ARTIGOS

Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 11h:40 | Atualizado: 20/05/2019, 11h:44

Um novo dia, de um novo tempo

Gabriel Guilherme

Gabriel Guilherme

Mesmo que já tivesse acompanhado pelos veículos de comunicação um pouco sobre a renovação política ocorrida nas eleições de 2018, retornei de Brasília, na última semana, com a real comprovação desse ocorrido.

É fato consumado que para se renovar é preciso mudar, quebrar paradigmas e principalmente lutar para romper com todos os vícios do passado.

Afinal, inexiste renovação, se não for de tal forma. No meio político principalmente.

A renovação precisa ser feita de forma contínua, e englobar a participação dos mais diversos segmentos da sociedade civil organizada, em especial os nossos jovens.

E foi isso o que mais me chamou atenção na última semana.

 É motivador observar e esbarrar pelos corredores da Câmara Federal, com uma dezena de novos jovens parlamentares, eleitos por meio do voto popular, nas últimas eleições

Ao visitar a Capital Federal do país pela primeira vez, em especial o “coração” político do país, o Congresso Nacional, local onde se decide diariamente o futuro de milhões de brasileiros, um fato me chamou bastante atenção.

Em meio à tamanha turbulência e descrédito da nossa classe política, é motivador observar e esbarrar pelos corredores da Câmara Federal, com uma dezena de novos jovens parlamentares, eleitos por meio do voto popular, nas últimas eleições.

Jovens sedentos por transformações sociais, e que carregam consigo, os mais diversos e diferentes sentimentos e ideais de renovação.

Jovens, que cansaram apenas, de ocupar o posto de meros coadjuvantes, e que por tal motivo, decidiram colocar a “cara a tapa”, e se tornarem protagonistas dos caminhos que trilham nossas políticas públicas.

Jovens, que independentemente de suas bandeiras e da temática abordada, estão ali, com toda a energia, e prontos para debater defender os interesses do povo brasileiro.

O Estado de São Paulo nos deu um belo exemplo disso.

Conseguiu mesclar o ativismo liberal do jovem Kim Kataguari (DEM), com os princípios ufanistas educacionais da jovem Tábata Amaral (PDT), somados ainda ao preparo do jovem e futuro constitucionalista, Enrico Misani (PV).

Ainda seguindo essa vertente, o Estado do Paraná também mergulhou nessa corrente, contando com a jovem, Luísa Canziani (PTB), que com o seu desprendimento, já vem fazendo a diferença na Câmara federal.

O nosso Mato Grosso, não poderia ficar para trás.

E, atualmente conta com o talento nato do jovem Emanuelzinho (PTB), que com sua reverência e simplicidade, pouco a pouco vem conquistando as tribunas do parlamento federal, servindo como exemplo, para àqueles que insistem no ignorante discurso de dizer, que a pouca idade não significa competência.

O Estado de Pernambuco, como alguns outros seguem no mesmo caminho. Terra de grandes líderes, nessa legislatura conta com o altruísmo do promissor jovem João Campos (PSB).

É evidente e sabe-se que ainda temos muito que evoluir, e que o número de jovens engajados politicamente ainda é pequeno.

No entanto, garanto a vocês, que melhor do que essa quantidade em números é a qualidade desses poucos jovens em conteúdos.

Realmente foi bonito de se ver, que mesmo passando por um momento bastante turbulento e instável, é possível ver no fundo do túnel, o início de “um novo dia de um novo tempo.”

Espera-se, apenas, que esse número de jovens possa crescer cada vez mais, e que estes que já chegaram lá, possam continuar a servir de exemplo, para àqueles, que possuem o dom, mas que ainda não tiveram a coragem necessária para fazer às devidas renúncias, e seguir o árduo sacerdócio da vida pública.

Gabriel Guilherme é suplente de vereador por Cuiabá e estudante de Direito da Universidade de Cuiabá. E-mail: Gabrielguilherme560@gmail.com

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Recado do governador e a carapuça

junior fecomercio curtinha   Em comunicado oficial, o governador Mauro Mendes manda recado a alguns empresários, quando destaca que incentivos fiscais foram concedidos no passado a determinados setores de forma irregular, em troca de propina, confessada, inclusive, em delação premiada. O recado tem endereço certo:...

Elogios ao prefeito e à primeira-dama

julio campos curtinha   O ex-governador, ex-senador, ex-deputado e ex-prefeito várzea-grandense Júlio Campos (foto), um dos líderes do DEM, partido do governador Mauro, disse nesta quarta, em visita à sede do Rdnews, que é preciso reconhecer que o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro está fazendo uma...

Oposição tenta vencer pelo cansaço

L�dio Cabral curtinha   A oposição formada pelos deputados Lúdio Cabral (foto), Valdir Barranco - ambos do PT - e Wilson Santos (PT), que decidiu obstruir a pauta da Assembleia enquanto o Executivo não apresentar uma prosposta aos trabalhadores da educação, tentam vencer o presidente...

Boicote à audiência sobre Fethab Milho

Conduzida pelo deputado Ulysses Moraes, a audiência pública na Assembleia para debater a questão do Fethab Milho e a possibilidade de exclui-lo da taxação não aconteceu conforme o planejado por causa de boicote dentro da própria AL. A TV Assembleia, que costuma transmitir ao vivo esse tipo de debate, não o fez. Alegou que uma peça de transmissão estragou. De última hora, mudaram a sessão de local, de um...

UFMT e incompetência administrativa

myrian ufmt curtinha   A considerar as explicações do ministro da Educação Abraham Weintraub sobre corte de energia elétrica da UFMT, a reitora Myrian Serra demonstrou incompetência administrativa em todo processo. São seis faturas em atraso, quatro do exercício de 2018 e duas deste ano. A...

Judiciário destina R$ 3 mi para Bope

carlos alberto 190 curtinha tj   O Poder Judiciário, sob Carlos Alberto (foto), autorizou a remessa de R$ 3,1 milhões para a secretaria de Segurança. Os recursos, arrecadados em ações da 7ª Vara Criminal, vão ser usados na compra fuzis, rifles de alta precisão, submetralhadoras, coletes...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.