ARTIGOS

Sexta-Feira, 25 de Abril de 2014, 17h:00 | Atualizado: 26/04/2014, 09h:35

Um pedido de utilidade pública

Humildade tem um sentido distorcido para nós brasileiros; ser humilde aqui é ser bobo, pobre e aceitar ser passado para trás

rebbeca

Rebbeca Carvalho

Fico realmente chateada em ver gente que tem condições de ter uma educação decente, que tem casa digna, comida quentinha, dinheiro pra comprar livros, acesso à internet, a chance de frequentar eventos para aprimorar seus conhecimentos e pode até comprar boas roupas todo mês, ser conformista em relação a situação do país, não só hoje, mas sempre. Pessoas que convivem comigo e tenho enorme apreço. Que tiveram as mesmas regalias que tive, mas cruzam os braços e se deixam afundar com o barco. Porque não é possível que elas não vejam que o barco aqui está afundando, não é mesmo?

Sei que é bastante difícil ter esperanças e forças pra fazer algo útil pelo todo ou até mesmo ter incentivo para acompanhar o mínimo das notícias que são de nosso interesse - quando digo nosso me refiro ao povo, população brasileira pensante e não pensante. Mas como assim decidir não o fazer, gente? Pelo amor de Deus! Nós que temos o mínimo de discernimento, que somos privilegiados e presenteados todos os dias com oportunidades maravilhosas, temos o dever de agir pelos que não tem. E isso não é ter dó, passar-lhes a mão na cabeça e dar-lhes a roupa do corpo.

É difícil acreditar em "milagres"? É! Mas é como ser diagnosticado de câncer e aceitar que a morte virá, mesmo sabendo que já existe tratamento pra tal doença. É esse individualismo que pode afundar esse país! E não faço aqui apologia ao socialismo, Deus é mais! Mas julgo os que têm os valores, as informações e o conhecimento em mãos e ao invés de repassar aos outros, os guardam no bolso! Não temos que fazer nenhuma revolução, atear fogo em ônibus ou quebrar os belíssimos prédios de Brasília. Temos que conversar e informar o vizinho sobre a notícia importante do dia; temos que sentar com nossos priminhos, irmãos ou alunos e ensinar a eles os valores básicos das pessoas de sucesso, - e por favor, ter sucesso não é ser famoso, ter um hit de má qualidade no Youtube ou ter muitos seguidores no Instagram - mostrar a eles desde cedo que ninguém ganha nada de graça (ou na maioria dos países não, hehe!), temos que compartilhar as mensagens de utilidade pública e não apenas as nossas fotos do final do semana maravilhoso; temos que servir de exemplo para as pessoas que convivem conosco nas pequenas ações cotidianas.

Não é questão de ser moralista! Você pode ter seu carro importado, sua casa espetacular (aliás, se não tem ainda me contrate que eu a projeto, heheh!) e fazer sua viagem para o exterior a qualquer momento. Você pode ser ambicioso! Não precisa fazer voto de pobreza ou se fazer de humilde a todo momento! Humildade tem um sentido distorcido para nós brasileiros! Ser humilde aqui é ser bobo ou pobre! O humilde tem que aceitar ser passado para trás! Humildade na verdade tem a ver com respeito ao próximo, tratar de igual pra igual qualquer pessoa! Aqui as pessoas só te acham "legal" se você é bonzinho, se faz tudo para elas e dizem o que elas querem ouvir.

Partimos do princípio de que se alguém se destacou da multidão é porque é bom no que se propôs a fazer e alcançou um certo prestígio por esse motivo, não?! No Brasil, não! Já não conseguimos distinguir quem é bom de verdade naquilo que faz de quem está em uma tal posição por motivos bastante variáveis ou forja qualidade por trás de pilhas de dinheiro e contatos. E isso me deixa confusa e brava ao mesmo tempo, assim como deixa muita gente também, eu sei.

Mas e aí!? Vamos ver o circo pegar fogo e junto a barra da nossa saia ou calça? Só gostaria de pedir para todos os meus amigos, conhecidos e pessoas em geral que se tornem mais críticas e atentas. Não há "milagre" a se fazer e não vamos mudar o país em 30 segundos, mas pelo ao menos vamos incentivar alguém a não aceitar essa realidade, a votar consciente, a ver que tem alguns caminhos a serem seguidos mais promissores que outros.

Sabemos que mesmo se votarmos consciente e nossos candidatos forem eleitos, isso também não é garantia nenhuma de melhora ou mudança, visto que a corrupção aqui tem o poder de sugar os valores e princípios das pessoas. Sei que na frase "Brasil, ame ou deixe-o!" com certeza tem muitos outros fatores a serem considerados, além do amor pela Pátria! Votar com plenitude e tentar fazer com que pessoas pensem mais em política, valores e educação. Podem até ser atos pequenos, mas como estamos de mãos atadas, creio que vale a pena se esforçar! É uma das poucas opções que eu enxergo hoje! Para que só assim, um dia, talvez tornemos o Brasil um lugar mais digno para se viver! É isso!

Rebbeca Carvalho da Silva é uma mato-grossense que passou por Brasília e hoje reside em Uberlândia (MG), estudante e estagiária de Arquitetura e Urbanismo, professora de ballet para um projeto social e começou a desenvolver o projeto virtual @ARQtermos - E-mail: rebbecasilva@gmail.com

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Lauro Portela | Sexta-Feira, 18 de Julho de 2014, 17h08
    3
    0

    É a naturalização da tal da meritocracia. Até parece que não contam aquilo que o sociólogo Pierre Bourdieu chamou de "capital cultural", "capital econômico" e "capital social". É naturalizar o tal do "dom" - como se fosse apenas algo com que se nasça. Falar bem, ser boa bailarina, ter acesso a um curso superior é uma conquista natural como se não estivesse em jogo outras varáveis: acesso a capitais culturais (aulas de balé, escolas "diferenciadas", formação dos pais), capitais econômicos (dinheiro para custear o acesso a estes bens culturais, e para permitir tempo livre para se dedicar a eles) e capitais sociais (aqueles famoso "eu conheço alguém que pode publicar seu artigo", "conheço alguém que pode conseguir uma vaga para você em um escritório"). Uma vida de leitinho com pera e ovo-maltino não é para todo mundo.

  • Crítico | Sexta-Feira, 25 de Abril de 2014, 21h29
    5
    4

    Dá até tristeza em ler este texto, se pensarmos que foi produzido por uma estudante de arquitetura, professora de ballet e tal, bem pobre de argumentos, com umas "verdades" construídas de retóricas feitas pela classe dominante. Que no fundo, não quer dizer nada, além do mesmo, ou seja a mesma cantilena que a globo e seus repetidores falam.

  • José Renis de Carvalho | Sexta-Feira, 25 de Abril de 2014, 18h21
    1
    2

    Parabéns Rebeca, ótima visão, tantos jovens envolvido em pequenas causas, deveriam ver e ler isso para crescer em Sabedoria, e, buscar as mudanças que o Brasil precisa...o momento é oportuno, pelo voto consciente será a resposta...

  • Walkyria Lacerda | Sexta-Feira, 25 de Abril de 2014, 15h42
    4
    0

    Rebecca muito bom seu texto! É bom uma pessoa que percebe que as condicionalidades sociais a favoreceram mas que isso não se aplica à todos. E que nessa desigualdade social que existe mais importante do que caridade são as política públicas que realmente faz a diferença para tornar acessível serviços de educação, alimentação, saúde etc. Dar comida pra criança, cesta básica, tirar a roupa do próprio corpo são atitudes de ajuda mas que se não vier acompanhadas de lutas por igualdade, garantia de direitos não repercutem mudanças. Parabéns!

  • Mariano de Freitas | Sexta-Feira, 25 de Abril de 2014, 09h51
    4
    0

    Gostei da análise. É preciso haver respeito e cooperação das pessoas.

  • Mara Marcondes | Sexta-Feira, 25 de Abril de 2014, 09h02
    4
    0

    Parabéns Rebbeca! eu que te vi nascer e crescer e hoje possuidora de uma consciência e sabedoria inigualável. Que sempre perdure desse dom. Abraços

PSD reforça nome de Flávio em VG

selleman mathias 400 curtinha psd vg   Chamou a atenção a presença do presidente do diretório do PSD, em Várzea Grande, Selleman Mathias (foto), no lançamento da candidatura do empresário Flávio Vargas (PSB) à sucessão da prefeita Lucimar Campos, nesta quarta. Ao que tudo...

Selo Amiga dos Animais pra empresas

misael galvao 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), vai conceder o selo Amiga dos Animais para 20 empresas. Até o final do ano será realizada uma sessão solene para condecorar representantes dessas empresas. E também estão previstos a entrega da Ordem do Mérito...

Fecomércio vai à AL por menos ICMS

jose wenceslau 400 curtinha   O presidente da Fecomércio, José Wenceslau Souza Junior (foto), revelou nesta quarta, numa live ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que vai procurar os deputados para reabrir o debate sobre a pesada carga tributária praticada em MT. Ele recorda que no final de 2019, o governo estadual alardeava que...

Gestores multados por irregularidades

arivaldo 400 curtinha   Dezenas de prefeitos e ex-gestores estão sendo multados por não enviar ao TCE prestação de contas periódica, informações e documentos obrigatórios, o que é considerado falha grave. Arivaldo Medeiros de Santana (foto), prefeito de São José do Povo,...

O "pai" da destruição de documentos

jose riva 400 curtinha   Na sua delação premiada, o ex-presidente da AL, José Riva (foto), acusa o presidente do TCE, Guilherme Maluf, de ter sumido com provas que incriminavam deputados quanto ao uso de suprimentos de fundos e verba indenizatória. Só que para o MPE, foi o próprio Riva quem organizou um...

DEM dividido e quase no colo de EP

emanuel pinheiro 400 curtinha   Num almoço na casa do prefeito Emanuel Pinheiro (foto), nesta quarta, lideranças da alta cúpula do DEM de Cuiabá e Várzea Grande discutiram possível apoio à reeleição do emedebista. Essa aproximação fere de morte o Palácio...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.