Cuiabá, 24 de Maio de 2016

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • REGINA GUEDES | Quarta-Feira, 16 de Março de 2011, 14h59
    0
    0

    REGINA GUEDES, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • mauricio da costa | Quarta-Feira, 16 de Março de 2011, 13h07
    0
    0

    esta igual um garimpo sim. todo prefeito que entra na prefeitura quer garimpar uma taxa do consumidor. Na conta de agua deste mes veio uma taxa na fat. retroativa do mes 04/10 . do ano passado.

  • mauricio da costa | Quarta-Feira, 16 de Março de 2011, 13h00
    0
    0

    primeiro mes do prefeito. ja pos uma taxa na conta da agua . fat. retroativa mes 04/10.. conta que ja foi paga ano passado . sera que e uma taxa de aniversario da conta do mes 04/11.

  • Rafael | Quarta-Feira, 16 de Março de 2011, 10h49
    0
    0

    O que sera q o madureira tem contra os Garimpos, para desqualificalos desta maneira?

  • Robert | Terça-Feira, 15 de Março de 2011, 11h56
    0
    0

    Torço muito para que João Madureira consiga elevar a auto-estima do povo Várzeagrandense...é muito triste pra mim ver a situação de calamidade em que se encontra o municipio e saber que muitos, em pouco tempo, já fizeram verdadeiras fortunas usando e prefeitura e a população...

  • PAULO | Terça-Feira, 15 de Março de 2011, 09h46
    0
    0

    ACHO UMA VERDADEIRA DEMAGOGIA O QUE O EX. DEPUTADO MAKSUES LEITE VEM FAZENDO NO SEU JORNAL E PROGRAMA DE TELEVIÃO, MOSTRANDO-SE PREOCUPADO COM A ADM VARZEAGRANDENSSE, SE ELE REALMENTE PREOCUPASE COM O POVO DA CIDADE INDUSTRIAL ELE NÃO TERIA "VENDIDO" A CANDIDATURA DELE PARA O JULIO CAMPOS... FAÇA-ME O FAVOR DEPUTADO SE COLOQUE EM SEU LUGAR NÓS NÃO SOMO BOBOS, PROVA DISSO VOCE TEVE NA ELEIÇÃO PASSADA, NOSSA RESPOSTA FOI DADA NAS URNAS...

  • João Clemente de Moraes | Terça-Feira, 15 de Março de 2011, 08h38
    0
    0

    Há uma cultura na administração da Várzea Grande envolvendo, corrupção, nepotismo, oligarquismo, conformismo, populismo, etc e tal... Não é de uma ora para outra que isso vai mudar. prof. João Clemente de Moraes