Nacional

Quarta-Feira, 09 de Agosto de 2017, 22h:00 | Atualizado: 10/08/2017, 11h:17

STF homologa delação de ex-governador


TV Globo, Brasília

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux homologou a delação premiada do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB). O acordo foi fechado entre Silval e a Procuradoria-Geral da República (PGR).
Nos depoimentos, o peemedebista revelou fraudes envolvendo autoridades com foro privilegiado – políticos de Mato Grosso e também da esfera nacional. O conteúdo da delação é mantido em sigilo.

Na semana passada, o ministro Luiz Fux disse que Silval Barbosa entregou muito material e a delação é extensa. Investigadores confirmaram à TV Globo que o ex-governador entregou vídeos como prova das acusações que fez. E que o acordo assinado não prevê que ele deixe de ser denunciado pelos crimes que delatou.

Silval foi preso em setembro de 2015 e é apontado pelo Ministério Público de Mato Grosso como chefe de uma organização criminosa que cobrava propina de empresas privadas em troca de incentivos fiscais durante a gestão dele.

Em junho, a juíza Selma Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, concedeu a prisão domiciliar para o ex-governador e determinou o uso de tornozeleira eletrônica.

Silval teve a prisão domiciliar decretada mediante entrega de R$ 46 milhões em bens. A informação foi confirmada pelo advogado Délio Fortes Lins, que assumiu a defesa de Silval em março deste ano. Segundo o advogado, a conversão da prisão de Silval foi dada após ele prestar depoimentos e confessar os crimes que cometeu.

Operação Sodoma

O ex-governador foi preso durante a Operação Sodoma, que investigou a existência de uma suposta organização criminosa que cobrava propina de empresários para manter contratos vigentes com o estado, durante a gestão dele.

De acordo com o Ministério Público Estadual, as fraudes ocorreram entre 2011 e 2014, quando Silval era governador. Empresários seriam supostamente ameaçados a pagar propina sob ameaça de que poderia perder incentivos por meio do Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic).

Em abril deste ano, Silval afirmou, em carta aberta, que que iria confessar os crimes que cometeu. Na ocasião, ele afirmou que tomou a decisão de mudar de postura nos processos em que figura como réu após refletir e se orientar com a família dele.

"Assumirei minhas responsabilidades perante o Poder Judiciário, confessando fatos pontuais naqueles processos em que eu realmente tenha praticado ilícitos penais", afirmou, na carta.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • altemir | Quinta-Feira, 10 de Agosto de 2017, 08h09
    1
    0

    A delação do SILVAL vai mandar muita gente boa pra cadeia, inclusive o RIVA, cuja delação estava emperrada e agora foi pro espaço. É só esperar.

Matéria(s) relacionada(s):

Deputado quer trocar PSB pelo PSDB

adriano silva psb   O deputado estadual Adriano Silva (foto) não admite em público, mas confirma, em privado, que flerta com PSDB do governador Taques. Dá sinais de que pretende desembarcar do PSB, sob pretexto de que não concorda com a entrega do partido a Valtenir, e entrar no ninho tucano. Quer ficar próximo ao...

Risco de cassar quase 50% da Câmara

ball vereador curtinha pocone   Até o final deste mês, a Justiça Eleitoral de Poconé deve decidir sobre o pleito do MPE que pediu a cassação de 4 dos 11 vereadores e suplentes por causa de indícios de fraude nos registros de candidatura. Incluíram-se mulheres como candidatas "fantasmas". Elas...

Sem licença na Sema aos pequenos

No último dia 10, agindo sem alarde e com respaldo do vice-governador e secretário Carlos Fávaro (Sema), os deputados conseguiram modificar artigo de uma lei complementar, que estava em vigor desde 2015, e que ainda pode provar polêmica. Na prática, a secretaria estadual de Meio Ambiente agora não precisa mais exigir nem licença prévia, nem de instalação e muito menos de operação nos processos...

Magistrados debatem Maria da Penha

Jamilson Haddad-juiz   Os juízes mato-grossenses Jamilson Haddad (foto), Ana Cristina Mendes, Jeverson Quinteiro, Eduardo Calmom e a desembargadora Maria Erotides Maria Erotides Kneip Baranjak estiveram em Salvador, na última sexta (18), participando da Jornada Maria da Penha promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e...

Mendes descarta disputar o Governo

mauro mendes curtinhas   Numa conversa recente com Pedro Taques, Mauro Mendes (foto) avisou que continuará no grupo do líder tucano e que não será candidato a governador. No máximo, pode tentar uma das duas vagas de senador que serão abertas com vencimento dos mandatos de Medeiros e Blairo. Ex-prefeito de...

Prefeito enfrenta revolta de servidores

ze do patio curtinha   Zé do Pátio segue batendo-cabeça em Rondonópolis. Agora, enfrenta embate com profissionais da Educação. Em fevereiro, logo no segundo mês desse novo mandato, Pátio simplesmente reduziu o pagamento do auxílio transporte dos servidores da Educação que...

Prefeitos empurram Neurilan a federal

neurilan fraga curtinha amm   Alguns prefeitos de diferentes partidos estão colocando "pilha" em Neurilan Fraga, presidente da AMM, para este concorrer a deputado federal. Entendem que os gestores são beneficiados ou prejudicados por muitas medidas aprovadas no Congresso Nacional e que, por isso, precisam eleger parlamentares...

Do conforto do TC para teste das urnas

antonio joaquim curtinhas   Numa decisão de coragem, audácia e de autoconfiança, Antonio Joaquim resolveu deixar a ativa como conselheiro do TCE, cargo com prerrogativa de desembargador do TJ, para voltar à militância politico-partidária e já entrar numa batalha como pré-candidato a governador....

Ausente e projeto que pune faltosos

oscar bezerra cpi curtinhas   Oscar Bezerra está sendo criticado por alguns colegas deputados. É que ele apresentou desde 2015 um projeto de resolução que, se aprovado, resultará no desconto do salário dos parlamentares que faltarem às sessões ordinárias ou delas se retirarem antes de...

MAIS LIDAS