ARTIGOS

Domingo, 28 de Fevereiro de 2010, 12h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Em artigo, Olga aponta relações sustentáveis como "nova ordem"

Relações sustentáveis

Olga Lustosa   A nova ordem de desenvolvimento mundial sugere e quase impõe mudança de comportamento e de hábitos, que nos levem a uma vida cotidiana estruturada dentro do conceito de que nosso estilo de vida deve ajustar-se as práticas boas de convivência saudável com o outro, com a natureza e com toda vida nela existente. É o exercício diário para ocupar um espaço que não destrua o espaço do outro, para consumir alimentos produzidos com responsabilidade técnica e práticas ambientais seguras, para usar um carro que emita o mínimo possível de poluição atmosférica urbana. A qualidade do ar depende até da regulagem do motor do seu carro. A sustentabilidade implica no ato de preencher nossas necessidades pessoais, sociais e culturais, preservando a biodiversidade e os ecossistemas naturais. Esse emaranhado de teias que são os nossos relacionamentos demandam cuidado continuado além da decisão interior de construir essa consciência para si, influenciar outros e sobretudo viver dentro dessa perspectiva nova de reconstruir as relações, em todos os níveis, de forma sustentável.

    Lí que parte das medalhas entregues nos jogos de Inverno de Vancouver, no Canadá, foram moldadas a partir da reciclagem de lixo eletrônico fornecido por uma mineradora. Tal prática teve o objetivo de reduzir a quantidade de resíduos eletrônicos jogados nos aterros. Vale frisar que o valor histórico das medalhas não sofreram nenhuma alteração, mas ganhou-se ponto pela inovação.

   A comida saudável reflete afirmativamente no dia-a-dia. Muitas pessoas contraem doenças devido aos maus hábitos alimentares. A obesidade assombra e afasta as pessoas da mesa e do hábito de sentar-se e comer deliberadamente. Até mesmo Jamie Oliver, ao receber o prêmio TED Prize, falou sobre seu desejo de criar um movimento sustentável para educar as crianças sobre alimentação, inspirar as famílias a cozinharem de novo em suas casas e lutar contra a obesidade infantil.

   Sustentabilidade de forma solta, nos remete a numero imenso de palavras de ordem: meio ambiente, aquecimento global, crédito de carbono, energia limpa, produtos verdes, mas devem ser combinadas com reflexão, transparência, compromisso com a qualidade de vida de hoje e no futuro. Eu quero crer que a transversalidade de nossas ações verdes ou limpas liberem um sem número de estímulos para que também na vida pessoal vivamos amores sustentáveis pela mesma filosofia verde, que inspira a crença nas práticas mais simples e naturais.

    Pois, segundo o doutor Paul Pearsall, diretor do Behavioral Medicine at Detroit’s Beaumont Hospital, alguns males do corpo devem ser tratados pelo próprio corpo, a principio, sem a intervenção de drogas químicas. Diz que uma vida sexual satisfatória reduz índices de stress, depressão, dor de cabeça e reduz o desconforto das artrites, além de proporcionar aos indivíduos melhor desempenho físico, mental e emocional. Vivemos em sustentabilidade quando transformamos nossas vidas com atitudes simples, mas de relevância global; quando respeitamos o meio ambiente, quando fortalecemos as nossas estratégias de intervenção contra a destruição, quando aceitamos os procedimentos naturais que curam, quando acreditamos que o homem é naturalmente bom e quer promover essa nova ordem global.

    Enfim, a vida sustentável produz indivíduo saudável e um mundo de possibilidades, iniciativas e desafios. As mudanças não são fáceis, tem, entre outros, a questão cultural e econômica em jogo; Mas a idéia de levar uma vida sustentável é assunto urgente.

    Olga Lustosa é acadêmica de Ciências Sociais da UFMT e chefe de Gabinete da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • F L O R I S B E L O | Terça-Feira, 02 de Março de 2010, 19h54
    0
    0

    NEM SEMPRE NEM NUNCA,,,TALVEZ! - de Forma COSMOPOLITA o tema MEIO AMBIENTE e o HOMEM está muito em VOGA. Mas não é tão VEROSSIMIL como diz esse texto da OLGA ou de muitos outros PLANTONISTAS do meio AMBIENTE. Ha o ciclo VITAL. Incendios em FLORESTAS pela açao da propria NATUREZA ( raios etc) renovaçao do CICLO NATURAL e por ai vai todas as açoes, longe do HOMEM. Milhoes de anos atraz,terra sem vida, muitas teorias pela ausencia de vida na terra..etc, etc, etc....CHARLES DARWIN, os mais aptos sobreviverão e seus descendentes transmitirao esta resistencia....portanto o MEIO AMBIENTE não é vitima apenas do HOMEM, este participa muito pouco. O CICLO DO PLANETA faz o resto. VIROU MODISMO o tal do AQUECIMENTO GLOBAL. A TERRA JA FOI GÉLIDA E nao havia HOMEM. interessante não?

  • Fernandinho; Você sabe quem... | Terça-Feira, 02 de Março de 2010, 12h13
    0
    0

    Fernandinho; Você sabe quem..., Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Jacyara | Segunda-Feira, 01 de Março de 2010, 20h21
    0
    0

    OLGA, minha amiga querida e colega, como sempre brilhante. Possue idéias próprias e não as esconde de ninguem e só por isso é digna de toda a nossa admiração. Va em frente Olguinha.

  • MARIA REGINA | Segunda-Feira, 01 de Março de 2010, 16h36
    0
    0

    Discursos são discursos.... pena que a autora do artigo faça da sua permanência na SEDER uma RELAÇÃO INSUSTENTÁVEL quando denomina os nossos pequenos agricultores de "fedorentos" e que deveriam ser atendidos por outro órgão que não a SEDER.

  • Déberson | Segunda-Feira, 01 de Março de 2010, 08h58
    0
    0

    Ótimo artigo... Parabéns Olga... É uma pena que alguns gestores resolveram "acordar" para a sustentabilidade após já terem desmatado para o plantil em suas fazendas (latifundios) áreas maiores que muitos países, após ser considerado o inimigo n.º 1 da floresta amazonica segundo organizações internacionais de preservação do meio ambiente. Bom, se verdade for, antes tarde do que nunca...

  • vivaldo marcorio (peninha) | Segunda-Feira, 01 de Março de 2010, 07h36
    0
    0

    Olga parbens pela materia, temos que opinar sobre esssas questoes impontante pra vida humana

  • Maria José da Silveira | Segunda-Feira, 01 de Março de 2010, 00h42
    0
    0

    Fraco e enchedor de linguiças e apoio a um Governo em fim de mandato, também chefe de Gabinete da SEDER, só tem que pedir bÊNÇÃOS DA GAÚCHADA, não acham?

  • Dclima | Domingo, 28 de Fevereiro de 2010, 20h52
    0
    0

    Exclente artigo mas acho que já foi publicado este mesmo tema inúmeras vezes... Encher linguiça é fácil prá dedéu...

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...