Legislativo

Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 10h:56 | Atualizado: 20/04/2017, 11h:38

Brasília

Câmara acelera reforma trabalhista; da bancada de MT, Ságuas é contra

Mário Okamura/Rdnews

nilson leitao e saguas moraes.jpg

 Ságuas é contra reforma trabalhista enquanto Nilson Leitão se posiciona a favor e aponta avanços 

O deputado federal  Ságuas Moraes (PT)  foi único dos oito representantes de  Mato Grosso na Câmara dos Deputados a votar  contra  ao requerimento de urgência para acelerar a tramitação do projeto  da nova  reforma trabalhista. O pedido foi aprovado nesta quarta (19) por 287 votos a 144. Eram necessários, pelo menos, 257 votos favoráveis.

De Mato Grosso, foram a favor os parlamentares  Adilton Sachetti (PSB), Carlos Bezerra (PMDB), Ezequiel Fonseca (PP), Nilson Leitão (PSDB), Victório Galli (PSC) e Valtenir Pereira (PMDB). 

Para o petista, a reforma “rasga” a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), constituída no Governo Getúlio Vargas. “A CLT foi constituída no governo Getúlio Vargas e passou a partir de então dar garantias aos trabalhadores. Até hoje serve de exemplo para vários países do mundo. O relator da reforma  (PL 6787/16), que é o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) apresentou mais de 100 modificações, praticamente, destruiu a CLT - com um discurso falso de inovação e modernização”, disse  Ságuas .

Um dos pontos questionados pelo petista é o fato de que pode ser  inserida na  reforma a  terceirização do trabalho em todas as atividades. Em março, os deputados já haviam aprovado o  projeto de lei que permite o uso da terceirização em todas as áreas (atividade-fim e atividade-meio) das empresas. Assim, um hospital, por exemplo, poderá contratar pessoal de limpeza (atividade-meio) e médicos (atividade-fim). Ságuas Moraes também foi contrário a este projeto. 

Segundo  Ságuas, o pedido fora requerido e aprovado para que ele  não fosse amplamente discutido nas comissões temáticas, principalmente na Comissão trabalhista. “Então, isso é você atropelar todo o ritual de aprovação projetos na Casa. Nesse caso, nós fomos contrários. Aconteceu outra irregularidade ala Eduardo Cunha, eles perderam (os favoráveis) anteontem essa tramitação de regime de urgência e apresentaram um novo pedido de urgência”, destacou petista, dizendo que o pedido não poderia ter sido apresentado desta maneira. 

“Fizeram  uma modificação de  ponto e vírgula e apresentaram de novo ontem aí eles ganharam para poder garantir a nova votação que possa tramitar em regime de urgência, ou seja, sem discutir com ninguém”, continuou.

Já o deputado federal Nilson Leitão (PSDB), um dos favoráveis, considera que o Brasil precisa dessa reforma. “Essa reforma veio para modernizar ou atualizar e  dar mais equilíbrio. O desemprego não está  aí só por conta crise econômica, e sim porque há também desmotivação por parte do empresariado por conta do sistema que é muito burocrático”, disse o tucano ressaltando que há mais 14 milhões de desempregados no país.

Leitão complementa dizendo que a reforma também não tira nenhum direito do trabalhador, mas que  moderniza. Contudo, pondera que o que é considerado polêmico é a questão da não obrigatoriedade do imposto sindical.

A Reforma

O presidente Michel Temer (PMDB)  enviou ano passado a reforma trabalhista.  Entre os pontos, a reforma prevê, a flexibilização da jornada, remuneração por produtividade e negociado prevalece sobre o legislado, entre outros pontos. Sobre o negociado prevalece sobre o legislado, o deputado Ságuas resume dizendo que: “a lei não vai ser para nada. O patrão que sofrer alguma punição, ele pode alegar que ele combinou  com o empregado que vai ser daquele jeito, então, as convenções trabalhista, convenções coletivas, cai por terra e passa prevalecer as convenções individuais”. 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Régis Rodrigues Ribeiro | Sábado, 22 de Abril de 2017, 10h14
    0
    0

    Parabéns ao deputado Ságuas Moraes, essa reforma trabalhista representa retrocesso, atinge direitos naturais e constitucionais dos trabalhadores, joga na lama conquistas de mais de um século de lutas. Congressista preocupado com o trabalhador VOTA CONTRA essa manobra imperialista.

  • omero machado | Sábado, 22 de Abril de 2017, 06h46
    0
    0

    omero machado, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Rivair moraes dos santos | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 22h22
    0
    0

    Isso não deveria ter acontecido Só de Juina Mato Grosso ,confio muito em nosso Deputado Sagua,sempre trabalho muito por nos de Juina

  • NOE MONTEIRO DE BARROS | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 12h21
    0
    0

    São com palavras demagógicas, como as do Dep Ságuas, que a bancada federal do PT votou contra importantes medidas de relevante interesse nacional como: Plano Real, Lei de Responsabilidade Fiscal, Plano Real entre outras.

Matéria(s) relacionada(s):

Governo Taques avança na Segurança

gustavo garcia curtinha   A área de Segurança Pública, hoje sob Gustavo Garcia Francisco (foto), foi apontada pelo governador Taques como prioritária desde o início da gestão. Nos dois primeiros anos (2015 e 2016), aumentou o contingente policial, armamentos, serviços de inteligência e...

Empenho e solidariedade às famílias

pedro taques curtinha   O governador Taques acompanhou pessoalmente a operação policial na madrugada deste sábado, que resultou no "estouro" do cativeiro, na prisão dos assaltantes e na liberdade da empresária Milene Falcão Eubank, mantida refém por 13 horas. O secretário de Segurança,...

Estado perde seu único time na Série B

helmute fmf   Após quatro anos consecutivos na Série B, algo inédito na história de um time mato-grossense que não tinha representante desde 1994, o Luverdense foi rebaixado à Terceira Divisão. Precisava vencer para ter chance de seguir na Segundona, mas empatou nesta sexta, em 0 a 0, com o Guarani....

Taques ignora pressão e elogia Soares

luiz soares curtinha   Coube ao ex-prefeito cuiabano e apresentador do programa Resumo do Dia, Roberto França, tornar público o posicionamento do governador Taques quanto ao movimento de várias lideranças, especialmente de deputados, pela queda de Luis Soares da pasta da Saúde. No quadro "Bomba do Dia", apresentado...

Sintap defende servidores do Intermat

candido teles curtinha   O Sintap não defendeu Cândido Teles (DEM), presidente "inoperante" do Intermat que passou a usar a estrutura do órgão com pretensões eleitorais - é pré-candidato a deputado estadual, mas garante que, quanto aos servidores, estes são dedicados ao trabalho. Em nota, nega...

Pré-candidatura já ganha repercussão

mauro mendes artigo   A notícia revelada pelo Blog do Romilson de que Mauro Mendes, que deve se filiar ao DEM ou ao PR, está determinado a disputar o governo estadual e, sem alarde, começa a se distanciar de Taques, ganhou muita repercussão nos meios político e empresarial e no Palácio Paiaguás. Deu...

Dificultando planos políticos de Taques

nilson leit�o curtinhas   Pedro Taques está na bronca com o deputado federal Nilson Leitão (foto) por entender que este busca atrapalhar seus planos políticos majoritários. É desejo do governador disputar a reeleição com dois aliados fortes no palanque como candidatos ao Senado,...

Fábio já exige presidência do DEM-MT

f�bio garcia curtinhas   Fábio Garcia (foto), mesmo mal articulado e com atuação pífia na Câmara, deseja entrar no DEM e já assumir a condição de presidente estadual da legenda. Acompanhado do colega de bancada Adilton Sachetti, outro que deixou o PSB por causa de Valtenir,...

Governo já atrasa 2 duodécimos à AL

eduardo botelho curtinha   O presidente da Assembleia, deputado Botelho, admitiu que acumula dívidas milionárias com fornecedores e que só não está conseguindo honrar os pagamentos porque o governo não faz, em dia, o repasse constitucional. o Executivo já acumula dois duodécimos em atraso,...