ARTIGOS

Sábado, 20 de Julho de 2019, 11h:39 | Atualizado: 20/07/2019, 11h:52

Welyda Carvalho

Os perfis de emprego e renda do futuro

Welyda Carvalho

Welyda Carvalho

Um dos grandes desafios de todas as pessoas, líderes sociais, empreendedores, lideranças mundiais corporativas e agentes políticos é a geração de emprego e renda. É o diagnóstico atual que não precisa de muito estudo apurado.

Mas, onde estão os empregos e quais perfis são requeridos para eles? E mais: como criar trabalho para uma legião de jovens? O que fazer para uma população cada vez mais carente de condições de formação e de qualidade de vida para uma parte da sociedade que envelhece cada dia mais? Há mais dúvidas do que soluções. São questões para reflexão e debate sobre desenvolvimento e crescimento econômico, como tenho feito nos meus artigos.

Se olharmos para o passado da humanidade, da divisão do trabalho artesanal e agrário à produção industrial, encontraremos certamente uma parte das possíveis soluções para a aflição atual da necessidade de geração de emprego e renda.

Afinal, a ocupação ou trabalho humano já passou por grandes mudanças, com empregos no campo, depois pelos comerciantes das feiras móveis e trabalhos braçais. E mais modernamente, com a Revolução Industrial, com a especificação e segmentação do trabalho.

Agora, com a Revolução Digital, existem novas perspectivas e formas de emprego jamais imaginadas, fora dos padrões de jornada de trabalho. Hoje, há o "home office". E o que dizer dos motoristas de aplicativos, embora alguns os classifiquem como subemprego ou complementação de renda.

Só nesta meia década, diversos meios de pagamentos e aplicativos invadiram nossas vidas, e retiraram algumas ocupações comuns do setor financeiro, segmento de serviços e, principalmente, o setor bancário. A tendência é que no futuro próximo não haverá mais agências bancárias físicas. Menos emprego e menos renda.

A inteligência artificial, os roteiros de filmes futuristas estão mais reais.

Enfim, é na "era digital" que estão os grandes e promissores empregos. Nesse caminho, profissões deixaram de existir. Se antes havia o torneiro mecânico, hoje as partes dos carros já são desenhadas ou moldadas em computador, por "designers" gráficos e audiovisuais.

Sem falar dos empreendimentos em que há automação e toda mecatrônica envolvida – sem precisar de humanos para fazer o "trabalho". Na vida digital, destacam-se pelo menos duas categorias de trabalhadores ou ocupações de renda: o digital "influencer" e o analista de marketing digital – para citar alguns exemplos.

Essa Revolução Digital já modificou muitas coisas, mas um segmento da vida moderna e contemporânea em que o impacto tem sido forte é o chamado mercado de trabalho. Já há no mundo real notícias sem jornalistas ou profissionais tradicionais na produção e divulgação de textos, imagens e sons, feitas por máquinas com base no fundamento da inteligência artificial.

Há ainda a chamada internet das coisas, quando dispositivos móveis, computação, eletrônica e a web de conexão digital produzem comunicação com objetos físicos do cotidiano, como utilitários domésticos. Todas essas situações fazem diversas pessoas ficarem sem trabalho, em um mundo de consumismo, gastos pessoais
supérfluos e mais desigualdades sociais. O fato é que sem ocupação humana, sem a relação de trabalho na sociedade, não há renda, condição de subsistência e nem paz social.

#Crescimento
#Desenvolvimento
#NovasTecnologias
#NovosEmpregos
#InteligênciaArtificial
#Renda

*Welyda Cristina de Carvalho é advogada, pós-graduada em Direito Processual Civil pela FESMP/MT, fez intercâmbio em Sunshine Coast, na Austrália e atua no direito do agronegócio. Endereço eletrônico: carvalhojuridico1@gmail.com / Instagram: @welydacarvalho+

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Fábio tenta tirar aliados do prefeito EP

fabio garcia 400 curtinha   Fábio Garcia (foto), presidente do DEM-MT, começou um movimento forte de bastidores para tentar tirar partidos que hoje estão no arco de alianças do prefeito Emanuel (MDB), mesmo o futuro do Democratas na disputa majoritária em Cuiabá ainda sendo uma incógnita. De forma...

Licitação irregular em Alto Araguaia

gustavo de melo 400 curtinha   O conselheiro-subtituto do TCE, Luiz Carlos Pereira, determinou que o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), suspenda de imediato, devido a apontamento de irregularidades, uma licitação para contratar por R$ 2,9 milhões uma empresa com vistas a executar obras de asfaltamento tipo TSD...

Mutirão fiscal prorrogado na Capital

Emanuel Pinheiro curtinha   Levando em consideração o grande número de contribuintes interessados em negociar dívidas com o município, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) decidiu prorrogar o Mutirão de Conciliação Fiscal até 30 de agosto. Os atendimentos foram retomados na terça...

6 deputados podem tentar prefeitura

silvio favero curtinha   Pelo menos seis deputados estaduais ensaiam candidatura à prefeitura. Eles nada têm a perder, pois a legislação não exige renúncia do mandato no Legislativo para disputar vaga no Executivo.  Sílvio Fávero (foto) deve concorrer em Lucas do Rio Verde, numa...

Munhoz agora é adjunto na Sinfra

 Mauricio Munhoz-curtinha-400   O governador Mauro Mendes nomeou o economista e escritor Maurício Munhoz (foto) como secretário adjunto de Gestão e Planejamento da Sinfra, pasta comandada por Marcelo Padeiro. Filiado ao PSD, é representante da Fundação Espaço Democrático em MT, que...

Contribuição com óculos às crianças

virginia mendes 400   Após lançamento de campanhas sociais, como o Aconchego, com distribuição de 100 mil cobertores a famílias em situação de extrema vulnerabilidade, de festas para angariar fundos e ajudar entidades, e do empenho pela reabertura do Hospital Estadual Santa Casa, a primeira-dama do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.