Legislativo

Sábado, 29 de Janeiro de 2011, 16h:00 | Atualizado: 30/01/2011, 07h:04

Assembleia Legislativa

Sérgio se articula para compor Mesa; eleição ocorre nesta 3ª

Sérgio Ricardo   A poucos dias da posse da nova legislatura e da eleição para a Mesa Diretora, marcadas para ocorrer no dia 1º de fevereiro, o deputado estadual Sérgio Ricardo (PR), um dos principais articuladores do grupo que deve comandar a AL durante a próxima gestão, garante que os partidos ainda estão se articulando para indicar nomes aos cargos. Apesar da indefinição, o republicano garante que as negociações estão caminhando para que a nova diretoria seja composta pelo maior número de partidos possível.

   Sérgio também adiantou que tem se empenhado para conseguir emplacar seu nome no grupo. O deputado mira os cargos de presidente ou primeiro-secretário. "Do meu partido já tenho seis votos, mas não é suficiente, por isso tenho trabalhado para buscar o apoio de outros deputados", pontuou o parlamentar, numa referência a seu voto e dos colegas de legenda Sebastião Rezende, Mauro Savi, Wagner Ramos, João Malheiros e Hermínio Jota Barreto.

   Ele também se mostra surpreso com o fato da deputada Luciane Bezerra (PSB) ter "se convidado" para fazer parte da Mesa Diretora. "Não estava sabendo que ela participaria", afirmou. Sérgio Ricardo pondera, contudo, que todos os 24 parlamentares estão aptos a compor a presidência e que a escolha de quem vai assumir algum cargo depende da busca de apoio junto aos demais companheiros de parlamento.

Sem emplacar chapa, Luciane quer migrar para grupo de Riva

   Luciane é esposa do ex-prefeito de Juara, Oscar Bezerra (PSB), adversário político do deputado diplomado e ex-presidente da AL, José Riva (PP), um dos mais cotados para assumir o comando da Casa. A deputada já chegou a anunciar que vai ficalizar as ações do Legislativo estadual, em especial as de Riva. Perguntado sobre o "clima" entre a socialista e o progressita, Sérgio Ricardo prefere se manter neutro.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Célia Anita | Domingo, 30 de Janeiro de 2011, 01h15
    0
    0

    Contagem regressiva.... 5,4,3,2,1 ....VOLTA RIVA !!!!!

  • Nelson Brito | Domingo, 30 de Janeiro de 2011, 00h24
    0
    0

    Esse cara é mais perigoso que o Riva, dá uma olhada nos convites que ele mandou imprimir com o dinheiro da Assembleia para a posse e esta mandando para cabos eleitorais, cade o MP,

  • Edson Linck | Sábado, 29 de Janeiro de 2011, 22h04
    0
    0

    Edson Linck, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • EDNILSON | Sábado, 29 de Janeiro de 2011, 20h46
    0
    0

    È isso dep; vai em frente conquiste esta presidência, de um chega pra lá neste zé riva. Sera que não tem ninguem ai de saco roxo, pra enfrenta lo ou todos estão com o rabo preso com ele(riva).

  • araquerto | Sábado, 29 de Janeiro de 2011, 20h25
    0
    0

    Alguém acha que o sérgio iria largar o osso, ou melhor, a máquina de dinheiro que é a mesa diretora. fora dela como ele irá pagar os seus pausmandados, os catadores de lixo, os soltadores de peixes nos rios de mato grosso e os empregados que o acompanham em programa da tv e do gabinete itinerante, ufa haja dinheiro.

Malouf e acerto com quadrilha de Silval

Em mais um depoimento à juíza Selma, da 7ª Vara Criminal da Capital, Alan Malouf, quando questionado acerca de um esquema no Governo Silval que resultou no desvio de R$ 16 milhões do erário, reconheceu ter recebido R$ 950 mil num contrato de gaveta e que não pagou impostos sobre o montante. Contou que em 2010 foi procurado por Eder Moraes, então secretário da Casa Civil, para poder realizar a solenidade de posse do governador para mil...

Ex-governador nega "surra" de Piran

valdir piran curtinha   O emblemático encontro entre Valdir Piran (foto) e Silval para acerto de contas foi questionado pela promotora de Justiça Ana Bardusco, durante depoimento do ex-governador na 7ª Vara Criminal de Cuiabá, nesta quinta. Diferente do que afirmou o ex-secretário Nadaf, Silval amenizou a...

Propinoduto "bancou" posse de Silval

alan malouf curtinha   O Buffet Leila Malouf, que tem como um dos sócios o delator Alan Malouf (foto), recebeu uma "bolada" para fazer a cerimônia de posse de Silval como governador. De fato, o evento realizado em 1º de janeiro de 2011 foi marcado por muito requinte. Na época, não se falava em valores. Eis que agora,...

Tirando dúvidas no CCC sobre propina

pedro nadaf depoimento curtinha   No 3º dia de confissão de Silval à Justiça, nesta quinta, ele contou que conversava com os demais membros da organização criminosa nos momentos de brechas, especialmente na hora da limpeza das celas, dentro do Centro de Custódia de Cuiabá, onde esteve preso por...

Forçando a barra para homenagear pai

vinicyus clovito curtinha   Diferente do pai Clovito Hugueney, parlamentar sensato que teve o 3º mandato de vereador interrompido por sua morte há 2 anos, Vinicyus Hugueney (foto), vereador de 1º mandato licenciado e hoje à frente da pasta de Trabalho e Desenvolvimento da Capital, não demonstra as mesmas habilidades...

Mais 11 em situação de emergência

Mais 11 municípios têm situação de emergência reconhecida pelo governo estadual, após prefeitos terem pedido socorro por causa de problemas ocasionados, principalmente com as chuvas. No mês passado, o Estado havia homologado situação de emergência em 15 cidades. Desta vez, o governador Taques referendou decretos municipais já assinados pelos gestores de Canabrava do Norte, Chapada dos Guimarães, Colniza,...

Citando outros líderes para ter delação

cezar zilio   A demora na homologação da colaboração premiada de Silval junto ao Supremo se deve, entre outras coisas, ao entendimento da Corte de que líder de organização criminosa não pode delatar. E percebe-se que o ex-governador se esforça para não ser enquadrado como tal. Nos...

O silêncio de Silval sobre conselheiros

De volta nesta quarta à sala da juíza Selma Arruda, da 7ª Vara Criminal da Capital, Silval Barbosa foi perguntado sobre comentários do seu ex-secretário Pedro Nadaf de que dinheiro do Estado teria, em forma de propina, abastecido bolso de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. Em resposta, o ex-governador que comandou o Estado de março de 2010 a dezembro de 2014 se limitou a dizer que prefere não comentar sobre esse assunto. Selma...

Efeito-Silval e tensão no meio político

walace guimaraes vg   Réu em vários processos, cinco deles na 7ª Vara Criminal de Cuiabá (nas quatro fases da Sodoma e mais a Seven), o governador Silval Barbosa tem provocado muita tensão no meio político, inclusive entre figurões, a cada notícia de que prestará depoimento. De sua boca...