ARTIGOS

Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 09h:22 | Atualizado: 30/11/2020, 09h:23

Vinicius de Carvalho

A vitalidade da política analógica

vinicius de carvalho

Vinicius de Carvalho

Com o encerramento da apuração dos votos da eleição para o segundo turno da Prefeitura de Cuiabá, é possível fazer uma análise mais completa dos resultados. O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) foi reeleito com a margem mais apertada em termos relativos da história de Cuiabá até onde me consta.

Cerca de 6000 votos de diferença sobre o segundo colocado, vereador Abílio Junior (Podemos), num colégio eleitoral de cerca de 378.000 eleitores aptos a votar e em torno de 460.000 de eleitores potenciais, por conta dos 85.000 suspensos pelo recadastramento biométrico.

Desde o começo eu disse que era uma eleição muito arriscada para o prefeito Emanuel Pinheiro, mas que a chance de vitória existia. Ele acumula uma rejeição muito alta por razões políticas e, sobretudo, pelos problemas com a corrupção que teve. Aquele famoso vídeo do paletó divulgado em agosto de 2017 teve um impacto simbólico muito forte.

O espaço político disponível para Emanuel era, portanto, muito restrito. Em 2016 ele foi eleito com cerca de 157.000 votos com uma margem grande sobre o segundo colocado Wilson Santos, de cerca de 54.000. Isso equivalia a 38% do eleitorado total naquele momento. Ele poderia ser reeleito com uma margem menor, com algo em torno de 35, 36% ou 37% do eleitorado. Ficou no final com 35,93%.

Se forem consideradas as exclusões trazidas pelo recadastramento biométrico esse percentual ficou ainda menor. Os cerca de 135.000 votos obtidos equivalem a algo em torno de 30% do eleitorado potencial de Cuiabá. Ou seja, era base relativamente pequena a ser mobilizada, por conta das características do nosso sistema eleitoral.

Boa parte dos eleitores que avaliam bem uma administração acabam votando no seu candidato

Vinicius de Carvalho

Isso permitia enfrentar a rejeição. Uma outra aposta era na montagem de uma coligação com muitos partidos, pelo peso que a estrutura da Prefeitura de Cuiabá possui. Com base nisso se teria acesso a um bom tempo de mídia, o que permitiria divulgar as realizações da sua gestão. Era uma aposta menos arriscada, porque já comprovada em outras experiências. Emanuel começou com cerca de 30% de bom e ótimo e terminou com 44%, medidos pela pesquisa Ibope divulgada no dia 23/11. É um aumento relativo de quase 50% que, com certeza, fez a diferença. Boa parte dos eleitores que avaliam bem uma administração acabam votando no seu candidato.

Uma das grandes conclusões que podem ser tiradas dessa eleição acompanham o cenário nacional. A chamada política analógica ainda tem muito peso em oposição à política digital representada pelas mídias sociais. E esta disputa foi bem exemplar neste sentido, com um candidato vindo do tradicionalismo político (Emanuel) e outro que novo deve sua ascensão à força das mídias sociais (Abílio Junior). O manejo de recursos clássicos de poder ainda tem seu peso e aqueles com alto preparo nisso sobreviverão durante muito tempo.

Como foi um resultado muito apertado vários fatores podem ser apontados como decisivos. A estrutura montada por Emanuel na prefeitura e nos partidos entra nesse rol, já que Cuiabá tem cerca de 10.000 servidores temporários e comissionados, que devem ter votado de forma maciça no prefeito. A recusa pelo Abílio do apoio político do presidente da Assembleia Eduardo Botelho, que teve 10.800 votos para deputado estadual em Cuiabá na eleição de 2018 e controla um aparelho político que foi outro. Após a recusa boa parte do grupo de Botelho optou por apoiar Emanuel. Outro ponto foi o comportamento dos servidores públicos estaduais que apoiaram Emanuel para enfrentamento ao governador Mauro Mendes.

Bem, são vários tópicos que precisaremos entender a fundo com o passar do tempo.  Vida longa à democracia !!!!

Vinicius de Carvalho é gestor governamental, analista político e professor universitário.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Logística em MT pra distribuir vacinas

mauro mendes 400 curtinha   O governo estadual já providenciou toda logística para levar as vacinas anti-Covid-19 aos municípios. O governador Mauro Mendes (foto) destaca que, em princípio, adquiriu 3,5 milhões de seringas. Os lotes de vacinas chegam a MT até a próxima quarta. Seguindo o Plano...

Emanuel no PTB e reeleição do filho

emanuelzinho 400   O PTB está sendo preparado para receber a filiação do prefeito Emanuel Pinheiro, que iniciou o segundo mandato em Cuiabá. Sem ambiente para seguir no MDB, onde passou a enfrentar resistência de toda a bancada do partido na Câmara Federal e na Assembleia, Emanuel recebeu convite de...

Ex-deputado "detona" Aliança por MT

victorio galli 400 curtinha   As deputadas federais Carla Zambelli e Bia Kicis, que estão na linha de frente pela criação do Aliança pelo Brasil, partido idealizado por Bolsonaro e ainda na fase de coleta de assinaturas para ser formalizado, foram informadas de que o ex-deputado federal Victório Galli...

Saúde em MT sob iminente colapso

Os números da pandemia da Covid-19 em MT são alarmantes. Entre sexta e este sábado foram registrados 1.050 novos casos de pessoas infectadas com o vírus e mais 21 mortes. Desde o início da pandemia, quase 5 mil mato-grossenses já morreram da doença. Em Cuiabá, o índice de ocupação de UTIs chega a 69%, superando o pior período da pandemia, registrado em agosto do ano passado. Em outras regiões do Estado, a...

Prefeito já teve 2 aliados executados

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de terceiro mandato Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, já teve dois assessores próximos e de extrema confiança assassinados. Em setembro de 2012, João César Domingos, que era muito próximo de Pátio, havia atuado no Instituto de Pesquisa e...

Pascoal entre preferidos para o TCE

pascoal santullo 400   Assim como a Assembleia, que tem vários deputados de olho no cargo vitalício no TCE, o Palácio Paiaguás vai brigar pelo direito à indicação à cadeira de conselheiro, caso seja homologado e autorizado o pedido de aposentadoria já feito por Waldir Teis, que...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.