Cuiabá, 29 de Julho de 2014

Municípios

A | A

Domingo, 29 de Agosto de 2010, 22h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

ECONOMIA

MT possui 3 entre as 233 cidades médias do país que mais crescem


Sinop já registra 114 mil habitantes, possui 10 universidades e sua economia cresce a uma média anual de 8,5% 

   Reportagem especial em Veja desta semana, a maior revista do país, traz Várzea Grande, Rondonópolis e Sinop na lista de 233 cidades médias que aspiram a ser incluídas entre as metrópoles do futuro. São municípios com população entre 100 mil e 500 mil habitantes e que registram um crescimento econômico mais rápido que o do Brasil como um todo. Segundo Veja, em 1970, havia apenas 80 cidades médias no país, onde viviam 15% da população nacional. Hoje, elas são 233 e abrigam 24% dos brasileiros.

    O maior destaque mato-grossense é dado pela revista a Sinop, batizada, inclusive pelos moradores, como a Capital do Nortão. Administrada hoje pelo peemedebista Juarez Costa, o município conta com 114 mil habitantes, tem crescimento econômico anual de 8,5% e possui 10 universidades, o que a torna o principal centro educativo da região Centro-Oeste.

    Das cidades médias, sete são capitais estaduais. Cuiabá não entra na relação. Na reportagem, Veja enfatiza que elas se diferenciam de todas as demais por ser privilegiadas na distribuição de recursos públicos, seja na forma de investimentos e de empregos para seus habitantes, seja como pólos de atração para empresas privadas. Com média anual de evolução do PIB em 4,7%, Várzea Grande, segundo maior município mato-grossense, se destaca na área do comércio junto com outras 28 cidades. Conta com redes varejistas e atacadistas.

    Rondonópolis, a terceira maior cidade de Mato Grosso, é a primeira em agricultura. A revista menciona que o município hoje conduzido administrativamente por Zé do Pátio (PMDB) cresce a uma média de 8,7%, seguido de Guarapuava (PR), com 8,3%; Araguari (MG), com 7,1%; Santarém (PA), com 6,8%, Luziânia (GO), com 5,9%; Santa Rita (PE) e Paço do Luminar (MA), ambas com evolução de 4,7% do PIB, São apoiadas pelos segmentos do agronegócio, como soja, carne e culturas de frutas, hostaliças, arroz e milho.

    Nortão

    Sinop ganhou uma página, ilustrada com fotografia da empresária Kelin Nogueira, que integra a elite e mantém até uma piscina aquecida. Assinada pela repórter Júlia de Medeiros, a reportagem lembra que o município possui avenidas largas, tem comércio movimentado e áreas arborizadas e vê na profusão de canteiros demonstração de pujança.

    Desde o final dos anos 90, a população sinopense duplicou e o setor de serviços cresceu 130%. Destaca ainda que a indústria extrativista, que impulsionava o município, passou a ceder espaço a outros ramos da economia. O município já possui 10 universidades com cerca de 9 mil acadêmicos matriculados. Se tornou um centro regional em torno do qual gravitam aproximadamente 720 mil pessoas espalhadas por 30 outros municípios. O crescimento demográfico pressiona o mercado imobiliário e de construção.


Rondonópolis é uma das 233 cidades médias brasileiras em destaque e figura no topo no agronegócio

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • confecçõs | Terça-Feira, 25 de Fevereiro de 2014, 08h49
    0
    0

    confecçõs, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • nelson lima | Sexta-Feira, 09 de Novembro de 2012, 22h02
    0
    0

    Parabens Rondonópolis sempre si destacado nesse brasil, e crescendo cada vez mais.

  • vinceslau | Quinta-Feira, 15 de Setembro de 2011, 10h06
    0
    0

    Parabéns para mato grosso mais não devemos esquecer de sorriso que é a cidade que mais cresce no nortão

  • Váber Roo | Sexta-Feira, 03 de Setembro de 2010, 16h10
    1
    0

    Rondonópolis Terra que acolhe toda gente, sou nascido aqui, e tenho muito orgulho dessa cidade e seus governantes, Parabéns por se destacar entre as 233 cidades em média do país, acredito que estamos servindo de exemplos para várias cidades!!!

  • SUELY | Segunda-Feira, 30 de Agosto de 2010, 13h04
    0
    0

    TANTOS EMPRESSÁRIOS QUE AINDA ACREDITAM NO POTENCIAL DO NOSSO POVO DE VARZEA GRANDE. QUE PENA, OS GOVERNANTES QUE AQUI ESTAO NAO FAZEM NADA, PELO CONTRARIO SÓ SUGAM A CIDADE,O NOSSO DINHEIRO COM IMPOSTOS ALTOS, DEIXANDO A CIDADE A DEUS DARÁ, ESBURACADA, SEM ILUMINAÇAO, SEM ARBORIZAÇAO, FALTAM LOCAIS PARA LAZER, SEM REDE DE ESGOTO ETC.... FICO MUITO TRISTE E ENVERGONHADA. DAI A RESPOSTA PORQUE NAO SAIU NEM UMA FOTO DA CIDADE ENTR AS TRES CIDADES DE MT CITADA NA REPORTAGEM.

  • Adriana Santana | Segunda-Feira, 30 de Agosto de 2010, 12h51
    0
    0

    Meu amigo Aguinaldo, ainda bem que não tem foto de VG na revista, só apreceria buraco e as maracutaias do prefeito kkkkkkk

  • Heródoto | Segunda-Feira, 30 de Agosto de 2010, 10h15
    0
    0

    Sr. Aguinaldo Barbosa; Várzea Grande não entra nesta discussão, porque é junto com Cuiabá. Não menosprezando o povo de Várzea Grande, mas ela existe em torno da capital.

  • Altamiro Maia/ROO/MT | Segunda-Feira, 30 de Agosto de 2010, 10h05
    0
    0

    De parabens esta magnifica cidade de Rondonopolis que atravessa uma das melhores fases de crecimento do nosso pais, de parabens o nosso prefeito, os nosso vereadores e os nossos deputados, mas principalmente a nossa tão micigenada população, formada por Baianos, goianos, mineiros, gauchos, paulistas, enfim de todas as regioões do Brasil e porque não falar do mundo, viva Rondonopolis, crecendo a media de 8.5 ao ano, e vamos crescer muito mais ainda.

  • AGUINALDO BARBOSA | Segunda-Feira, 30 de Agosto de 2010, 07h16
    1
    0

    VARZEA GRANDE É SEMPRE EXCLUIDA CADE A FOTO DE VARZEA GRANDE