Legislativo

Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 11h:54 | Atualizado: 11/10/2017, 15h:53

Em Brasília

Bancada pede que Temer edite MP para permitir nova parceria à Rota do Oeste

Marcos Corrêa

bancada federal com michel temer.jpg

Bancada federal de Mato Grosso e representantes do agronegócio estiveram com presidente Michel Temer (PMDB)

A bancada federal se reuniu com o presidente Michel Temer (PMDB) para discutir sobre obras de infraestrutura para o Mato Grosso. Uma das demandas diz respeito à BR-163, rodovia concedida para a Rota do Oeste, empresa do grupo Odebrecht, que perdeu sua capacidade de investimentos em função das investigações da Operação Lava Jato.

A expectativa é que a Rota do Oeste seja contemplada na Medida Provisória nº 800/2017, que amplia o prazo para que as empresas concessionárias façam investimentos. A bancada solicitou ao presidente Temer que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) edite uma portaria permitindo que um novo parceiro entre na concessão da Rota do Oeste, com capacidade de buscar recursos para investimento no mercado.

“Toda a população tem um incômodo com a cobrança do pedágio enquanto as obras de duplicação estão paralisadas, principalmente, no trecho entre Posto Gil e Sinop. A entrada de um novo parceiro vai permitir que a empresa retome as obras e dê manutenção na BR-163”, diz o senador Cidinho Santos (PR).

A bancada também solicitou celeridade no processo de licenciamento ambiental nas obras da BR-242 entre Nova Ubiratã e Querência. O presidente Temer se prontificou a levar a demanda ao ministro de Meio Ambiente, Sarney Filho, à presidente do Ibama, Suely Araújo, e à Advocacia Geral da União para eliminar os entraves.

Um terceiro assunto foi a regularização fundiária, objeto de medida provisória aprovada pelo Congresso Nacional. A bancada solicitou que o Incra edite portaria para a implantação da decisão.

Por fim, os parlamentares mato-grossenses apresentaram ao presidente Temer a proposta de construção de um centro de eventos no Parque de Exposições de Cuiabá, para a realização de feiras tecnológicas, exposições e cursos de capacitação.

“A ideia é transformar Cuiabá num centro de agronegócios do Brasil, que realize eventos no nível da Agrishow, em Ribeirão Preto, e da Expointer, no Rio Grande do Sul. O presidente sinalizou positivamente e encaminhou o projeto ao ministro Blairo Maggi”, explica Cidinho.

Estiveram presentes o ministro Moreira Franco, o senador José Medeiros (Podemos), os deputados federais Victorio Galli (PSC), Nilson Leitão (PSDB), Ezequiel Fonseca (PP), Carlos Bezerra (PMDB), Rogério Silva (PMDB), Fábio Garcia (PSB) e Adilton Sachetti (PSB), o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires, e do presidente da Associação dos Criadores do Mato Grosso (Acrimat), Mário Cândia. (Assessoria de Cidinho)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • leci | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 12h49
    0
    0

    leci, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

PT lança duas só para marcar posição

edna sampaio curtinha   Mesmo sabendo da chance remotíssima de êxito nas urnas, o petismo se coloca à disputa majoritária em MT, com Edna Sampaio (foto) para governadora e com a ex-vereadora cuiabana Enelinda Scala ao Senado. Derrotada duas vezes à Reitoria da Unemat, Edna é esposa do ex-presidente do PT-MT,...

Taques cita voto para Alckmin e Leitão

pedro taques curtinha   O governador Taques (foto) disse em Rondonópolis, neste sábado, no encontro suprapartidário, que já decidiu dois votos para o pleito de outubro. Um será para Alckmin para presidente da República e o outro voto para Nilson Leitão ao Senado. Ambos são do seu partido, o...

Zaeli pega carona em ato pró-Taques

rodrigo da zaeli curtinha rondonopolis   Cerca de 300 pessoas foram à sede do sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rondonópolis, neste sábado, para acompanhar o 2º encontro suprapartidário em que a principal "estrela" foi o governador Taques, que busca um novo mandato pelo PSDB. Mas o nome mais gritado efusivamente...

Filho de senador é sugerido para vice

toco palma   Em reunião na sexta à noite do pré-candidato a governador, empresário Reinaldo Moraes (PSC), com representantes da Frentinha, bloco de 9 pequenos partidos, o PHS sugeriu para vice da chapa o nome do advogado Toco Palma (foto), filho do hoje senador Rodrigues Palma (PR). O próprio Toco, que presidiu a...

Dorner de vice para bancar campanha

roberto dorner curtinha   Aos 70 anos, o catarinense de Bom Retiro, Roberto Dorner (foto), que desistiu de concorrer a deputado federal, é lembrado como opção para vice-governador na chapa de Pedro Taques muito mais pelo dinheiro do que pelo capital político. Trata-se de um empresário que costuma investir...

Sem Frentinha e Judiciário anti-Selma

selma arruda curtinha   Selma Arruda, pré-candidata ao Senado pelo PSL, enfrenta resistência de partidos da chamada Frentinha e também de uma ala do Judiciário, incluindo membros do Ministério Público. No caso dos líderes da Frentinha - Podemos, Avante, PSC, Pros, PRP, DC (ex-PSDC), PMN e PHS -, que...

CPI investiga ex-prefeito e vereador

gilberto figueiredo curtinhas   O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM), que está numa pré-campanha um tanto tranquila rumo ao governo estadual, começa a ter dor de cabeça por causa da aprovação, pela Câmara Municipal da Capital, de uma CPI com vistas a apurar o que se chama de "obras...

Leitão e Taques e jogo de desconfiança

nilson leitao curtinhas   Em público, Nilson Leitão (foto), que tenta se viabilizar como candidato ao Senado, jura que a relação política é harmônica com o Palácio Paiaguás mas, em privado, reclama de boicote. Mas ele próprio não procura se articular "pra dentro". Vive mais...

Presidente Vidal quer voto consciente

marcio vidal tre curtinha   O presidente do TRE Márcio Vidal se mostra tranquilo com a estrutura e orçamento do tribunal para tocar as eleições, mas está preocupado com a qualidade do voto do mato-grossense. Determinou a realização de 6 audiências, entre 20 de julho e 24 de agosto, para discutir...

MAIS LIDAS