Últimas

Quarta-Feira, 30 de Abril de 2008, 17h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

JUDICIÁRIO

Justiça proíbe "marcha da maconha" em Cuiabá

    A 9ª Vara Criminal concedeu liminar que suspendeu a "marcha da maconha", programada para acontecer no próximo domingo na Praça Ipiranga, em Cuiabá. Por meio do site www.marchadamaconha.org vem sendo veiculadas notícias que defendem a legalidade da droga, bem como informar sobre a realização da marcha em várias outras localidades do país, no mesmo dia e horário.

   A ação cautelar foi formulada pelos promotores Marcos Henrique Machado e Marcelo Ferra de Carvalho após aviso do Ministério Público da Bahia, pois em Salvador está localizada a maior movimentação para a marcha. O MP requisitou à secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) que monte plantão no local e que, se necessário, utilize todos os meios administrativos para coibir o movimento. Também deverá identificar os organizadores que podem responder a processo criminal. Os promotores esperam que a marcha não aconteça, mesmo assim advertem que não se pode induzir, fazer apologia ao uso da maconha e outras drogas. "A maconha é droga e é considerada crime em nosso país", destacou Ferra. O crime é previsto na Lei 11.343/06. Os responsáveis pela marcha podem sofrer penas de detenção de um a três anos, multa, além de poder responder por formação de quadrilha e tráfico de drogas.

   O site, cujo domínio ainda não foi identificado, veicula a idéia de que a marcha serve apenas para debater a proibição ou não do uso do entorpecente e que impedir a manisfetação é barrar a liberdade de expressão. Eles ainda "advertem" que é proibido usar a maconha durante o evento. A página já informou que a manifestação está proibida na Capital. O representante do MP salienta que “não se quer aqui cogitar proibição à liberdade de expressão, vez que vivemos em um Estado Democrático de Direito, no entanto, imaginar que se possa induzir e instigar crime contra a saúde pública como forma de liberdade de expressão significa decretar a anarquia no país. (Simone Alves)

Conferência da Juventude discute usa da maconha

  A 1ª Conferência Nacional da Juventude, realizada em Brasília entre domingo e esta quarta (30), reuniu cerca de 2,5 mil jovens de todos os Estados. Foi toda patrocinada pelo governo federal, por meio das secretarias Nacional da Juventude e Geral da Presidência da República, inclusive com direito a passagens aéreas e hospedagem.

   Na quarta, marcando o último dia do evento, foi mostrado um vídeo sobre a importância de se legalização o uso da maconha e também a campanha nesse sentido que está sendo preparada para 4 de maio, quando 200 cidades em todo mundo, entre elas 12 no Brasil, devem sediar manifestações, apesar da interferência da Justiça para proibí-las, como é o caso de Cuiabá.

   O que gerou maior discussão foi quando se perguntou se, durante a manifestação, deveria usar a droga. Os líderes da conferência deixaram claro que o propósito não seria fazer apologia ao uso e que, na marca, isso seria proibido. As opiniões se dividiram.

  Para Everton Almeida, um dos estudantes mato-grossenses presente à Conferência Nacional da Juventude, "essa situação é delicada". "É muito complexo. Tem o lado maléfico do uso da maconha e, para alguns, bem o benéfico se isso vir a ser legalizado. No meu caso, a legalização não seria interessante", enfatiza Everton, presidente da Juventude do PSB de Cuiabá. (Romilson Dourado, de Brasília)

  No evento, foi distribuído aos jovens panfleto sobre a Marcha da Maconha. Veja abaixo reprodução da frente e verso.


Panfleto propagada marcha do dia 4 pela legalização...


...da maconha, com mapeamento de onde haverá manifestação

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Paulo | Sexta-Feira, 11 de Maio de 2012, 18h42
    0
    0

    Sabem qual é o maior mal desse País? Ignorância. As pessoas ouvem afirmações batidas há anos e as tomam como verdades definitivas. Defender a legalização da maconha não tem nada a ver com apologia às drogas, é apenas expressar seu direito constitucional à liberdade de expressão. Dizem por aí que consumidores de maconha alimentam o crime organizado, e isso em parte é verdade. Então por que as autoridades não cortam esse mal pela raiz simplesmente permitindo o plantio de 1 ou 2 pés para consumo individual? Outra coisa: se consumo de maconha é crime, então exijo que o consumo de cigarros de tabaco também sejam proibidos, pois são uma bomba de compostos químicos que destroem muito mais nosso organismo do que um cigarrinho de maria joana por dia. E por último, não falem mais que quem defende a legalização da maconha é desocupado, porque muita gente (eu diria a grande maioria) das pessoas que fazem esta defesa são pessoas inteligentíssimas, exercendo cargos de responsabilidade em muitas empresas e órgãos públicos, e muito mais sérias do que a grande maioria dos que aqui se acham arautos da lisura e dos bons costumes. CHEGA DE HIPOCRISIA! VAMOS DISCUTIR NOSSOS PROBLEMAS ABERTAMENTE, SEM PRECONCEITOS!!! VIVA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO!!!

  • David Brito | Quarta-Feira, 09 de Junho de 2010, 09h24
    0
    0

    David Brito, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo que o Brasil ainda não está preparado para discutir o assunto!
    Droga é coisa muito séria, e está destruindo jovens, famílias, é um cancer, cujos protagonista (traficantes), devam serem severamente punidos,sem dó nem piedade!

    Mas vamos deixar de hipocrisia! E o alcool que é vendido livremente, onde milhares de vidas são ceifadas por ano, através de acidentes automobilisticos? crimes violentos?
    Isso pode Dr.Marcos Machado? se pagam impostos para vocês terem seus salários (altos) em dia, aí é legal?

    ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO?
    B A L E L A!

  • Soc.Mauro Cesar Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Li atentamente todos os comentários feitos a respeito dessa proposta de discriminalização do uso da maconha. Como pai me preocupa o fato de liberar o uso indiscriminado dessa droga.Sabemos que o Brasil precisa amadurecer muito essa discussão, saber se a nossa sociedade está preparada para essa liberalização, como já acontece em outros paises, que se preocuparam não em combater o uso, mas em reduzir danos que todas as drogas causam ao nosso organismo, sejam elas licitas ou ilicitas. Qual a sociedade que queremos para o nosso País? Diante de tantas mazelas sociais que enfrentamos, seria prematuro liberar o uso dessa droga, mesmo sob o argumento da redução de danos, pois temos um sistema de saúde ainda uito frágil no acompanhemtno de doenças que há milenios foram erradicadas no mundo(tuberculose, hanseniase entre outras)e creio que o aparelho repressor do estado (segurança pública)não está preparada pra esse enfrentamento social, e a Justiça está preparada para discutir esse tema? A quem interessa essa liberalização da maconha? Cercear o sagrado direito conquistado de liberdade de expressão não é o caminho mais adequado nesse momento, deve os orgãos de segurança acompanhar a manifestação e reprimir aqueles atos que atentem contra a legislação brsileira, afinal estamos num estado democrático de direito!

  • Turquinho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tenho pra mim que os promotores estão fazendo um desfavor à democracia que, para se aprimorar, precisa sim encarar os debates sobre temas polêmicos.

    Ao meu modo de ver, além de ferirem sim a liberdade de expressão, estão alimentando um grande mal da humanidade, a hipocrisia!!! É crime sim, usar maconha, defeder o uso. Discutir a legalização, faz parte da democracia!!

    Será que os nobres promotores são cientes do mal provocado pelos chopinhos legalize que eles tomam??

    Ahhhh... essa clase dever ir só de scott purinho, do bom....

    E viva a liberdade de expressão!!!

  • carlospinheiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CADEIA NESSE POVO, É O QUE ELES MERECEM!

  • Marina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É bem a cara de Marcos Machado mesmo.Se acha....o dono da verdade...



    A apologia a droga é crime, de fato, mas o direito de estar em local publico fazendo passeata é direito constitucional e nenhuma autoridade pode suprimir este direito.O que deve ser controlado é o conteúdo desta passeata, e aforma com que é divulgado a legalização da droga.

  • MARINA DO BEM | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MEU DEUS...E EU ACHANDO QUE MEU FILHO ESTAVA PARTICIPANDO DE UM EVENTO SAUDÁVEL LÁ EM BRASÍLIA. ESSA JUVENTUDE DO MAL QUER SE MISTURAR A DO BEM PARA CONTAMINÁ-LA. GRAÇAS A DEUS TEMOS HOMENS COMO O DR. MARCOS MACHADO QUE NÃO PERMITE ESSA POLUIÇÃO CHEGAR AOS NOSSOS FILHOS QUE CUIDAMOS PARA O BEM.

  • FERNANDO RESENDE VITONIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OLHA SÓ COMO AGEM ESSAS MÁFIAS DA DROGA, SE INFILTRAM DENTRO DAS AÇÕES DO GOVERNO PARA INSERIR SEUS INTERESSES. TRÁFICO É CRIME E USAR TAMBÉM DEVE SER. CADEIA NESSES DESOCUPADOS DA VIDA. NÃO PODEM CONTAMINAR NOSSOS JOVENS QUE AINDA ESTÃO ESTUDANDO, TRABALHANDO PARA SER HOMENS DO BEM.

  • Ramiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    DEIXEM A PASSEATA ACONTECER. FOTOGRAFEM TODOS PARA IDENTIFICA-LOS E ENCAMINHA-LOS PARA TRATAMENTO EM CLINICAS DE DESENTOXICAÇÃO.
    SE NÃO HOUVER CONSUMO NÃO HAVERÁ TRAFICO, PORTANTO O USO DEVERIA SER CRIMINALIZADO E BEM APENADO.
    ESTE TIPO DE MANIFESTAÇÃO TIRA TODA A CREDIBILIDADE DA NOSSA TÃO QUERIDA JUVENTUDE, QUE ESTA DESEJANDO CONTRIBUIR NAS DISCUSSÕES IMPORTANTES DE NOSSO PAÍS.
    LEMBREMO-NOS QUE A JUVENTUDE ALIENADA DOS ANOS 60 E 70 É A MAIOR RESPONSÁVEL PELA SITUAÇÃO CAÓTICA DO MUNDO ATUAL, POIS DEU CHANCE AOS PODEROSOS DE HOJE, PARA PROMOVEREM A GRANDE CONCENTRAÇÃO DE RENDA E PODER QUE RESULTOU NA MISÉRIA E NA FOME.
    O JOVEM ENGAJADO NÃO PERDE TEMPO COM UMA DISCUSSÃO TÃO INÚTIL E FORA DE MODA POIS EM PLENA GERAÇÃO SAÚDE A DROGA NÃO TEM VEZ. NÃO SE TRATA DE DEMOCRACIA MAS SIM DE ORDEM CONSTITUCIONAL, RESPEITO AS LEIS E A VONTADE DA MAIORIA.

Fora do MDB e pré-disputa ao governo

muvuca curtinha   José Marcondes, o Muvuca, decidiu se desfiliar do MDB, pelo qual pretendia concorrer a deputado estadual. Se sentiu desconfortável e sufocado por nomes expressivos e com boa estrutura de campanha, especialmente deputados que vão à reeleição, o que lhe tiraria chance de êxito nas urnas...

Efeito-Bolsonaro e disputa à Câmara

nelson barbudo curtinha   Ele está na lista de agricultores que plantam menos de mil ha e ganhou notoriedade nacional batendo em políticos corruptos. E se empolgou com a boa inserção junto à classe produtora, numa linha de apoio ao pequeno, muito defendida no passado pelo ex-deputado e ex-senador Jonas Pinheiro...

Telões no Fla-Flu exibiram propaganda

leonardo oliveira curtinha   Os dois telões da Arena Pantanal, que tinham sido usados somente nas partidas de futebol da Copa do Mundo de 2014, voltaram a funcionar neste sábado, na transmissão do Fla-Flu, que terminou com a goleada do time tricolor por 4 a 0. E o governo estadual, que administra o estádio, aproveitou os...

Delator nega sociedade com Mauro

mauro mendes curtinha   Alguns vereadores aproveitaram a presença do ex-governador e delator Silval, na CPI do Paletó, para perguntar sobre eventual sociedade empresarial deste com o ex-prefeito da Capital Mauro Mendes (foto), que ensaia candidatura a governador. Silval esquivou-se. Disse que, no caso de um garimpo, o seu irmão...

Senador opta por ficar no Podemos

jose medeiros curtinhas   Após participar de reuniões com os presidenciáveis Levy Fidelix, do PRTB, e Jair Bolsonaro, que vai trocar o PSC pelo PSL, nas quais recebeu convite para filiação, o senador José Medeiros (foto) decidiu que fica mesmo no Podemos. E vai encampar o projeto de reeleição....

Ex-prefeito decide ficar no DEM

Roland Trentini   O ex-prefeito de Alto Garças, Roland Trentini (foto),  admite que ter sido sondado pelo empresário Silvino Dal Bó, um dos entusiastas do presidenciável Jair Bolsonaro, para reforçar sua campanha em Mato Grosso, angariando apoio dos ruralistas. Apesar de ter recebido o convite para aderir ao...

Silval cita 18 da AL com mensalinho

antonio azambuja curtinha   Silval Barbosa, em oitiva à CPI do Paletó, nesta sexta, na Câmara de Cuiabá, abriu o jogo sobre esquemas de corrupção. E, reforçando a delação, não poupou ninguém. Confirmou ter repassado mensalinho aos deputados na época em que foi...

Eleição da Mesa da AL custou R$ 16 mi

mauro savi curtinhas   À CPI do Paletó nesta sexta (23), o ex-governador Silval Barbosa disse que em todas as eleições da Mesa Diretora houve negociação financeira por votos. Citou como exemplo uma eleição cuja a chapa era formada por Mauro Savi (foto) e Romoaldo Júnior. O delator...

PSDB e vários vereadores a estadual

rodrigo da zaeli curtinha rondonopolis   O PSDB do governador Taques possui uma lista extensa de pré-candidatos a deputado porque inclui vereadores, que não precisam renunciar ao mandato para tentar outro degrau no Legislativo. Os quatro estaduais (Wilson, Saturnino, Baiano e Maluf) vão em busca da reeleição. O...

MAIS LIDAS