Cuiabá, 28 de Março de 2017

16-02-17 08h:34

A investigação foi afetada por falta de verbas, diz MPT-MT

Fraudes, trabalho escravo e crise estão entre as preocupações do Ministério Público do Trabalho no Estado, segundo o procurador-chefe do MPT-MT, Marcel Trentin. “Fechamos duas PTMs (Procuradorias do Trabalho nos Municípios) em Cáceres e Água Boa”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia