Legislativo

Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 10h:56 | Atualizado: 20/04/2017, 11h:38

Brasília

Câmara acelera reforma trabalhista; da bancada de MT, Ságuas é contra

Mário Okamura/Rdnews

nilson leitao e saguas moraes.jpg

 Ságuas é contra reforma trabalhista enquanto Nilson Leitão se posiciona a favor e aponta avanços 

O deputado federal  Ságuas Moraes (PT)  foi único dos oito representantes de  Mato Grosso na Câmara dos Deputados a votar  contra  ao requerimento de urgência para acelerar a tramitação do projeto  da nova  reforma trabalhista. O pedido foi aprovado nesta quarta (19) por 287 votos a 144. Eram necessários, pelo menos, 257 votos favoráveis.

De Mato Grosso, foram a favor os parlamentares  Adilton Sachetti (PSB), Carlos Bezerra (PMDB), Ezequiel Fonseca (PP), Nilson Leitão (PSDB), Victório Galli (PSC) e Valtenir Pereira (PMDB). 

Para o petista, a reforma “rasga” a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), constituída no Governo Getúlio Vargas. “A CLT foi constituída no governo Getúlio Vargas e passou a partir de então dar garantias aos trabalhadores. Até hoje serve de exemplo para vários países do mundo. O relator da reforma  (PL 6787/16), que é o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) apresentou mais de 100 modificações, praticamente, destruiu a CLT - com um discurso falso de inovação e modernização”, disse  Ságuas .

Um dos pontos questionados pelo petista é o fato de que pode ser  inserida na  reforma a  terceirização do trabalho em todas as atividades. Em março, os deputados já haviam aprovado o  projeto de lei que permite o uso da terceirização em todas as áreas (atividade-fim e atividade-meio) das empresas. Assim, um hospital, por exemplo, poderá contratar pessoal de limpeza (atividade-meio) e médicos (atividade-fim). Ságuas Moraes também foi contrário a este projeto. 

Segundo  Ságuas, o pedido fora requerido e aprovado para que ele  não fosse amplamente discutido nas comissões temáticas, principalmente na Comissão trabalhista. “Então, isso é você atropelar todo o ritual de aprovação projetos na Casa. Nesse caso, nós fomos contrários. Aconteceu outra irregularidade ala Eduardo Cunha, eles perderam (os favoráveis) anteontem essa tramitação de regime de urgência e apresentaram um novo pedido de urgência”, destacou petista, dizendo que o pedido não poderia ter sido apresentado desta maneira. 

“Fizeram  uma modificação de  ponto e vírgula e apresentaram de novo ontem aí eles ganharam para poder garantir a nova votação que possa tramitar em regime de urgência, ou seja, sem discutir com ninguém”, continuou.

Já o deputado federal Nilson Leitão (PSDB), um dos favoráveis, considera que o Brasil precisa dessa reforma. “Essa reforma veio para modernizar ou atualizar e  dar mais equilíbrio. O desemprego não está  aí só por conta crise econômica, e sim porque há também desmotivação por parte do empresariado por conta do sistema que é muito burocrático”, disse o tucano ressaltando que há mais 14 milhões de desempregados no país.

Leitão complementa dizendo que a reforma também não tira nenhum direito do trabalhador, mas que  moderniza. Contudo, pondera que o que é considerado polêmico é a questão da não obrigatoriedade do imposto sindical.

A Reforma

O presidente Michel Temer (PMDB)  enviou ano passado a reforma trabalhista.  Entre os pontos, a reforma prevê, a flexibilização da jornada, remuneração por produtividade e negociado prevalece sobre o legislado, entre outros pontos. Sobre o negociado prevalece sobre o legislado, o deputado Ságuas resume dizendo que: “a lei não vai ser para nada. O patrão que sofrer alguma punição, ele pode alegar que ele combinou  com o empregado que vai ser daquele jeito, então, as convenções trabalhista, convenções coletivas, cai por terra e passa prevalecer as convenções individuais”. 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Régis Rodrigues Ribeiro | Sábado, 22 de Abril de 2017, 10h14
    0
    0

    Parabéns ao deputado Ságuas Moraes, essa reforma trabalhista representa retrocesso, atinge direitos naturais e constitucionais dos trabalhadores, joga na lama conquistas de mais de um século de lutas. Congressista preocupado com o trabalhador VOTA CONTRA essa manobra imperialista.

  • omero machado | Sábado, 22 de Abril de 2017, 06h46
    0
    0

    omero machado, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Rivair moraes dos santos | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 22h22
    0
    0

    Isso não deveria ter acontecido Só de Juina Mato Grosso ,confio muito em nosso Deputado Sagua,sempre trabalho muito por nos de Juina

  • NOE MONTEIRO DE BARROS | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 12h21
    0
    0

    São com palavras demagógicas, como as do Dep Ságuas, que a bancada federal do PT votou contra importantes medidas de relevante interesse nacional como: Plano Real, Lei de Responsabilidade Fiscal, Plano Real entre outras.

Matéria(s) relacionada(s):

Suplente se articula para cassar Diego

demilson nogueira vereador curtinha   O suplente de vereador Demilson Nogueira (foto), dirigente do PP de Cuiabá, está se articulando nos bastidores para derrubar o titular da cadeira Diego Guimarães, do mesmo partido. Ele juntou documentos, fotografias, discursos e registro de solenidade para tentar cassar o mandato de Diego....

Governo veta Maldonado à Unemat

adriano silva caceres curtinha   O suplente de deputado Adriano Silva (DEM), ex-reitor da Unemat, com sede em Cáceres, está revoltado com governador Taques. Enquanto atuava como deputado, substituindo o dono da cadeira Botelho, Adriano apresentou neste ano um projeto, aprovado em duas sessões, "rebatizando" a Unemat como...

15 vão concorrer pela Grande Cáceres

moraes curtinha   Pelo menos 15 da região Oeste, que agrega mais de 20 municípios, estão se articulando para concorrer a deputado, sendo 7 deles de Cáceres. Dois vão a federal: Ezequiel Fonseca (PP), de Reserva do Cabaçal e que busca a reeleição, e o estadual Leonardo Albuquerque (SD), baseado...

Ataques de Pivetta dividem opiniões

otaviano pivetta curtinha lucas   Os ataques do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta (foto), do PDT, ao governador Pedro Taques (PSDB) dividem opiniões. Uns acham que ele agiu com desrespeito quando definiu Taques como vagabundo, mentiroso, ladrão de sigla partidária e narcisista. E, diante disso, disseram que...

Irmão de senador disputa a estadual

wener santos nova marilandia curtinhas   O ex-prefeito de Nova Marilândia Werner dos Santos (foto), derrotado à reeleição em 2016, vai concorrer a deputado estadual, mesmo sem apoio irrestrito do irmão, o empresário e senador Cidinho Santos. Filiado ao PP, depois de sair do PR de Cidinho, Werner tem fomentado...

Salgadeira é "pepino" em 2 gestões

Não foi desta vez que a população pode começar a desfrutar das belezas do Complexo Turístico da Salgadeira. Pela segunda vez, o governo adiou a inauguração das obras de reestruturação. O local está fechado há quase 8 anos. O problema se arrastou por toda a gestão Silval e, ao que parece, vai ser resolvido no último ano do governo Taques, que se encerra em dezembro, caso ele não seja reeleito. Era...

Deputados com chances de reeleição

eduardo botelho curtinhas   Quase todos deputados estaduais consideram que entre 10 e 12 dos 21 que vão tentar a reeleição devem obter êxito nas urnas. E apontam, em privado, os com as maiores chances, inclusive com expectativa de mais de 30 mil votos: Botelho (foto), Nininho, Janaína Riva, Zeca Viana e...

Rede de aliados para se tornar federal

neri_geller_curtinha.jpg   Com a estatura de quem foi ministro da Agricultura do Governo Dilma e depois retornou como secretário de Política Agrícola da gestão Temer, Neri Geller (foto) montou uma rede estruturante de aliados capaz de já projetá-lo como futuro deputado federal. Aproveitou os últimos...

Assumindo culpa por "fantasma" na AL

abilio moumer curtinha   Numa postagem em sua página pessoal no Facebook, Abilio Moumer (foto), pai do vereador por Cuiabá Abílio Júnior e marido de Damaris Rasteli, tem a coragem de usar o nome de Deus e da igreja para, depois, pedir perdão. Se revela culpado pelo deputado Sebastião Rezende, evangelista da...

MAIS LIDAS