Polícia

Domingo, 15 de Abril de 2018, 16h:13 | Atualizado: 15/04/2018, 17h:01

Pecuarista que denunciou abate ilegal de gado é encontrado morto e amarrado

Reprodução

Pecuarista Elói Pereira Duarte

Pecuarista Elói Pereira Duarte

O corpo do pecuarista Elói Pereira Duarte, 77, que na semana passada denunciou abate clandestino de gado na propriedade dele, foi encontrado na madrugada deste domingo (15), amarrado em uma árvore, em um matagal, na zona rural de Poxoréu (a 259 km de Cuiabá).

Na cabeça dele, de acordo com a Polícia Militar havia sinais de pauladas. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para exame de necropsia e certificação do motivo do óbito.

Há a suspeita de que o pecuarista tenha encontrado o local onde ilegais estavam abatendo o gado. Teria ocorrido confronto entre eles.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, Duarte estava desaparecido há 2 dias e o local onde o corpo foi encontrado é uma área onde criava gado e fica mais próxima de Guiratinga, embora esteja dentro do território de Poxoréu.

A Polícia Militar atendeu à ocorrência e a Civil abriu inquérito para investigar as circunstâncias da morte.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Luiz Carlos - ROO | Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, 23h40
    1
    0

    Deuzanades, só que tem um detalhe da cadeia um dia sai ele sairia. E do cemitério? Tem que aprovar o porte de arma para o cidadão de bem.

  • VALNEY SOUZA CORREA | Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, 11h42
    1
    0

    Abate Clandestino e suas Mazelas Não é de hoje que a pratica de abate clandestino no país vigora, desde sempre como uma opção da falta de desenvolvimento em nossa nação. As suas consequências são incalculáveis nos dias atuais. O abate clandestino do ponto de vista higiênico sanitário trazem consequências desastrosas para população brasileira. Muitas das infecções e toxinfecções que acometem a saúde da população, fora as doenças de cunho zoonótico que são transmitida ao homem durante o abate e o próprio consumo destas matérias primas. Num estado igual Mato Grosso, onde o rebanho hoje com grande qualidade que abastece o mercado internacional da carne de excelente qualidade de processamento, ainda possa ter nas suas origens pessoas consumindo literalmente “ merda” em suas dietas. Somado a tudo isso, ainda neste rol de crueldade vem a pior de todos os abates, a morte sofrida destes animais, sem qualquer proteção aos meios humanitários de abate, uma crueldade insana, muitas vezes a golpes agonizantes de machadadas, facadas, marretadas, pauladas e outras tantas “das”; muitas vezes presenciadas por crianças e mulheres num verdadeiro parque de terror, culminando desta forma com a perpetuação da “cultura insana”. Não obstante, ocorre a grande destruição ambiental local, o qual contamina lençol freático, córregos e rios, visto que a grande maioria desses abates ocorrem próximo a nascente de córregos. Além de todo esse aparato, esta pratica, ainda alberga outros crimes contra a população, como sub emprego, trabalho escravo, e doenças ocupacionais sem nenhuma cobertura pela seguridade social. Muitas vezes, é nítido que esses abates irregulares, advém do próprio crime de roubo de gado, comercialização irregular, onde não se gera impostos e divisas para o município. Mas, qual é solução? A tragédia que tirou a vida do pecuarista Eloi Pereira Duarte de 77 anos, que foi assassinado na madrugada deste domingo (15) nos fundos de sua fazenda, na zona rural de Poxoréo, mais uma vez nos mostras que a ineficiência do serviço público de vigilância sanitária em grande parte continua imperando. Em quanto não houver estruturação nos serviços de vigilância sanitária do nosso país nos municípios, e principalmente acabar com as interferências sórdidas de parte de vereadores em benefício dos mal feitores pelos rincões deste país, está pratica nociva de sobrevivência as margens da lei ainda perpetuara por várias gerações, e ai me pergunto quantos pessoas iguais ao senhor Eloi, ainda terão que pagar com a própria vida por querer ver um país com desenvolvimento pleno e para todos. Que o grande criador do universo conforte o coração de seus amigos e familiares! Valney Souza Corrêa Médico Veterinário

  • dauzanades | Domingo, 15 de Abril de 2018, 20h27
    7
    1

    Verdade. Se ele estivesse armado estaria vivo, mas também preso pelo porte. Pois neste país de autoridades e políticos corruptos, você morre ou é preso ao se defender. Além do mais em vários municípios do MT principalmente os das regiões ente Cáceres, Poconé e regiões ja foram presos dezenas de vezes as mesmas quadrilhas, mas soltam 3 a 5 dias após. E a polícia sabe quem é. Até as polícias federais sabem, mas nem prendem mais, pois correm os mesmos riscos deste fazendeiro. Para não falar se alguém não está no meio. Hoje em dia o exemplo que temos das autoridades e políticos é roubem a vontade e combinem a nossa parte que nem vai preso ou fica só na denuncia e o processo estica e some.

  • Luiz Carlos - ROO | Domingo, 15 de Abril de 2018, 17h10
    16
    1

    Se ele tivesse portando uma arma quem sabe estaria vivo. País de merda, vão no velório dele e vê se tem alguns dos vagabundos dos direito humanos querendo saber se a família precisa de algum tipo de apoio.

15 vão concorrer pela Grande Cáceres

moraes curtinha   Pelo menos 15 da região Oeste, que agrega mais de 20 municípios, estão se articulando para concorrer a deputado, sendo 7 deles de Cáceres. Dois vão a federal: Ezequiel Fonseca (PP), de Reserva do Cabaçal e que busca a reeleição, e o estadual Leonardo Albuquerque (SD), baseado...

Ataques de Pivetta dividem opiniões

otaviano pivetta curtinha lucas   Os ataques do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta (foto), do PDT, ao governador Pedro Taques (PSDB) dividem opiniões. Uns acham que ele agiu com desrespeito quando definiu Taques como vagabundo, mentiroso, ladrão de sigla partidária e narcisista. E, diante disso, disseram que...

Irmão de senador disputa a estadual

wener santos nova marilandia curtinhas   O ex-prefeito de Nova Marilândia Werner dos Santos (foto), derrotado à reeleição em 2016, vai concorrer a deputado estadual, mesmo sem apoio irrestrito do irmão, o empresário e senador Cidinho Santos. Filiado ao PP, depois de sair do PR de Cidinho, Werner tem fomentado...

Salgadeira é "pepino" em 2 gestões

Não foi desta vez que a população pode começar a desfrutar das belezas do Complexo Turístico da Salgadeira. Pela segunda vez, o governo adiou a inauguração das obras de reestruturação. O local está fechado há quase 8 anos. O problema se arrastou por toda a gestão Silval e, ao que parece, vai ser resolvido no último ano do governo Taques, que se encerra em dezembro, caso ele não seja reeleito. Era...

Deputados com chances de reeleição

eduardo botelho curtinhas   Quase todos deputados estaduais consideram que entre 10 e 12 dos 21 que vão tentar a reeleição devem obter êxito nas urnas. E apontam, em privado, os com as maiores chances, inclusive com expectativa de mais de 30 mil votos: Botelho (foto), Nininho, Janaína Riva, Zeca Viana e...

Rede de aliados para se tornar federal

neri_geller_curtinha.jpg   Com a estatura de quem foi ministro da Agricultura do Governo Dilma e depois retornou como secretário de Política Agrícola da gestão Temer, Neri Geller (foto) montou uma rede estruturante de aliados capaz de já projetá-lo como futuro deputado federal. Aproveitou os últimos...

Assumindo culpa por "fantasma" na AL

abilio moumer curtinha   Numa postagem em sua página pessoal no Facebook, Abilio Moumer (foto), pai do vereador por Cuiabá Abílio Júnior e marido de Damaris Rasteli, tem a coragem de usar o nome de Deus e da igreja para, depois, pedir perdão. Se revela culpado pelo deputado Sebastião Rezende, evangelista da...

Rossato e Selma já têm até marketing

selma arruda curtinha   Dilceu Rossato, ex-prefeito de Sorriso, e Selma Arruda, que se aposentou prematuramente como juíza de Direito para poder se candidatar a cargo eletivo, estão mais bem planejados e organizados do que se imagina, surpreendendo até aqueles políticos mais tradicionais que costumam empurrar as...

Se Mauro recuar DEM volta pra Taques

jayme campos curtinha   O DEM segue aguardando decisão do indeciso empresário Mauro Mendes para puxar candidatura a governador. Mas, caso o ex-prefeito cuiabano desista de disputar o Paiaguás, o partido abriria duas possibilidades. Uma seria voltar para os braços do governador Taques e apoiá-lo à...