Legislativo

Quarta-Feira, 15 de Fevereiro de 2017, 00h:57 | Atualizado: 15/02/2017, 15h:52

Brasília

Leitão assume FPA e quer destravar setor; Taques aponta 3 gargalos

Evento foi prestigiado pelo presidente Temer, ministro Blairo, políticos e lideranças do setor


Enviada especial a Brasília

Patrícia Sanches

leitao_posse

Em discurso, Leitão disse que o momento deve ser de união para alavancar o país

O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) assumiu nesta terça (14) o comando da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Em solenidade realizada no Dúnia City Hall, em Brasília, o tucano frisou, em discurso, que o grupo contempla a junção de deputados e senadores que buscam destravar o setor.

“O Brasil precisa ser desburocratizado, precisa ser o país da celeridade”, disse para uma plateia de quase 400 pessoas – entre políticos e lideranças do setor.

Entre eles, o governador de Mato Grosso Pedro Taques; o vice Carlos Fávaro; o ex-senador Jayme Campos; o ministro da Agricultura Blairo Maggi; e o presidente da República Michel Temer.

Ainda em discurso, Leitão reforça que união de todos é fundamental para alavancar o país e que, por isso, não deve existir o chamado nós contra eles. “O Brasil precisa ser melhor para todos. Para a maioria, para a minoria, para o pequeno e para o grande”, frisou.

Durante a solenidade, Blairo - uma das principais lideranças do agronegócio - aproveitou para ressaltar o apoio da gestão Temer ao setor.

Nessa linha, disse que Leitão pode contar com o seu apoio nos trabalhos da frente parlamentar. O presidente da República, por sua vez, também prestigiou a posse. 

O peemedebista chegou por volta das 22h, quando foi dado o início oficial da solenidade – prevista, em princípio, para 20h.

Devido à vinda de Temer, um forte esquema de segurança foi montado. Em discurso, o peemedebista fez questão de ressaltar a “pujança” do setor e a sua importância para a economia brasileira. 

Sobre a FPA, Temer disse que é mais que uma frente, sendo “é uma casa extremamente produtiva”.

Ele explanou ainda sobre as ações tomadas por ele nos primeiros meses de gestão - assumiu após a queda de Dilma Rousseff - e fez questão de citar como exemplo de case de sucesso a desburocratização feita por Blairo no ministério da Agricultura.

O presidente da República prometeu ainda simplificar o sistema tributário do país e pediu o apoio e o entusiasmo do agronegócio e também do Congresso para enfrentar os desafios.

Minutos antes de Temer, Taques também discursou. “Leitão é um mato-grossense que não tem terra, que não tem pasto, mas é um cidadão trabalhador. Defende essa causa e trabalha 24h por esse setor”.

Num segundo momento, ressaltou três demandas prioritárias do setor: logística, necessária para que os produtos do país cheguem ao mercado exterior com preços competitivos; formatação de uma legislação trabalhista diferenciada, para que seja possível produzir cada vez mais; e segurança jurídica, solucionando, entre outras coisas, a questão indígena.

Patrícia Sanches

taqques_leitao

Em discurso, Taques cobrou logística, lei trabalhista diferenciada e segurança jurídica para produtores

Nessa linha, argumenta que a FAO (organização da ONU para a alimentação e a agricultura) diz que o estoque de alimentos no mundo é para 70 dias, sendo que existem 7 bilhões de habitantes. A estimativa é de que, em 2050, sejam 9 bilhões de habitantes.

“Precisamos aumentar a nossa produção em 60% e isso respeitando as regras ambientais. Destes 60% no mundo, a maior parte está no Brasil e uma grande parte, me permitam o egoísmo, está no Estado de Mato Grosso”, disse o tucano sob aplausos.

Nessa linha, destaca que Mato Grosso é o maior produtor de soja, de milho, de algodão e de gado bovino do país, e que o Estado está prestes a ser o maior de pescado de água doce.

“Precisamos muito de vossa excelência (Temer). Neste momento, significa a esperança de um Brasil que dá certo”.

FPA

Leitão é o segundo parlamentar mato-grossense a ocupar o comando da FPA, considerada uma das frentes mais combativas do Congresso Nacional. O primeiro foi Homero Pereira (já falecido). O tucano, por sua vez, sucede o deputado Marcos Montes (PSD-MG), que esteve à frente da entidade nos últimos dois anos.

A frente é composta por 222 deputados e 24 senadores. Além de Leitão, o grupo tem a participação de outro parlamentar de Mato Grosso: Adilton Sachetti - coordenador de logística.

O objetivo da FPA é estimular a ampliação de políticas públicas para o desenvolvimento do agronegócio nacional. Dentre as prioridades atuais estão a modernização da legislação trabalhista, fundiária, tributária, bem como a regulamentação da questão de terras indígenas e áreas de quilombolas, para garantir a segurança jurídica necessária à competitividade do setor.

Autoridades

De Mato Grosso, também prestigiaram o evento os senadores Wellington Fagundes e Cidinho dos Santos; e deputados federais, entre eles, Carlos Bezerra, Ezequiel Fonseca, Fábio Garcia e Victório Galli. O setor do agronegócio também marcou presença com representantes da Acrimat; Aprosoja (presidente Endrigo Dalcin); Ampa, Famato, entre outras. Até mesmo prefeitos, vereadores e deputados estaduais - Guilherme Maluf, Baiano Filho e Jajah Neves, compareceram.

Assessoria

posse_leitao

 Eumar Novacki, Neri Geller, Cidinho, Blairo Maggi, governador Pedro Taques e vice Carlos Fávaro estão entre lideranças que prestigiaram o evento em Brasília

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Maria | Quarta-Feira, 15 de Fevereiro de 2017, 15h56
    2
    1

    SENHORES PROMOTORES ISSO É FORÇA DO AGRONEGÓCIO MESMO, PORQUE O MINISTÉRIO PUBLICO DO ESTADO DE MATO-GROSSO JÁ REQUEREU DESDE SETEMBRO/2016 AO INDEA O CUMPRIMENTO IMEDIATO DA LEI COMPLEMENTAR 235/2005 QUE EXIGE O CERTIFICADO DE IDENTIFICAÇÃO DE MADEIRAS PARA O TRANSPORTE INTERESTADUAL, E ATÉ A PRESENTE DATA 15/02/2017 NÃO FOI CUMPRIDO, A PORTA DO ESTADO ESTÁ ABERTA (SEM FISCALIZAÇÃO) PARA O TRANSPORTE DE MADEIRAS ILEGAIS COMO A CASTANHEIRA(PROIBIDA DE CORTE) E TANTAS OUTRAS E COM ISSO O DESMATAMENTO ESTÁ AI DEVASTANDO A NOSSA FLORESTA, E O ESTADO ESTÁ PERDENDO 27 MILHÕES E AINDA MAIS A CADA DIA QUE A ATIVIDADE NÃO É RETOMADA SÃO CENTENAS DE CARGAS DE MADEIRA ILEGAL QUE VÃO PARA OUTROS ESTADOS E COM ISSO JÁ CAUSOU E VEM CAUSANDO DANOS IRREPARÁVEIS AO MEIO AMBIENTE.

Matéria(s) relacionada(s):

PT lança duas só para marcar posição

edna sampaio curtinha   Mesmo sabendo da chance remotíssima de êxito nas urnas, o petismo se coloca à disputa majoritária em MT, com Edna Sampaio (foto) para governadora e com a ex-vereadora cuiabana Enelinda Scala ao Senado. Derrotada duas vezes à Reitoria da Unemat, Edna é esposa do ex-presidente do PT-MT,...

Taques cita voto para Alckmin e Leitão

pedro taques curtinha   O governador Taques (foto) disse em Rondonópolis, neste sábado, no encontro suprapartidário, que já decidiu dois votos para o pleito de outubro. Um será para Alckmin para presidente da República e o outro voto para Nilson Leitão ao Senado. Ambos são do seu partido, o...

Zaeli pega carona em ato pró-Taques

rodrigo da zaeli curtinha rondonopolis   Cerca de 300 pessoas foram à sede do sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rondonópolis, neste sábado, para acompanhar o 2º encontro suprapartidário em que a principal "estrela" foi o governador Taques, que busca um novo mandato pelo PSDB. Mas o nome mais gritado efusivamente...

Filho de senador é sugerido para vice

toco palma   Em reunião na sexta à noite do pré-candidato a governador, empresário Reinaldo Moraes (PSC), com representantes da Frentinha, bloco de 9 pequenos partidos, o PHS sugeriu para vice da chapa o nome do advogado Toco Palma (foto), filho do hoje senador Rodrigues Palma (PR). O próprio Toco, que presidiu a...

Dorner de vice para bancar campanha

roberto dorner curtinha   Aos 70 anos, o catarinense de Bom Retiro, Roberto Dorner (foto), que desistiu de concorrer a deputado federal, é lembrado como opção para vice-governador na chapa de Pedro Taques muito mais pelo dinheiro do que pelo capital político. Trata-se de um empresário que costuma investir...

Sem Frentinha e Judiciário anti-Selma

selma arruda curtinha   Selma Arruda, pré-candidata ao Senado pelo PSL, enfrenta resistência de partidos da chamada Frentinha e também de uma ala do Judiciário, incluindo membros do Ministério Público. No caso dos líderes da Frentinha - Podemos, Avante, PSC, Pros, PRP, DC (ex-PSDC), PMN e PHS -, que...

CPI investiga ex-prefeito e vereador

gilberto figueiredo curtinhas   O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM), que está numa pré-campanha um tanto tranquila rumo ao governo estadual, começa a ter dor de cabeça por causa da aprovação, pela Câmara Municipal da Capital, de uma CPI com vistas a apurar o que se chama de "obras...

Leitão e Taques e jogo de desconfiança

nilson leitao curtinhas   Em público, Nilson Leitão (foto), que tenta se viabilizar como candidato ao Senado, jura que a relação política é harmônica com o Palácio Paiaguás mas, em privado, reclama de boicote. Mas ele próprio não procura se articular "pra dentro". Vive mais...

Presidente Vidal quer voto consciente

marcio vidal tre curtinha   O presidente do TRE Márcio Vidal se mostra tranquilo com a estrutura e orçamento do tribunal para tocar as eleições, mas está preocupado com a qualidade do voto do mato-grossense. Determinou a realização de 6 audiências, entre 20 de julho e 24 de agosto, para discutir...

MAIS LIDAS