Judiciário

Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, 09h:23 | Atualizado: 16/04/2018, 16h:17

Presidente do CRM pede cuidado para não pré-julgar e ressalta dever de salvar vidas

O Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso (CRM-MT) se reunirá às 18h desta terça (17) para discutir que providências podem ser adotadas com relação à médica Letícia Bortolini, que no sábado (14) suspeita de atropelar e causar a morte o verdureiro Francisco Lúcio Maia, 48 anos, além de deixar o local sem prestar socorro. Ao , a presidente do Conselho, Maria de Fátima de Carvalho Ferreira, pede cautela para que não seja feito um julgamento precipitado da médica.

Reprodução

Maria de F�tima

Presidente do Conselho Regional de Medicina de MT, Maria de Fátima, pede cautela 

“A gente ouviu uma decisão judicial já até concluindo sobre a personalidade da pessoa, acho que sem avaliação mais profunda de nada. A gente é muito cuidadoso no sentido de não formular juízo de valores no momento em que a gente precisa, primeiro, coletar informações, dados, para não cometer injustiça, nem de um lado nem de outro”, critica em referência à decisão da juíza Renata do Carmo Evaristo Parreira da 9ª Vara Criminal, que concluiu que Letícia tem “personalidade criminosa” e decretou a prisão preventiva da médica.

A presidente do CRM-MT ressalta que o caso não ocorreu no exercício da profissão, “então a gente tem que discutir qual vai ser a abordagem porque o CRM atua sempre na questão do código de ética médica”. Neste sentido, ao ser questionada sobre o juramento que todo médico faz ao iniciar na profissão, pondera que todos têm obrigação de salvar qualquer vida que esteja próxima. “Acho que isso é até de código de conduta para qualquer pessoa”.

O caso

Acho que isso é até de código de conduta para qualquer pessoa

Letícia, que apresentou sinais de embriaguez, teria atropelado Francisco na avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, na madrugada de sábado. Ele tentava subir no canteiro central com seu carrinho com verduras quando foi atingido e arremessado contra uma árvore, morrendo no local. A médica, que dirigia um Jeep branco, “não chegou nem a frear”, conforme relato de uma testemunha que viu o atropelamento, e fugiu em alta velocidade, mas foi seguida até entrar em um condomínio de classe alta, na Capital.

A médica foi presa e autuada em flagrante por homicídio culposo na direção de veículo e omissão de socorro. Na tarde do domingo (15), Letícia passou audiência de custódia. A juíza Renata negou o arbitramento de fiança e decretou a prisão preventiva de Letícia. O advogado da médica, Giovane Santin, não se manifestou e estuda uma estratégia de defesa.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Tobias de Aguiar | Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, 13h30
    3
    1

    Como um ébrio poderá salvar a vida daquele que deveria dar guarida??? Indefensável. CRIME CONTRA A VIDA. DOLO EVENTUAL !

Matéria(s) relacionada(s):

15 vão concorrer pela Grande Cáceres

moraes curtinha   Pelo menos 15 da região Oeste, que agrega mais de 20 municípios, estão se articulando para concorrer a deputado, sendo 7 deles de Cáceres. Dois vão a federal: Ezequiel Fonseca (PP), de Reserva do Cabaçal e que busca a reeleição, e o estadual Leonardo Albuquerque (SD), baseado...

Ataques de Pivetta dividem opiniões

otaviano pivetta curtinha lucas   Os ataques do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta (foto), do PDT, ao governador Pedro Taques (PSDB) dividem opiniões. Uns acham que ele agiu com desrespeito quando definiu Taques como vagabundo, mentiroso, ladrão de sigla partidária e narcisista. E, diante disso, disseram que...

Irmão de senador disputa a estadual

wener santos nova marilandia curtinhas   O ex-prefeito de Nova Marilândia Werner dos Santos (foto), derrotado à reeleição em 2016, vai concorrer a deputado estadual, mesmo sem apoio irrestrito do irmão, o empresário e senador Cidinho Santos. Filiado ao PP, depois de sair do PR de Cidinho, Werner tem fomentado...

Salgadeira é "pepino" em 2 gestões

Não foi desta vez que a população pode começar a desfrutar das belezas do Complexo Turístico da Salgadeira. Pela segunda vez, o governo adiou a inauguração das obras de reestruturação. O local está fechado há quase 8 anos. O problema se arrastou por toda a gestão Silval e, ao que parece, vai ser resolvido no último ano do governo Taques, que se encerra em dezembro, caso ele não seja reeleito. Era...

Deputados com chances de reeleição

eduardo botelho curtinhas   Quase todos deputados estaduais consideram que entre 10 e 12 dos 21 que vão tentar a reeleição devem obter êxito nas urnas. E apontam, em privado, os com as maiores chances, inclusive com expectativa de mais de 30 mil votos: Botelho (foto), Nininho, Janaína Riva, Zeca Viana e...

Rede de aliados para se tornar federal

neri_geller_curtinha.jpg   Com a estatura de quem foi ministro da Agricultura do Governo Dilma e depois retornou como secretário de Política Agrícola da gestão Temer, Neri Geller (foto) montou uma rede estruturante de aliados capaz de já projetá-lo como futuro deputado federal. Aproveitou os últimos...

Assumindo culpa por "fantasma" na AL

abilio moumer curtinha   Numa postagem em sua página pessoal no Facebook, Abilio Moumer (foto), pai do vereador por Cuiabá Abílio Júnior e marido de Damaris Rasteli, tem a coragem de usar o nome de Deus e da igreja para, depois, pedir perdão. Se revela culpado pelo deputado Sebastião Rezende, evangelista da...

Rossato e Selma já têm até marketing

selma arruda curtinha   Dilceu Rossato, ex-prefeito de Sorriso, e Selma Arruda, que se aposentou prematuramente como juíza de Direito para poder se candidatar a cargo eletivo, estão mais bem planejados e organizados do que se imagina, surpreendendo até aqueles políticos mais tradicionais que costumam empurrar as...

Se Mauro recuar DEM volta pra Taques

jayme campos curtinha   O DEM segue aguardando decisão do indeciso empresário Mauro Mendes para puxar candidatura a governador. Mas, caso o ex-prefeito cuiabano desista de disputar o Paiaguás, o partido abriria duas possibilidades. Uma seria voltar para os braços do governador Taques e apoiá-lo à...