ARTIGOS

Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 12h:12 | Atualizado: 04/06/2020, 12h:20

Luís Köhler

Resíduos e gestão ambiental: papel do farmacêutico

Lu�s K�hler

Luís Köhler

O descarte de medicamentos vencidos é uma preocupação relevante para a saúde pública, pois podem ser considerados resíduos tóxicos de acordo com sua composição. Dependendo do grau de toxicidade, podem causar contaminação no meio ambiente, por isso não podem ter a mesma destinação final de resíduos comuns.

Segundo dados levantados, em 2010, as estatísticas mostram que 1 kg de medicamento descartado no esgoto pode contaminar até 450 mil litros de água.

 Muitos produtos não medicamentosos comercializados ou utilizados no dia a dia dos estabelecimentos de saúde, especialmente farmácias e drogarias, podem ser agressivos ao meio ambiente e à saúde da população, caso descartados na natureza de maneira inadequada. Como por exemplos: removedores, esmaltes, batons, tinturas de cabelo, pilhas de aparelhos de pressão e de aferição de glicemia, balanças, entre outros.

1 kg de medicamento descartado no esgoto pode contaminar até 450 mil litros de água

Luís Köhler

A população deve ser orientada com informações sobre os resíduos mais agressivos e tóxicos e o tipo de perigo que podem provocar a saúde.

Nesse sentido, cabe também ao farmacêutico o papel de orientação quanto aos riscos de descarte inadequado desses produtos, tendo em vista sua atuação em ações relacionadas à educação em saúde, por meio da comunicação com a população quanto aos medicamentos.

Publicada em 2010, a Política Nacional de Resíduo Sólido (PNRS) é a principal norma que trata do assunto no país. Todos concordam que é uma lei muito bem construída, que prevê a responsabilidade compartilhada, ou seja, cada elo da cadeia – do produtor ao consumidor final – é responsável solidariamente pelo ciclo de vida do produto. Porém, a PNRS não inclui os medicamentos.

Para funcionar, a logística reversa deve começar no consumidor de medicamentos. O primeiro passo é conscientizar a população sobre os riscos do descarte indevido e o segundo passo é oferecer a ela meios para que possa fazer isso corretamente e com segurança.

Tramitam no Congresso projetos que tratam da logística reversa de medicamentos, com propósito de inserir dispositivos na PNRS, obrigando fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de medicamentos a adotarem logística reversa para os resíduos de medicamentos, produtos em desuso e impróprios para o consumo, todos provenientes do consumidor.

Nesse meio tempo, alguns Estados propuseram leis para tornar obrigatória a coleta dos resíduos farmacêuticos. Como é o caso de Mato Grosso, por meio da aprovação da Lei nº 10.600/17 que “obriga as farmácias receberem medicamentos e produtos farmacêuticos com prazo de validade vencido e dá outras providências”.

O farmacêutico tem hoje, mais de 130 áreas de atuação regulamentadas pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), e uma delas vem sendo cada vez mais demandada pelo mercado de trabalho, o farmacêutico ambiental.

Numa época em que as exigências relacionadas ao controle ambiental são cada vez maiores, o farmacêutico desponta como profissional preparado para atuar nesse promissor nicho de mercado.

Os farmacêuticos trabalham o controle regulatório e a gestão de medicamentos em farmácias comunitárias, farmácias hospitalares e indústrias farmacêuticas. Faz-se referência à importância do farmacêutico dentro das organizações e, dentre elas, as indústrias farmacêuticas, grandes idealizadoras de subsídios de saúde. Porém em contrapartida, possíveis arrematadores de mácula ambiental.

Deste modo fica ressaltado o papel do farmacêutico no sistema de gerenciamento em saúde, envolvendo o Sistema de Gestão Ambiental (SGA). O farmacêutico se torna pedra fundamental nesse processo, já que ele é o profissional responsável pelo estabelecimento e cumprimento de um enumerado de normas e procedimentos dentro da indústria.

Luís Fernando Köhler é farmacêutico, conselheiro regional do Conselho Regional de Farmácia do Estado de Mato Grosso (CRF-MT) e membro da Sociedade Brasileira de Farmacêuticos e Farmácias Comunitárias (SBFFC). 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Gabriel | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 15h08
    0
    0

    Olá! Gostei bastante da Matéria! Descubra como controlar a glicemia sem se privar de nada, comendo os mais diferentes tipos deliciosos de comidas! Acesse esse link e descubra como: https://bit.ly/controlarglicemiacomendodeliciosostiposdecomida

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.