Blog do Romilson Cuiabá, 06 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

BRASÍLIA

Candidatos do DF disputam votos de eleitores em cidades de Goiás

Por 27/10/2010, 20h:22 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

Iris Rezende e Agnelo Queiroz, que lidera disputa no DF  Os candidatos ao governo do Distrito Federal, além de disputarem os votos dos residentes em Brasília, percorrem os municípios de Goiás no entorno da capital federal em busca de eleitores. È que uma quantia considerável deles, apesar de residirem em cidades goianas, trabalha e vota no DF.

   A influência de Brasília sobre as cidades goianas e até mineiras em seu entorno é muito forte. Só do Estado de Goiás existem 21 cidades dentro da região denominada “Entorno de Brasília”. Trata-se de uma identificação oficial por parte dos governos de Goiás e do Distrito Federal. Essa influência acaba gerando aos municípios do entorno uma “crise de identidade” e aos governos estadual e distrital a convergência e, em muitos casos, omissões, em relação ao atendimento das populações.

  Um exemplo é a cidade goiana de Águas Lindas, com mais de 300 mil habitantes, a maioria trabalhando no Distrito Federal. E com um grande número de eleitores também da capital federal. Isso obrigou os candidatos a governador a dedicar boa parte de suas campanhas naquela e em outras cidades do entorno. As principais são Luziânia, Valparaíso de Goiás, Novo Gama, Santo Antonio do Descoberto, Cidade Ocidental, Alexânia, Abadiânia, Pirenópolis, Corumbá, Cocalzinho, Padre Bernardo, Água Fria, Planaltina de Goiás, Vila Boa, Formosa e Cabeceiras, além dos municípios mineiros de Unaí e Buritis.

    Agenda e perfil

    Na reta final da campanha, Agnelo Queiroz (PT) e Weslian Roriz (PSC) se desdobraram em suas agendas, incluindo alguns desses principais municípios em seus compromissos de campanha. Agnelo priorizou Águas Lindas, onde ele, o PT e a candidata à Presidência Dilma Rousseff obtiveram uma boa votação. Na terça, ele retornou lá com o candidato a governador de Goiás Iris Rezende (PMDB). Weslian focou também em Luziânia, de onde originou sua família.

   O ex-ministro do Esporte do governo Lula é favorito na disputa pelo governo do Distrito Federal e pode sair das urnas como o segundo governador de esquerda da capital do país. O primeiro foi Cristovam Buarque. Ele está com 23 pontos à frente de Weslian Roriz , segundo o Datafolha, que apontou placar de 54% a 31%.

   Baiano de Itapetinga, Agnelo formou-se médico na Universidade Federal da Bahia e veio fazer residência médica (se especializando em cirurgia) no Hospital de Base do Distrito Federal, onde mora há 30 anos. Ex-militante do Partido Comunista do Brasil (PC do B), pelo qual se elegeu deputado federal, ocupou o cargo de Ministro do Esporte e se candidatou a senador, Agnelo se filiou ao PT em 2007. Foi eleito deputado distrital constituinte em 1986. Em 1994 se elegeu à Câmara dos Deputados, sendo reeleito em 1998 e 2002. Assumiu o Ministério do Esporte no início do governo Lula. Em abril de 2006, Agnelo deixou o Ministério do Esporte e reassumir a Câmara, se candidatando em seguida ao Senado. Não chegou a se eleger e logo depois saiu do PC do B.

   Sua coligação, a “Um Novo Caminho”, elegeu no primeiro turno os candidatos ao Senado Cristovam Buarque (PDT) e Rodrigo Rollemberg (PSB), cinco dos oito deputados federais e 14 dos 24 deputados distritais, formando assim a maior bancada na Câmara Legislativa Distrital.

    Weslian Roriz é esposa do ex-governador Joaquim Roriz e o substituiu de última hora, pois sua candidatura foi ameaçada por fazer parte da lista dos “fichas sujas”. A candidata não teve sequer seu nome programado na urna eletrônica. Para votar nela o eleitor teve, no primeiro turno, de votar em Joaquim, cujo nome e foto apareciam. No segundo turno, será a mesma coisa. Com experiência administrativa apenas em cargos destinados às primeiras-damas nas duas vezes em que o marido foi governador do DF, Weslian enfrenta dificuldades para virar o jogo. Sem muita experiência política, desarticulada e limitada em uma série de assuntos administrativos, ela preferiu não participar dos debates e sabatinas programados pelos veículos de comunicação locais. Durante a campanha, sequer entrevistas ela dava, tarefa que o marido assumia para si, especialmente nesta reta final.


Joaquim Roriz faz campanha pela candidatura da esposa Weslian, com a filha Jaqueline, reeleita deputada distrital

Postar um novo comentário

PREOCUPAÇÃO

Com Covid-19, deputado se transfere para isolamento em Sorriso

Por 05/07/2020, 21h:53 - Atualizado: 05h atrás

faissal 680

Uma semana após anunciar que está com Covid-19, Faissal Calil (PV) decidiu se transferir provisoriamente de Cuiabá para o hospital 13 de Maio, em Sorriso, uma forma de se separar e evitar contágio do vírus aos pais, que são idosos.

Postar um novo comentário

PT CUIABANO

De oposição a todos prefeitos ao isolamento político e social

Por 05/07/2020, 18h:43 - Atualizado: 09h atrás

pt 680

O PT, que no campo municipal foi oposição a todos os prefeitos, hoje está literalmente calado. Acéfalo, perdeu força, discurso, quadros, representatividade em cargos eletivos e adotou o isolamento político e social.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Edmilson | Domingo, 05 de Julho de 2020, 22h14
    0
    1

    Edmilson, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

EFEITO-PANDEMIA

O drama das academias em Cuiabá sem perspectivas de reabertura

Por 05/07/2020, 12h:17 - Atualizado: 05/07/2020, 12h:24

Romilson Dourado

smart fit 680

Assim como outras atividades econômicas, as mais de 100 academias em Cuiabá, fechadas desde 19 de março por causa da pandemia, não vão poder reabrir tão cedo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • tonhaobocadura | Domingo, 05 de Julho de 2020, 14h54
    0
    1

    As academias inteligentes mudaram o conceito e fizeram chegar todos os públicos, antes tudo era elitizado. Mais mesmo com a pandemia com índices elevados , um outro segmento animal abrirá 2 unidades a capital que prometem mudar também esse conceito

  • Emerson Nunes de Oliveira | Domingo, 05 de Julho de 2020, 13h47
    6
    2

    Entreviste academias menores a realidade não é essa da reportagem

AULAS ONLINE

O pulo do gato do Farina em tempos de pandemia

Por 04/07/2020, 20h:21 - Atualizado: 04/07/2020, 20h:25

farina 680

O empresário e professor de Física, Sidney Farina, aproveitou a crise sanitária e econômica na esteira da Covid-19 para lançar o pulo do gato da Escola do Farina, tradicional instituição privada de ensino em Cuiabá com duas décadas no mercado.

Postar um novo comentário

COMPOSIÇÃO POLÍTICA

2 sexagenários da política vão se unir na corrida a prefeito de Sinop

Por 04/07/2020, 10h:47 - Atualizado: 04/07/2020, 10h:54

jorge yanai 680

A disputa pela Prefeitura de Sinop deve unir dois veteranos da política mato-grossense, o ex-deputado federal Roberto Dorner (Republicanos) e o suplente de senador Jorge Yanai (Podemos).

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Dionasbrasil@hotmail.com | Domingo, 05 de Julho de 2020, 05h31
    1
    0

    É notório que o objetivo dessa matéria é menosprezar os pré candidato por questões de idade. Senhor Ronilson qual é o limite de idade para uma ótima gestão no seu ponto de vista ?

  • João Carlos Vicente Ferreira | Sábado, 04 de Julho de 2020, 18h42
    5
    1

    Porque a depreciação? Não os conheço, não são meus amigos, nas acho errado querer tirar sarro de outrem. Expondo-os. Sexagenário é vivência, experiência de vida que pode ser útil à sociedade. Todos envelhecem, lembrem -se disso.

  • Davi | Sábado, 04 de Julho de 2020, 13h06
    1
    4

    Quem colocar com o DEM do Mauro Mendes perdeu o meu voto.

SAÚDE PÚBLICA

2 empresas vão tocar UTIs de hospitais regionais por R$ 31 mi

Por 04/07/2020, 09h:56 - Atualizado: 04/07/2020, 10h:01

gilberto figueiredo 680

Após pregão eletrônico, feito em abril, a secretaria estadual de Saúde, sob Gilberto Figueiredo, contratou nesta semana duas empresas para tocar, por R$ 31,1 milhões, as UTIs de quatro hospitais regionais.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Jovem da baixada | Sábado, 04 de Julho de 2020, 14h22
    3
    0

    Trabalho no Metropolitano e posso afirmar, com toda a segurança que a terceirizada que está atendendo no hospital tem mais baixas por covid que o próprio hospital, na guerra contra a pandemia, apenas os magnatas da saúde saem ganhando.

  • Amaral antunes | Sábado, 04 de Julho de 2020, 11h15
    5
    1

    É treta. Empresa particular nesses locais é profissional sem qualificacao em intensivo, equipe reduzida, medicamentos de 5 categoria(o mais barato e com menos eficacia). Esses mandatarios nao visam a cura, visam lucro. Ate o secretario sabe disso, o historico desses hospitais e/ou setores terceirizados sao escandalosose nao sei porque insiste nisso.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2566