ARTIGOS

Quinta-Feira, 28 de Novembro de 2019, 09h:55 | Atualizado: 28/11/2019, 10h:06

Antônio Frange

Nova lei que impactará na recuperação judicial

Antonio Frange

Um projeto de lei na Câmara Federal, pronto para votação no plenário visa autorizar o governo a perdoar até 70% dos débitos que têm a receber de empresas em recuperação judicial.

De acordo com o texto, as pendências poderão ser parceladas em até dez anos, e há possibilidade de concessão de desconto. Além disso, a Receita Federal ficará autorizada a negociar.

Pendências poderão ser parceladas em até dez anos, e há possibilidade de concessão de desconto

Outro ponto interessante da proposta é que o governo poderá aceitar receber menos que o previsto inicialmente, ou seja, em alternativa ao parcelamento, a empresa em recuperação poderá propor o pagamento com essa redução de até 70% do total cobrado.

O montante principal, aquele que originou a cobrança, não poderá ter desconto, mas poderão ser suspensas as cobranças de multas e juros, que muitas vezes crescem tanto que acabam ficando maiores que o valor originário de cobrança.

Para a definição o desconto da renegociação, o governo poderá avaliar a chance de o crédito ser perdido, caso a empresa vá a falência. O governo também poderá pedir a falência da companhia se houver descumprimento do acordo.

Quem trabalha com recuperação judicial, tem que apoiar a proposta

Quem trabalha com recuperação judicial, tem que apoiar a proposta. Pois fica cada vez mais claro que a recuperação judicial é a melhor maneira de ampliar as chances de sobrevivência das empresas, e reduz o risco de calote definitivo aos cofres públicos.

A recuperação judicial é um instrumento que pode ser usado por empresas em situação financeira crítica para evitar que cheguem à falência. Elas apresentam um plano para se reerguer e ganham prazo para pagar a credores.

Aos que questionam, vale lembrar que os descontos seguem uma série de critérios. É preferível o governo receber menos a não receber nada no fim, por isso é melhor fazer a negociação. Se não fizer, provavelmente vai ficar tentando fazer a execução fiscal e não vai conseguir nada.

Antonio Frange Júnior é advogado em Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

PDT quer França, mas não pra suplente

allan kardec 400   Embora o deputado e secretário de Cultura do Estado, Allan Kardec (foto), presidente regional do PDT, tenha flertado com Roberto França, tentando atraí-lo para o partido e com expectativa de candidatura, não há nenhum convite para este ser um dos suplentes ao Senado na chapa de Pivetta. A ideia...

Uma candidatura jovem na chapa

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) assegurou neste domingo que não definiu ainda os dois suplentes de sua futura chapa ao Senado. Sobre Sachetti, observou que trata-se de um parceiro e amigo e que está pronto para ajudar no projeto, sem fazer imposição para assumir suplência, assim como o...

Rei da soja incentiva Fávaro ao Senado

erai maggi 400 curtinha   O ex-vice-governador Carlos Fávaro não mantém o silêncio à toa. Embora tenha sido o terceiro mais votado em 2018 - por pouco não fica com a vaga ocupada hoje pelo senador Jayme Campos -, Fávaro está enfrentando uma série de dificuldades para se viabilizar de...

Professor terá desempenho avaliado

marioneide 400 curtinha   Professores da rede pública estadual agora vão passar por avaliação de desempenho tanto para fins de progressão funcional quanto para atender a uma série de novas exigências. A secretária de Educação, professora Marioneide Kliemaschewsk (foto), já...

O pinóquio de antes, o aliado de hoje

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), hoje deputado pelo quarto mandato, está levando porrete de todo lado pela decisão de entrar na base do Governo Mauro Mendes, seu então adversário político dos últimos 15 anos. Ambos, que se enfrentaram nas urnas duas vezes, uma a prefeito e outra para...

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.