Cuiabá, 25 de Maio de 2017

Polícia

A | A

Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 09h:15 | Atualizado: 20/04/2017, 17h:52

cuiabá

GCCO prende 3 mentores de assalto a bancos em Cuiabá; 1 está foragido

Assessoria

GCCO

Equipe da GCCO realiza operação e prende 3 por envolvimento em assaltos milionários em MT

O Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO) realiza na manhã desta quinta (20) uma operação para o combate a roubos a bancos. No total, foram expedidos quatro mandados de prisão preventiva e, até o momento, três pessoas já foram presas. Outro suspeito continua a ser procurado pelas autoridades.

A ação policial é coordenada pelo delegado Diogo Souza, titular da unidade policial. Segundo ele, os três criminosos presos são considerados de alta periculosidade e atuaram em assaltos a três bancos, sendo um no Jardim Industriário, um no Sicred e outro no Bradesco.

Everton Pereira Oliveira, Jorge Marcelo de Nazário, conhecido como Názio, e Antônio Fernandes dos Santos foram recolhidos no sistema prisional. Somente Názio já se encontrava preso. Jozimar Gomes Amado está foragido.

Conforme o delegado, o assalto no Banco do Brasil, no bairro Jardim Industriário, ocorreu em 1º de abril de 2016 e teve a participação do vigilante Jairo Garcia Boasorte, que foi preso ano passado, mas está solto usando tornozeleira eletrônica. Ele teria entregado aos bandidos os controles da agência para que entrassem e roubassem. Na ocasião, os criminosos usaram fantasias de policiais para facilitar a ação.

Já o ex-policial militar Wesdra de Souza foi preso por atuar como olheiro nos três assaltos. Ele observava como funcionava as agências e fornecia informações aos bandidos. Hoje Wesdra está em liberdade, com uso de tornozeleira.

Nos três assaltos os criminosos movimentaram cerca de R$ 2 milhões, mas Justiça já determinou o bloqueio das contas bancárias a fim de levantar o que fizeram com o dinheiro.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):