ARTIGOS

Quarta-Feira, 18 de Novembro de 2020, 09h:46 | Atualizado: 18/11/2020, 10h:24

Luiz Vicente Dorileo

Como chegará o Natal da pandemia

Luiz Vicente Dorileo

Luiz Vicente 

Está chegando a data mais importante e que representa o melhor período de vendas tanto em volume como em faturamento para alguns setores como varejo e serviço e com ela a esperança do aumento de resultado no final de ano. 

É uma data marcada pela emoção, com forte apelo cultural e simbólico de manifestação de carinho e reforço dos laços familiares afetivos que se manifesta com a tradição de ir às compras e trocar presentes.

Este ano, entretanto, o Natal 2020 chega envolto a um cenário econômico de incerteza e de desemprego consequência da crise gerada pela pandemia do Covid-19 que irá refletir e impactar na intenção de compra do consumidor.

 Conforme pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pela Offer Wise Pesquisas o cenário atual apresenta uma queda de 22% na intenção de compra do consumidor, quando comparada ao mesmo período em 2019.

Natal 2020 chega envolto a um cenário econômico de incerteza e de desemprego consequência da crise gerada pela pandemia do Covid-19

Luiz Vicente

É claro é um percentual que representa redução importante se comparada ao último ano, mas, mesmo assim, o Natal ainda será a data de retomada das vendas, depois de um jejum repleto de adversidades e desafios.

A pesquisa apontou que 54% dos brasileiros pretendem dar presentes no Natal da Pandemia. Estamos falando de um universo de 90 milhões de pessoas.

Entre os consumidores da amostra, 23% ainda não se decidiram se irão adquirir presentes e, 22% disseram que não irão manter a tradição de dar presentes. Dentro deste grupo a principal justificativa deste ano, para 24% é o fato de estarem desempregados e, para 22% seria por não terem dinheiro.

Vamos falar sobre aquele percentual de pessoas que irão as compras, ou seja, aqueles que devem comprar. A pesquisa mostra que a quantidade de presentes permaneceu varia entre dois a quatro presentes, com ticket médio, ou seja, o valor a ser investido em cada presente será em torno de R$ 109,00. É claro que esse valor oscila para cima ou para baixo dependendo da classe social do consumidor e de outros fatores como sexo, faixa etária e etc.

Vale destacar que no que se refere a forma de pagamento 85% das pessoas que farão compras neste Natal pretendem pagar à vista, desses 57%   em dinheiro e 36% no cartão de crédito.

Sobre os mimos de Natal as roupas permanecem na dianteira no que se refere a preferência de compra com 57%. Na sequência aparecem os brinquedos em geral com um percentual de 38%, seguido por perfumes e cosméticos com 31%, depois calçados com 31%.

E quando falamos em quem vai recebe-los, os mais lembrados serão as os filhos, cônjuges e as mães. Os filhos continuam em primeiro lugar no quesito de quem receberá os presentes mais caros.

A pandemia ainda é realidade, e ela vem acompanhada de muitos desafios, desemprego, incerteza econômica e este ano ainda tem o fim do auxílio emergencial programado para os próximos meses e isso tudo, é claro, produz um clima de insegurança para o consumidor.

Apesar disso, o Natal 2020, conhecido como o Natal da Pandemia ainda é o principal momento de compras para os brasileiros e ele será responsável por uma movimentação que será muito importante para o comércio, que acredita nas vendas do Natal para a retomada econômica.

Boas venda$ no Natal 2020!

Luiz Vicente Dorileo da Silva – “SHIPU”, palestrante, consultor formado em administração com MBA Executivo Internacional e especialista em Marketing. E-mail: shipumt@hotmail.com / insta: @shipumt

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.