ARTIGOS

Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 16h:17 | Atualizado: 26/03/2020, 16h:22

Ana Cláudia Pereira

Sobre a pandemia de coronavírus em MT

Ana Cl�udia Pereira Ter�as Trettel

Em 31 de dezembro de 2019, o escritório da Organização Mundial de Saúde (OMS), na China, foi informado sobre a ocorrência de casos de pneumonia de causa desconhecida na cidade de Wuhan, e desde então a doença se expandiu na China e para outros países do mundo. Em 30 de janeiro de 2020 a OMS declarou Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional frente ao Coronavírus, e posteriormente, em 11 de março de 2020, assumindo a situação de pandemia.

No Brasil, o primeiro caso foi confirmado em 26 de fevereiro de 2020 em São Paulo e logo com notificações nos demais estados. Até o dia 26 de março de 2020 há registros de 2.563 casos e 60 óbitos. O Estado de Mato Grosso registrou seu primeiro caso confirmado em 19 de março de 2020, totalizando no até no dia 26 de março 326 suspeitos e nove confirmados.

Frente ao crescimento/expansão da doença, o Governo estadual apresenta diariamente estratégias de enfrentamento, a fim de suprir as necessidades de atendimento e diagnóstico, equipamentos de proteção individual (EPI) para os profissionais de saúde e organização da logística de leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Em adicional, as prefeituras também estão adotando medidas de acordo com a ampliação do risco, muitas vezes as determinações seguem os padrões estaduais, em outras não são harmônicas, com isso as dúvidas podem pairar sob a população mato-grossense.

 Esse cenário de pandemia, em que os cuidados com a exposição e riscos de infecção foram efetivados, trouxe algumas mudanças no cotidiano de todas as famílias, como isolamento domiciliar, instabilidade e medo frente as incertezas econômicas, condutas pouco seguras por conta da desinformação e excesso de “Fake News”, inclusive por lideranças políticas e leigos. Essa junção de fatores, em maior ou menor grau gera a desestabilização do bem-estar da população, especialmente em relação a saúde mental.

É importante ressaltar que estamos no enfrentamento/combate de um vírus cuja velocidade da transmissão é maior preocupação, além de que não pode ser evitado com vacina, não existem medicamentos que proporcione a cura e a primeira infecção com o vírus não garante imunidade permanente, podendo ocorrer a reinfecção, com danos ainda desconhecidos.

Neste momento da pandemia, os cuidados de higiene e isolamento social são fundamentais, as saídas de casa para execução de atividades essenciais devem ser planejadas e executadas com cuidados extras

Ana Cláudia Pereira

Neste momento da pandemia, os cuidados de higiene e isolamento social são fundamentais, as saídas de casa para execução de atividades essenciais devem ser planejadas e executadas com cuidados extras. A solidariedade e o consumo consciente devem ser exercidos, bem como a valorização da oportunidade de interação familiar. E diante de quaisquer dúvidas, buscar informações em fontes oficiais.

Ressalta-se ainda, que o uso irracional de máscaras nesse período é um grande problema, pois a mesma é indicada para pessoas com sintomas gripais e para os profissionais de saúde em atendimento a pacientes com suspeita da doença, e se utilizarmos de forma indiscriminada faltará para quem realmente precisa, lembrando que a transmissão ocorre em sua maioria através do contato da mão contaminada com o rosto. O uso de máscaras em local aberto e sem indicação, não tem efetividade. Apesar disso, muitas pessoas utilizam, na busca por uma falsa proteção, gerando medo nos demais e causando a escassez desse produto no mercado.

As últimas notícias causam uma insegurança econômica, no entanto o aprendizado com essa situação será diária e juntos poderemos encontrar as melhores alternativas para reagirmos aos novos cenários. Lembremo-nos que existem realidades diversas no Brasil. Em alguns municípios, a doença estará mais disseminada e o rigor sanitário será maior, em outros poderá inclusive não haver casos e a rotina diária ser retomada sem alterações. Portanto, busque conhecer as medidas adotadas em sua realidade local e as siga rigorosamente.

A opção em receber críticas pelo excesso de precaução após o término da pandemia é a mais sensata, pois isso indicará que os críticos estarão vivos, e assim não teremos negligenciado a gravidade da situação e não contabilizaremos mortes em Mato Grosso.

Professora e Dra. Ana Cláudia Pereira Terças Trettel é virologista e pesquisadora na Unemat, campus Tangará da Serra. E-mail: ana.claudia@unemat.br ou me siga no Instagram: @enfanacnp

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Vice e o uso político do Creci pró-Julio

claudecir 400 creci curtinha   O sindicato dos profissionais do Mercado Imobiliário de Mato Grosso, sob Juliano Lobato, em nota de repúdio, detona o atual vice-presidente do Creci-MT, Claudecir Contreiras (foto), para quem está fazendo uso político da entidade e beneficiando, de forma descarada, o...

Toninho e expectativa de retorno à AL

toninho 400 curtinha   Toninho de Souza, que no ano passado estreou como deputado, permanecendo no cargo por 46 dias, no lugar de Eduardo Botelho, vive expectativa de retornar à cadeira na Assembleia. Mas isso vai depender de uma decisão de Janaína Riva, que está no quarto mês de gravidez. Ela tem...

Parlamentar temido reassume em VG

caio cordeiro 400 curtinha   Com menos de 15 dias no cargo de vereador em Várzea Grande, o primeiro-suplente Caio Cordeiro (foto), do PRP, já terá de desocupar a vaga. Eis que está de volta, da prisão para retomar o assento de parlamentar, Jânio Calistro, que está no segundo mandato e responde...

Diversos cortes nas despesas da AL

eduardo botelho curtinha 400   Num período em que o Legislativo praticamente parou, assim como o Judiciário e órgãos vinculados aos Poderes, como TCE e MPE, o presidente da AL, deputado Eduardo Botelho (foto), tomou decisão correta ao cortar gastos enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. Entre as...

Governador está tenso e preocupado

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes anda tenso e preocupado. Mesmo já tendo adotado uma série de medidas de prevenção, inclusive consideradas radicais, ele não dorme direito por causa das projeções nada otimistas de aumento nos próximos dias de casos de coronavírus em...

AL aprovará empréstimo de R$ 550 mi

A Assembleia aprovou, na convocação extraordinária desta sexta (27), dispensa de pauta para a mensagem do Executivo que pede autorização para contrair empréstimo de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica. O recurso será aplicado na construção de pontes de concreto em diversos municípios. Agora, a matéria entra na pauta e será aprovada pela maioria dos deputados na próxima segunda (30),...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.