Polícia Militar.

No entanto, em 4 de outubro, Lesco foi visto em uma farmácia no bairro CPA 4 sacando dinheiro em uma caixa eletrônico e comprando produtos de higiene pessoal.

Nesta terça (11), Lesco prestou novo depoimento a delegada e confessou participação no esquema de grampos ilegais em Mato Grosso. No entanto, conforme apurou o , embora tenha assumido culpa em alguns fatos, o coronel não trouxe novos elementos para a investigação.

Operação Esdras

A Polícia Judiciária Civil deflagrou em 27 de setembro a Operação Esdras, que culminou na prisão de oito pessoas, por suposta participação na organização criminosa que teria realizado esquema de interceptações ilegais.

São eles: o delegado Rogers Jarbas, secretário estadual de Segurança Pública afastado; o coronel Airton Siqueira, secretário de Justiça e Direitos Humanos; o coronel Evandro Lesco, ex-chefe da Casa Militar e sua esposa Helen Christy; além do advogado Paulo Taques, ex-chefe da Casa Civil; o sargento João Ricardo Soler; o empresário José Marilson (já em liberdade); e o major Michel Ferronato, do setor de Inteligência da Sesp.

Além das prisões, com a autorização de Perri, os policiais também cumpriram um mandado de fixação de medidas restritivas, um de condução coercitiva e 16 de busca e apreensão.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Delator nega sociedade com Mauro

mauro mendes curtinha   Alguns vereadores aproveitaram a presença do ex-governador e delator Silval, na CPI do Paletó, para perguntar sobre eventual sociedade empresarial deste com o ex-prefeito da Capital Mauro Mendes (foto), que ensaia candidatura a governador. Silval esquivou-se. Disse que, no caso de um garimpo, o seu irmão...

Senador opta por ficar no Podemos

jose medeiros curtinhas   Após participar de reuniões com os presidenciáveis Levy Fidelix, do PRTB, e Jair Bolsonaro, que vai trocar o PSC pelo PSL, nas quais recebeu convite para filiação, o senador José Medeiros (foto) decidiu que fica mesmo no Podemos. E vai encampar o projeto de reeleição....

Ex-prefeito decide ficar no DEM

Roland Trentini   O ex-prefeito de Alto Garças, Roland Trentini (foto),  admite que ter sido sondado pelo empresário Silvino Dal Bó, um dos entusiastas do presidenciável Jair Bolsonaro, para reforçar sua campanha em Mato Grosso, angariando apoio dos ruralistas. Apesar de ter recebido o convite para aderir ao...

Silval cita 18 da AL com mensalinho

antonio azambuja curtinha   Silval Barbosa, em oitiva à CPI do Paletó, nesta sexta, na Câmara de Cuiabá, abriu o jogo sobre esquemas de corrupção. E, reforçando a delação, não poupou ninguém. Confirmou ter repassado mensalinho aos deputados na época em que foi...

Eleição da Mesa da AL custou R$ 16 mi

mauro savi curtinhas   À CPI do Paletó nesta sexta (23), o ex-governador Silval Barbosa disse que em todas as eleições da Mesa Diretora houve negociação financeira por votos. Citou como exemplo uma eleição cuja a chapa era formada por Mauro Savi (foto) e Romoaldo Júnior. O delator...

PSDB e vários vereadores a estadual

rodrigo da zaeli curtinha rondonopolis   O PSDB do governador Taques possui uma lista extensa de pré-candidatos a deputado porque inclui vereadores, que não precisam renunciar ao mandato para tentar outro degrau no Legislativo. Os quatro estaduais (Wilson, Saturnino, Baiano e Maluf) vão em busca da reeleição. O...

Silval repete na CPI termos da delação

silval barbosa curtinha   Instruído pelo jurídico para não desmentir a si próprio, o ex-governador e delator Silval Barbosa vai repetir na CPI do Paletó, nesta sexta, na Câmara de Cuiabá, aquilo que afirmou aos procuradores da República e à Justiça, de que o dinheiro entregue pelo...

Juarez não vai a vice e quer ser federal

juarez costa curtinha   Apesar de se colocar como pré-candidato a vice-governador, em chapa a ser encabeçada por Antonio Joaquim, Juarez Costa (MDB) está focado mesmo é na campanha a federal. Ele se animou com essa possibilidade porque o Nortão pode não ter um dos concorrentes. Trata-se de Nilson...

Governador e tudo ou nada à reeleição

pedro taques curtinha   Pedro Taques disse a interlocutores que pode até ter pensado no chamado plano B, que seria candidatura ao Senado, mas sua prioridade em 100% é a busca da reeleição. Avalia que seu governo tem feitos importantes que, quando potencializados na campanha eleitoral, o colocarão em vantagem nas...